empreender com a herospark

Saber como vender pela internet tornou-se uma opção para aqueles que desejam uma renda extra ou, até mesmo, uma renda fixa. Afinal, apenas no primeiro trimestre de 2021, foi registrado um aumento de 57,4% em vendas no e-commerce em comparação ao mesmo período em 2020. 

No entanto, quando se define em qual categoria se quer empreender para ganhar dinheiro pela internet, é importante estudar a área em que irá atuar. Diferentemente do que muitos pensam, para empreender na internet é preciso muita paciência, estudo e determinação.

Portanto, neste artigo, aprenda como vender pela internet e ter êxito em seus negócios. Boa leitura!

 

O que é e-commerce?

E-commerce é uma abreviação em inglês de “comércio virtual”. Em outras palavras, é toda operação comercial feita dentro da internet

Nesse sentido, as lojas virtuais são uma projeção perfeita para a compra e venda de produtos, pois dão a liberdade de explorar diversos nichos de mercado e são mais flexíveis que as lojas físicas.

Além disso, o faturamento do e-commerce é cada vez maior, gerando uma alta lucratividade ao setor econômico.

Como vender pela internet e ter sucesso?

Apesar do número crescente de vendas online, vender pela internet não é apenas escolher um produto e divulgá-lo. O trabalho virtual demanda tempo, muita criatividade e precisa despertar a curiosidade do consumidor para que ele queira saber mais.

Para isso, é necessário que se esteja antenado com o que está acontecendo no mundo e com o que as pessoas estão se interessando no momento. Também é importante traçar estratégias para que a sua marca “fique na cabeça” do seu potencial cliente.

A seguir, confira 7 passos para começar e ter sucesso no seu negócio virtual.

 

1. Defina em qual categoria atuar

Você já deve ter visto uma infinidade de coisas à venda na internet, desde cursos online até serviços profissionais como revisão de textos, não é verdade?

Nesse sentido, o meio digital se destaca, mas, para que a sua estratégia gere resultados, é essencial definir qual será o foco do seu negócio.

É importante que a categoria escolhida seja familiar, ou seja, aquela que você já tenha certa habilidade para operar. Assim, poderá adaptar o formato do seu conteúdo de acordo com a sua preferência. Portanto, conheça algumas opções:

 

Produtos digitais

A internet revolucionou a forma como vendemos online, inclusive com produtos que não são físicos. Da mesma forma, também permitiu que pessoas do mundo todo compartilhassem seus conhecimentos por meio das plataformas digitais e se conectassem com pessoas que desejam aprender. 

Se você possui experiência na área de marketing, por exemplo, pode compartilhar seu aprendizado por meio de e-books e cursos online. Para começar, sugerimos a leitura dos artigos: 

No vídeo abaixo, você também aprende a criar um infoproduto em apenas 7 passos!

 

Consultoria

Profissionais do segmento de investimentos, por exemplo, podem aproveitar sua expertise para conquistar clientes interessados em dar o pontapé inicial na área. 

Dessa forma, o trabalho envolve desde uma análise estratégica da situação atual de seu cliente até o planejamento de meios para alcançar seus objetivos. 

 

Produtos físicos 

Se você já possui algum produto físico, então vender pela internet é uma estratégia ainda mais atraente. 

Sem a necessidade de um espaço físico ou showroom, as vendas online estão ganhando cada vez mais espaço nos corações dos consumidores. É possível vender seus produtos em um e-commerce ou marketplace, por exemplo. 

 

Serviços 

Vender pela internet também permite um trabalho mais flexível. Para profissionais freelancers, vender serviços é uma prática comum. 

Se você possui formação em Letras e experiência em redação, pode oferecer o serviço de produção de conteúdo para blog posts, por exemplo. 

 

2. Estude o mercado da área escolhida

Entender quais ofertas já estão no mercado, como as pessoas estão consumindo os produtos, entre outras questões, é essencial para buscar pela inovação. Isso porque quanto mais segmentada for a sua estratégia, melhor

Além disso, se você conhecer o retorno daquele setor, saberá até onde poderá investir e se os resultados serão satisfatórios. Por isso, é essencial conhecer a sua persona, o que seus concorrentes estão fazendo e o que seus clientes precisam.

Também é importante se atentar ao faturamento do e-commerce, quais os segmentos que vem se destacando e o que está sendo buscado e vendido às pessoas. Certamente, esse exercício vai lhe fornecer muitos insights e ajudará a não desperdiçar esforços.

 

3. Divulgue o seu negócio

Divulgue o seu negócio de forma que as pessoas sintam a necessidade de consumi-lo. Para isso, trace alternativas que valorizem o seu produto, que o faça ser conhecido e que despertem o interesse nos seus clientes. Tire fotos e explore ângulos, cores e estilos.

Saiba que já é possível fazer isso de maneira criativa e gratuita, por meio de:

 

Redes Sociais

Plataformas como o Instagram, por exemplo, já contam com mais de 700 milhões de usuários. Não por acaso, as marcas estão cada vez mais focadas em criar uma presença digital relevante, e as redes sociais são apenas um dos meios para isso. 

Entender qual é a rede que a sua persona utiliza é o primeiro passo para direcionar o seu conteúdo. Cada rede terá sua particularidade e recursos disponíveis para você se conectar com o público.

Se o seu lead prefere o Facebook, por exemplo, investir energia em outras redes sociais pode não ser assertivo.

 

Blog

Mais do que nunca, o conteúdo é um aliado poderoso para quem deseja vender pela internet. Saiba, então, que com o marketing de conteúdo e SEO, é possível estabelecer artigos de acordo com as palavras-chave e a fase do funil de conteúdo que o lead se encontra

Na etapa de descoberta, você pode produzir conteúdos mais gerais e acessíveis. Em um blog de jardinagem, por exemplo, explicar a diferença entre cultivo indoor e outdoor pode ser interessante para educar o seu lead.

Lembre-se que materiais educativos são importantes para reforçar sua autoridade no assunto. 

 

E-mail marketing

O e-mail marketing é considerado um dos meios mais antigos de como vender na internet.

A estratégia, aliada à produção de conteúdo, pode ser poderosa e gerar resultados incríveis se feita de maneira assertiva por meio da segmentação da sua base de e-mails conforme a etapa do funil.

Assim, é possível atingir sua persona diretamente na sua caixa de mensagens e levá-la para uma landing page, com linguagem persuasiva para despertar o interesse no seu produto. 

Se você ainda não conhece este recurso, leia os artigos abaixo: 

Para quem puder investir recursos, uma boa dica é apostar no tráfego pago e no marketing de conteúdo. Assim, será possível controlar o número de acessos que a loja virtual terá a partir das publicações, as quais devem ser atrativas, limpas e despertar a atenção do seu público-alvo.

 

4. Defina a sua persona

Sabemos que a internet é um mundo amplo, cheio de propostas e inovações. Em algumas áreas, até ouvimos falar que já está saturada, pois vemos “mais do mesmo”. 

Porém, uma vez definida a sua persona, você conseguirá criar mídias sociais específicas para ela. Isso quer dizer que você não deve criar conteúdo e soltar na rede de forma aleatória, e sim uma estratégia de marketing voltada para quem você deseja impactar.

Portanto, tendo em vista o que a sua marca quer alcançar, trace a sua persona.

 

 5. Planeje o Funil de Vendas

Também conhecido como Pipeline, o funil de vendas é o percurso que um cliente percorre desde o momento em que descobre uma empresa até a finalização da compra. Ele é dividido em três partes principais: topo, meio e fundo.

A separação é feita para manter o trajeto do lead organizado e guiá-lo à conversão. O processo consiste, basicamente, em incluir ações e conteúdos de acordo com cada momento da jornada de compras. 

 

6. Defina estratégias para fidelizar o cliente

Engana-se quem pensa que o atendimento termina depois de finalizar a compra. Mesmo após acompanhar a jornada do cliente de perto, a oportunidade para você se aproximar e fidelizar a sua clientela acontece no pós-venda.

Com dicas para o seu produto digital ou canal de conteúdos exclusivos para clientes, por exemplo, você pode diferenciar o seu produto dos demais no mercado

Com a estratégia, é possível construir uma boa reputação entre seus consumidores e, consequentemente, gerar mais vendas.

 

7. Escolha a plataforma ideal 

Para vender pela internet, é necessário escolher uma plataforma. Essa, no entanto, deve ter

recursos compatíveis com o seu produto. 

Para um curso online, por exemplo, é necessário que a plataforma possua suporte para ensino à distância e área para alunos.Também é importante que ela conte com diferentes formatos para facilitar o seu dia a dia, como modelos pré-prontos e automação de e-mails. 

Nesse sentido, saiba que a HeroSpark conta com uma ferramenta completa, com checkout para compra e suporte especializado até modelos de e-mails pré-prontos e landing pages. Tudo isso para facilitar a execução do seu negócio. 

Por isso, conheça mais sobre a plataforma no vídeo a seguir e veja como vender pela internet de maneira segura e eficiente.

vender cursos online herospark

1 Comentário

  1. […] que você aprendeu como criar um site de vendas e tem o objetivo de vender pela Internet, não poupe esforços para evoluir esse empreendimento. Você verá que o seu empenho será […]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *