Um blog sobre empreendedorismo, negócios digitais e cursos online


Não perca mais nenhuma novidade!

Assine nosso blog e ative as notificações para receber os melhores conteúdos sobre empreendedorismo


Como vender pela internet

como vender pela internet

A internet tornou-se um meio rápido e eficaz para as pessoas que buscam por uma renda extra, ou até mesmo para as pessoas que buscam, de fato, ter uma renda. As vitrines virtuais tornaram-se tão atrativas quanto as físicas, além de bastante cômodas, não é mesmo? E vender pela internet nunca foi tão fácil.

 

Quando se define em qual categoria se quer empreender, para ganhar dinheiro pela internet, é importante que se estude a área em que irá atuar, para que assim, a eficácia deste serviço venha. Diferente do que muitos pensam, para empreender na internet é preciso muita paciência e determinação. 

 

Saiba como vender pela internet! Tenha uma boa leitura.

 

O que é e-commerce?

 

A liberdade geográfica, consequente da globalização, facilita a comunicação entre pessoas em qualquer lugar do mundo, na distância de um clique. Essa eficiente relação permite a negociação de diferentes produtos e serviços. 

 

Na era da tecnologia, o e-commerce deu a oportunidade que há muito tempo as pessoas não conseguiam ter. Ou seja, a rede de empregos informais cresceu consideravelmente, movimentando a economia. 

 

E-commerce é uma abreviação em inglês de comércio virtual. Em outras palavras, é toda operação comercial feita dentro da internet. As lojas online são uma projeção perfeita para a compra e venda de produtos, pois dão a liberdade de explorar diversos nichos de mercado. Além disso, o faturamento do e-commerce é cada vez maior, gerando uma alta lucratividade ao setor econômico.

 

Como vender pela internet e ter sucesso?

 

Apesar de muito cômodo, o trabalho virtual demanda tempo e muita criatividade. É necessário que se esteja antenado com o que está acontecendo no mundo e com o que as pessoas estão se interessando no momento.

 

Além disso, é importante que o seu produto/serviço desperte a curiosidade do consumidor. Para que uma vez que ele tenha acesso, busque saber mais. Nesse sentido, é interessante traçar estratégias para que a sua marca “fique na cabeça” do seu potencial cliente. O uso de gatilhos mentais, por exemplo, pode ser muito útil. 

 

É imprescindível que seja pensado na comercialização do seu produto/serviço, como ele chegará ao consumidor final, estando totalmente por dentro das políticas de envio e devolução.

 

Aprenda a precificar, não queremos vender o mais barato e, sim, o melhor. Porém, isso não se atrela somente a preço, a sua marca deve ter qualidade, independente de quanto custe. Desse modo, o valor será a última coisa que o cliente se atentará. Esteja atento ao mercado financeiro e como gerir um negócio.

 

Confira 6 passos para se ter sucesso em seu negócio virtual, a seguir.

 

1. Defina em que categoria atuar

A categoria em que irá atuar será o ponto mais importante que deverá ser definido. Com isso, será possível traçar planos para serem alcançados no início do seu negócio e até onde você deseja chegar.

Estude a área escolhida, entenda como as pessoas estão consumindo-a, como é apresentada por outras lojas, e claro, busque pela inovação. Quanto mais segmentada for a sua estratégia, melhor. 

 

É importante que a categoria escolhida seja familiar a você, que já tenha certa habilidade para operá-la. Assim, no início poderá ser tratada como um hobby, até que venha a se desenvolver, mas esteja sempre aberta a possíveis adaptações.

Guia do planejamento do curso online

 

Considere trabalhar com infoprodutos também. Para saber mais sobre o assunto, veja o vídeo: 

 

 

2. Estude os resultados da área escolhida

Se você conhecer o retorno daquele setor, saberá até onde poderá investir e se os resultados serão satisfatórios. Por isso, busque por uma área em potencial ou busque maneiras de torná-la rentável. 

Também é importante se atentar ao faturamento do e-commerce, quais os segmentos que vem se destacando, o que está sendo buscado e vendido às pessoas. Certamente, esse exercício vai lhe fornecer muitos insights.

3. Invista tudo o que puder na divulgação do seu negócio

Divulgue o seu negócio de forma que as pessoas sintam a necessidade de consumi-lo. Trace alternativas que valorizem o seu produto, que despertem o interesse e faça-o conhecido (tire fotos, explore ângulos, cores e estilos).

 

As redes sociais são o melhor meio de promover o seu negócio. Uma boa dica é apostar no tráfego pago e no marketing de conteúdo. Assim, será possível controlar o número de acessos que a loja terá, a partir de publicações, as quais devem ser atrativas, limpas visualmente e despertar a atenção do consumidor.

 

4. Defina a sua persona

Tendo como princípio quem sua marca quer alcançar, trace a sua persona, para quem ela irá criar conteúdo, como entretê-la, educá-la e convertê-la em, de fato, seu potencial cliente. Sabemos que a internet é um mundo amplo, cheio de propostas e inovações. Em algumas áreas, até ouvimos falar que já está saturada, pois vemos “mais do mesmo”. 

 

Porém, uma vez definida a sua persona, crie mídias sociais específicas para ela, você não deve criar conteúdo e soltar na rede de forma aleatória, deve ter uma estratégia de marketing voltada à sua persona.

 

5. É hora de iniciar o seu negócio

Se você chegou até aqui, é porque realmente tem interesse em vender pela internet, não é? Assim sendo, após todo esse conhecimento é o momento de pô-lo em prática. Vamos iniciar suas vendas.

 

Lembre-se que o seu cliente deve ser sempre muito bem assistido, ponha-o no centro do seu negócio, buscando sempre satisfazê-lo. Vale ressaltar que será de muita relevância a divulgação que ele fará, caso a sua experiência seja positiva, é o que conhecemos como Marketing de Indicação.

 

O início pode parecer difícil e até impossível, mas a persistência é a alma de todo e qualquer negócio. Invista e pense sempre em tudo de bom que o empreendimento poderá lhe oferecer, não só em relação ao profissional, mas ao pessoal também.

 

6. Planeje o Funil de Vendas

Também conhecido como Pipeline, o funil de vendas é o percurso que um cliente percorre desde o momento em que descobre uma empresa até a finalização da compra. É dividido em três partes principais: topo, meio e fundo.

 

A separação é feita para manter o trajeto do lead organizado e guiá-lo à conversão. O processo consiste, basicamente, em incluir ações e conteúdos de acordo com cada momento da jornada de compras. 

 

No mercado, há ferramentas que podem ajudar com o processo. A SparkFunnels, por exemplo, é gratuita e completa. 

 

Se você quer saber mais sobre o empreendedorismo digital e todas as possibilidades desse universo, continue navegando em nosso blog

 

pesquisa panorama dos negócios digitais

Mais artigos para você

Quanto custa promover no Instagram e 4 dicas para 2021

Você sabe o que é impulsionar um post? É transformar uma publicação de um vídeo, uma imagem ou um carrossel …

Autoresponder: por que investir neste recurso?

Muita gente não conhece ou não sabe o que é a ferramenta autoresponder, no entanto, esse é um instrumento muito …

Mentoria: saiba como criar e vender a sua

Se você deseja ingressar no empreendedorismo digital, precisa saber o que é e como criar uma mentoria. Isso porque essa …

Lançamento de produto de sucesso: saiba como fazer

Fazer um lançamento de produto bem sucedido é complexo: requer organização e participação em todas as etapas, desde a concepção …

Vender curso online: 10 dicas para atrair alunos

Vender curso online pode parecer uma tarefa difícil, mas não precisa ser assim. Neste artigo você vai descobrir que, com …

Marketing de relacionamento: o que é e como usar

Hoje é mais fácil produzir na internet, mas também é mais difícil se destacar, já que vários produtores disputam o …