Um blog sobre empreendedorismo, negócios digitais e cursos online


Não perca mais nenhuma novidade !

Assine nosso blog e ative as notificações para receber os melhores conteúdos sobre empreendedorismo


Tudo o que você precisa saber para ter uma renda extra na internet

renda extra

Se você está buscando formas de ganhar uma renda extra na internet e no conforto da sua casa, você está no lugar certo. Vem comigo!

Atualmente, grande parte das pessoas usa a internet e as redes sociais ativamente. Tem gente que começou a usar lá no comecinho, há 20 anos, outros há uns 10 e tem quem tenha entrado no mundo digital mais recentemente.

Cada geração de usuários acompanhou determinadas mudanças online e participou de processos significativos da evolução da internet. Quem só começou a postar fotos através do Instagram nem sabe que existiu o Fotolog ou que o Flickr era muito usado com esse mesmo propósito. 

E no meio de todas essas transformações surgiram os hoje chamados “influencers” com seus blogs, que renderam fama, oportunidade e até renda extra! A maioria virou empreendedor digital e tornou a renda extra na internet em uma das suas principais fontes de renda. 

Se você tem interesse em saber como ganhar dinheiro a partir dos seus conteúdos na internet, vem entender neste artigo como você pode transformar isso em uma renda extra. 

 

Produção de Conteúdo

Como eu disse, ganhar dinheiro através da produção de conteúdo na internet não é uma novidade. Não importa o segmento, no Brasil temos exemplos de pessoas que, atualmente, são super conhecidas e começaram lá atrás com seus blogs, cerca de 10, 15 anos atrás. 

Para exemplificar, é possível citar Antonio Tabet, Rodrigo Fernandes e Maurício Cid – destaques do humor na internet. Já no segmento de beleza, a lista é maior ainda: Julia Petit, Jana Rosa, Lia Camargo, Camila Coutinho, entre outras.

Na época em que eram blogueiros, essas pessoas vendiam espaço publicitário em seus blogs e faziam conteúdos sobre marcas. Hoje os meios de como ganhar dinheiro na internet e fazer renda extra é semelhante, mas existem mais possibilidades e você pode fazer isso de forma mais independente.

Com um cenário cada vez mais imerso no mundo digital, a produção de conteúdo na internet se intensificou bastante nos últimos anos desde que começou a ser feita nos “moldes” do Marketing de Conteúdo. O surgimento desse termo veio junto com a popularização do Marketing Digital e a vertente do Inbound Marketing

Vamos entender a seguir como isso funciona hoje na prática para os produtores de conteúdo da internet.

Marketing Digital

O Marketing Digital se tornou muito forte e acessível para as pessoas, mesmo para as que não possuem um curso superior. Existem diversos cursos e formações para quem quer se aprofundar e se profissionalizar no tema.

A HeroSpark, por exemplo, possui um treinamento completo para você que deseja criar um negócio online e realizar suas primeiras vendas. O SparkStart surgiu com a proposta de te ajudar a tirar um ideia do papel e criar um negócio do absoluto zero!

Devido a essa popularização, uma consequência é um número significativo de pessoas falando sobre Marketing Digital sem de fato conhecer o assunto. Disseminam conceitos corretos, mas técnicas erradas, algumas vezes. Por isso fique atento e não reproduza esse tipo de conteúdo e pesquise muito antes de embarcar nessa onda. 

Aposte em ferramentas de Marketing de Conteúdo para incluir na sua estratégia, como materiais educativos, por exemplo. É uma ótima maneira de oferecer o seu conhecimento em troca de um lead para o infoproduto que você está vendendo.

Além disso, existem outras formas de você oferecer o seu conhecimento como moeda de troca na internet, dependendo da sua estratégia. Mas, de maneira geral, são válidas na maioria dos casos para atrair possíveis clientes e gerar renda extra. 

Workshops online e Webinários

Você já deve ter ouvido falar sobre workshops ou até participado de um. O workshop é um tipo de evento semelhante a uma oficina, pois reúne teoria e prática. A diferença é que o workshop é mais voltado para o mundo corporativo e aborda um conhecimento técnico.

O seu conteúdo é mais “compacto” que um curso e trabalha com o tema específico anteriormente determinado.

Com isso, você pode reunir seu conhecimento e realizá-lo na modalidade online também, adaptando-o para alguma plataforma com videochamada ou transmissão ao vivo. É um jeito mais prático e viável para alcançar um grande número de pessoas. 

Já o webinário, ou webinar, é um seminário em forma de conferência online. A pessoa que ministrará é quem irá se comunicar com o seu público. Mas os espectadores podem interagir entre si ou com o ”palestrante” através do chat. 

Não tem um caráter corporativo, então a abordagem dos assuntos é mais ampla, sendo direcionado a todos. Desse modo, as chances de você atrair pessoas que se interessem pelo o que você está oferecendo é muito maior. 

Também é necessário ter uma plataforma adequada que faça a transmissão do seu conteúdo em tempo real, ou seja, ao vivo. Não tem mistério!

Agora, se você tem conhecimento suficiente que seria mais adequado para desenvolver um curso, talvez usar workshops online e webinários não sejam sua primeira opção. Aposte em usá-los como ferramenta da sua estratégia de Marketing Digital para atrair alunos para o seu próprio curso online e assim obter renda extra. 

Criando cursos online 

Se você entende muito bem de um assunto e identificou uma oportunidade de atingir um público ou nicho com isso, que tal criar um curso online?

 


Não precisa se assustar. Parece algo complexo, mas basta seguir alguns passos que você conseguirá estruturar o seu curso online e se tornar um empreendedor digital. 

Antes de pensar na produção do conteúdo em si, existem outras etapas que precisam ser consideradas no seu planejamento. Acompanhe!

Você já sabe sobre o quê será o seu curso online. Mas para quem será oferecido? Qual será o seu público-alvo? É muito importante que você defina esse ponto, pois ele será o seu guia para o resto do planejamento. 

Depois, faça uma pesquisa de mercado e veja o que os seus concorrentes estão fazendo. É importante ressaltar que você não deve copiá-los, mas sim usar essas informações para ter “insights” e se inspirar para desenvolver a sua sua estratégia.

Em seguida, é hora de colocar a mão na massa e ir para a produção de conteúdos. 

Se você quer saber como criar seu próprio negócio de cursos online de sucesso, confere o artigo que já temos aqui no blog falando sobre isso! 

Venda de cursos

Como o assunto é renda extra, o ideal é que você não disponibilize gratuitamente o seu curso. Para isso, você pode contar com algumas soluções e optar pela que for melhor para você no momento. 

Existem três caminhos que podem ser seguidos: 

  • criar um curso de forma independente: não depende de terceiros para disponibilizar o conteúdo – além da plataforma de cursos online – ou vendê-lo.
  • criar um curso online para ser “curso de prateleira”: disponibilização do seu conteúdo de forma terceirizada.
  • Afiliados: pessoas que vão vender o seu curso e, em troca, ganharão uma comissão por isso.

Curso por conta própria

Aqui, geralmente, as pessoas que escolhem esse caminho são as que querem começar fazendo uma renda extra criando a sua marca no mercado digital. 

A divulgação e distribuição do curso é feita pelo dono do curso, através do seu site, rede social, entre outros canais próprios. 

A ideia é que ele crie uma audiência que o reconheça como uma autoridade naquele assunto e que o seu curso online seja uma referência. A HeroSpark é a solução ideal para você que deseja criar um curso de forma independente!

Cursos de prateleira

O curso de prateleira é um material já desenvolvido, mas disponibilizado por/para terceiros. Nesse sentido, o objetivo principal é escalar o número de vendas do seu produto. Mas isso não significa que o curso não deva ser bem produzido e transmitir credibilidade. Afinal, você poderá disponibilizá-lo para empresas distribuírem para seus colaboradores, por exemplo. 

Em resumo, para explicar os cursos de prateleira, pense em um livro: alguém o produziu e disponibilizou para o mercado, seja em seu site, livrarias, etc. 

Assim como no caso dos livros, por estarem disponíveis em canais de distribuição diversos, apenas autores que têm muito destaque no mercado acabam se tornando memoráveis. É difícil conhecermos bem o trabalho de todo autor de livros que vemos em uma prateleira de livraria. 

A questão do reconhecimento e construção da marca é a grande diferença que podemos destacar entre ter o seu curso e apenas produzir um para disponibilizar para terceiros. Com “cursos de prateleira” você está escalando suas vendas, mas dificilmente levará os créditos pelo seu trabalho. 

Afiliados

O sistema de afiliados, ou somente “afiliados”, funciona da seguinte forma: você se torna responsável por vender um certo curso e recebe uma porcentagem do valor do curso como comissão por cada venda feita a partir de você. 

O mais comum é que cada afiliado revenda o curso a partir de um link que tenha uma URL própria. Dessa forma fica mais fácil identificar suas vendas para calcular sua comissão corretamente. 

Com esse sistema você pode optar por ter afiliados que revendam seu curso online, fazendo assim com que o seu curso alcance mais pessoas e, consequentemente, suas vendas sejam alavancadas.

Ainda sobre o sistema de afiliados, como renda extra, você pode apenas revender cursos de outras pessoas a partir da sua audiência. O ideal é você escolher um nicho que faça parte do seu dia a dia, dessa forma você terá propriedade para falar sobre o assunto. 

Espero que tenha gostado do artigo e que tenha sido esclarecedor e de grande ajuda para o seu projeto de curso online. A partir de agora você já tem várias ideias de como ganhar uma renda extra e já pode começar a colocá-las em práticas!

Até a próxima, herói.

Mais artigos para você

Como ser persuasivo em vendas e atendimento? 6 dicas para testar e se surpreender

Entender como ser persuasivo em vendas e atendimento é o desejo de quase todo profissional. Afinal, qualquer um de nós …

O que é PNL: 11 técnicas eficazes para abordar clientes e vender mais

Em ambiente tão competitivo quanto o comercial, conhecer técnicas de persuasão e empatia, como o que é PNL em vendas, …

Por que Pedagogia é o curso com maior número de ingressantes no EaD?

O levantamento foi feito utilizando dados do Censo da Educação Superior, realizado anualmente pelo INEP   Ano após ano, o …

10 ideias para ganhar dinheiro em casa

Existem opções para todos os tipos de talentos e habilidades. Confira 10 ideias para ganhar dinheiro em casa   O …

Negócios Digitais: Como criar audiência para seu

Trace um perfil bem definido, crie conteúdo de qualidade e converta acessos em vendas nos seus negócios digitais.   Se …

Como ganhar dinheiro extra na internet criando um negócio digital

Antes da era digital chegar, muitas coisas eram inimagináveis, como ganhar dinheiro extra na internet. Você já parou para pensar …