Web Stories: o que são, como fazer e 5 dicas para ter sucesso [GUIA]

google web stories

Os Web Stories são um novo formato disponível para divulgação de conteúdos no Google, ou seja, uma nova possibilidade de rankear bem e atrair tráfego para suas redes.

O grande potencial desse tipo de conteúdo se dá pelo dinamismo dos vídeos, que apresentam mais engajamento que os tradicionais posts de blog. 

Mas você sabe como criar Web Stories?  Conhece o funcionamento desse recurso? 

Para conhecer todos os detalhes e garantir dicas importantes para criar Web Stories de sucesso, continue a leitura. 

O que são Web Stories?

Os Web Stories são semelhantes aos stories do Instagram, mas disponibilizados no Google em modelo de carrossel.

Também conhecido como AMP Stories, eles são vídeos verticais navegáveis em formato de slide, ou seja, é possível interagir “arrastando” para o lado e visualizando cada imagem.

Vale dizer que, apesar de serem mais visualizados via aparelhos móveis, os Web Stories também aparecem para quem utiliza o Google no desktop. 

A grande aposta do Google ao investir nesse formato de conteúdo é disponibilizar uma melhor experiência para os usuários e criar uma nova possibilidade de recurso para ranqueamento de infoprodutores

Atualmente, os Web Stories podem ser visualizados em três diferentes canais, que são:

  • Página de busca do Google;
  • Google Imagens;
  • Google Discover. 

Seguindo uma tendência de outras plataformas, que passaram a incorporar o formato criado pelo Snapchat em 2011, o Google já contabiliza cerca de 100.000 novos vídeos curtos diários e mais de 6.000 domínios que aderiram aos Web Stories, segundo dados da plataforma

Por que vale a pena usar os Web Stories no seu negócio? 

Apostar em vídeos curtos pode trazer diversos benefícios para uma estratégia de marketing digital. Por isso, destacamos algumas das principais vantagens de utilizar os Web Stories como parte do conteúdo de divulgação da sua marca nas redes. Confira!

Mais chances de visibilidade 

A primeira vantagem da criação desse conteúdo é a nova possibilidade de estar visível para o público em alta escala. 

Isso porque, esse recurso também é divulgado por meio do Google Discover, que tem semelhança com o Explorar do Instagram e entrega conteúdos de acordo com as preferências dos usuários. 

Novo recurso para impulsionar engajamento 

Conteúdos dinâmicos estimulam o engajamento do público, especialmente vídeos interativos como os Web Stories. 

Esse tipo de vídeo curto permite a criação de interações, como:

  • Enquetes;
  • Pesquisas;
  • Direcionamento para landing pages por meio de links, etc. 

Além disso, por ser uma Accelerated Mobile Pages, ou AMP, esse modelo de conteúdo é responsivo, podendo se adaptar a diferentes formatos de tela

Geração de tráfego orgânico 

Segundo informações da Hootsuite, mais de meio bilhão de pessoas consomem diariamente vídeos curtos, o que inclui certamente boa parte do seu público-alvo. 

Isso representa uma grande possibilidade de crescimento de tráfego orgânico, que, inclusive, pode ser redirecionado para outras redes sociais, além da sua página de vendas. 

Possibilidade de monetização

Além das vantagens que já citamos acima, um outro benefício oferecido pelos Web Stories aos produtores digitais é a integração com ferramentas como Admanager e Adsense.

Assim, é viável a criação de vídeos curtos monetizáveis no Google. Dessa forma, além de atrair organicamente a audiência desse formato de vídeo, também é possível lucrar com as receitas geradas. 

Acompanhamento de métricas 

Mais uma vantagem de incluir os Web Stories no calendário de conteúdo é a possibilidade de realizar um acompanhamento completo dos resultados, uma vez que a ferramenta gera relatórios. 

Esses resultados podem ser utilizados para otimizar sua estratégia de vendas e para ajustar os conteúdos de acordo com o que os usuários mais interagem. 

Aumento de autoridade digital 

Conteúdos audiovisuais lançados por meio de Web Stories são perenes, por isso são uma ótima opção para quem busca construir uma autoridade digital.

Isso porque ele permite fortalecer uma estratégia de link building e também auxiliar no rankeamento do Google, já que o algoritmo também confere posições de acordo com a qualidade dos vídeos. 

Como funciona o Google Web Stories?

Como já citamos anteriormente, os Web Stories podem ser visualizados por meio de três canais distintos na plataforma.

Por isso, confira abaixo como é o funcionamento dos vídeos curtos do Google em cada um desses canais:

  • Google Imagens: Na página convencional de busca por imagens do Google, os Web Stories são indicados por meio do SERP e identificados por um ícone na parte direita da imagem.
  • Google Discover: o algoritmo do Google mostra os Web Stories como indicação de conteúdo de interesse de usuários de acordo com seus hábitos. Entre o tipo de conteúdo que pode ser disponibilizado estão placares esportivos e notícias que podem ser vistos em card único ou carrossel.
  • Pesquisa Google: na página de pesquisa convencional do Google os Web Stories são disponibilizados como resultado em grade a partir de uma pesquisa ou resultado específico da SERP.

Seja pelos canais convencionais da plataforma ou pelo novo recurso do Google Discover, os Web Stories entregues podem gerar um grande tráfego para sua marca. 

Como fazer um Web Story? 

1. Crie o Web Story

Para criar um Web Stories, é preciso escolher uma ferramenta de edição para construir o conteúdo. Mas essa não é a única maneira de iniciar a publicação dos vídeos curtos no Google.

O outro caminho é criar uma AMP. No entanto, essa opção é mais complexa e depende de recursos de desenvolvimento. 

2. Verifique se é uma AMP válida

Após a criação, é necessário garantir que o conteúdo possua uma AMP, pois é esse recurso que vai permitir um desempenho ágil responsável pela melhor experiência do seu público.

Para ter a certeza de que sua AMP é válida, você pode utilizar uma das seguintes ferramentas:

  • AMP Linter;
  • Ferramenta de inspeção de URL;
  • Ferramenta de teste do Web Stories.

3. Examine os metadados

Os metadados são informações necessárias para garantir que os Web Stories estejam disponíveis na pesquisa convencional do Google e apareçam como resultado do algoritmo no Google Discover.

Para conferir se os metadados estão de acordo, siga os seguintes passos:

  1. Verifique a lista de metadados;
  2. Consulte se a visualização está correta utilizando a ferramenta de teste da plataforma. 

A lista de metadados obrigatórios deve incluir:

  • Publisher-logo-src;
  • Poster-portrait-src;
  • Title;
  • Publisher.

4. Confira se o Web Story está indexado

Para garantir que sua publicação vai ser um sucesso, a última etapa técnica é conferir se a pesquisa convencional da plataforma indexou o seu Web Story. 

Você pode conferir o status no relatório de cobertura e utilizar a ferramenta de inspeção para garantir que o conteúdo foi indexado.

5. Leia e siga as politicas de conteúdo dos Web Stories

Na prática, os Web Stories são páginas e, por isso, precisam seguir as diretrizes de publicação na plataforma Google.

Então, para que o conteúdo não tenha problema e seja retirado do ar, prejudicando sua estratégia, o ideal é consultar as práticas que a plataforma recomenda e segui-las.

5 Dicas para ter sucesso com os seus Web Stories

Além das etapas técnicas, é necessário garantir que a qualidade do conteúdo seja bom, até porque, o algoritmo do Google só vai impulsionar os Web Stories mais relevantes.

Então confira abaixo 5 dicas essenciais para criar Web Stories de sucesso!

  1. Conheça seu público-alvo: conhecer sua audiência em potencial vai auxiliar na otimização dos seus conteúdos, tornando-os mais assertivos e estratégicos.
  2. Aposte na criatividade: como já dissemos, mais de 100.000 vídeos curtos são publicados diariamente no recurso do Google. Então, para fazer sua marca se destacar, você deve apostar na personalização e em um conteúdo criativo.
  3. Invista em SEO: é importante lembrar que o Google conta com diversas ferramentas, mas é essencialmente um motor de buscas e seu algoritmo é otimizado para ranquear os conteúdos de maior qualidade e que sigam as políticas da plataforma. 
  4. Dê atenção no design: os Web Stories são uma modelo responsivo e interativo. Sendo assim, a atenção com o design é fundamental para garantir a eficiência e agilidade da publicação. 
  5. Construa um storytelling: para atrair as atenções dos leads, é importante criar uma narrativa na produção de seus conteúdos. Isso os torna mais envolventes e cativantes.

Agora que você já descobriu o segredo para criar Web Stories incríveis, que tal garantir um pacote completo para criar estratégias de conteúdos que encantam?

Então baixe grátis o Kit Marketing Digital da HeroSpark, um material exclusivo com tudo que você precisa para criar produtos digitais do zero, otimizar suas redes sociais e criar páginas que realmente convertem.

Imagem de oferta Mentoria Impulso Digital.
1 comment
  1. Fala Rafael.. Ótimo post! Passar uma dica legal aqui. Tem um plugin pra wordpress chamado Web Stories Generator que cria web stories de forma automática baseado nos posts. Só ativar e está pronto!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *