Um blog sobre empreendedorismo, negócios digitais e cursos online


Não perca mais nenhuma novidade !

Assine nosso blog e ative as notificações para receber os melhores conteúdos sobre empreendedorismo


Como criar uma estratégia sólida e eficaz para campanhas de email marketing

email marketing

Todos os anos é comum ouvirmos duas afirmações: esse é o ano do podcast e que o email marketing morreu. Quanto a primeira, não sei dizer se ainda chegamos no famigerado “ano do podcast”. No entanto, em relação a segunda afirmação, eu escrevo com todas as letras: o email marketing não morreu. E nem vai morrer.

 

Se você deseja saber o que é email marketing, como essa estratégia funciona e o jeito mais eficaz de criar campanhas que convertem, você está no lugar certo! Leia este artigo até o final e saia dele com vários insights. Vem comigo!

 

O que é email marketing?

 

Email marketing é uma estratégia que consiste no disparo de emails para uma base previamente segmentada. Essa “base” pode ser composta por pessoas que, de alguma forma, já interagiram com a sua empresa ou por interessados em receber um conteúdo específico, como uma newsletter, por exemplo.

 

Empresas de turismo, e-commerces e agências de marketing são apenas alguns dos exemplos de organizações que utilizam-se dessa estratégia.

 

Durante muito tempo essas ações de email marketing eram vistas como spam, tendo em vista que muitas empresas compravam listas de emails e os enviavam para quem não desejava recebê-los.

 

No entanto, com o passar dos anos, o aumento no profissionalismo por parte das empresas e a criação de sistemas de automação, essa prática de spam perdeu espaço. Atualmente, o email marketing é uma importante ferramenta na estratégia de qualquer companhia do mundo.

 

Essa estratégia é tão importante que, segundo dados da Campaign Monitor, um email é 40 vezes mais efetivo para aquisição de novos clientes do que redes sociais como Facebook e Twitter. Esse mesmo levantamento também mostra que, para cada $1 investido em email, o retorno é de $38. Ou seja, o ROI é absurdamente alto!

 

A importância do email marketing

 

Agora que você já sabe o que é email marketing, deve estar se perguntando porque você deve usar isso na sua empresa, não é mesmo?

 

Um artigo da Pew Research Center prevê o incrível número de 3 bilhões de usuários de email no ano de 2020. Atente-se que são 3 bilhões de usuários únicos, se formos levar em consideração o número de contas de emails ativas, esse número gira em torno de 5,6 bilhões.

 

Estima-se que 92% das pessoas adultas usam esse recurso, sendo que 61% delas usam diariamente. Esses números mostram como campanhas de email possuem um alcance enorme, o que é fundamental para estratégias de vendas.

 

Como dito anteriormente, o ROI em campanhas de email marketing é altíssimo, ou seja, investir nisso é sinônimo de lucro. Outro dado relevante, da Convince&Convert, é que 44% dos destinatários de email realizam ao menos uma compra por ano baseado em um email promocional.

 

Agora que você entendeu a importância do email marketing, está na hora de começar a colocar isso em prática e criar emails que convertem! Então, continua aqui comigo.

 

Como criar emails encantadores

 

Título

 

Eu, sinceramente, não sei dizer qual é a parte mais importante de um email: o título ou a oferta. Se o título for bom e a oferta ruim, de nada adianta. Se a oferta for boa e o título ruim, as pessoas nem vão ver essa oferta. Então, vou considerar que esses são os dois fatores mais importantes de uma campanha de email marketing. Vou começar falando do título.

 

Segundo pesquisas, 35% do público abre um email levando em consideração apenas o assunto. Achou pouco? Então olha essa: emails com assuntos personalizados têm 26% maior probabilidade de serem abertos, segundo a Campaign Monitor.

 

Se você ainda não sabe, está na hora de ir atrás de conhecimentos de copywriting e usá-los para escrever seus títulos. Muitos copywriters costumam dizer que, na hora de escrever uma carta de vendas, deve-se gastar 80% do esforço pensando em uma headline. Ou seja, você precisa pensar bastante nos títulos que vai usar em seus emails.

 

Segundo um levantamento da MailChimp, emails com assuntos relacionados a hobbies são os mais abertos, com uma taxa de abertura de 27,35%. Além disso, emails onde o nome do destinatário aparece no título também possuem maiores taxas de abertura. Uma última dica: muitos dos emails com maiores taxas de abertura continham a palavra “secreto” no título!

 

Personalização

 

No fundo, todos nós gostamos de sermos mimados, não é? É sempre legal ver quando uma grande empresa nos chama pelo nome ou envia ofertas personalizadas para a gente, mesmo sabendo que isso foi feito um robô. Me desculpe se fui sincero demais.

 

Como eu disse ali na parte do título, emails que citam o nome do destinatário logo no título têm maior taxa de abertura. Outro dado interessante, esse da Aberdeen, nos diz que emails personalizados aumentam as taxas de clique em 14% e conversões em 10%. É um bom aumento, né?

 

Além disso, quando eu falo de personalização, também estou falando sobre adaptar o conteúdo do email para todos os tipos de dispositivos, como celulares, por exemplo. 80% das pessoas que usam email abrem a caixa de entrada pelo dispositivo móvel. Atente-se a essa fato!

 

Segmentação

 

Sabe quando você compra um produto e, ainda assim, continua recebendo emails com oferta desse produto? Pois é, isso significa que a empresa em questão não está segmentando direito a base de contatos dela.

 

Fazer uma boa segmentação é fundamental para uma campanha de email marketing funcionar, afinal, empresas que segmentam sua lista apresentam taxas de abertura 39% superior. Além disso, 28% menos contatos que optam por não receber mais emails, segundo dados da Lyris Annual Email Optimizer Report.

 

Plataformas de automação de emails, como Hubspot ou MailChimp, possuem os insumos necessários para você conseguir segmentar a sua base do melhor jeito a alavancar suas vendas.

 

Timing

 

Tem uma história bem legal que eu sempre gosto de contar sobre o timing certo de enviar emails. Uma determinada empresa tinha o costume de dar férias coletivas para os seus funcionários todo fim de ano. No entanto, em um certo ano, essa empresa decidiu extinguir esse benefício.

 

A decisão era complicada, mas tinha de ser comunicada ao time. Então, segunda-feira, quando as pessoas chegaram ao escritório e começaram a abrir seus emails, leram o comunicado avisando que naquele ano não haveria férias coletivas.

 

Todos os funcionários que haviam planejado férias em família tinham levado um banho de água fria naquele momento. No entanto, aquele momento era segunda-feira, o primeiro dia da semana. Com certeza grande parte daquela equipe trabalhou o resto da semana com a motivação lá embaixo, pois o timing do email foi horrível.

 

Recentemente, aqui no blog, eu dei várias dicas para quem deseja criar um webinar de sucesso e lá eu falei sobre a importância de conhecer a persona do seu negócio, com campanhas de email marketing não seria diferente. Você precisa conhecer o seu público e saber o melhor momento de interagir com ele.

 

Oferta

 

Juntamente com o título, a oferta é o ápice do seu email. Essa oferta não, necessariamente, é a compra de um determinado produto ou serviço. Pode ser a inscrição para um webinar gratuito ou o download de um ebook.

 

Para fazer ofertas irresistíveis, novamente, você precisa conhecer os conceitos de copywriting, saber os gatilhos mentais corretos e conduzir o seu público a realizar determinada ação.

 

Segundo o levantamento do Hubspot, o Call-To-Action “clique aqui” é o que possui maior taxa de clique, o que significa que você deve estar atento a esse tipo de informação para criar ofertas que convertem.

 

Você está pronto para vender mais com email marketing?

 

Agora que você já viu o que funciona e o que não funciona em campanhas de email, você está pronto para começar a colocar isso em prática?

 

O email marketing é um canal de comunicação que você vai possuir com a sua audiência e, como mostrado ao longo desse texto, muitas vezes engaja mais que as tradicionais redes sociais. Você pode aproveitar esse canal para estar perto da sua audiência, uma boa dica é o envio de newsletters.

 

Um artigo da Imagination mostra que 83% das empresas B2B usam newsletters como parte das suas estratégias de Marketing de Conteúdo e, paralelamente, 40% dos profissionais de Marketing dizem que newsletters são a parte mais decisiva para o sucesso de uma estratégia de Inbound Marketing. Percebe a importância de boas campanhas de email?

 

Espero que esse texto tenha sido claro e possa te ajudar muito com a sua estratégia de vendas. Qualquer dúvida, pode comentar aqui embaixo, ficarei feliz em responder.

 

Até a próxima, herói.

Mais artigos para você

Conhecendo o SparkMembers: a Área de Membros da HeroSpark

E aí Hero, já soube da última novidade? Lançamos mais uma solução incrível para empreendedores digitais: nossa Área de Membros …

Por que criar um empreendimento digital é mais simples do que você imagina?

Por que criar um empreendimento digital é mais simples do que você imagina? Criar um empreendimento digital atualmente está sendo …

Curso de empreendedorismo: como escolher o ideal?

Qualquer pessoa que pretende ser um profissional qualificado numa área específica precisar estudar – e muito! Então, desse modo, para …

Como criar um infoproduto do zero em 7 passos

Um infoproduto nada mais é que um conteúdo em formato digital, normalmente criado para levar informação e conhecimento, visando solucionar …

Empreendedor individual: como se tornar um

O sonho de muitas pessoas é abrir seu negócio próprio, mas nem todos possuem verba o suficiente para abrir uma …

Como criar campanhas de email marketing grátis

Uma das maiores vantagens de iniciar um negócio digital é o baixo investimento inicial que esse modelo de negócio oferece. …