Um blog sobre empreendedorismo, negócios digitais e cursos online


Não perca mais nenhuma novidade!

Assine nosso blog e ative as notificações para receber os melhores conteúdos sobre empreendedorismo


Como criar uma página de vendas que converte

Página de vendas

Você pode até ter uma página de vendas bem estruturada, mas será que realmente converte? Pois bem, esse é o seu objetivo principal e nem sempre é fácil de alcançá-lo. Lembrando que “converter”, para toda página de vendas, refere-se, necessariamente, a gerar efetivamente a compra de um produto ou serviço.

 

Conseguir visitantes com landing pages é um bom sinal, obviamente. É assim que o jogo começa. Mas o que normalmente faz diferença significativa no faturamento é a taxa de conversão — objetivo principal de toda página de vendas, que é um dos tipos de landing page.

 

A boa notícia é que páginas que convertem têm algumas características em comum, como um CTA (call to action ou chamada para ação) único e forte, provas sociais, entre outros.

 

Por isso, neste artigo, trouxemos as principais dicas para ter uma página de vendas que realmente converta. Leia mais!

 

Por que ter uma página de vendas

 

Em uma era em que as redes sociais tomam tanto espaço, é normal você achar que páginas de vendas são dispensáveis. A verdade é que não. 

 

Elas demonstram profissionalismo, apresentam informações essenciais dispostas em uma única página e quebram muitas objeções dos leads, isto é, possíveis clientes. 

 

E o que mais é possível obter com uma página de vendas? Entenda:

 

Mostre por que o lead deve comprar

De um lado, temos a descrição dos pontos fortes de um produto ou serviço. Do outro, temos uma lista do que o produto ou serviço pode gerar de benefícios para um cliente e é nisso que uma página de vendas tem como prioridade. Tenha empatia, ligue os pontos (necessidade e solução) e veja a mágica acontecer na página de pagamento.

 

Filtre melhor o seu público-alvo

Ao anunciar seu produto ou serviço, pode ser que ele chegue a pessoas diversas e que não fazem parte da audiência desejada. Se essa determinada pessoa chega até o time de vendas e não fecha a compra por não ser o que ela esperava, é prejuízo na hora. Então a página de vendas vai listar para quem é o produto e o que ele faz, o que elimina qualquer confusão eventual entre possíveis clientes.

 

Tenha um ambiente de vendas sem distrações

Em qualquer rede social ou site, o usuário está exposto a várias informações paralelas, como widgets e anúncios. Em regra geral, esse problema é atenuado pelo fato das páginas de vendas não terem botões de navegação, de compartilhamento nas rede sociais e outras ofertas. Seu maior objetivo é direcionar o usuário para a página de checkout.

 

Aproveite o poder de otimização de uma página de vendas

Existem ferramentas de testes A/B que podem manipular quase todos os componentes de uma página de vendas, como títulos, imagens, copy, CTA, formulário etc. Funciona da seguinte forma: cria-se duas versões quase idênticas da page. A única modificação é justamente este elemento a ser testado (como título, imagem, entre outros).

 

O que fazer antes de gerar uma página de vendas 

 

  • Pergunte-se qual é o objetivo

No melhor dos cenários, o que os visitantes devem fazer ao acessar a página de vendas? 

Preferencialmente, espera-se que 1) ele vá consumir o conteúdo explicativo sobre o produto ou serviço e 2) clicar no CTA de compra. Recursos como gatilhos mentais podem ajudar muito com a primeira parte dessa essa tarefa e, explicar os métodos de pagamento, com a segunda.

 

  • Conheça a sua audiência

Lembra quando falamos dos objetivos de um site e de uma rede social? É lá que sua audiência está à disposição para você conhecê-la. Aproveite as métricas das redes para obter esses dados e, sempre que possível, troque mensagens com esses seguidores e/ou faça pesquisas sobre suas necessidades, expectativas e desejos. Isso vai orientar a criação da lista de objeções-soluções da sua página de vendas.

 

  • Defina a estrutura da página

A depender do seu nicho, será suficiente para a sua página de vendas: apenas texto, textos e imagens, apenas vídeos (com um script muito bem elaborado) ou textos e vídeos que complementam ou resumem as partes escritas. Uma pesquisa de mercado pode guiar essa decisão.

Criando uma página de vendas persuasiva

Faça um CTA adequado

A ‘anatomia’ de um CTA é composta por foco em um site ou assunto, apresentação de uma medida de sucesso e uma direção a ser seguida pelo visitante. Será que todas as suas chamadas contém pelo menos esses três elementos? Para a página de vendas, em específico, a ideia é garantir que seu lead irá se dirigir à página de pagamento da oferta.

Tenha um conteúdo rico na página

Apesar do conteúdo informativo não ser recomendado em uma página de vendas, o que você preencher por lá deve ser relevante, como depoimentos sobre o produto ou serviço e lista com seus benefícios. Quanto mais rico o conteúdo, mais confiança você inspira com a page. Lembre-se de que o seu visitante não quer saber sobre o seu currículo, mas o que você pode oferecer.

Inclua uma seção de FAQ

Além da própria página estar preparada com foco na quebra de objeções, é fundamental ter um espaço para perguntas frequentes. Essa prática ajuda na confiança e na persuasão do seu negócio digital quando eliminar qualquer possibilidade do seu lead levantar uma dúvida, já que já estará tudo respondido na landing page. 

Vincule uma Thank You Page

Outra tática que melhora as suas conversões é a de direcionar o visitante que concluiu seu CTA a uma página de agradecimento. Com isso, você pode fazer vendas cruzadas, reconverter, conduzi-lo melhor no funil de vendas ou simplesmente agradecer.

Monitore a velocidade da página

Já é consenso entre os especialistas que a velocidade de um site tem impacto em sua taxa de rejeição. Evite imagens maiores que o necessário, utilize ferramentas otimizadoras de cache e invista em uma boa hospedagem — pesquise o servidor mais rápido possível e que caiba no seu orçamento.

Acompanhe os resultados

O sistema por trás de uma página de vendas também foi feito para você poder rastrear os dados dos leads da melhor forma possível. Tempo de permanência na página, taxa de conversão, sessões por canal são só alguns. Importante ressaltar que você deve criar um benchmark de desempenho do seu setor, já que cada mercado tem seus parâmetros próprios.

 

Uma página de vendas que realmente converte filtra os clientes mais qualificados, é otimizável e também colhe e rastreia dados valiosos. Por isso, não deixe aprimorá-la, seja por uma simples mudança de CTA como pela inserção de mais provas sociais. 

 

Você sabia que é possível criar uma página de vendas profissional de graça? É só testar o SparkFunnels. Confira o vídeo com o passo-a-passo:

 

 

Mais artigos para você

Negócios online: 11 dicas para ser um empreendedor de sucesso

De todas as maneiras pelas quais você pode desenvolver o seu produto ou serviço, levar os negócios para o online …

Análise SWOT: exemplo de como fazer no seu negócio digital

Se você está procurando uma ferramenta para ajudar na construção de um planejamento estratégico mais assertivo, que tal usar a …

Memes no marketing digital: como usar e exemplos

Imagens, vídeos, frases e outras mídias ressignificadas com alcance viral: por que usar memes no marketing digital não seria uma …

Ensino híbrido: como iniciar na sua escola

O ensino híbrido é uma das grandes apostas da educação para o século XXI. Embora tenha surgido antes da pandemia …

Como empreender do zero: veja o passo a passo

Se você deseja ter seu próprio negócio, mas ainda não sabe como, o empreendedorismo digital é uma ótima saída para …

O que é Análise SWOT e por que utilizar no negócio digital?

Se você pretende ingressar no mundo do empreendedorismo digital, precisa conhecer todas as ferramentas e as técnicas de gestão existentes …