Um blog sobre empreendedorismo, negócios digitais e cursos online


Não perca mais nenhuma novidade !

Assine nosso blog e ative as notificações para receber os melhores conteúdos sobre empreendedorismo


Como criar uma área de membros incrível para o seu negócio

área de membros

A área de membros é um espaço digital que funciona como meio para que seu cliente não apenas compre algo, mas faça parte de uma comunidade feita por você. No caso de ainda não ter sua própria área de membros oficial, é interessante, pelo menos, criar um senso disso, tratando seus leads como “família” ou “tribo”, por exemplo.

 

Existem grandes vantagens quando se pensa em uma plataforma própria para construir uma área de membros: há benefícios óbvios, como ter maior controle do seu conteúdo e independência no trabalho, personalizar a área com as características da marca, etc. 

 

Mas também, não ter sua própria plataforma, às vezes, implica em se enrolar com plugins e configurações que, provavelmente, não são a sua praia, o que levaria você a terceirizar para o time da tecnologia.

 

Depois de escolher sua própria plataforma para hospedar seu curso online ou workshop, você precisará montá-la com estratégia e entender como mantê-la ao longo do tempo, com poucos cancelamentos. 

 

Por isso criamos este artigo. Saiba como criar sua área de membros e gerar envolvimento constante entre seus associados. Leia mais!

Área de membros: o que é

É um ambiente restrito, o login e a senha, cujo acesso se dá mediante assinatura do serviço pelos clientes. Dentro da área de membros, no geral, você encontra módulos de cursos com arquivos em vídeo, PDF e áudios. No SparkMembers, por exemplo, você tem como opções: hospedar curso, webinar, ebook e prova. 

Passo a passo para a criação da sua área de membros

As etapas para criar sua área de membros vão depender, logicamente, da plataforma escolhida. Mas a maioria delas trabalha com uma lógica semelhante.

 

Primeiro, você escolherá o tipo do infoproduto, criará um nome para ele e irá categorizá-lo em um nicho. Depois, é só enviar uma imagem chamativa para servir de capa. Detalhe: na SparkMembers já sugerimos tags com nichos e imagens para você agilizar seu trabalho e também se inspirar!

 

A seguir, você deverá: 

 

  • enviar os conteúdos;
  • editar uma página de vendas (caso a plataforma ofereça esse recurso);
  • criar links de ofertas e descontos;
  • estabelecer as regras de acesso;
  • escolher um modelo de certificado, se personalizado ou não;
  • checar as automações que possam ser úteis;
  • verificar relatórios de dados e métricas sobre o seu infoproduto.

 

Definido tudo isso, é só publicar! Seu curso estará no ar e pronto para ser divulgado. 

Se você criar sua área de membros no Wix, por exemplo, você poderá apenas bloquear alguns dos conteúdos publicados. Não existe a opção, por lá, de criar um nome para o produto, com capa, página de vendas, etc. 

 

Já no WordPress, a variação de possibilidades é enorme por conta dos inúmeros plugins para área de membros disponíveis. Enfim, experimente cada plataforma para fazer uma escolha consciente de acordo com sua ideia.

Dicas para ter uma área de membros engajada

Envolva os clientes logo no onboarding

Onboarding é a integração do cliente ao ambiente novo, à área que você projetou exatamente para ele. No empreendedorismo digital, esse processo é útil para saber como o usuário se sente com os primeiros dias de acesso à plataforma, ou seja, é recomendado que você guie, explique os recursos e faça perguntas a ele.

 

Você pode ainda validar a compra informando os resultados que ele pode obter com o conhecimento passado pelo infoproduto e oferecer uma vitória rápida (como um material extra, uma camiseta como brinde, etc.). 

Ajude uma causa social

Negócios ligados a alguma causa social têm mais chance de conquistar a lealdade da comunidade. Experimente conhecer que tipos de projetos sociais seus associados apoiam. O Murilo Gun, por exemplo, é vinculado ao Projeto 10×10 e, a cada módulo do seu curso, que foi concedido gratuitamente como cortesia para a turma atual, há uma chamada para seus alunos fazerem uma doação. 

 

Já um case que envolve uma grande marca é o da Gillette. Em 2019, ela criou a campanha no meio digital chamada #OMelhorQueosHomensPodemSer que conscientizava as outras marcas a favor do engajamento social, além de destinarem verba para instituições que ajudam homens, entidade alvo da mobilização. 

Construa um objetivo com cada membro

Se criar um onboarding é inviável para você, experimente elaborar um objetivo com o seu cliente. Questione o que daria satisfação a ele, em relação ao curso, e também descubra o que ele quer alcançar ao aprender o conhecimento que você está comercializando com ele. 

 

Depois disso, acompanhe. E se, de alguma forma, esse cliente se comprometer e alcançar a meta, será mais fácil convidá-lo a comprar outro infoproduto seu em outro momento. 

Gamifique seu infoproduto

A gamificação é associar elementos de games ao curso, como dar recompensas aos alunos mais ativos do curso. Você fazer um sistema de pontos e dar um ponto quando fazem pergunta e cinco pontos quando a respondem, por exemplo.

 

Somados alguns pontos, proporcione a possibilidade de eles trocarem o escore por brindes, vale-presentes ou presentes virtuais para serem trocados entre os colegas. Se você se inspirar em fóruns, você pode também oferecer emblemas e títulos personalizados para os clientes que cumprem mais metas na área.

Crie um bookclub

Se você trabalha com cursos online, é bem provável que o seu público, que busca aprendizado, também goste de ler. Assim, criando um clube do livro você pode manter seus alunos mais comprometidos com a área de membros.

 

Divulgue um livro e marque lives ou discussões em texto por livro ou por capítulo. E mais: em vez de livro, dá para utilizar também filmes, séries de TV ou algum evento pertinente à temática do seu curso. A principal consequência disso são os relacionamentos gerados entre eles mesmos graças à sua plataforma!

 

É isso! Construir uma área de membros do zero não tem segredo nenhum. Conheça bem a plataforma que você quer lidar e parta para as estratégias potencializadoras que citamos aqui, desde o uso do onboarding até a criação de clubes dentro da área.

Esse conteúdo agregou de alguma forma? Então confira nosso papo sobre como lançar seu produto digital e sair na frente!

Mais artigos para você

Como ser persuasivo em vendas e atendimento? 6 dicas para testar e se surpreender

Entender como ser persuasivo em vendas e atendimento é o desejo de quase todo profissional. Afinal, qualquer um de nós …

O que é PNL: 11 técnicas eficazes para abordar clientes e vender mais

Em ambiente tão competitivo quanto o comercial, conhecer técnicas de persuasão e empatia, como o que é PNL em vendas, …

Por que Pedagogia é o curso com maior número de ingressantes no EaD?

O levantamento foi feito utilizando dados do Censo da Educação Superior, realizado anualmente pelo INEP   Ano após ano, o …

10 ideias para ganhar dinheiro em casa

Existem opções para todos os tipos de talentos e habilidades. Confira 10 ideias para ganhar dinheiro em casa   O …

Negócios Digitais: Como criar audiência para seu

Trace um perfil bem definido, crie conteúdo de qualidade e converta acessos em vendas nos seus negócios digitais.   Se …

Como ganhar dinheiro extra na internet criando um negócio digital

Antes da era digital chegar, muitas coisas eram inimagináveis, como ganhar dinheiro extra na internet. Você já parou para pensar …