Nas últimas duas décadas, diversas estratégias de marketing digital foram criadas para impulsionar os resultados de empresas na internet. E dentre tantas opções, anunciar no Google é algo que muitas organizações costumam fazer.

Agora, será que essa estratégia de marketing digital é realmente eficaz? Será que ela vale a pena? Ou será que ela está saturada e ultrapassada em 2022?

Se você quer saber sobre essas e outras informações, então não deixe de acompanhar este artigo até o final!

Será que vale a pena anunciar no Google em 2022?

Com o surgimento da internet, o avanço das tecnologias – e mais recentemente, por conta da pandemia de Covid-19 – ficou evidente que empresas que querem atrair clientes e fechar mais negócios precisam estar na internet.

E quando falamos sobre internet, presença digital, ambiente online, etc., há uma empresa que a maioria das pessoas conhece ou, pelo menos, já ouviu falar: o Google.

O Google, além de ser uma multinacional altamente valiosa, é simplesmente o mecanismo de busca mais utilizado da internet!

Todos os dias, bilhões de pessoas “dão um Google”. 

Ou seja, dá para notar o quão importante ele é, não é mesmo?

Agora, pare e pense: quando você está em busca de algum produto e/ou serviço, e você faz uma pesquisa no Google, o que aparece como resultado? Sites (ou blogs) de empresas, não é verdade?

Pois então, se você tem um negócio e, diariamente, diversos clientes em potencial fazem buscas interessados no que você vende, é claro que você vai querer que a sua empresa apareça para eles, não é mesmo?

Sendo assim, para isso, ou você investe em SEO (Search Engine Optimization), ou você investe em anúncios no Google.

Logo, com base nessas informações, você já pode perceber que sim, vale a pena anunciar no Google em 2022.

Agora, é claro que para compreender, de fato, o quão interessante é essa estratégia, você precisa saber mais sobre ela, não é verdade? 

Por isso, nós separamos a seguir alguns pontos importantes para você conferir.

 

Vantagens de anunciar no Google

Atração de clientes

Como dissemos anteriormente, inúmeras pessoas fazem buscas no Google diariamente – inclusive, potenciais clientes.

Então, imagine quantos clientes a sua empresa pode atrair estando na primeira página do Google, quando uma pessoa interessada no que você oferece faz uma pesquisa.

Dependendo do produto, do serviço e do volume de buscas, inúmeras pessoas podem acessar o seu site recorrentemente e claro, se tornar clientes.

Faça um exercício: depois de terminar essa leitura, busque no Google pela ferramenta Ubersuggest.

Acesse, digite alguns termos e palavras-chave relacionadas ao seu negócio (uma de cada vez) e clique em “enviar”.

Em questão de segundos, você terá algumas informações relevantes sobre o termo ou a palavra-chave pesquisada e, inclusive, sobre qual é o volume de busca dela.

Assim, você já terá uma noção de quantas pessoas podem ser atraídas pelos seus anúncios e se tornarem clientes.

 

Mais negócios

Ao atrair mais clientes, as chances da sua empresa vender mais são grandes.

Por isso, outra vantagem de se anunciar no Google, é que a sua empresa pode conseguir fechar cada vez mais negócios!

Imagem ofertando o e-book gratuito de funis americanos

O que é ótimo para os resultados, não é mesmo?

 

Segmentação

Uma das grandes vantagens de se anunciar no Google, é que você pode fazer isso de forma bastante segmentada.

Por exemplo, você pode criar anúncios considerando a localização das pessoas, a faixa etária delas, dias e horários específicos, tipos de dispositivos utilizados (computadores, smartphones e tablets), entre outros diversos aspectos.

Ou seja, os anúncios da sua empresa só vão aparecer para quem, de fato, é um cliente potencial. Para quem já demonstrou algum interesse no produto e/ou serviço que ela vende.

E com isso, além de ser mais assertivo e eficiente, a verba da sua empresa poderá ser otimizada, isto é, focando no que realmente dá resultados.

 

Competitividade

Apesar de muitas empresas migrarem para o ambiente digital nos últimos anos, ainda há diversas organizações que não estão na internet, ou que se estão, estão de forma pouco profissional e estruturada – podendo, inclusive, ser alguns de seus concorrentes.

Por isso, se a sua empresa tiver uma boa presença digital e investir em anúncios de forma estratégica, planejada e profissional, é provável que ela saia na frente da concorrência e consiga muito mais clientes e negócios do que empresas que são do mesmo nicho.

Ou seja, é uma grande oportunidade para alavancar as suas vendas e se tornar um grande player no mercado.

 

Velocidade

Anunciar em veículos como televisão e rádio, além de normalmente ser mais caro, não é algo tão rápido – diferentemente dos anúncios no Google, pois uma campanha pode ser criada e aprovada no mesmo dia, em questão de horas.

E isso é algo importante, pois torna as ações e estratégias da sua empresa muito mais ágeis, podendo gerar, por exemplo, resultados em pouco tempo.

 

Pagamento por clique

Dentro do Google Ads – plataforma oficial de anúncios do Google, existem diferentes configurações que você pode fazer.

E uma opção que você pode escolher é o pagamento por clique. Ou seja, você só paga se alguma pessoa clicar no seu anúncio.

Então, por exemplo, se uma pessoa digitou uma palavra-chave no Google, clicou para pesquisar e ela viu o seu anúncio, mas não clicou nele, o Google não irá te cobrar.

 

Flexibilidade

O Google Ads é uma plataforma que funciona por meio de um sistema de lances. Ou seja, você pode criar as suas campanhas de acordo com o orçamento que a sua empresa tem disponível. Não existe um valor fixo para anunciar.

Além disso, você pode pausar as suas campanhas quando quiser, a qualquer momento. Ou seja, você não fica “preso”, você consegue controlá-las.

Às vezes, o desempenho dos anúncios pode não estar sendo satisfatório. Então, você pausa a campanha, faz uma boa análise, muda/reestrutura algumas coisas e a coloca para rodar de novo em questão de alguns clientes.

 

Mensuração

Por fim, mas não menos importante, outra vantagem de se investir em anúncios no Google, é que esta é uma estratégia altamente mensurável.

Ou seja, você não cria campanhas e nem estabelece ações com base em “achismos”. 

Não, na verdade você tem uma série de dados, gráficos e métricas para poder avaliar e tomar as melhores decisões!

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.