Um blog sobre empreendedorismo, negócios digitais e cursos online


Não perca mais nenhuma novidade !

Assine nosso blog e ative as notificações para receber os melhores conteúdos sobre empreendedorismo


Empreendedor individual: como se tornar um

empreendedor individual

O sonho de muitas pessoas é abrir seu negócio próprio, mas nem todos possuem verba o suficiente para abrir uma grande empresa, pagar contadores, funcionários, aluguel, entre outras obrigações de uma empresa, e não conhecem a possibilidade de se tornarem um empreendedor individual.

 

Há também aquelas pessoas autônomas que apenas desejam regularizar sua profissão e adquirir um nome jurídico, que também podem se tornar empreendedores.

 

Esse sonho não é impossível. Basta aproveitar as oportunidades, persistir, focar e ter muito esforço e conhecimento sobre negócios

 

Por isso, nesse artigo você vai aprender tudo sobre como se tornar um empreendedor individual!

O que é um empreendedor individual?

 

Um empreendedor individual, como já diz o nome, é quem cria uma empresa por conta própria, sem nenhum sócio ou uma pessoa autônoma que deseja ter os direitos e deveres de uma pessoa jurídica. Ou seja, é aquela pessoa que empreende sozinha.

 

O empreendedorismo individual é uma maneira de proporcionar um CNPJ exclusivo  a pessoas que antes trabalhavam de maneira informal, como por exemplo cabeleireiros, eletricistas, fotógrafos, etc.

 

O empreendedor individual deve escolher uma designação específica de acordo com o porte de seu negócio. Existem o EI (Empreendedor Individual), e o MEI (Microempreendedor individual).

 

O MEI é indicado para negócios menores, com limite de faturamento atual de R$ 81 mil ao ano, já o EI pode chegar até R$ 360 mil de faturamento anual.

 

Esses modelos de empreendedorismo são relativamente simples para serem criados. O MEI por exemplo, pode ser formalizado através da internet no Portal do Empreendedor.

 

Como ser um empreendedor individual?

Para ser um empreendedor individual MEI é necessário ter um faturamento de até 81 mil reais por ano e pelo menos um funcionário contratado que receba o salário mínimo. 

 

Outro critério é que o empreendedor individual não pode ser sócio ou titular de nenhuma outra empresa.

 

O MEI não precisa de um contador e antes de se cadastrar no Portal do empreendedor é necessária uma autorização da prefeitura para exercer o negócio num local específico.

 

Vantagens de ser um empreendedor individual (MEI)

Seu negócio é legalizado

 

Como empreendedor individual, você pode finalmente formalizar o seu pequeno negócio, ter acesso a créditos especiais nos bancos, e emitir notas fiscais.

 

Isso gera mais confiança e profissionalismo para seu empreendimento. 

Pouca burocracia

Como dito anteriormente, o processo para se tornar um empreendedor individual MEI é bem simples: você precisa acessar o Portal do Empreendedor e todo o cadastro é feito de forma gratuita. Dessa forma, você não precisa pagar um contador para cuidar da burocracia.

Pode receber benefícios pela Previdência Social

Ao contrário dos profissionais autônomos que não possuem benefícios do INSS, como empreendedor individual você recebe:

  • Salário-maternidade
  • Auxílio-doença
  • Auxílio-reclusão
  • Pensão por morte
  • Aposentadoria por invalidez
  • Aposentadoria por idade

Isenção de impostos

O MEI tem isenção nos tributos federais, além de pagar muito pouco pelos impostos estaduais e municipais. Para se ter uma ideia, o MEI não paga IRPJ, IPI, CSLL, COFINS, PIS e INSS patronal, enquanto paga o valor simbólico de 5 reais como Imposto Sobre Serviços (ISS), além de 1 real como Imposto sobre Circulação de Mercadorias (ICMS). Além disso, há o percentual de 11% sobre o salário mínimo para custear o INSS.

 

Possibilidade de contratação

Ainda que o MEI seja um modelo empresarial para apenas uma pessoa, a legislação em vigor permite a contratação de um empregado para ajudar no empreendimento. No caso, será preciso pagar um salário-mínimo ou o piso da profissão.

 

Quem pode ser um empreendedor individual?

Qualquer pessoa pode se tornar um empreendedor individual, pois há opções para todas as faixas de faturamento e portes de empresa.

 

No caso do empreendedor individual MEI, basta que o empresário fature até R$ 81 mil ao ano e não participe de outra empresa como sócio ou titular, além de contratar no máximo um empregado.

 

Além disso, para se tornar empreendedor Individual, é preciso exercer uma das atividades que constam na lista determinada pelo governo.

 

O que impede a formalização do MEI é um faturamento maior que o permitido, participação em outras empresas ou condição de pensionista ou servidor público federal em atividade.

 

Outro detalhe importante é que as pessoas que trabalham com carteira assinada e se formalizam como MEI perdem o direito a benefícios como o seguro-desemprego e auxílio-doença.

Dicas para ser um empreendedor individual

 

Confira a lista de ocupações permitidas

Nem todas as profissões podem ser contempladas pelo MEI, dessa forma, busque informações a respeito dos ramos que podem ser enquadrados no empreendedorismo individual.

Fique atento às obrigações fiscais

Por mais que um empreendedor individual precise enfrentar menos burocracia que outros tipos de empreendedores, ele ainda precisa cumprir algumas obrigações fiscais, como realizar os pagamentos corretos de impostos como ICMS (Imposto sobre circulação de mercadorias e prestação de serviços) e ISS (Imposto sobre serviços).

 

Não pagar esses impostos resulta na perda do CNPJ do empreendedor individual.

Tenha uma boa educação financeira

É de extrema importância ter noção do controle de gastos que você, como empreendedor individual, gera com seu negócio.

 

Faça cursos de gestão financeira, faça registros do que compra e vende e sempre esteja atento à mudanças no caixa.

Não venda fiado

Aceitar fiado é um grande risco para seu negócio, pois não há garantia alguma de que o pagamento será realizado de fato. Invista em outras formas de pagamento como por exemplo, máquinas de cartão onde o preço do produto pode ser parcelado.

 

Erros que um empreendedor individual não deve cometer

Se você já pesquisou como realmente se tornar um empreendedor individual na prática, com alvará e CNPJ, deve ter se deparado com o termo MEI (Micro Empreendedor Individual) e buscado se tornar um, pelas vantagens que esse nome jurídico lhe trás. 

 

Entretanto, muitos principiantes cometem alguns erros que os prejudicam por falta de informação, por deixarem de ler as entrelinhas. 

 

Confira abaixo alguns desses erros que reunimos para ajudar empreendedores individuais que estão iniciando agora no mundo dos negócios.

 

Falta de conhecimento em finanças

 

A falta de conhecimento em finanças com certeza é um problema que se não for corrigido no início, dificilmente você vai se manter no mercado. 

 

Conhecer processos básicos dessa área da administração, é muito importante para evitar que você não fique desinformado sobre números de custos e principalmente o seu lucro, além de que, você ficará perdido para tomar decisões importantes.

Cobranças tributárias 

Quando um empreendedor individual ultrapassa o faturamento anual de R$ 81.000,00, tem uma surpresa: obrigações tributárias com valores triplicados. 

 

Não há problema em faturar mais, isso significa que seu negócio está crescendo, entretanto se você passar só um pouco do limite, não adianta de nada a isenção que você teve no ano e não compensará o lucro. 

 

Por isso, você precisa planejar o seu crescimento anual para que não tenha surpresas do governo.

Declarações do Imposto de Renda

Muitos empreendedores individuais erram nas declarações. Além da declaração de pessoa jurídica, também é preciso fazer uma declaração de pessoa física (IRPF),  pois os lucros de empreendedor acabam se misturando com sua pessoa física.

 

Agora que você já sabe tudo sobre como ser um empreendedor individual, realize seu sonho de criar um negócio próprio e inicie sua jornada no empreendedorismo!

 

Ficou com alguma dúvida? Deixe nos comentários.

 

Até a próxima!

 

Mais artigos para você

Conhecendo o SparkMembers: a Área de Membros da HeroSpark

E aí Hero, já soube da última novidade? Lançamos mais uma solução incrível para empreendedores digitais: nossa Área de Membros …

Por que criar um empreendimento digital é mais simples do que você imagina?

Por que criar um empreendimento digital é mais simples do que você imagina? Criar um empreendimento digital atualmente está sendo …

Curso de empreendedorismo: como escolher o ideal?

Qualquer pessoa que pretende ser um profissional qualificado numa área específica precisar estudar – e muito! Então, desse modo, para …

Como criar um infoproduto do zero em 7 passos

Um infoproduto nada mais é que um conteúdo em formato digital, normalmente criado para levar informação e conhecimento, visando solucionar …

Como criar campanhas de email marketing grátis

Uma das maiores vantagens de iniciar um negócio digital é o baixo investimento inicial que esse modelo de negócio oferece. …

5 dicas para começar a empreender

Você sonha largar seu emprego e começar a empreender por conta própria, mas não faz ideia de como começar?    …