empreender com a herospark

Você deseja descobrir como começar a empreender, mas não faz ideia de quais são os caminhos para dar o primeiro passo?

Então saiba que para empreender no Brasil é preciso ter em mente que essa é uma área onde um bom planejamento e investimento inicial, inovação e vontade de encontrar soluções são fatores cruciais para obter sucesso.

Pensando em te ajudar nisso, preparamos 8 dicas para você começar a empreender com segurança e ter menos chances de cometer erros em seu negócio: Confira!

1. Estude sobre empreendedorismo 

Administrar uma empresa não é uma tarefa simples e a falta de instrução sobre a gestão de negócios é o grande motivo pelo qual muitas empresas acabam falindo logo de início. 

No entanto, as chances disso ocorrer diminuem se, antes de começar a empreender, você estudar e adquirir conhecimentos acerca do empreendedorismo. Certamente, nesse caso, você também terá resultados melhores do que seus concorrentes. 

Por isso, saiba que na internet existem diversos cursos gratuitos ou pagos sobre empreendedorismo que você pode fazer direto da sua casa. O Sebrae também oferece muitos cursos gratuitos tanto online quanto presenciais.

Aqui na HeroSpark, temos vários materiais gratuitos sobre o assunto aqui no nosso blog e também no nosso canal do YouTube.

 

2. Elabore um plano de negócio para começar a empreender

Planejar é um dos passos primordiais para começar a empreender. É dessa maneira que um empreendedor pode criar uma estratégia efetiva para obter sucesso com o seu negócio.

Nesse sentido, saiba que traçando um bom plano de negócios você pode prever possíveis dificuldades que enfrentará no futuro, além de ter uma noção dos pontos fortes e fracos do seu projeto. 

Com isso, é possível criar uma solução para futuros problemas e, assim, garantir a segurança de seu negócio.

O passo a passo para criar um plano de negócio consistente é:

 

Analisar o mercado

É preciso saber quem são os seus clientes, concorrentes e fornecedores, além de quais são os produtos ou serviços que você vai oferecer.

Um bom jeito de fazer essa análise é pensar em 4 pontos principais: forças, fraquezas, oportunidades e ameaças do seu negócio em relação à concorrência.

Sobre as forças, pense: “o que minha empresa faz de melhor?”; sobre as fraquezas: “por qual motivo o público opta pela concorrência?” Nas oportunidades e ameaças: “Como posso adequar o meu negócio às mudanças externas, sendo elas positivas e/ou negativas?” 

Além disso, identificar o público-alvo do seu empreendimento também é fundamental. Afinal, é impossível vender de maneira eficiente se você não sabe nada sobre as pessoas que compram o seu serviço.

Assim, saiba que criar uma persona para o seu negócio facilitará muito na criação de campanhas de marketing, pois você saberá como se relacionar com o seu público de maneira correta. 

Portanto, busque informações detalhadas sobre quem é esse cliente, sua idade, gênero, qual a sua necessidade e como ele se comporta de maneira geral.

 

Definir o seu diferencial

Após traçar o perfil do público-alvo e identificar qual é o seu problema, é necessário pensar como o seu produto ou serviço pode resolvê-lo.

Para isso, estude as empresas concorrentes do seu segmento e pense em uma maneira de mostrar ao público qual é o diferencial da sua marca.

 

Planejar o orçamento

Para ter um plano de negócio bem estruturado, saiba que o orçamento é um fator essencial. Isso porque ele vai te ajudar a decidir aspectos como: localização da empresa, instalações físicas, equipamentos, investimento em marketing, etc. 

É também baseado em seu orçamento inicial que você definirá sua capacidade de produção, quantos clientes você consegue atender por mês e a quantidade de funcionários contratados.

Levando em consideração todos os aspectos acima, calcule exatamente quanto tudo isso custará para, então, descobrir se você realmente pode investir na sua ideia de negócio.

Em seguida, crie uma planilha para sua organização financeira, contendo as estimativas de custos iniciais, de despesas e receitas, capital de giro e fluxo de caixa e de lucros.

 

3. Formalize-se

Outro ponto importante para começar a empreender diz respeito ao formato jurídico da sua empresa. Esse formato vai estabelecer as regras e obrigações do negócio de acordo com o seu porte e atividade. As principais classificações são:

 

MEI (Microempreendedor Individual)

Essa é a melhor opção para trabalhadores autônomos que desejam se formalizar e obter benefícios. 

Por isso, saiba que para abrir um CNPJ é muito rápido e simples: basta acessar o site do Governo Federal

Além disso, o empreendedor não precisa se preocupar em recolher tributos, pois eles são pagos em uma única guia, uma vez por mês. Vale dizer que essa taxa varia conforme a atividade e o ramo de atuação, mas fica na média de R$ 60 mensais.

Para ser MEI, é preciso cumprir alguns requisitos, como: ter um faturamento anual de até R$ 81 mil e exercer uma atividade autorizada para a categoria. Além disso, o microempreendedor não pode ter sócios e só pode contratar um funcionário com carteira assinada.

 

ME – Microempresa

Nessa modalidade, o faturamento anual máximo é de R$ 360 mil. Com a ME é possível contratar mais funcionários e existe uma gama maior de atividades que podem ser desempenhadas.

A abertura da empresa deverá ser feita pela Junta Comercial e será preciso escolher entre os regimes tributários Simples Nacional, Lucro Presumido ou Lucro Real.

 

EPP – Empresa de Pequeno Porte

Nesse caso, o lucro mínimo anual deve ser de R$ 360 mil e não pode passar de R$ 4,8 milhões. Os padrões de tributações são similares ao da Microempresa.

 

4. Contrate um contador para não ter problemas futuros

Para fazer as melhores escolhas e não sofrer complicações com a Receita Federal ou ter prejuízos financeiros, contar com o auxílio de um contador é fundamental.

Esse profissional ajudará você a ter uma melhor visualização do seu negócio, com perspectivas sobre o faturamento e porte da sua empresa.

Além disso, o contador pode te orientar no pagamento das suas responsabilidades. Afinal, mesmo que você não concorde com os percentuais dos tributos ou ache eles abusivos, todos devem arcar com seus impostos. 

Vale dizer que as ME e EPP que não realizam os pagamentos de forma correta podem ter sérios problemas com o Fisco. Dessa forma, o contador cuida de todos os detalhes para evitar que você pague multas ou até mesmo tenha que fechar as portas.

Além disso, o balanço patrimonial é um aspecto complicado, mas obrigatório. Está entre as obrigações apresentar dados sobre estoque, liquidez financeira e cálculo de dívidas. No entanto, somente um contador poderá oferecer as informações corretas acerca disso.

 

5. Saiba como empreender online  

O empreendedorismo digital é um negócio na internet, no qual você pode oferecer serviços ou produtos online sem a necessidade de investir em espaços físicos.

Segundo o Panorama de Negócios Digitais Brasil 2020, feito pela HeroSpark,  62% dos Empreendedores Digitais no Brasil usam seus empreendimentos como um complemento a trabalhos convencionais. Em outras palavras, os negócios digitais funcionam como uma excelente fonte de renda adicional.

Alguns exemplos de negócios digitais são: 

No vídeo abaixo, inclusive, você confere um passo a passo de como empreender com os produtos digitais. 

 

A principal vantagem em criar um negócio digital é que não é necessário investir muito dinheiro para começar, principalmente em comparação ao empreendedorismo tradicional.

Além disso, esse modelo de negócio lhe permite empreender onde e quando quiser, tendo uma maior flexibilidade nos horários.

 

6. Mantenha-se por dentro das mudanças do mercado

Pode ocorrer de um empreendedor ficar estagnado nas mesmas estratégias e se esquecer de observar mudanças que ocorrem ao seu redor. Contudo, para empreender, você nunca deve parar de buscar conhecimento. 

Por isso, siga grandes empresas e empreendedores nas redes sociais, faça novos cursos e leia notícias para sempre manter-se atualizado e encontrar novas oportunidades.

E lembre-se que é importante não apenas saber o que acontece na sua área de atuação, mas também tudo o que acontece no mundo. Dessa forma, você sempre estará preparado para se adaptar às mudanças.

 

7. Inspire-se nos empreendedores de sucesso

Acompanhe histórias de empreendedores de sucesso para buscar inspiração nos momentos em que se sentir desmotivado.

Observe suas trajetórias e busque qualidades que você possui em comum com eles, além de outras características que precisam ser desenvolvidas para que você se torne uma pessoa melhor tanto na vida pessoal quanto profissional. 

 

8. Conte com as ferramentas certas

Independentemente de qual seja o tipo de negócio, os empreendedores sempre têm uma gama de ferramentas que fazem toda a diferença na automatização de diversas ações.

Existem, por exemplo, ferramentas que fornecem informações sobre: clientes, dados acerca do mercado em geral, cálculo de preço de venda de produtos e serviços, entre outros. 

Há, também, a chamada cloud computing (ou computação em nuvem), que permite armazenar arquivos de forma segura fora da empresa. 

Além disso, as ferramentas de gestão, chamadas de Enterprise Resource Planning (ERP), são softwares capazes de tornar quase toda a rotina de um escritório automatizada, mais ágil e com muito menos falhas.

Isso tudo sem falar da internet e do marketing digital, que permitiram que as empresas ampliassem seus horizontes e passassem a se comunicar de forma mais assertiva com o seu público-alvo, divulgar produtos e captar novos clientes onde eles estiverem.

E uma dessas ferramentas é a HeroSpark, recurso gratuito que tem tudo o que um empreendedor precisa para criar um negócio digital lucrativo. 

Com essa ferramenta, é possível:

Portanto, se você quer mesmo saber como começar a empreender, não deixe de conhecer a HeroSpark e cadastrar-se na ferramenta agora mesmo. Ela é gratuita e pode mudar completamente a sua vida profissional. 

1 Comentário

  1. Empreender antes era sonho, esse ano foi necessidade para muitos, artigos como esse realmente ajudam muitas pessoas, sempre tento ajudar novos empreendedores em meu site também. Parabéns pelo artigo e sucesso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *