Atualmente, estar na internet é essencial para empresas de qualquer segmento. Mesmo que a empresa não finalize as vendas pelo meio digital, é imprescindível ter presença na internet. 

Isso gera mais credibilidade, autoridade no assunto, além de ser essencial na captação de novos leads. Ter presença digital, com uma marca forte e bem definida, pode trazer muitos benefícios para a empresa.

Mas estar na internet não é somente criar um perfil nas redes sociais. Envolve muitas coisas, como montar um site com boa usabilidade, compartilhar conteúdo relevante, mostrar a identidade da marca, entre outras práticas que iremos ver neste texto.

 

O crescimento das vendas online no Brasil

Desde 2020, o crescimento das vendas online no Brasil têm levado cada vez mais empresas a operarem de forma online. E a tendência é que esse crescimento continue nos próximos anos.

Segundo pesquisas, as vendas pela internet no Brasil chegaram a quase R$54 bilhões só nos primeiros seis meses do ano de 2021, crescendo mais de 30% se comparado ao mesmo período do ano anterior.

O e-commerce continua com crescimento expressivo no Brasil, com cada vez mais segmentos aderindo à venda online. Os supermercados e os aplicativos de entregas estão aprimorando cada vez mais as experiências para os usuários.

Hoje, existem aplicativos de entrega especificamente para supermercados, mercearias e produtos básicos, justamente para atender à demanda que surge. 

O presente é digital e para se destacar no mercado e potencializar suas vendas, agora, requer mais trabalho. Mas existem práticas que podem ser adotadas, que estão gerando resultados positivos para os empreendedores.

 

Como potencializar as vendas do seu e-commerce

  1. Identidade visual e site

Antes de potencializar suas vendas, é necessário saber se sua empresa está impactando seus futuros clientes. A sua marca tem de apresentar uma identidade visual coerente com a sua personalidade, mas de uma forma limpa, de fácil leitura e que seja memorável.

Uma identidade visual recebe esse nome, afinal, todos os materiais de sua empresa devem ser facilmente reconhecidos pelo público. Ao optar pelas cores e formatações, bem como ao criar logotipo e os meios de comunicação da empresa com os clientes, tudo compõe a identidade da empresa.

E o site não fica de fora. Além de estar de acordo com a identidade visual da empresa, seu site deve ser criado de uma forma que seja fácil de navegar, para que os clientes consigam concluir a compra de maneira fácil. 

Muitas empresas não entendem como perdem tantas vendas com carrinhos abandonados, mas não prestam atenção na usabilidade do site. 

A página deve ser responsiva, ou seja, funcionar perfeitamente em todas as plataformas, além de ter um caminho fácil do produto até a finalização da compra. Além disso, seu site deve apresentar formas seguras, e variadas, de pagamento e segurança de dados.

Com um site funcionando corretamente, aí sim a empresa pode pensar em potencializar suas vendas.

 

  1. O funil de vendas

O funil de vendas é um modelo que resume a jornada de compra do cliente, desde a descoberta da empresa até a conversão, ou seja, a venda. 

Esse modelo representa o caminho que o cliente realiza até fechar a compra ou contrato. Com ele, você pode entender em qual etapa o cliente está, e atraí-lo da melhor forma até a conversão.

Imagem ofertando o e-book gratuito de funis americanos

O funil de vendas é dividido em três etapas. São elas:

 

  • Topo de funil – o aprendizado ou descoberta

Nesta fase, o potencial cliente não está buscando um produto ou serviço, mas descobre sua necessidade ou problema.

 

  • Meio de funil – reconhecimento do problema e consideração 

Está nessa fase o potencial cliente que já reconheceu que possui um problema ou demanda, e está buscando informações maiores sobre a solução que sua empresa oferece.

 

  • Fundo de funil – a decisão (compra)

Ao analisar as opções, o cliente nessa fase confia em sua empresa e finaliza a compra.

Levando em consideração as fases do funil, a empresa pode se comunicar especificamente com os clientes, de forma que seja mais relevante para a fase em que está situado.

 

  1. Marketing de conteúdo + funil de vendas para potencializar as vendas do e-commerce

Conhecendo então as etapas do funil, podemos usar o marketing de conteúdo para levar mais pessoas a progredirem até a etapa de conversão, ou seja, a parte que mais interessa ao empreendedor.

Com as redes sociais, blog da empresa, canais no YouTube, é possível entregar conteúdo direcionado para cada fase do funil, atraindo e fazendo-os percorrer todo o caminho.

Para o topo do funil, é indicado a criação de conteúdo informativo, que faça o leitor identificar uma necessidade ou problema que seu produto pode solucionar. 

Então, para os conteúdos de meio de funil, aposte em mostrar dicas que possam ajudar o cliente a resolver esse problema. Nesta fase, você pode apresentar ao cliente outras formas de solução, não somente a sua, deixando claro que sua intenção é solucionar seu problema, independente da forma.

Sendo sincero com seu leitor, você estabelece uma relação de confiança, deixando-o mais confortável de escolher sua marca e seu produto.

Para conteúdos de fundo de funil, foque nos diferenciais de seu produto, avaliações de clientes, entre outras peças que possam ajudar o cliente a se convencer, de vez, que sua solução é a melhor para ele. 

Além disso, cada fase deve ter um atendimento diferenciado. No caso, muitos empreendedores adicionam uma quarta etapa no funil: a etapa de fidelização, ou seja, a pós-venda.

Realizar um atendimento personalizado na pós-venda pode ajudar a fidelizar o cliente, além de novas compras, e até chances de upsell. O cliente que comprou o produto A e gostou, em uma próxima oportunidade poderá comprar o produto A e B. 

Além de aplicar essas práticas, é essencial mensurar os resultados. Saber quais estratégias e quais conteúdos tiveram mais engajamento é essencial para saber se a ação está dando resultado, e em qual etapa você deve voltar mais sua atenção ou tentar outra abordagem.

Considere o funil de vendas ao montar as estratégias da sua empresa e potencialize suas vendas no e-commerce!

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.