Um blog sobre empreendedorismo, negócios digitais e cursos online


Não perca mais nenhuma novidade!

Assine nosso blog e ative as notificações para receber os melhores conteúdos sobre empreendedorismo


Como recuperar carrinhos abandonados? Veja 5 dicas 

Como recuperar carrinhos abandonados

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.

 

O abandono de carrinho está impedindo o aumento dos seus lucros? Imagine um cliente que encheu o carrinho, pegou itens de várias seções e, justamente na hora de pagar, abandonou a compra. Essa situação até parece um supermercado, não é? Porém, pode acontecer em sua loja virtual. Por isso, separamos 5 dicas que vão te ajudar a recuperar carrinhos abandonados. Confira!

 

Como recuperar carrinhos abandonados 

 

Há alguns anos, isso poderia não ser um grande problema. Atualmente, como boa parte das vendas são realizadas em meios digitais, perder negócios online gera um grande prejuízo. Uma das grandes preocupações do empresário que vende seus produtos em plataformas digitais é o abandono de carrinho. O medo não é infundado.

 

Segundo pesquisa da Ve Interactive, a taxa de abandono de carrinho é de 83% no Brasil, enquanto no resto do mundo essa taxa é de 50%. Além de gerar frustração ao empreendedor, o ato impede um aumento do lucro. Pensando em reverter esse quadro, confira as 5 dicas do que fazer para recuperar carrinhos abandonados.

 

Mas, antes de irmos para as dicas, veja os principais motivos que geram abandono. Assim, entendendo as razões, fica muito mais fácil aplicar as táticas de como recuperar carrinhos abandonados. Vamos lá? É o seguinte:

 

1. Falta de confiança no pagamento 

Quem não tem medo de ter seus dados roubados enquanto finaliza uma compra pela internet? Com a quantidade de sites falsos e sem segurança alguma, a desconfiança no ambiente virtual torna-se uma necessidade. Basicamente, um teste de sobrevivência.

 

Esse fator pode atrapalhar a venda de comerciantes sérios. Justamente na hora de efetuar o pagamento, os consumidores acabam desconfiando do ambiente virtual que estão e desistem da compra. Por isso, adquira certificações e garantias de segurança para a sua loja digital! Provas sociais também são muito importantes.

2. Forma de pagamento indisponível 

A forma de pagamento que geralmente está disponível nos sites é o cartão de crédito. No entanto, nem todas as pessoas gostam de utilizá-lo. As opções de débito e boleto, por exemplo, nem sempre são aceitas. Há ainda mais um fator, a bandeira do cartão que nem sempre é aceita.

 

Pense no quão frustrante e irritante isso pode ser para o cliente. O resultado, infelizmente, não poderia ser outro senão o abandono de carrinho. 

3. Muitas etapas no processo da compra 

Se há muitas páginas até chegar à efetivação do pagamento, há grandes chances de o carrinho ser abandonado. Isso porque esse longo processo deixa o cliente impaciente que, sem muitas alternativas, desiste de concluir o pedido por falta de tempo.

 

Além disso, muitas etapas acabam tornando uma tarefa que deveria ser simples e rápida em uma ação complicada e tediosa. Considere incluir  estratégias de neuromarketing no checkout da compra. 

Recuperação de carrinhos: soluções 

 

Acima você viu os principais erros que acabam afugentando os leads. Calma! É possível reverter essa situação. Se a sua loja está seguindo por esse caminho, vamos te ajudar a solucionar o problema. Assim, o número de abandono de carrinho irá diminuir. Vamos para as dicas? 

 

1. Tenha um e-mail marketing 

Muito provavelmente, o cliente em potencial precisa cadastrar o e-mail para iniciar as compras. Esse será o meio que o comerciante poderá usar para entrar em contato com o cliente e lembrá-lo do carrinho abandonado. 

 

Segundo pesquisa da Business Insider, mensagens enviadas em até três horas depois do abandono do carrinho geram 20% de cliques. Isso significa que as chances do consumidor efetivar a compra aumentam se a loja tiver e-mail marketing. Aproveite a oportunidade para enviar também outras mensagens com anúncios de ofertas e novidades. 

 

2. Proteja seus clientes 

Utilize plataformas seguras para sediar o seu negócio virtual. O consumidor precisa ter certeza de que seus dados não serão roubados. Por isso, utilize sites que tenham o cadeado verde antes do endereço eletrônico (isso aparece no navegador, ao lado do endereço do site) que informam que o conteúdo depositado ali é criptografado.

 

Desse modo, apenas os responsáveis pela gestão do site terão acesso aos dados do cliente. Outra dica é pedir que pessoas que já compraram o seu produto relatem suas experiências. Essas avaliações despertam gatilhos mentais, que poderão ser disponibilizadas na homepage da loja para fazer com que os novos compradores sintam que podem confiar na página. 

3. Amplie as formas de pagamento 

Ampliar as formas de pagamento é importante, não apenas para evitar o abandono de carrinho, mas também para atrair mais clientes. As lojas precisam estar atentas às novas tendências de pagamento para ofertá-las o quanto antes. Uma boa opção para ampliar as possibilidades é fazer acordos com intermediadores de pagamentos.

 

Também é interessante oferecer opções acessíveis de parcelamento. Se você tiver alguma dificuldade ou receio da melhor forma de configurar as formas de pagamento do seu site, uma boa dica é utilizar o SparkPay. É muito fácil e prático!

 

Com o auxílio do SparkPay, você consegue configurar as formas de pagamento e para vender o seu infoproduto online e, melhor, dentro da SparkMembers, área de membros focada em criar e vender produtos digitais. A plataforma possibilita elaborar páginas de alta conversão, automatizar funis de e-mails e receber pagamento em um só local. Para saber mais, confira o passo a passo!

 

 

 

4. Simplifique o processo de compra 

Diminua a quantidade de páginas que aparecem antes da finalização da compra. Informe apenas o que for necessário para uma compra consciente e segura, como, por exemplo, informações sobre o produto. Assim, você diminuirá as chances do cliente desistir de levar os itens. Lembre-se de que o consumidor na era digital busca praticidade.

5. Invista em Remarketing 

O remarketing é uma estratégia que utiliza cookies para mostrar anúncios específicos ao consumidor em potencial enquanto ele navega pela internet. Imagine que uma pessoa colocou em seu carrinho um curso online, mas desistiu da compra. 

 

Quando ela estiver acessando outros sites, um anúncio do seu curso irá aparecer na tela. Isso funcionará como um lembrete para a realização da compra. As redes sociais também utilizam essa técnica, o que significa maiores chances de venda.

Dica bônus 

 

Agora que você já conhece as nossas dicas, está na hora de colocá-las em prática para ampliar as suas vendas e deixar o pesadelo do abandono de carrinho no passado. A HeroSpark pode te ajudar nesse desafio! A partir da ferramenta SparkFunnels, você gerencia o seu funil de vendas de forma completa, gera uma alta conversão e resultados reais para o seu negócio digital. Clique aqui para saber mais!

Mais artigos para você

Mercado Digital: o que é e como funciona

A transformação digital não é somente realidade, mas uma necessidade. Você sabe o que é mercado digital? Se você ou …

O que é negócio escalável e 3 ideias

Negócio escalável, cada vez mais, prova que não é uma buzzword ou palavra da moda. A alta lucratividade, além de …

O que é oratória e 4 dicas para falar bem no seu curso online

Se você pretende criar cursos online, é necessário saber o que é oratória e como usá-la para desenvolver aulas mais …

O que é NFT: entenda como funciona este registro digital

Você sabe o que é NFT? Ele é um registro digital que transforma o seu bem digital em algo único. …

Bruno Perini: saiba quem é e conheça seus projetos

Curioso, focado, organizado e com um objetivo muito claro e bem definido. Essas características podem definir bem quem é Bruno …

Psicologia das cores no marketing: entenda o significado

O marketing de uma empresa abrange diversos detalhes que devem ser pensados para que ela se destaque em meio às …