Google Search Console: o que é e como usar?

Google Search Console
Google Search Console

A Google oferece diversas ferramentas para ajudar nas tarefas e objetivos de uma empresa. Uma delas é o Google Search Console, serviço gratuito que ajuda no gerenciamento de seu site e mostra qual é a visibilidade que ele tem no buscador. 

Confira como usar esse recurso em benefício de seu negócio digital! Boa leitura!

O que é o Google Search Console?

O Google Search Console é um serviço disponibilizado gratuitamente pela Google para ajudar a monitorar e resolver problemas dentro do seu site e no posicionamento dele nos resultados de pesquisa Google.

Esse serviço oferece ferramentas e relatórios que mostram ao usuário o tráfego e desempenho nas pesquisas, apontando possíveis erros e acertos que ajudam a corrigir e melhorar o ranqueamento do site.

Algumas das utilidades incluem: 

  • Página de visão geral: mostra um resumo da sua propriedade, incluindo uma visão geral de aspectos manuais ou problemas e alguns gráficos importantes.
  • Ferramenta de inspeção de URL: é possível ver informações de uma URL existente ou testar uma página antes da sua indexação.
  • Relatório de desempenho de pesquisa Google na web: é possível ver quantas pessoas viram e clicaram em seu site, apresentando gráficos de cliques, impressões, CTR e posição do site.
  • Relatório de indexação de páginas: mostra o status do índice de todas as páginas, categorizadas naquelas que estão, não estão ou podem ser indexadas.
  • Relatório de sitemaps: quais sitemaps foram enviados para o seu site, além de exibir estatísticas e erros.
  • Ferramenta de remoção: bloqueia temporariamente a exibição de URLs do seu site.
  • Estatísticas de rastreamento: mostra com que frequência o Google rastreia o site.
  • Experiência na página: entenda se o Google considera a sua página boa em nível de experiência de usuário.
  • Relatório de principais métricas da Web: mostra o desempenho do site em dados reais de uso.
  • Relatório de usabilidade de dispositivos móveis: mostra uma avaliação de usabilidade de dispositivos móveis de todas as páginas indexadas.
  • Relatórios de AMP: apresenta quais páginas AMP podem ou não serem indexadas.
  • Relatório de status da pesquisa aprimorada: verifica quais pesquisas aprimoradas o Google pode ou não rastrear.
  • Relatório de ações manuais: apresenta todas as ações manuais do seu site.
  • Relatório de problemas de segurança: mostra todos os problemas de segurança detectados.

Quer saber mais detalhes sobre como funcionam as principais ferramentas? Confira a  seguir.

Como usar o Google Search Console? 

O primeiro passo é fazer a verificação de posse do seu site. Isso pode ser feito de sete maneiras possíveis:

  1. Registro de DNS;
  2. Carregamento de arquivo HTML;
  3. Tag HTML;
  4. Código de Rastreio do Google Analytics;
  5. Contêiner de script do Google Tag Manager;
  6. Google Sites;
  7. Blogger.

Após a sua verificação aprovada no Google Console, você já consegue utilizar as ferramentas e saber mais sobre seu site.

Vamos discorrer aqui dos principais aspectos a serem analisados.

Aspectos de pesquisa 

Em Search Appearance, você pode analisar como melhorar a aparência do seu site nos resultados de busca do Google a partir de alguns relatórios.

Dados estruturados

Esse relatório serve para identificar as informações do seu site para que o Google identifique sua página e adicione rich snippets, que são resultados de buscas com informações otimizadas para deixá-los atrativos. 

Esses dados estruturados seguem um padrão para organizar as informações como, por exemplo, uma coleção de filmes com título, data e nome do diretor.

O relatório indica alguns problemas em sua página, como um campo ausente de informações ou a ausência de parâmetros de avaliação do produto, considerando uma pontuação de zero a dez, ruim e ótimo, respectivamente. 

Marcador de dados estruturados

No relatório “Marcador de dados estruturados”, você indicará para o Google o que é cada elemento do seu site, caso possua um conjunto de informações estruturadas, como eventos, artigos, produtos, dentre outros.

É necessário especificar que tipo de informação será destacada. Por exemplo: se for um artigo, terá que colocar título, autor e data de publicação. 

Ferramenta de inspeção de URL 

Esse relatório serve para identificar problemas encontrados durante o rastreamento do Google no seu site. 

A ferramenta te informará se a meta-descrição do seu site está muito longa, curta ou duplicada; se o seu título está ausente, não informativo, longo ou curto demais; ou se o conteúdo do site não é indexável.

Relatório de usabilidade de dispositivos móveis e Relatório de AMP

Oferece um relatório de erros para análise de páginas que foram aceleradas para dispositivos móveis. 

O objetivo, descrito no próprio blog do Google para webmaster, é facilitar a detecção de problemas na implementação das AMPs (sigla de Accelerated Mobile Pages) em todo o website. 

Desempenho de pesquisas Google na Web

Aqui, podemos analisar o tráfego de usuários para o seu site. É apresentado um relatório sobre o tráfego orgânico, mostrando:

  • As palavras-chave em que seu site aparece nos resultados de busca;
  • As páginas do seu site que foram referenciadas;
  • Em que países foi acessado;
  • Se por meio de um dispositivo móvel ou computador;
  • O número de cliques que levou os usuários para o seu site;
  • Quantas visualizações o link teve nos resultados de pesquisa do Google;
  • Qual é a posição média do seu site nos resultados de busca. 

Relatório de links

Você pode ver quais sites estão fazendo referência ao seu. Essa análise pode ser útil para encontrar possíveis parceiros para seu negócio digital. 

Banner glossário marketing digital

Já em “Links internos”,  você pode ver a estrutura dos links usados dentro do seu próprio site e verificar se as páginas importantes estão sendo referenciadas.

Em caso de não aparecer, consulte o tópico “Erros de rastreamento” para ver se não há nenhum problema com a indexação do site. 

Para aumentar o alcance do seu site internacionalmente, a funcionalidade “Segmentação internacional” auxilia a checar se o idioma em questão foi configurado corretamente. 

Indexação de páginas 

É apresentado quais páginas foram indexadas pelo Google, as que foram bloqueadas por robôs e quais foram removidas. 

Nesse relatório, você deve estar atento ao aumento constante nas páginas indexadas, quedas inesperadas devido uma sobrecarga, um volume muito alto de índices e mudanças repentinas. 

Para conseguir indexar as páginas adequadamente, o robô do Google precisa fazer a análise em seu domínio, incluindo arquivos JavaScript, CSS e de imagem. 

Esses recursos precisam estar acessíveis para que o Google possa fazer uma varredura completa. Assim, será notificado quais recursos estão bloqueando o processo de ser feito. 

Caso seja encontrado algum erro, você deve clicar no host para ver os problemas relacionados e, em cada um dos recursos bloqueados, estará a instrução de como desbloqueá-los.

Estatísticas de rastreamento

No recurso “Estatísticas de rastreamento”, são apresentados erros do site que impediram o seu acesso ou erros na URL ao tentar rastrear páginas exclusivas para computadores, smartphones ou aplicativos Android. 

Além disso, esse relatório consiste em gráficos que representam páginas rastreadas por dia, quilobytes recebidos e tempo de download da página.

Buscar como o Google

A ferramenta chamada “Buscar como o Google” faz uma simulação como o buscador indexa sua página a fim de garantir que elementos em Flash ou Javascript estejam adequados. 

Esteja atento caso apareçam falhas em rastrear seu site ou o mesmo seja redirecionado. 

Teste de robots.txt

Através do arquivo robots.txt, você consegue indicar e verificar o que não quer que seja indexado e as URLs que serão bloqueadas para aparecer nos resultados de busca. 

O objetivo é não sobrecarregar o servidor, rastreando páginas irrelevantes – por exemplo, alguma imagem que você não deseja que apareça nas pesquisas do Google. 

Essa é uma ferramenta legada. Em breve, o Google Console desenvolverá uma estratégia de substituição. 

Problemas de segurança  

Caso seu site tenha sido hackeado ou infectado por um vírus, você pode seguir as orientações do próprio Google para impedir uma infecção de malware. 

O Security Issues é indicado para analisar se o código não contém ou oferece um download de malware e solicitar uma revisão do problema. 

Outros recursos 

 A seção Other Resources do Google Search Console otimiza seu site com:  

  • Ferramenta de teste de dados estruturados: pode inserir o URL ou um código fonte para que o Google possa ler. 
  • Assistente de marcação de dados estruturados: uma ferramenta mais avançada para marcar dados estruturados. 
  • Markup tester para e-mail: ferramenta para validar os dados estruturados de HTML de e-mail cujo objetivo é melhorar o envolvimento nos e-mails. 
  • Google Meu Negócio: lugar para colocar seu endereço físico e telefone. 
  • Google Merchant Center: ajuda a colocar as informações dos seus produtos na hora da busca. 
  • PageSpeed Insights: indica a velocidade das páginas do seu site. 
  • Pesquisa personalizada: funcionalidade para você inserir campos de busca em seu próprio site e gerenciá-los. 
  • Domínios do Google: caso queira comprar um domínio do Google para criar seu site. 
  • Academia de webmaster: área em que estão reunidas todas as informações e conteúdos para você criar otimizar um site para ser encontrado no Google. 

Apesar de ser uma ferramenta que auxilia todos os proprietários dos sites a realmente entenderem como funciona o rankeamento, problemas de segurança e itens de melhoria, o Google Console parece complicado à primeira vista.

Por essa razão, e também por todas mudanças que vêm ocorrendo com essa ferramenta, o Google disponibilizou em seu canal no YouTube um treinamento para o Google Search Console.

Mas não basta assistir vários treinamentos online sem saber se estão dando resultados para sua empresa. Afinal, é preciso colocar em prática tudo aquilo que foi aprendido.

Dessa forma, a HeroSpark criou o e-book: “Como medir o ROI do seu treinamento EAD?”. Com ele, você vai avaliar se há um retorno sobre o investimento de todos os treinamentos online que a sua empresa realiza.
Para isso, basta clicar aqui e baixar gratuitamente. Boa leitura!

Imagem de oferta Mentoria Impulso Digital.
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.