Um blog sobre empreendedorismo, negócios digitais e cursos online


Não perca mais nenhuma novidade !

Assine nosso blog e ative as notificações para receber os melhores conteúdos sobre empreendedorismo


O que é PNL: 11 técnicas eficazes para abordar clientes e vender mais

o que é PNL

Em ambiente tão competitivo quanto o comercial, conhecer técnicas de persuasão e empatia, como o que é PNL em vendas, pode ajudar a tornar o processo mais assertivo. 

 

PNL — ou Programação Neurolinguística — é uma ferramenta que reúne diversas técnicas para identificar e remodelar filtros mentais, flexibilizando comportamento, espelhando habilidades de outras pessoas e eliminando padrões que, muitas vezes, nos impedem de enxergar situações ou executar ações de forma fluida. 

 

Sabendo disso, fica fácil imaginar por que usar PNL em vendas pode ajudar a turbinar a persuasão e a converter mais clientes, não é mesmo? 

 

Ao longo do artigo de hoje, falaremos sobre a técnica e daremos 11 dicas para torná-la parte de sua rotina de vendas. 

Boa leitura! 

O que é PNL? 

PNL é a abreviação de Programação Neurolinguística. Com a ajuda de técnicas desenvolvidas na PNL, é possível identificar modelos mentais, refletir sobre seu potencial positivo ou negativo e trabalhá-los para que ganhem um novo significado. 

 

Na prática, funciona assim: recebemos informações por meio de nossos canais sensoriais (o que corresponde ao aspecto “Neuro” da PNL). Essas informações passam por filtros existentes em nosso subconsciente (correspondentes à Programação do cérebro), formando uma representação interna e personalizada para o receptor da mensagem. 

 

O trabalho feito pelos filtros sobre a mensagem gera uma resposta, que pode ser verbal ou não-verbal (Linguística).

Por que usar PNL? 

Conhecer técnicas de PNL em vendas ou na vida pessoal pode ajudar a enxergar situações sob diferentes pontos de vista, indo além dos padrões existentes no subconsciente. 

 

Profissionalmente, as técnicas de PNL podem ser consideradas até como ferramentas de marketing, já que ajudam a orientar vendas e apresentar produtos e propostas de formas mais efetivas. 

 

Para quem trabalha no segmento comercial, dominar a PNL pode ajudar — e muito — a desenvolver técnicas de persuasão e negociação. Além disso, a programação neurolinguística pode auxiliar na condução dos leads e prospects ao longo de todo o funil de vendas, fazendo com que cada etapa da jornada tenha sentido e seja absorvida de forma positiva. 

 

Como aplicar PNL em vendas? 

Em essência, a PNL em vendas abrange técnicas essenciais para se estabelecer uma boa comunicação entre vendedor e comprador. O objetivo final? Fechar negocio, mas, sobretudo, fazer com que o cliente entenda verdadeiramente o valor do produto para ele. 

 

Vendedores que conhecem técnicas de PNL em vendas alcançam melhores resultados. E isso acontece porque ele se torna capaz de engajar mais os seus leads, compreender e utilizar os melhores argumentos, de acordo com a etapa da jornada de compra, e utilizá-los com sabedoria, entendendo o momento ideal para cada um deles. 

 

A seguir, falaremos sobre como aplicar a PNL em vendas de forma prática, com 11 dicas infalíveis para abordar clientes e criar conexões verdadeiras que levem à conversão. 

11 técnicas infalíveis para usar PNL nas vendas 

A seguir, você confere algumas técnicas e dicas imperdíveis para colocar em prática ações de  PNL em vendas que serão de grande ajuda no dia a dia.

1. Identifique o perfil do comprador

O entendimento da PNL em vendas passa pela compreensão de que existem diferentes perfis de compradores, mais especificamente 3 deles. Conhecer o perfil do comprador ajuda a entender suas preferências e a direcionar a comunicação a seus canais e formatos preferidos. Quer ver como funciona na prática? Então conheça algumas características de cada um dos perfis. 

  • VISUAL: compradores que preferem entender informações por meio de imagens, gráficos e outros recursos visuais.
  • SINESTÉSICO: este tipo de comprador precisa sentir as coisas para compreendê-las. Por isso, têm a tendência de tocar nas pessoas ao redor enquanto falam, e de querer pegar e sentir os produtos antes de tomarem decisões.
  • AUDITIVO: perfil de consumidor mais analítico, que busca por convencimento e explicações claras para tomar suas decisões.

2. Conheça as necessidades do cliente

Qualquer processo de vendas flui melhor quando os agentes envolvidos conhecem as necessidades de seus clientes. Com a PNL em vendas, não é diferente. 

 

Por isso, antes de abordar os benefícios e vantagens do produto ou serviço oferecido, trabalhe para identificar o que o cliente precisa. Ter esse conhecimento ajuda a propor soluções muito mais assertivas e adequadas ao perfil do consumidor. 

 

3. Olho no olho sempre

Busque falar sempre olhando nos olhos do cliente, sem parecer superior ou inferior. O olhar na mesma direção transmite a sensação de igualdade, e ajuda a criar conexão entre o comprador e o vendedor. 

4. Exercite sua flexibilidade 

Apesar de estarem na posição de vendedores e representantes de um serviço, vendedores não deixam de ser humanos e de terem suas próprias características e personalidade. 

E isso não deve ser anulado! Entretanto, para um bom exercício da PNL em vendas, é preciso ter flexibilidade para identificar pontos de personalidade no cliente e, mais do que isso, saber incorporá-los ao próprio perfil do vendedor. 

 

Mesmo que seu perfil de vendas seja essencialmente tátil, se estiver diante de um consumidor com perfil auditivo, vale a pena exercitar a concentração e apostar em discursos cuidadosos e certeiros. 

5. Não se esforce para dar tudo o que o cliente quer, e sim aquilo que ele precisa 

Um bom vendedor não é aquele que concorda incondicionalmente com seus vendedores. Pelo contrário, fica marcado na memória do cliente aquele agente de vendas que é capaz de usar técnicas de persuasão com classe, e trabalha para mostrar ao cliente que um serviço ou produto é realmente necessário para ele. 

 

Na dúvida, lembre-se sempre da dica 1 dessa lista: quando se trata de PNL em vendas, o perfil do cliente diz tudo! 

6. Avalie a linguagem corporal do cliente 

Você já deve ter ouvido a expressão “o corpo fala”, não é mesmo? Essa frase, título de um dos mais notórios livros sobre o tema, trata da importância da linguagem corporal na comunicação.

Com simples gestos e movimentos, o cliente pode dar sinais relevantes capazes de indicar se ele está ou não acompanhando o processo de vendas, o que pode ajudar a orientar as atitudes do vendedor. 

7. Crie âncoras

Âncoras são sentimentos positivos despertados com o intuito de associar aquele momento de venda a uma sensação agradável. O segredo aqui é buscar, nas soluções que oferece, sensações e sentimentos confortáveis e positivos para o seu cliente, como: 

  • propósito, por realizar determinadas atividades; 
  • satisfação, por atingir metas;
  • tranquilidade, por ter tarefas completas realizadas de forma automática.

8. Entenda os padrões de compra do cliente 

A essência da PNL é trabalhar em modelos mentais. Por isso, para vender um produto ou serviço usando as técnicas de programação neurolinguística, é importante conhecer e adotar o esquema mental do outro. 

 

Dessa forma, é possível usar argumentos mais efetivos e se tornar muito mais persuasivo na venda. 

9. Seja um influenciador, e não um manipulador 

Quando falamos em práticas de venda, devemos sempre ter em mente a substancial diferença entre manipular e influenciar. Um vendedor que manipula não está verdadeiramente interessado nas necessidades do cliente; usa técnicas baixas de persuasão e convence o consumidor a adquirir algo que, em muitos casos, ele sequer precisa. 

 

Já um influenciador sabe o real valor do produto oferecido, e convence pela qualidade de seus argumentos e por sua capacidade de entender, verdadeiramente, aquilo que o consumidor necessita. 

10. O que realmente importa? 

Nossa dica número 10 é, na verdade, uma pergunta essencial. Ela deve acompanhar todo o processo de vendas, e deve ser feita como forma de guiar qualquer resposta e argumentação de venda: 

“O que realmente importa para o meu cliente”? — esta deve ser a chave para um atendimento persuasivo e efetivo. 

 

Antes de seguir para o próximo tópico, aproveite para assistir a este vídeo sobre a importância de ouvir o cliente durante o processo de venda:

 

11. Entenda e trabalhe os receios do cliente

Quando esbarrar em alguma objeção ou resistência, não aja como se a solução daquele problema fosse algo automático. 

 

Em vez disso, dedique-se a entender a razão daquele receio, sane dúvidas e utilize técnicas de PNL em vendas para compreender a origem das aflições do cliente, ajudando-o a contorná-las. 

 

Um dos grandes trunfos de quem aplica a PNL em vendas é saber ouvir o cliente. Por isso, o segredo para garantir a efetividade dessa lista é aliar o processo de vendas à escuta ativa e atenciosa. Lembre-se de que seu cliente é a sua razão de trabalhar! 

 

Esse post foi escrito por Júlio Paulillo, CRO do Agendor, uma plataforma de CRM e gestão comercial, que funciona como um painel de controle e assistente pessoal para equipes de vendas.  

 

Mais artigos para você

Coprodução: como criar um negócio digital sem produzir o conteúdo

A coprodução é o ato de comercializar um produto digital em parceria com outras pessoas, ou seja, quando um produtor …

5 ferramentas e técnicas de tomada de decisão obrigatórias para empreendedores

Uma decisão errada pode ajudar ou atrapalhar um negócio. E os empreendedores precisam tomar centenas de decisões todos os dias. …

O que é freelancer e como contratar um para seu negócio

Você pode até ter contratado este profissional alguma vez na vida, mas nem percebeu, então, o que é freelancer? Normalmente, …

Tráfego pago: o que é e como funciona

Tráfego pago é uma ferramenta de marketing digital que possibilita alavancar os acessos ao seu site ou blog. Por meio …

Links Patrocinados: o que é e quais ferramentas utilizar

Links patrocinados são as melhores soluções para as desvantagens do tráfego orgânico. Por mais que você prefira um posicionamento no …

Estudo online: Boas práticas para manter foco do aluno

Veja dicas de como garantir que seus alunos se engajem no estudo do seu curso online   Em tempos de …