Um blog sobre empreendedorismo, negócios digitais e cursos online


Não perca mais nenhuma novidade!

Assine nosso blog e ative as notificações para receber os melhores conteúdos sobre empreendedorismo


Análise SWOT: exemplo de como fazer no seu negócio digital

Análise SWOT: exemplo e como fazer

Se você está procurando uma ferramenta para ajudar na construção de um planejamento estratégico mais assertivo, que tal usar a Análise SWOT? Ela é uma ferramenta que serve para analisar o ambiente interno e externo de um negócio digital. A análise SWOT é exemplo de como iniciar sua estratégia.

 

Dessa forma, fica mais fácil elaborar um planejamento mais realista, ou seja, que esteja de acordo com o cenário no qual a empresa se encontra no momento. Então, se você quer obter sucesso no empreendedorismo digital, precisa investir seu tempo na aplicação prática dessa ferramenta.

 

Diante disso, resolvemos apresentar para você o passo a passo para usar a Análise SWOT, bem como um exemplo de aplicação dessa ferramenta no seu negócio digital. Ficou curioso? Quer saber mais sobre isso? Então, continue a leitura e confira!

 

Para que serve a Análise SWOT?

 

É importante mencionar a função da Análise SWOT para um negócio digital. Assim, fica mais fácil compreender em quais possibilidades você pode aplicar essa ferramenta de gestão. Veja os principais objetivos da Análise SWOT, a seguir.

 

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.

 

Identificar o posicionamento estratégico

 

Primeiramente, podemos destacar que essa ferramenta ajuda na localização da sua posição estratégica. Dessa forma, é possível identificar o seu posicionamento em relação aos seus clientes, concorrentes e fornecedores. Assim, você consegue compreender se é uma referência ou precisa mudar suas ações para melhorar a sua posição estratégica no mercado.

 

Oferecer produto e serviços mais atrativos

 

Quando você consegue identificar as forças e as fraquezas, bem como as ameaças e as oportunidades. É possível entender se os produtos ou serviços que a sua empresa oferece para o mercado estão atendendo as necessidades da sua persona.

 

E, caso seja necessário, devem ser aplicadas ações de melhoria para que os produtos ou serviços fiquem mais atrativos aos consumidores. Por meio desta ferramenta, você também consegue encontrar oportunidades para desenvolver soluções para atingir novos mercados.

 

Identificar soluções para problemas

 

A Análise SWOT pode ajudar você a ter insights para resolver problemas do negócio digital. Isso porque ela apresenta uma visão sistêmica atual da sua empresa. Ou seja, você consegue compreender tanto o cenário interno quanto externo. Dessa forma, fica mais fácil identificar os problemas e encontrar as soluções para eles.

 

Elaborar o planejamento estratégico

 

As informações fornecidas pela Análise SWOT podem ajudar a desenvolver um planejamento estratégico mais realista. Ou seja, que esteja de acordo com as questões internas e externas do seu negócio digital. Assim, você consegue tomar decisões mais assertivas, como diminuir os impactos das fraquezas aproveitando as oportunidades oferecidas pelo mercado.

 

Como fazer a Análise SWOT?

 

Agora vamos apresentar o passo a passo para fazer a Análise SWOT na prática. Dessa forma, você pode aplicar essa ferramenta no seu negócio digital para analisar a empresa como um todo, o departamento, o produto ou serviço ou, até mesmo, os colaboradores. Vamos lá!

 

Faça o esboço da Análise SWOT

 

O primeiro passo para elaborar a Análise SWOT é desenhar uma matriz 2×3 em um documento, uma planilha, um papel, um quadro ou em um software específico. Nessa matriz devem constar espaços para escrever as forças, as fraquezas, as oportunidades e as ameaças, respectivamente.

 

Para que você possa visualizar melhor essa ferramenta, veja o exemplo de análise SWOT, a seguir:

 

Ambiente interno Forças Fraquezas
Ambiente externo Oportunidades Ameaças

 

Preencha a matriz da ferramenta

 

O próximo passo é analisar tanto o cenário interno quanto o externo da empresa para verificar quais são as forças (vantagens competitivas), as fraquezas (desvantagens competitivas ou pontos falhos), as oportunidades (variáveis que tornam o cenário favorável) e as ameaças (elementos que tornam o cenário desfavorável).

 

Com essas informações em mãos, basta preencher a matriz para que os dados fiquem visíveis para todos os membros da equipe que estão analisando a empresa, o departamento, o produto ou serviço ou os colaboradores.

Guia do planejamento do curso online

 

Veja um exemplo prático desse processo, a seguir:

 

Ambiente interno Forças

– Capacitação dos colaboradores;
– Processos internos bem estruturados;
– Variedade de produtos;
– Marca consolidada.

Fraquezas

– Falta de colaboradores;
– Atraso nas entregas;
– Baixa qualidade dos produtos;
– Falta de fornecedores.

Ambiente externo Oportunidades

– Lançamento de uma nova tecnologia;
– Abertura de um novo mercado para os produtos;
– Redução da taxa de juros.

Ameaças

– Crise econômica;
– Redução dos incentivos fiscais;
– Aumento do preço de insumos;
– Mudanças climáticas.

 

Analise as informações da matriz e elabore as estratégias

 

Agora que você já sabe quais são as variáveis internas e externas que afetam o seu negócio digital, chegou o momento de analisá-las. Lembre-se de que não basta apenas elencar essas informações, é necessário verificar como tirar o melhor aproveitamento delas.

 

Por isso, neste momento você precisa entender quais são as forças que podem potencializar as oportunidades. Por exemplo, a empresa ter uma marca consolidada pode ajudar a ingressar em um novo mercado.

 

Também é necessário verificar quais forças podem minimizar as ameaças do ambiente externo. Nesse caso, ter uma variedade de produtos pode reduzir o impacto do aumento do preço dos insumos. Já que nem sempre o aumento atinge todos os produtos fabricados.

 

Ademais, deve-se analisar quais as fraquezas podem atrapalhar o aproveitamento das oportunidades. Por exemplo, ter uma mão de obra desqualificada pode prejudicar a empresa a utilizar as novas tecnologias oferecidas pelo mercado.

 

Por fim, é essencial que você verifique quais são as fraquezas que podem maximizar as ameaças. Isso porque elas podem prejudicar muito o funcionamento do seu negócio digital. Neste caso, se você tem apenas um fornecedor, o aumento do preço dos insumos pode trazer muita dor de cabeça.

 

Depois de fazer a análise das informações, você está pronto para criar os planos de ação para potencializar as forças, corrigir as fraquezas, aproveitar as oportunidades e reduzir as ameaças. Lembre-se de que você também pode transformar as ameaças em oportunidades. Para isso, basta ter uma boa visão sistêmica do seu negócio digital e do mercado.

 

Análise SWOT: exemplo de como aplicar essa ferramenta no seu negócio digital

 

Imagine que você tem um negócio digital, mais especificamente um curso online sobre marketing para afiliados. E chegou o momento de fazer o seu planejamento estratégico.

 

Diante disso, você resolveu utilizar a Análise SWOT como ferramenta para obter as informações necessárias para construir os seus planos de ação.

 

Ademais, veja, a seguir, como seria a aplicação prática dessa ferramenta no seu negócio digital.

 

Ambiente interno Forças

– Videoaulas de qualidade;
– Material de apoio bem desenvolvido;
– Domínio do conhecimento base do curso;
– Ótima plataforma de hospedagem.

Fraquezas

– Marca desconhecida no mercado;
– Necessidade de locação dos equipamentos de gravação.

Ambiente externo Oportunidades

– Popularização da educação a distância;
– Interesse dos consumidores por esse tipo de curso.

Ameaças

– Excesso de concorrentes;
– Crise econômica;
– Pandemia.

 

Depois que você fez a Análise SWOT, basta cruzar as informações como explicamos no tópico anterior e criar estratégias para garantir que o seu curso online seja um sucesso de vendas. Por exemplo, você pode usar a sua imagem como expert no assunto do curso para tornar a sua marca conhecida.

 

Como assim? Deve-se usar as suas redes sociais para criar autoridade e, ao mesmo tempo, atrair seguidores que tenham interesse em consumir o conteúdo que você publica. Dessa forma, fica mais fácil oferecer o seu curso online para eles posteriormente.

 

Aproveite e veja, no vídeo abaixo, como estruturar um curso online de sucesso:

 

 

Ademais, ter uma boa plataforma de hospedagem de cursos também pode ajudar a tornar sua marca conhecida, bem como diferenciar o seu curso dentre os concorrentes existentes no mercado. Dessa forma, você usa uma força para eliminar uma fraqueza e uma ameaça.

 

Falando nisso, você já conhece a HeroSpark? Por meio das suas funcionalidades, é possível publicar as suas videoaulas, entregar certificados, aplicar provas online, entre outros.

 

Lembre-se de que uma boa plataforma pode fazer muita diferença na aceitabilidade do seu curso online perante o mercado.

Mais artigos para você

Divulgação de cursos online: saiba como fazer

Não basta criar um infoproduto, é necessário aprender a fazer a divulgação do curso online. Lembre-se: quem não é visto, …

4 dicas para impulsionar no Instagram

Atualmente, o Instagram é uma das redes sociais mais usadas no mundo e é uma das mais estratégicas para quem …

mLabs: planos e características

Você já ouviu falar nas ferramentas de gerenciamento de redes sociais? Atualmente, existem muitas opções de ferramentas no mercado. Uma …

URL amigável: o que é e por que ter uma

Você produz ótimos conteúdos em seu site ou blog, mas recebe pouquíssimos acessos? Se esse é o seu problema, saiba …

Estratégia digital: o que é e como montar uma de sucesso

Para atuar no marketing digital é necessário investir em planejamento, caso contrário os seus objetivos não serão alcançados. Diante disso, …

Inbound e outbound: descubra as diferenças e qual usar

Se você é um infoprodutor, precisa conhecer todas as estratégias de marketing digital existentes no mercado para conseguir atrair a …