Um blog sobre empreendedorismo, negócios digitais e cursos online


Não perca mais nenhuma novidade !

Assine nosso blog e ative as notificações para receber os melhores conteúdos sobre empreendedorismo


Coprodução: como criar um negócio digital sem produzir o conteúdo

coprodução

A coprodução é o ato de comercializar um produto digital em parceria com outras pessoas, ou seja, quando um produtor e um coprodutor se reúnem para vender um infoproduto, além do time de afiliados. No geral, o produtor se responsabiliza pela criação do produto e o coprodutor pelo gerenciamento do lançamento, pelo tráfego ou pela agência de lançamento. 

 

Esse sócio, inclusive, pode participar das vendas de forma indefinida ou com prazo para se desvincular, ambos escolhem. Uma das principais vantagens de aderir à coprodução é a facilidade com os recebíveis — diferente de fazer transferências bancárias aos parceiros, as comissões são automaticamente repassadas por cada venda na plataforma de pagamento. 

 

Há dois cenários comuns para entrar no processo de coprodução de um infoproduto: dois ou mais especialistas em um nicho que criam juntos e vendem o produto digital ou quando um empreendedor se junta a uma agência de lançamentos.

 

Quer saber mais o que acontece em cada caso? É só ler o texto! 

Como funciona a coprodução 

Primeiramente, não existe um sistema de cadastro de coprodutores, como ocorre com os afiliados. Como produtor, você deve procurar pelo seu coprodutor ou vice-versa. O que acontece com frequência é um profissional ser especialista em algum ramo, mas não ter noção nenhuma de marketing digital. 

 

Assim, o profissional do marketing entra como sócio (ou uma agência completa), assina um contrato e o pagamento passa a ser feito pelos resultados gerados. Muitos especialistas de diversas áreas ganham, assim, a oportunidade de terem seus projetos disponibilizados para as pessoas que realmente se interessam.

 

Da mesma forma, o coprodutor também é beneficiado, já que pode receber até 70% das vendas e ainda pode ganhar como afiliado, simultaneamente, com o mesmo produto.  

 

A outra situação também é normal de acontecer, em que dois profissionais de um nicho se juntam para criar um infoproduto só. É o exemplo de um tatuador que convida um dermatologista para falar dos cuidados com a pele tatuada, por exemplo. Essa parceria pode ser vista pela audiência como diferencial e/ou como um bônus do produto.

Gerenciamento de lançamento.

O coprodutor que gerencia o lançamento fica responsável pela elaboração e desenvolvimento da estratégia digital como um todo. É esperado que esse profissional conheça e-mail marketing, SEO, backlinks, copywriting, tráfego, vendas etc. e algumas soft skills, como liderança e organização.  

 

Gestão de tráfego

O profissional de tráfego trabalha com engajamento nas mídias do produto digital, incluindo a administração do orçamento para os gastos com tráfego. O gestor trabalha principalmente com os links patrocinados no Google Ads e Facebook Ads e deverá criar relatórios regularmente para que o produtor acompanhe a evolução das vendas. Dessa forma, a estratégia em si fica a cargo do produtor.

Gestão da agência

Muitas vezes, um 6 em 7 (6 dígitos de faturamento em 7 dias) demanda uma carga de conhecimento e de trabalho absurda. Como um produtor ou até um produtor e coprodutor, sozinhos, conseguiriam cuidar do conteúdo de valor, automação de e-mail, gerenciamento de anúncios, otimização de landing page, edição de vídeos e análise das métricas? Esses são alguns dos requisitos mínimos envolvidos com um produto digital, que pode ser posto em ação por uma agência gerenciada pelo coprodutor. Diferente do primeiro tipo, uma agência de lançamento tende a ter um número maior de especialistas na carteira de clientes.

5 dicas para realizar uma coprodução efetiva e que vende

Defina que função vai seguir

Agora que você já viu três estilos básicos de trabalho como coprodutor, basta escolher entre gerenciamento de afiliados, gestor de tráfego ou de agência. Cada caminho exige habilidades diferentes, portanto, se preparar é o primeiro passo.

Escolha o nicho a ser explorado

Entre os diversos que funcionam, como finanças, saúde e relacionamento, você deve tentar se destacar em um deles apenas. Saber um pouco de vários segmentos pode fazer você parecer um profissional com pouca capacidade perante as reuniões, portanto foque e estude um nicho.

Conheça bem seu futuro parceiro

Com o nicho delimitado, se torna mais fácil procurar um empreendedor ou produtor com quem você queira trabalhar. Nas redes sociais, principalmente, você pode acompanhá-los de perto, interagir, dialogar… essa aproximação é essencial para evitar surpresas desagradáveis ao trabalhar com o seu futuro sócio.

Comprove suas competências

Entre em contato com o produtor enfatizando o que ele pode ganhar com o seu serviço — como a coprodução pode ajudá-lo a alavancar as vendas futuras. Se ele topar uma reunião, será o momento de você provar o que você já havia comentado, principalmente com cases de sucesso, portfolio e, por último, certificações. 

Mostre os benefícios da coprodução

Compreenda todas as objeções possíveis que o produtor possa ter e responda uma a uma. Normalmente, podem ser respondidas com as vantagens seguintes: 

 

Mais foco no conteúdo do produto

Com as etapas técnicas delegadas, o expert do nicho poderá se concentrar unicamente no conteúdo do produto — naquilo que tem a proposta de transformar vidas. Quando esse objetivo é alcançado, mais vendas acontecem. Assim, essa economia de tempo e dinheiro com essas atribuições (como automação de e-mail e gerenciamento de redes sociais) vai de encontro à realização plena do projeto com o infoproduto.

 

Guia do planejamento do curso online

 

Menos riscos no projeto

Se o especialista resolve estudar marketing do zero ele pode até aprender, mas pode aparecer muitos erros. Assim como andar de bicicleta pela primeira vez. Mas deixar esses estudos para um outro momento e entregar o projeto nas mãos de quem entende, torna tudo mais seguro e menos arriscado. 

 

Flexibilidade no trabalho

Uma simples conversa pode definir o melhor caminho para produtor e coprodutor: o pagamento será por vendas ou por serviço? A verba para o tráfego será toda do produtor ou será meio a meio? Não há regras, não há regulamentações. São dois profissionais autônomos escolhendo o que funciona para eles. Inclusive, o próprio encerramento da parceria também é uma escolha viável para discussão. 

 

Dessa forma, a coprodução conquista diariamente a posição de carreira promissora no meio digital. É um excelente meio de trabalho e ainda assume importância evidente ao empreendedor que busca lançar seu produto com sucesso.  

 

Esse conteúdo ajudou você? Então não deixe de compartilhar com os amigos!

Mais artigos para você

Como criar canal no Youtube

A maior plataforma de vídeos do mundo tem mais de 15 anos de existência. Aprender a criar um canal no …

Como fazer um plano de aula

Assim como a estratégia está por trás de todo negócio bem estruturado, o plano de aula é um dos fatores …

Storytelling: o que é e como usar?

Quem está à frente de um negócio, seja grande ou pequeno, sabe da luta contínua e diária para engajar o …

Backlinks: como e por que utilizar no seu site?

Backlinks são, simplesmente, links inseridos em uma página que podem levam o leitor a outra. Você pode usar tanto links …

Como criar um blog

Engajar o público é uma tarefa difícil, mas que rende ótimos frutos. Saber como criar um blog para a sua …

Fundo de funil: como produzir conteúdo para esta etapa

Quase todo lead de fundo de funil tem conhecimento razoável sobre uma marca e altas chances de conversão, por isso …