Como criar um e-book para vender pela internet [2023]

Homem deitado na rede lendo um e-book no Kindle. Texto da imagem: como criar um e-book para vender

Muitas pessoas querem aprender como criar um e-book para vender. Afinal, com a popularização dos conteúdos online, os livros digitais se tornaram uma forma de compartilhar conhecimentos de forma prática e rentável.

Não é à toa que o Kindle se popularizou entre quem deseja comprar, baixar e ler livros, revistas e outros materiais sem precisar carregar diversos livros impressos por aí.

Mas, vale dizer, que os livros digitais não precisam ser lidos apenas em Kindles. É possível lê-los em dispositivos como computadores, smartphones e celulares, sendo oferecidos em HTML, PDF, ePub, entre outros formatos.

Neste artigo, você conhecerá o passo a passo de como criar um e-book para vender e, assim, aumentar suas possibilidades de faturamento no digital. Confira!

A HeroSpark é uma plataforma gratuita, na qual você pode hospedar seu e-book, criar uma landing page ou página de vendas para disponibilizá-lo. 

Inscreva-se gratuitamente!

O que é e-book?

Um e-book é um tipo de conteúdo que costuma ser mais extenso e complexo do que um post de blog, por exemplo. 

Outra característica é a possibilidade de trabalhar temas mais específicos. Isso significa que você pode escolher um tema e agrupar no e-book todos os seus conhecimentos, informações, pesquisas e tutoriais a respeito dele. 

Outra forma utilizada por muitas empresas é produzir o e-book a partir de um post do blog da empresa. Você pode escolher um post que tenha trazido muitos acessos e produzir um conteúdo mais aprofundado, destrinchando cada um dos tópicos e subtópicos.

Muitas vezes, as pessoas buscam e-books por não terem tempo, dinheiro ou paciência de fazerem cursos online. Portanto, você deve entregar um conteúdo de valor para o seu público, mostrando que valeu a pena o investimento no seu produto.

Quais são as vantagens de criar um e-book?

Confira alguns benefícios que vender um e-book pode trazer para o seu negócio:

Gera autoridade

Quem ensina, tem autoridade. É quase automático. É assim na escola e na internet.

Mas você só vai se tornar uma autoridade se oferecer um conteúdo rico. Afinal, as pessoas devem entender que você é um especialista no assunto.

Portanto, algumas dicas para ter mais autoridade digital com o seu e-book são:

  • Foque no seu público-alvo: você deve direcionar seus conteúdos para um público que realmente tenha interesse no segmento do seu negócio, caso contrário, eles não vão ouvir o que você tem a dizer.
  • Reconheça as dores da sua persona: você precisa entender do que a sua persona precisa. Assim, construir e-books com essa abordagem é uma ação certeira. Com continuidade, você mostrará que é o seu conteúdo que irá oferecer o que ela precisa.
  • Esteja presente em diversas redes sociais: hoje em dia, a autoridade é construída a partir de presença online. Sendo assim, é fundamental estar bem posicionado nas redes sociais.
  • Use estratégias de e-mail marketing: o e-mail é um dos contatos mais próximos que você pode ter com o seu público. Faz parte dessa estratégia alimentar os consumidores com diferentes conteúdos, gerando uma espécie de relação de troca. 

Contribui para a captação de leads qualificados

Ao adquirir seu e-book gratuitamente, as pessoas não se importarão em preencher um formulário com seus nomes e e-mails. 

Com isso, você amplia a sua base de contatos com pessoas que estejam interessadas de verdade no seu negócio. São os chamados “leads quentes” ou “leads qualificados”.

Esses e-mails serão utilizados em suas campanhas de e-mail marketing, por meio das quais você poderá estabelecer um contato ainda mais próximo com essas pessoas.

Entrega conteúdo de valor para sua comunidade

A internet está repleta de gurus tentando ganhar dinheiro a qualquer custo, além das conhecidas fake news. Porém, produzindo um e-book de qualidade, você tem a possibilidade de oferecer materiais ricos para a sua comunidade e ainda lucrar com isso.

O seu e-book pode ter dois principais objetivos:

  • Ensinar alguém a fazer algo
  • Fornecer conhecimento 

Suponhamos que alguém deseja aprender crochê básico, mas não quer investir em um curso para isso. Se você tiver um bom conhecimento sobre o assunto, pode fazer um e-book com tutoriais de como fazer crochê.

Porém, ainda no assunto crochê, você também pode fazer um e-book falando sobre como a técnica do crochê pode mudar a vida das pessoas, apresentar pesquisas, tendências, mostrar projetos feitos com crochê, entre outras possibilidades.

Enfim, a lista de conteúdos sobre crochê que podem estar em um e-book é imensa. E isso também acontece com outros nichos completamente diferentes.

Mas não acabou! Outras vantagens em criar um e-book para vender são:

  • É um produto de entrada, ou seja, você pode iniciar com um e-book para, posteriormente, quando estiver mais experiente, lançar o seu curso online;
  • É mais rápido, prático e barato de produzir do que um curso;
  • Pode ser vendido ou ser uma isca digital;
  • É fácil de distribuir e compartilhar em diversos canais da internet.

Como criar um e-book para vender?

Criar um e-book pode parecer um bicho de 7 cabeças, mas é mais simples do que parece.

Basicamente, você deve seguir o passo a passo abaixo para aprender como fazer um e-book para vender:

1. Defina um tema para o e-book

A definição do tema é uma etapa muito importante na construção de um e-book. Você deve escolher um tema que domine e que tenha facilidade em ensinar. 

Além disso, o nicho de mercado que você escolher precisa ter uma demanda que garanta um volume de vendas satisfatório, para valer todo o investimento que você teve na produção do seu e-book.

copy com chat gpt , herocreator

2. Conheça seu público-alvo

Sim, já falamos sobre isso aqui, mas vamos repetir porque é extremamente importante! 

Antes de começar a produzir o seu e-book, você precisa saber quem é o seu futuro leitor. Só assim você conseguirá criar um material que irá suprir seus desejos e necessidades.

Ou seja, conhecer o seu leitor irá nortear desde a forma de escrita até os canais em que você divulgará o material.

3. Defina sua persona

Pode não parecer, mas definir a persona é uma das etapas mais difíceis do processo de produzir um e-book. No entanto, esse é um passo extremamente importante.

Sim, definir a persona é importante para você saber para quem o seu e-book será direcionado, a partir de características como idade, sexo e localização.

Tentar vender o e-book para todo mundo é uma furada. Por isso, crie uma persona com o máximo de detalhes possível.

4. Comece a escrever

Agora que você já conhece seu público-alvo, já definiu a linguagem que irá adotar e já criou a sua persona, basta começar a escrever. Esse é um dos passos mais importantes de como criar um e-book para vender. 

Se você ainda não é acostumado a produzir conteúdo, esse pode ser um processo difícil no começo. Mas, com o tempo, tudo ficará mais fácil e a escrita fluirá mais naturalmente.

Se tiver dificuldades, baixe e leia outros e-books – de profissionais da sua área ou não – para se inspirar. Geralmente funciona.

Além disso, para tornar a leitura mais fácil e melhorar a experiência do seu leitor, divida o texto do e-book em tópicos e subtópicos.

Existem diversas formas de dividir o texto. Uma delas é por meio da escolha de palavras-chave, em planejadores como o Google Keyword Planner. Isso ajuda a saber o que as pessoas estão buscando, ou seja, quais soluções você pode oferecer a elas.

Você pode descobrir quais problemas precisam ser solucionados de diversas formas:

  • Conversando com as pessoas. Esse é um clássico, mas que sempre funciona;
  • Ver comentários nas redes sociais, como no Instagram, Twitter e Facebook;
  • Procurar em comentários na Amazon;
  • Pesquisar livros do seu nicho e ver comentários de leitores sobre aquele material. 

5. Formate o material

A formatação é uma parte muito importante na produção de um e-book. É nela que o conteúdo é organizado e o e-book recebe um layout que o representa.

Além disso, é aqui que são inseridas imagens, ícones, setas e outros elementos visuais que facilitam a leitura.

Por isso, se você não tiver experiência com formatação de e-book, busque profissionais capacitados para ajudar você nesse processo.

6. Revise o conteúdo

Depois de escrito e formatado, é hora de revisar. A revisão deve ser feita uma, duas, três ou quantas vezes você considerar necessárias.

É nesse momento que você irá encontrar:

  • Possíveis erros de texto e diagramação;
  • Frases que podem ser modificadas para facilitar a leitura;
  • Imagens e ícones que não ficaram bem posicionados, etc.

Melhor revisar antes do que encontrar erros depois que o e-book for vendido para várias pessoas, não é mesmo?

7. Escolha uma plataforma para hospedar o seu e-book

Depois de finalizar seu e-book, você deve hospedá-lo em alguma página online onde as pessoas poderão comprá-lo e baixá-lo.

A HeroSpark é uma plataforma gratuita, na qual você pode hospedar seu e-book e criar uma landing page ou página de vendas para disponibilizá-lo. 

Seja na landing page (para disponibilizar e-books gratuitos em troca de leads) ou na página de vendas (para quando você deseja vender o e-book), todo o uso da plataforma é prático, simples e nós disponibilizamos templates prontos e gratuitos para facilitar a sua vida.

Por meio da nossa página de vendas, você pode incluir todas as informações sobre seu e-book e inserir uma página de checkout, ou seja, uma página onde seu leitor irá inserir dados pessoais e informações de pagamento para comprar o e-book.

Para tornar tudo ainda mais prático, por meio da nossa plataforma, você ainda pode criar sua lista de e-mails e disparar conteúdos. 

Ou seja, a HeroSpark tem tudo o que você precisa para vender seu e-book e ter muito sucesso! E o melhor: tudo gratuitamente.

Perguntas frequentes

Quantas páginas deve ter um e-book para vender?

A quantidade de páginas deve ser determinada pela densidade do conteúdo relevante e útil que você deseja incluir, contando com imagens e gráficos.

No geral, um e-book pode ter entre 5 a 20 páginas de conteúdo. Mas lembre sempre que o importante é oferecer um material de valor ao leitor, independentemente do número de páginas.

Quais são os tipos de e-book mais vendidos? 

Os tipos de e-books mais vendidos atualmente são sobre: marketing digital; empreendedorismo; maquiagem; investimentos; saúde e esportes; culinária e gastronomia; idiomas; concursos; estética; meditação; fotografia; desenho; artesanato.

Agora que você já sabe como criar um e-book para vender, cadastre-se agora mesmo na HeroSpark para iniciar suas vendas hoje mesmo!

Imagem de oferta Mentoria Impulso Digital.
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *