Um blog sobre empreendedorismo, negócios digitais e cursos online


Não perca mais nenhuma novidade !

Assine nosso blog e ative as notificações para receber os melhores conteúdos sobre empreendedorismo


E-learning: o que é e por que criar no seu negócio?

E-learning

O e-learning é uma modalidade de ensino não presencial que cresce exponencialmente e é um nicho promissor no mercado. Só para ter uma ideia, de acordo com a Associação Brasileira de Estágios, em 2018, a educação remota já representava 24,3% do total de matrículas de graduação.

 

Esse modelo educacional condiz com a realidade vivida no mundo: o aumento da conexão das pessoas com a tecnologia. Investir nisso é saber que o seu negócio vai acompanhar as novidades, vai estar atualizado e preparado para o futuro.

 

Quer entender o que é o e-learning, quais são os seus benefícios e como criar um curso de sucesso? Continue a leitura.

 

O que é e-learning?

Existe certa semelhança entre e-learning e o EaD, que se popularizou nos últimos anos. No entanto, há uma diferença básica, tendo em vista que o ensino à distância é aquele em que professor e aluno não estão presentes no mesmo local. Nesse caso, não necessariamente, precisa ser intermediado pela internet, pode ser por transmissões de televisão, rádio, CD’s e outros métodos.

 

Já o e-learning se refere aos métodos que dependem, obrigatoriamente, da conexão com a internet para funcionar. Assim, a tradução da expressão significa “aprendizagem eletrônica”. Nessa forma de ensino, é comum existir um Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), no qual os professores disponibilizam materiais e os alunos tiram dúvidas e entregam as suas atividades.

 

Esse recurso pode ser aplicado em várias áreas de conhecimento e com diferentes objetivos, mas existem dois que são os principais. O primeiro e mais conhecido, é o educacional — como cursos livres, técnicos e universitários. 

 

O outro modelo é o corporativo que consiste em treinar e desenvolver os colaboradores de determinada organização. Ele tem várias vantagens para a empresa, como a economia de custos e a acessibilidade. 

 

Guia do planejamento do curso online

Quais são os benefícios do e-learning?

 

Maior alcance

O ensino presencial tem alguns obstáculos, que vão desde a limitação geográfica até a compatibilidade de horários. O e-learning permite que o estudante acesse as aulas no horário que lhe for mais conveniente e em qualquer lugar do mundo. 

Assim, existe uma maior facilidade de estudos para aquelas pessoas que trabalham, cuidam de casa, de filhos ou que tenham qualquer outro compromisso que atrapalham o estudo presencial. Além disso, o indivíduo não fica restrito somente aos cursos que são ofertados na sua região. É possível explorar infinitas possibilidades.

 

Possibilidade de escalar

Uma vez que o curso é criado e disponibilizado para a primeira turma, ele pode ser utilizado com uma infinidade de outras turmas. Para isso, basta apenas atualizar ou criar conteúdos frequentemente para garantir a atualização do curso.

 

Para entender melhor sobre esta estratégia, é válido conhecer a plataforma Spark University. Ela disponibiliza centenas de aulas atualizadas para os seus assinantes, as quais estão sempre prontas para qualquer novo aluno, independentemente da data de assinatura.

 

Aulas mais atrativas

É inegável que o ambiente virtual proporciona momentos de aprendizagem menos monótonos. Geralmente, as aulas são mais curtas, práticas e diretas, com uma didática mais moderna. Além disso, os professores costumam ser mais atualizados, especializados e colecionam conquistas alcançadas pelo método ensinado.

 

Existe uma forte tendência de que as pessoas façam a migração para o ensino online. Então, quem já estiver inserido no mercado e com boas aulas, tem maiores possibilidades de se destacar. 

 

Como criar um e-learning de sucesso?

 

Planeje

O planejamento é uma tarefa básica antes de iniciar qualquer projeto, mas é preciso ter atenção e organização para não perder mais tempo do que o necessário nesta etapa. Esse é o momento de:

 

  • escolher o tema;
  • definir o público-alvo;
  • fazer um estudo do público e da concorrência;
  • definir qual vai ser a estrutura;
  • quantificar metas;
  • escolher a plataforma para hospedagem;
  • selecionar bons parceiros.

Crie uma programação atrativa

Definir uma boa programação é o que vai dar força ao seu produto. Então, selecione a maior quantidade possível de materiais de qualidade, atualizados e relevantes para o seu conteúdo e use de inspiração. Lembre-se que o seu produto deve ser único, mas ter boas referências é essencial no processo.

 

Com isso, elabore um roteiro com os pontos que deseja abordar no curso e, depois, escreva o conteúdo de cada um dos tópicos escolhidos. Isso vale tanto para curso gravado quanto para os escritos. De preferência, conte com alguém para revisar o que foi feito e, após aprovado, é só finalizar a programação no formato escolhido. 

 

Faça uma boa divulgação

Se não existir um marketing digital eficiente, não adianta de nada ter um bom material, com uma equipe qualificada e a plataforma ideal. Por isso, trouxemos algumas estratégias que podem ser utilizadas independentemente do seu público.

 

Antes do lançamento, produza muito conteúdo de qualidade no blog e nas redes sociais. Isso ajuda a criar autoridade no mercado e para que as pessoas saibam da sua capacidade de transmitir conhecimento. Após o lançamento, pode continuar postando os materiais informativos, mas sempre mesclando com a divulgação do produto.

 

Se tiver depoimentos de alunos, é importante divulgá-los, para mostrar a satisfação das pessoas em ter o seu produto/serviço. E, se tiver uma lista de leads, não esqueça de enviar e-mail marketing, uma vez que o recurso também apresenta ótimas taxas de conversão. 

 

Mensure os resultados

Depois de lançar o curso, ainda que atinja a sua meta de vendas, não esqueça de avaliar — constantemente — o seu progresso. Esse acompanhamento é a única maneira de saber o que pode ser melhorado, para obter resultados ainda melhores. Por isso, observe:

 

  • como está o volume de vendas;
  • qual é o índice de retenção de alunos;
  • qual é o engajamento dos alunos em fóruns do curso;
  • qual é o nível de satisfação dos alunos;
  • entre outros aspectos relevantes.

O ensino por e-learning traz benefícios tanto para quem promove o curso quanto para quem se coloca na condição de estudante. Por isso, invista na modalidade, seja para os colaboradores da sua empresa, seja para lançar um curso educacional.

 

Como falamos, é importante contar com bons parceiros neste processo. Portanto, conte com a plataforma da HeroSpark para te ajudar. 

 

Mais artigos para você

OBS Studio: como usar no seu negócio digital

De acordo com dados divulgados pela SEMRush, há 70% mais de chance das pessoas lembrarem da sua empresa depois de …

Como criar canal no Youtube

A maior plataforma de vídeos do mundo tem mais de 15 anos de existência. Aprender a criar um canal no …

Como fazer um plano de aula

Assim como a estratégia está por trás de todo negócio bem estruturado, o plano de aula é um dos fatores …

Storytelling: o que é e como usar?

Quem está à frente de um negócio, seja grande ou pequeno, sabe da luta contínua e diária para engajar o …

Backlinks: como e por que utilizar no seu site?

Backlinks são, simplesmente, links inseridos em uma página que podem levam o leitor a outra. Você pode usar tanto links …

Como criar um blog

Engajar o público é uma tarefa difícil, mas que rende ótimos frutos. Saber como criar um blog para a sua …