Um blog sobre empreendedorismo, negócios digitais e cursos online


Não perca mais nenhuma novidade!

Assine nosso blog e ative as notificações para receber os melhores conteúdos sobre empreendedorismo


Marketing de indicação: o que é e como aplicar

Marketing de indicação

Quantas vezes você realizou alguma compra por um amigo ter indicado? Certamente, foram muitas vezes. As pessoas são mais influenciáveis por quem faz parte do seu cotidiano. Por isso, a possibilidade de adquirir um produto ou serviço por indicação é alta.

 

Em contrapartida, é difícil ver empresas que instigam essa ação tão eficaz, que é o Marketing de Indicação. A estratégia visa justamente fazer com que as pessoas que já conhecem a sua marca, façam a propaganda dela para amigos.

 

Para saber mais sobre o Marketing de Indicação, os seus benefícios e como aplicar na estratégia do seu negócio, continue a leitura.

 

O que é o Marketing de Indicação?

O Marketing de Indicação é uma estratégia que visa a promoção da marca por meio dos próprios consumidores. A força deste marketing é grande, mas, muitas vezes, os empreendedores esquecem de explorá-lo.

Um dos objetivos de qualquer infoprodutor é manter o seu cliente satisfeito. É claro que, tendo uma boa experiência, a tendência é indicar aquele produto ou serviço para amigos e parentes. E o Marketing de Indicação busca atrair novos consumidores por meio do “boca a boca”.

 

Quais são os benefícios do Marketing de Indicação?

Prova social

A prova social é um ótimo gatilho para conversão. Ela consiste em transmitir a autoridade da marca por meio da opinião de outros clientes. Para isso, não é necessário nem uma indicação direta. Comentários positivos nas redes sociais já ajudam neste marketing.

Assim, ao ter a prova social de outras pessoas, você vai ter mais autoridade no nicho. Logo, os potenciais consumidores vão acreditar mais na marca e ter mais confiança antes mesmo de realizar alguma compra. 

 

Menos objeções

Por já ter uma referência positiva sobre o seu trabalho, o potencial cliente chega até o seu negócio com uma visão preestabelecida. Então, a tendência é que os pontos positivos se sobressaiam, fazendo com que o indivíduo sequer perceba coisas para questionar.

 

É como se a indicação do amigo fosse o suficiente para atestar a qualidade do serviço ou produto. Isso é bom para o empreendedor, pois são feitas menos objeções e o tempo para decisão de compra costuma ser menor. 

 

CAC menor

O Custo de Aquisição de Cliente, ou CAC, refere-se aos investimentos financeiros que são feitos para a captação de clientes. Por exemplo, se é investido R$1.000,00 em ações ligadas diretamente à atração de consumidores e são atraídos somente 2 indivíduos, o CAC da empresa é de R$ 500,00.

Mas, imagine, se uma pessoa vem por indicação, geralmente, não foi investido nada para essa ação. O cliente fez a prospecção gratuitamente. Não foi preciso gastar tempo nem dinheiro.

 

 

Como aplicar o Marketing de Indicação?

 

Engana-se quem pensa que para ter sucesso e muitos clientes, basta pedir para que outras pessoas indiquem. Não adianta querer resultados sem seguir alguma estratégia. Por isso, trouxemos um passo a passo com o que consideramos essencial. Veja.

Planeje

Cada empreendedor tem uma realidade diferente. Cada um tem um nicho, um ticket médio e uma persona totalmente específica. Logo, é certo que as estratégias e abordagens também vão ser distintas. Por isso, o primeiro passo é planejar. 

 

Esse é o momento de definir:

 

  • se a campanha vai ser fixa ou sazonal;
  • qual é o orçamento para a ação;
  • como será a divulgação;
  • qual vai ser a recompensa de quem indicar;
  • qual é o método de indicação — por exemplo, em uma landing page ou por e-mail;
  • quais serão as equipes envolvidas.

Execute

Esse é o momento de instigar os seus clientes a “vestirem a camisa” do seu negócio. Mostre a eles as vantagens que vão ter em indicar. No entanto, cuidado para não parecer desesperado. 

Faça essa campanha na intenção de mostrar que é algo bom tanto para quem indicar, quanto para quem for indicado. E faça de uma maneira que as pessoas comprem tanto a ideia que, após finalizar a campanha, continuem com o hábito de fazer a propaganda do seu negócio.

 

Avalie e aprimore

Independentemente da campanha ser fixa ou sazonal, é imprescindível que seja avaliada. Certamente, serão encontrados alguns pontos de melhoria, como por exemplo:

  • recompensas mais baratas ou mais atrativas;
  • necessidade de divulgação mais intensa;
  • busca por canais mais práticos.

As métricas também precisam ser analisadas. É isso que vai fazer com que as próximas ações sejam otimizadas e agradem ainda mais ao seu público. Algumas métricas importantes são:

  • CAC;
  • taxa de penetração;
  • indicações per capta.

Como posso fazer na prática?

Ação de indicação

Existem ações simples, mas que atraem o cliente. É o caso desta landing page do Méliuz. Vejam como a campanha é objetiva em falar que o indivíduo vai receber R$1.000,00 pelas indicações feitas. Esse é o tipo de ação que pode ser pontual ou constante. 

 

Marketing de Indicação
Landing page de programa de indicação da Melliuz

É importante ter uma página que explique as regras da campanha. Assim, a pessoa vai ter mais segurança em realizar a indicação e vai poder tirar todas as suas dúvidas, sem precisar sair da página para procurar.

 

Use as redes sociais

As pessoas estão o tempo todo nas redes sociais e muitas de suas compras são feitas por indicação de algum digital influencer. Porém, a estratégia que queremos apresentar é outra. É a de utilizar os próprios clientes como influencers nas redes sociais.

 

Imagine lançar um curso online fenomenal e instigar os alunos a postarem nos próprios stories para serem repostados pela sua marca. Com certeza, muita gente vai se animar para aparecer no Instagram da marca e aumentar o engajamento pessoal

 

Essa é uma forma que ambos ganham. Por um lado, o perfil do cliente vai ganhar visibilidade. Por outro, seu produto ou serviço vai ser divulgado, gratuitamente, para os seguidores de quem postar.

 

Existem inúmeras maneiras de explorar o marketing de indicação. A grande questão é que ele não deve ser esquecido, principalmente, quando estamos no ramo de infoprodutos e negócios digitais.

 

Quer aprender mais sobre marketing? Veja o nosso artigo sobre co-branding.

Mais artigos para você

Mercado Digital: o que é e como funciona

A transformação digital não é somente realidade, mas uma necessidade. Você sabe o que é mercado digital? Se você ou …

O que é negócio escalável e 3 ideias

Negócio escalável, cada vez mais, prova que não é uma buzzword ou palavra da moda. A alta lucratividade, além de …

O que é oratória e 4 dicas para falar bem no seu curso online

Se você pretende criar cursos online, é necessário saber o que é oratória e como usá-la para desenvolver aulas mais …

O que é NFT: entenda como funciona este registro digital

Você sabe o que é NFT? Ele é um registro digital que transforma o seu bem digital em algo único. …

Bruno Perini: saiba quem é e conheça seus projetos

Curioso, focado, organizado e com um objetivo muito claro e bem definido. Essas características podem definir bem quem é Bruno …

Psicologia das cores no marketing: entenda o significado

O marketing de uma empresa abrange diversos detalhes que devem ser pensados para que ela se destaque em meio às …