Um blog sobre empreendedorismo, negócios digitais e cursos online


Não perca mais nenhuma novidade!

Assine nosso blog e ative as notificações para receber os melhores conteúdos sobre empreendedorismo


O que é negócio escalável e 3 ideias

Negócio escalável para inspiração

Negócio escalável, cada vez mais, prova que não é uma buzzword ou palavra da moda. A alta lucratividade, além de algo desejado pelos empreendedores, pode se tornar necessária para a sobrevivência de uma empresa que poderá enfrentar uma profunda crise econômica.

 

De onde vem esse termo? A escalabilidade, no contexto da Engenharia, ocorre quando um software expande a sua capacidade de uso sem aumentar, em proporção, os seus custos com recursos técnicos ou capital humano.

 

Mas esse fenômeno também pode, e é desejável, que seja aplicado nos variados tipos de negócios. Afinal, que empreendedor não sonha em vender mais o seu produto ou serviço sem que as despesas acompanhem o crescimento?

 

Entenda melhor no texto a seguir!

 

Negócio escalável: o que é

 

Um negócio escalável é o tipo de empreendimento que é capaz de reproduzir em grandes quantidades, de forma repetida, aquilo que dá ganho de escala sem demandar recursos adicionais. Com isso, é possível gerar empregos para mais pessoas e proporcionar impacto positivo para a sociedade.

 

Os negócios escaláveis têm alguns pontos em comum, como:

 

  • modelo de negócio escalável ou ampliável;
  • produtos padronizados e valiosos para o mercado;
  • processo de produção replicável e operacionalmente fácil;
  • foco em marketing e vendas;
  • processos automatizados;
  • logística inteligente.

Negócio escalável, repetível ou exponencial?

 

Esses termos têm definições bem semelhantes, mas um negócio repetível é aquela marca que entrega o mesmo produto em escala e de maneira ilimitada. Assim, para que o negócio venha a ser escalável, ele deve ser, como pré-requisito, repetível.

 

Em outras palavras: um negócio escalável abrange todo o business model, não só o produto, já que é uma fase posterior ao negócio repetível.

 

Já o termo negócio exponencial é mais relacionado à gestão dos negócios. Eles possuem crescimento exponencial e trabalham com o modelo escalável, isto é, podem expandir sem, necessariamente, crescer, criar novas unidades ou contratar mais pessoas.

 

Assim, podemos traçar esta sequência de evolução: negócio exponencial > escalável > repetível.

 

3 ideias de negócios com escalabilidade

 

Cursos online

 

Os produtos digitais, pela sua natureza, têm alto potencial de escalabilidade. São baratos e fáceis de serem produzidos e distribuídos. Quando se associa as automações de marketing no planejamento da divulgação, o infoproduto se torna praticamente uma renda passiva para o empreendedor digital.

 

Aplicativos

 

Os aplicativos para celular ou computador estão em alta já há bastante tempo. A sua produção e divulgação também é de baixo custo, sendo que a única possível ressalva é a necessidade de manutenção dos apps. Porém, como empreendedor, o seu papel já é o de aprimorar o seu produto, portanto essa tarefa entra no rol das obrigações para com o negócio.

 

Serviços colaborativos

 

A economia colaborativa também está alinhada ao negócio escalável. Nela, o seu negócio tem a missão de gerir um produto ou serviço que é obtido de forma compartilhada. A Uber é um exemplo de serviço de transporte colaborativo, enquanto a Airbnb, oferece o serviço de moradia compartilhada.

 

Para isso, basta pesquisar uma necessidade ou problema — que torne o produto valioso para o público, como transporte e moradia. Depois, com um software ou app é possível gerir e escalar o negócio.

Guia do planejamento do curso online

 

Ainda nesse universo, existem os modelos de negócios por assinatura. O modelo de assinatura se baseia no pagamento recorrente, no qual os clientes pagam indefinidamente pelo acesso ao bem, em vez de adquirir um produto ou serviço uma única vez.

 

Funciona muito bem para os cursos online, como O Novo Mercado, do Ícaro de Carvalho e para os apps, como Netflix e Adobe.

 

Exemplos de startups brasileiras com negócio escalável

 

O ranking de 2019 da 100 Open Startups elegeu 100 startups que aplicam o modelo escalável de negócios. Para serem escolhidas, elas cumpriram requisitos de posicionamento da startup, plataforma e parcerias, desenvolvimento de fornecedores e investimento.

 

Conheça 3 delas:

 

Witseed

 

A Witseed, 3ª melhor edtech nacional, comprova como o segmento dos cursos online está aquecido — e é só o começo. A plataforma conta com cursos de Recursos Humanos, Gestão e Liderança, Produtividade e Analytics, Soft Skills, Inovação, Processos & melhoria contínua e Serviços.

 

A startup já treinou colaboradores da Natura, Siemens e outras grandes empresas. O seu produto conta com bastante tecnologia e aulas com qualidade de cinema.

 

Vale muito a pena escalar no ramo da Educação e você não precisa abrir uma startup para isso, experimente nossa plataforma de cursos, a SparkMembers!

 

Mastertech

 

Ainda no nicho educacional, a Mastertech também se destaca com cursos voltados, por sua vez, para a tecnologia.

 

Alguns exemplos são: Pensamento Computacional para professores, Formação de Product Owner e Programação para Não Programadores. A empresa tem cases com a Accenture, Toyota, Claro, entre outros.

 

Fhinck

 

A Fhinck conta com um software que analisa as tarefas dos profissionais das empresas, aplica técnicas de ciência de dados e identifica oportunidades para aumentar a eficiência operacional e melhorar a jornada de trabalho dos times.

 

A plataforma já está atualizada de acordo com a Lei Geral de Proteção dos Dados (LGPD), é não invasiva — não captura a digitação nem a tela dos colaboradores — e está alinhada aos melhores recursos de big data.

 

Um negócio escalável pode causar grandes transformações à sua carreira dentro do empreendedorismo. Embora demande visão e conhecimento disruptivo, um produto escalável prepara o seu negócio durante as crises e gera o potencial de empreendimento exponencial. Mas tudo pode começar do básico, com um infoproduto.

 

Gostou dos exemplos? Veja outras ideias de negócios digitais que nosso COO e co-fundador da HeroSpark, Rafael Carvalho, sugere:

 

 

E você, tem ideia de algum negócio escalável? Conheça um dos nossos produtos e veja como podemos ajudar!

pesquisa panorama dos negócios digitais

Mais artigos para você

Quanto custa promover no Instagram e 4 dicas para 2021

Você sabe o que é impulsionar um post? É transformar uma publicação de um vídeo, uma imagem ou um carrossel …

Autoresponder: por que investir neste recurso?

Muita gente não conhece ou não sabe o que é a ferramenta autoresponder, no entanto, esse é um instrumento muito …

Mentoria: saiba como criar e vender a sua

Se você deseja ingressar no empreendedorismo digital, precisa saber o que é e como criar uma mentoria. Isso porque essa …

Lançamento de produto de sucesso: saiba como fazer

Fazer um lançamento de produto bem sucedido é complexo: requer organização e participação em todas as etapas, desde a concepção …

Vender curso online: 10 dicas para atrair alunos

Vender curso online pode parecer uma tarefa difícil, mas não precisa ser assim. Neste artigo você vai descobrir que, com …

Marketing de relacionamento: o que é e como usar

Hoje é mais fácil produzir na internet, mas também é mais difícil se destacar, já que vários produtores disputam o …