O que é newsletter e como usar no seu negócio?

o que é newsletter

Você sabe o que é newsletter? Não? Então entenda que se você tem um negócio, seja ele digital ou não, ou pretende criar um em pouco tempo, deveria conhecer esse termo. 

Isso porque, essa é uma estratégia poderosa, que pode escalar o seu negócio em pouco tempo, uma vez que estreita relacionamentos com leads e clientes. 

Prova disso é que uma pesquisa realizada pela Rock Content revelou que 78,4% dos entrevistados gostam de receber newsletter e 76,8% já realizaram alguma compra a partir do recebimento de conteúdo no e-mail pessoal. Incrível, não é?

Por isso, neste artigo, vamos explicar o que é newsletter, como criar uma estratégia infalível e explicar quais são as suas diferenças com relação ao e-mail marketing e à assinatura RSS. Continue a leitura e saiba mais!

O que é newsletter?

Newsletter significa “boletim de notícias”. Essa estratégia consiste em enviar e-mails periodicamente para uma rede de leads com conteúdos relevantes, como indicação de artigos, notícias e dicas úteis.

Assim, o seu objetivo é fortalecer a marca e manter um relacionamento com as pessoas que fazem parte da sua rede de contatos, sejam potenciais clientes ou clientes. 

Veja um exemplo de newsletter abaixo para entender melhor essa estratégia:

Vale ressaltar que esse boletim informativo não tem a intenção direta de vender ou divulgar produtos/serviços. No entanto, mesmo assim, a newsletter pode trazer muitas vantagens para uma empresa, como:

  • Contato direto com o lead;
  • Bom custo-benefício;
  • Aumento do tráfego do blog/site;
  • Retenção e fidelização de clientes.

Como criar uma newsletter infalível? 

Agora que você sabe o que é newsletter, é hora de aprender como criar uma infalível. Confira algumas dicas valiosas a seguir!

1. Pense em layouts e conteúdos agradáveis

Criar um layout padrão e facilitar a visualização do conteúdo é uma atitude que faz toda a diferença na experiência de quem está recebendo o e-mail. 

Por isso, escolha sempre escrever de maneira escaneável, com parágrafos pequenos e com a linguagem adequada ao público-alvo. 

Além disso, o campo “assunto” é o que vai chamar a atenção (ou não) do leitor. Então, não tenha medo de investir um tempo considerável nesta etapa e pense em títulos criativos. Apesar de serem poucas palavras, elas são as principais para instigar a curiosidade.

Mas não é só isso! Busque sempre saber qual é a opinião do público sobre o seu material e o que pode ser melhorado. Afinal, feedback é tudo!

2. Crie uma linha editorial

Ter uma linha editorial, isto é, definir as temáticas que vão ser abordadas a cada disparo de e-mail faz com que os conteúdos façam sentido entre si, pois vão seguir uma lógica. 

Assim, para definir a sua linha editorial, você pode responder a alguns questionamentos, como:

  • Qual é o meu nicho?
  • Quem é a minha persona?
  • Quais são as dúvidas do meu potencial cliente?
  • Qual é o formato mais adequado? (vídeo, infográficos, etc)

Com isso, vai ser possível definir alguns temas principais que o seu público gostaria de receber. Por exemplo: se você é afiliado de um produto digital sobre gestão, pode utilizar como temáticas: 

  • Conteúdos sobre desenvolvimento pessoal;
  • Dicas para gerir um negócio; 
  • Indicações de leituras. 

Depois, é só utilizar estes temas como base e criar subdivisões em cada um deles, para manter o mesmo estilo de conteúdo. 

Vale ressaltar que o seu público não precisa estar ciente dessa divisão, mas ela vai fazer toda a diferença na organização da sua newsletter. 

3. Insira CTA (Call to Action)

Call to Action ou “chamada para ação” consiste em um convite feito ao leitor, com o objetivo de conduzi-lo a realizar alguma ação que vai o aproximar ainda mais da sua marca. 

Nesse sentido, saiba que uma newsletter sem CTA não instiga a jornada do cliente nem ajuda no seu funil de vendas. Então, a sua empresa pode ser esquecida rapidamente por ele.

acelerador digital

Antes de definir qual será a CTA de cada e-mail, é preciso conhecer a persona, identificar a etapa do funil de vendas em que o contato está e garantir a coerência entre o conteúdo e a chamada. 

Assim, alguns exemplos de CTA que podem ser utilizadas são:

  • Ler um artigo do blog;
  • Entrar em contato com a empresa;
  • Fazer o download de algum material;
  • Inscrever-se em determinado evento.

4. Defina a frequência dos envios

Depois que você finalizar o conteúdo da sua newsletter, é necessário pensar na frequência dos envios. Ou seja, quantas vezes a sua base de contatos receberá o seu e-mail?

Saiba que encontrar uma boa frequência é ideal para não deixar o seu lead/cliente se esquecer do seu negócio, mas também não ficar cansado de receber os seus e-mails com muita frequência e, assim, se descadastrar da base.

Nesse sentido, a frequência pode ser semanal, quinzenal ou até mesmo mensal, dependendo do seu nicho de mercado. Mas, independente disso, o mais importante é manter a constância!

5. Realize testes e mudanças

Depois que finalizar a criação do seu primeiro e-mail, envie-o para amigos e para o seu próprio contato de e-mail. Ademais, tente abrir o conteúdo no maior número de navegadores que conseguir, como Internet Explorer, Opera, Chrome e Mozzila.

Assim, você consegue certificar-se de que a mensagem vai chegar na caixa de entrada de todos os seus assinantes.

Isso é importante, porque, muitas vezes, a newsletter é encarada como spam por muitos servidores. Dessa forma, pode entregar o seu e-mail na caixa de spam dos usuários.

Além disso, observe se o conteúdo abre rápido e é legível em todos os disparos. Afinal, principalmente quando se faz o uso de imagens, o carregamento pode ser lento ou, até mesmo, nem carregar algumas partes e, assim, prejudicar a experiência do assinante.

Com toda essa análise, não tenha medo de fazer mudanças. Tanto neste primeiro e-mail de teste, quanto nos próximos, observe o que precisa ser diferente e mude. São essas percepções que vão fazer toda a diferença nos seus resultados.

6. Mensure os resultados

Além dos testes, uma outra forma importantíssima de identificar possíveis melhorias nas suas newsletters é mensurar os resultados. 

Assim, entre as principais métricas que você deve ficar de olho estão:

  • Taxa de entrega;
  • Taxa de abertura;
  • Taxa de cliques;
  • Número de descadastros.

Ao mensurar esses principais pontos, você consegue identificar o que pode ser mantido na sua newsletter e o que precisa ser melhorado, como frequência de envio, layout, tipo de conteúdo, entre outros. 

Qual é a diferença entre newsletter, e-mail marketing e assinatura RSS?

É comum que as empresas confundam o que é newsletter, e-mail marketing e assinatura RSS, tendo em vista que todas são enviadas por correio eletrônico. 

Porém, existem muitas diferenças entre elas. Falaremos sobre cada uma para que a estratégia do seu negócio não seja confusa:

  • Assinatura RSS: visa enviar apenas os artigos de seu blog para os assinantes, de acordo com a periodicidade em que eles são publicados;
  • E-mail marketing: é persuasivo e tem o intuito de realizar vendas. Então, envia produtos, serviços, promoções, entre outros. Tem a periodicidade variável;
  • Newsletter: é informativo e visa o relacionamento com o potencial cliente. Por isso, busca ter uma periodicidade de envio predefinida.

Apesar de muitas pessoas acreditarem que o e-mail está defasado e sequer procurarem saber o que é newsletter, esse ainda é um canal extremamente eficaz. Com ele, a estratégia de marketing de qualquer negócio consegue alcançar resultados expressivos. 

No entanto, para alcançar esses bons resultados e otimizar o seu tempo, o ideal é contar com uma ferramenta de e-mail marketing que realize o disparo automático das suas mensagens e segmente a sua base de contatos. 

Nesse sentido, saiba que uma boa ferramenta para isso é a HeroSpark. Além de hospedar produtos digitais, ela realiza a automação de e-mail de forma eficiente e totalmente gratuita e ainda conta com modelos pré-prontos de e-mails para você usar como quiser. 

Além disso, você pode utilizar a plataforma da Hero para criar páginas de captura para, assim, obter os contatos de mais clientes em potencial. 

Portanto, não perca mais tempo e comece a utilizar hoje mesmo a HeroSpark para enviar newsletters e todos os outros tipos de e-mail importantes para o crescimento do seu negócio. 

Imagem de oferta Mentoria Impulso Digital.
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *