empreender com a herospark

Na era digital em que vivemos, o cenário é de constante transformação. Todos os dias uma nova plataforma surge, redes sociais viralizam ou até mesmo ideias bombam; as inovações são rápidas e contínuas. Sendo assim, as empresas precisam se adaptar e estar atentas às tendências de Marketing Digital, visando atender uma gama de usuários que estão sempre atentos e ligados às tendências. É a tão falada transformação digital.

 

Investir no universo digital tornou-se prioridade e condição primordial para que qualquer empresa continuasse funcionando e retendo capital. Com a loja física fechada, as pessoas viram a renda proveniente da internet expandir-se exponencialmente para áreas comerciais, bem como prestadores de serviço.

 

Acompanhe, neste texto, as cinco maiores tendências de marketing digital para 2021 e descubra a melhor maneira de aplicar essas técnicas em seu negócio para bombar no meio da internet.

 

Veja as tendências de marketing digital

 

O marketing digital é uma das tendências de estratégias de marketing. Uma tendência de marketing nada mais é do que uma tendência de mercado. Ou seja, hábitos de consumo determinantes de novos nichos com grande potencial de crescimento.

 

Deste modo, um profissional da área de marketing nunca fica parado. Sempre há algo novo a ser explorado e estudado. O marketing digital precisa acompanhar as mudanças de comportamento da sociedade e as linhas que ela desenha no ambiente virtual. E é indiscutível o protagonismo da internet após a pandemia da Covid-19 que iniciou no ano de 2019.

 

As tendências de marketing digital foram repaginadas e reinventadas por completo durante esse ano que passou. Por isso, preste atenção na lista do que está em 2021.

 

1. Marketing de Conteúdo

 

Para uma corporação continuar relevante para seus clientes na atualidade, ter visibilidade e presença online tornou-se indispensável. Neste contexto, surge o Marketing de Conteúdo.

 

Marketing de Conteúdo é uma estratégia para atrair clientes por meio da criação de conteúdo relevante para esses usuários. Conteúdos estes de todo o tipo: textos, vídeos, posts nas redes sociais, e-books, etc. Além disso, essa tendência também foca em engajar o público-alvo que já está retido nessa rede de comunicação online.

 

Desse modo, a atitude de colocar em prática uma estratégia de Marketing de Conteúdo pode ser uma decisão valiosa e um momento decisivo entre o abismo do sucesso e do fracasso de uma empresa.

 

Normalmente, para colocar em prática essa estratégia, divide-se em cinco etapas: planejamento, elaboração da persona, criação de conteúdo, distribuição e mensuração de resultados. No caso da segunda etapa, define-se por persona, um recorte (perfil fictício com características reais) do público-alvo a que o conteúdo é destinado.

 

Veja mais sobre marketing de conteúdo:

 

 

2.User Generated Content (UGC)

 

User Generated Content (UGC), em português, significa conteúdo gerado pelos usuários. Em linhas gerais, para o universo do marketing, corresponde a todo tipo de conteúdo produzido pelo consumidor final de uma marca.

 

Essa tendência de marketing digital, em um primeiro olhar, pode soar como uma redundância insignificante. Mas, no fim das contas, é uma cadeia muito potente de compartilhamento de informações e propagandas.

 

A fim de entender e aplicar essa técnica, um princípio básico deve ser compreendido e tido como lei: os usuários da internet estão sempre influenciando uns aos outros.

 

A cadeia começa a partir de um consumidor final do produto de uma empresa. Este compartilha virtualmente o conteúdo e, logo, influencia pessoas que irão se tornar consumidores também. Assim, o processo de influência e propaganda é ampliado em grande escala. Com isso, acontece uma identificação entre o público.

 

Há uma ideia de se sentir “gente como a gente”. Nenhuma propaganda é mais confiável do que aquela feita por quem conhecemos; essa é a grande sacada dessa estratégia. O consumidor é, ao mesmo tempo, criador e distribuidor.

3. Google Meu Negócio

 

Em poucas palavras, o Google Meu Negócio é uma ferramenta 100% gratuita oferecida pela maior corporação de buscas do mundo para colocar uma empresa local no universo digital, ou seja nos rankings de busca do Google.

 

Para utilizar o recurso, é necessário preencher um formulário para cadastrar sua empresa com dados básicos, como horário de funcionamento ou endereços para contato, por exemplo. Através deste formulário, será promovida uma divulgação do negócio baseado em critérios dos algoritmos do Google, podendo aparecer até na plataforma Google Maps.

 

O retorno que essa ferramenta tem a capacidade de trazer é altíssimo e proporciona grandes vantagens para os cadastrados, para muito além da exposição no Google, que por si só já é um grande feito. O Google Meu Negócio permite criar um canal direto de comunicação entre a empresa e seus clientes através da ficha preenchida, o que facilita — e muito — a comunicação.

 

4. Marketing de Comunidade

 

O conceito de Marketing de Comunidade é entendido como um modo de aproximação de uma empresa, produtora de determinado conteúdo ao seu público-alvo, consumidor deste conteúdo, culminando em uma comunidade.

 

Essa é uma tendência de marketing digital que é ideal para entender a sua persona e atender as demandas e desejos dessas pessoas. Ocorre a partir da ocupação de um espaço na mente e na preferência daqueles que já consomem.

 

Geralmente, a atividade do Marketing de Comunidade ocorre baseado em três pilares principais: o alinhamento dos membros, o alinhamento da empresa e o posicionamento resultante.

 

Alinhamento dos membros

 

O primeiro pilar, alinhamento de membros, consiste na identificação do público que se pretende atrair, suas necessidades, motivações, gostos. Essa primeira etapa é o mapeamento de público-alvo, para construir a comunidade em bases sólidas e seguras.

 

Alinhamento da empresa

 

Já o segundo pilar tem como objetivo clarear a visão da empresa, na maneira pela qual ela e seu conteúdo irão se apresentar. Do mesmo modo que é importante compreender os interesses do público-alvo, é necessário transparecer bem os interesses e intenções do negócio da comunidade. É uma via de mão dupla.

 

Para realizar essa segunda etapa é necessário ter um objetivo claro de criação e manutenção de conteúdo. Ter e manter a equipe sempre alinhada e aberta na comunicação é uma das dicas mais valiosas para o bom funcionamento e imagem da empresa.

 

Posicionamento resultante

 

Por fim, o posicionamento resultante, compreende como o produto final da equação entre alinhamento de membros e alinhamento da empresa. Uma vez entendidos os dois lados de uma comunidade, é hora de agir. Realizar ações que conciliam todas as vontades com o objetivo final do negócio.

 

5. Consumo de Vídeo e Áudio

 

Indiscutível é o protagonismo das plataformas de áudio e vídeo por parte dos consumidores de conteúdo virtual. As taxas de cliques em conteúdos do audiovisual vêm ganhando cada vez mais destaque e, consequentemente, o marketing voltado para esse nicho é cada vez maior, mais frequente e efetivo.

 

Redes sociais

 

Apostar em páginas nas redes sociais, como Youtube, Facebook e Instagram com o uso de vídeos é uma boa estratégia. Quando o enfoque são essas plataformas mais consolidadas, o estudo do caso deve ser minucioso, levando em consideração os canais que se adequam à sua audiência e também o tempo de cada produção. Afinal, essas redes sociais possuem um tempo de duração de vídeo mais amplo. Cabe à empresa compreender seu público e de que modo ele é mais englobado.

 

Além da aplicação do marketing nessas redes convencionais e solidificadas, faz parte estar antenado ao que vem surgindo de novo. Um exemplo foi o “boom” do TikTok que era uma rede desconhecida e, tempos depois, começou a ser uma das mais utilizadas no Brasil.

 

Áudio: controle por voz

 

Já com um enfoque maior na área de áudio, o uso de assistentes por controle de voz vem aumentando consideravelmente. A praticidade de pesquisa por voz é indiscutível: esse modo facilita o acesso a qualquer informação. Sendo assim, cabe às corporações produzirem conteúdos de qualidade e com uma linguagem simples e natural, esse é o segredo para esse modelo.

 

O controle por voz é um prato cheio enquanto tendência de marketing digital, principalmente no mapeamento da jornada de compra de seus usuários. Para maior compreensão, basta saber que jornada de compra é o caminho que um usuário percorre antes de se tornar um consumidor efetivo de uma empresa. Normalmente, essa jornada de compra tem como base quatro etapas: aprendizado e descoberta, reconhecimento do problema, consideração da solução e decisão de compra. Deste modo, o negócio consegue ter maior acesso a interesses de consumidores e até possíveis consumidores.

 

Agora que você já está ciente dessas tendências de marketing digital, que tem tudo para bombar em 2021, está na hora de colocar as mãos na massa e aplicar tudo em seu próprio negócio. As transformações digitais são constantes no mercado, então, o domínio dessas estratégias com certeza farão a diferença nos resultados de seu negócio.

 

Se você gostou do conteúdo, não esqueça de compartilhar com seus amigos que precisam alavancar o próprio negócio digital.

vender cursos online herospark

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *