empreender com a herospark

Por dia, os usuários da internet passam 500 milhões de horas no YouTube. Esse dado, por si só, já comprova a importância dos editores de vídeo.

Afinal, um vídeo sem edição (ou mal editado) não dá nenhuma boa impressão ou profissionalismo do seu negócio digital e, se muitas pessoas o assistem, muitas também podem criticá-lo.

Pensando nisso, elaboramos uma lista com boas opções gratuitas para você testar.

 

Por que investir em editores de vídeo?

Eles são essenciais para uma estratégia muito versátil para divulgar negócios digitais, o vídeo marketing. Com ele, é possível:

  • Aproveitar artigos de blog e criar um canal no YouTube;
  • Compartilhar vídeos curtos nas redes sociais, como Instagram e TikTok;
  • Personalizar Stories para engajar mais, como os de caixas de perguntas do Instagram;
  • Criar vídeo nuggets para publicar informação que agregue;
  • Experimentar storytelling em vídeos institucionais ou webinários;
  • Realizar lives commerce — apresentação do produto ou serviço ao vivo e demonstração do funcionamento na prática.

Para produzir tudo isso, mesmo sem um computador potente ou quando não se tem tanto tempo disponível, os aplicativos de celular ajudam de forma significativa.

 

Quais são os melhores editores de vídeo gratuitos para celular?

Para decidir qual é o melhor para as suas finalidades, observe o seguinte:

  • Se existe alguma restrição de tamanho ou formato de vídeos na hora de exportar;
  • Se oferece recursos o suficiente para editar;
  • Se exporta vídeos sem marca d’água;
  • Se é gratuito de verdade e por tempo ilimitado.

Abaixo, selecionamos uma lista de editores que se encaixam nestes pontos!

Beecut (Android e iOS)

O Beecut é um app de alta qualidade e ideal para iniciantes. Ele oferece recursos básicos, como ferramenta de corte e uso de filtros e adição de música.

É possível embutir legendas e criar vídeo nuggets que prendam a atenção do seu público; adicionar introduções de vídeos personalizadas, estilo e sobreposição de fontes; câmera lenta e acelerador de vídeo; vídeo picture-in-picture; ferramenta de estabilizado de vídeo, etc.

A interface do app é muito pequena e isso impacta principalmente na hora de mudar os frames. Mas essa limitação pode ser diminuída se você utilizar um tablet para editar os vídeos. 

É gratuito? Sim. 

O vídeo tem marca d’água? o próprio app oferece uma ferramenta para retirar marca d’águas de vídeos.

 

Inshot (Android e iOS)

É um dos aplicativos editores de vídeo gratuitos mais conhecidos e, até hoje, nunca perdeu para a concorrência. Além da edição básica que todo app de vídeo oferece, você pode recortar o fundo, criar vídeos em tecnologia 4K, adicionar emojis, entre outros.

É gratuito? Sim, para iOS. Mas também oferece planos pagos, com mais recursos.

Os vídeos têm marca d’água? Existe a opção de comprar o pacote de R$ 10,90 para remover as propagandas e as marcas d’água.

Caso o usuário opte por mantê-las, a marca d’água pode ser removida manualmente em cada projeto (vídeo), basta assistir às propagandas.

 

CapCut (Android e iOS)

O seu nome anterior era Viamaker e, além de cumprir bem a função de edição de vídeos, o CapCut tem um banco de músicas exclusivas para serem utilizadas nas edições.

Dentro do próprio app você pode escolher um trecho do vídeo para servir de capa.

Inclusive, ele foi criado pela startup ByteDance, dona do TikTok. Mas o app não tem nada a ver com a rede social e tem um layout de editor de vídeos bastante profissional. 

É gratuito? Sim

Os vídeos têm marca d’água? Ao terminar a sua edição, pode aparecer a marca d’água no vídeo. Mas, assim como no Inshot, basta tocar no ícone e deletá-la, sem pagar e sem ver anúncios. 

 

VN Editor de Vídeo (Android)

O VN é outro editor bastante profissional, que dá muitas possibilidades, como a de usar curvas (alteração de luz e contraste) em determinados trechos do vídeo, criar animações com palavras, aplicar efeitos, criar estilos picture-in-pincture, adicionar legendas etc.

A desvantagem é que os usuários de iPhone não têm a possibilidade utilizá-lo e o controle de ampliação e redução dos vídeos não é pelo movimento de pinça, mais conhecido pelos usuários em geral. 

É gratuito? Sim.

O vídeo tem marca d’água? O app VN Editor de Vídeo é livre de marca d’águas.

 

tela com as trilhas de edição em um software para editar vídeos

 

YouCut (Android)

YouCut é outro editor que, infelizmente, é exclusivo para o Android, mas ajuda muitos empreendedores digitais que acreditam nos conteúdos em vídeo. Não exige cadastro para ser utilizado e as opções de customização são tantas que dá para subir no TikTok também.

Se você tem necessidades específicas como transcodificar para .mp4, mesclar, cortar vídeos em vários menores etc., o YouCut cumpre bem esse papel.

É gratuito? Sim.

O vídeo tem marca d’água? O app YouCut é livre de marca d’águas.

 

Video Editor (Android e iOS)

Video Editor é outro aplicativo editor de vídeo de ótima qualidade, com tutorial no primeiro uso do app, recurso de correção de cor, alteração do fundo do vídeo (semelhante ao que acontece no programa de chamada de vídeo Zoom), entre outros. O seu nome é TikCut na App Store.

A desvantagem dele é que, frequentemente, vão aparecer anúncios à medida que você utiliza o app. 

É gratuito? Sim.

O vídeo tem marca d’água: o app Video Editor oferece a opção de remoção de marca d’água.

 

Prequel (Android e iOS)

O Prequel conta com efeitos modernos e da tendência, como os do TikTok. É ideal quando o seu público-alvo utiliza essa rede social.

Além desses filtros prontos, você pode aplicar opções mais simples, adicionar música, cortar, adicionar uma intro pronta que possibilita a criação de paródias etc.

De acordo com as opiniões dos usuários do Android, entretanto, o aplicativo se mostra bastante instável, já que originalmente era exclusivo do iOS.

É gratuito? É uma ferramenta paga que oferece testes gratuitos para os usuários.

O vídeo tem marca d’água? Conforme o app, a marca d’água, que antes ficava sobre o vídeo e só podia ser removida mediante pagamento, foi removida.

 

VLLO (Android e iOS)

O VLLO foi tradicionalmente criado para quem faz vlogs, mas pode ser usado por qualquer um que precise de editores de vídeo.

O aplicativo conta com controles intuitivos, opções de texto e música fáceis para iniciantes, entre outros.

 O app oferece mais de 200 músicas gratuitas, tecnologia 4K e o seu desempenho é excelente no Android, diferente do Prequel.

É gratuito? Sim.

O vídeo em marca d’água? O app não adiciona marca d’água nos vídeos.

 

Instories (Android e iOS)

O Instories não oferece tantas possibilidades de edição, já que o seu objetivo principal é encaixar o seu vídeo em um template bonito e chamativo para os stories do Instagram ou YouTube. 

Você encontra estilos de vídeo minimalistas, de datas comemorativas, para podcasts, conteúdos antes/depois e muito mais.

Todos os elementos podem ser personalizados para combinar com o estilo de cada conta. Inclusive, os arquivos de música e imagem foram verificados e aprovados para uso em mídias sociais.

É gratuito? Sim.

O vídeo tem marca d’água? O app não adiciona marca d’água nos vídeos.

 

Videoleap (Android e iOS)

O Videoleap é perfeito para quem quer pôr a criatividade no conteúdo. Permite sobrepor imagens nos vídeos, combinar vídeos, fazer montagens e demais recursos mais artísticos.

Pode ser uma boa utilizá-los para criar anúncios em vídeo mais originais, para que sejam dispensados com menos frequência pelo público.

Porém, alguns efeitos de transições não estão disponíveis no modo gratuito e a versão para Android também apresenta alguns defeitos, além de possuir muitos anúncios.

É gratuito? Para usar as funções mais básicas sim, mas muitas delas são pagas.

O vídeo tem marca d’água? Algumas ferramentas contam com um selo em cima do ícone mostrando que a função é paga, então você pode utilizar apenas uma camada gratuita em cada vídeo editado.

A desvantagem do app é que para inserir mais camadas e exportar o vídeo para o seu celular será preciso fazer a assinatura do app.

 

Filmr (Android e iOS)

Este editor tem uma tela simples, rápida e funciona bem em ambos os sistemas operacionais. Intercale fotos nos seus vídeos, crie clipes dinâmicos e escolha entre as 20 milhões de músicas disponíveis para compor a sua trilha sonora.

 A desvantagem é que não inova muito, é um app voltado para a edição básica de vídeos. Além disso, alguns usuários da versão Android reclamam não conseguir compartilhar o vídeo nas redes sociais.

É gratuito? Sim.

O vídeo tem marca d’água? Sim, e para retirá-la é preciso pagar.

 

Focos Live (iOS)

Apesar de não ter uma versão para Android, o Focos Live vale a pena entrar para a lista por ser um app bastante profissional. Possibilita que você crie vídeos com bokeh (efeito da fotografia), adicione várias timelines na edição do arquivo, estabilize vídeo com bastante movimento, insira chroma key (alteração do fundo de vídeo) etc.

Alguns dos seus pontos fracos: navegabilidade não tão boa e alguns usuários sentem falta de tutoriais mais explicativos para essas funções inovadoras do app.

É gratuito? Sim.

O vídeo tem marca d’água? O app não adiciona marca d’água nos vídeos.

 

Dica extra: FilmoraGo (iOS e Android)

Por fim, se você ainda quiser mais uma opção, além desses 12 editores de vídeos gratuitos listados anteriormente, existe uma dica extra: o FilmoraGo.

O FilmoraGo é um aplicativo que se destaca pela facilidade de uso. Essa é a versão mobile de um software de edição de vídeo, o Wondershare Filmora, que é reconhecido por contar com ferramentas de qualidade profissional.

No app, o usuário consegue encontrar uma série de recursos interessantes, que permitem criar uma produção completa pelo smartphone. Filtros, figuras, efeitos de transição e até inserção de textos são algumas das possibilidades.

O FilmoraGo também disponibiliza um banco de músicas livres de direitos autorais, ideal para quem quer fazer publicações em plataformas como o YouTube.

É gratuito? Sim. Porém, dentro do app, é possível comprar pacotes especiais, que dá direito ao uso de outras ferramentas.

O vídeo tem marca d’água? O app adiciona marca d’água nos vídeos. Entretanto, é possível incrementar as ferramentas ao pagar uma pequena taxa, que permite retirar a marca d’água de todas as suas produções.

 

E você, já conhecia algum desses editores de vídeo gratuitos para celular? Cada um tem funcionalidades bastante úteis, seja para um vídeo nugget, para um curso online ou para um canal no YouTube.

Agora que você já conhece os segredos da edição de vídeo, que tal aprender a gravar vídeos com aparência profissional em casa, e sem gastar milhares de reais em equipamentos? Para saber como, faça o download deste e-book gratuito!

1 Comentário

  1. […] Existem aplicativos gratuitos de edição, como os que você pode encontrar nesta lista.  […]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *