Não é todo empreendedor digital que sabe como fazer um mapa mental e planejar melhor as suas atividades. Explicamos tudo neste artigo, confira!

 

Alguma vez você já quis, mas nunca soube como fazer um mapa mental? 

 

Essa dificuldade pode ser bastante comum para quem não é acostumado a criar um, já que o processo envolve o uso de símbolos intuitivos, cores com significados e frases de efeito que cumprem papéis individuais no documento. 

 

Como surgiu o mapa mental

 

O criador da técnica de estudo e de organização de ideias foi o autor britânico Tony Buzan. O contexto da criação foi nos anos 1970, quando o escritor tinha uma série na BBC chamada, em tradução livre, de “Use sua Mente”. 

 

Assim, familiarizado com essa ciência da compreensão humana dos conceitos, Buzan entendia que as pessoas também absorvem as informações de forma não-linear, isto é, nem sempre da esquerda para a direita e de cima para baixo.

 

Além de estudos e organização, o mapa mental é útil para o brainstorming de ideias, anotações gerais, tomadas de decisão, organização de eventos, apresentações, planejamentos, entre outros. 

 

Quer entender como criar o seu mapa mental? Continue lendo o texto!

 

Por que se organizar com um mapa mental

 

Primeiro, o que é mapa mental?

 

Um mapa mental é a representação de um fluxo de pensamentos que vão se ramificando em torno de uma ideia central. Elementos como desenhos, imagens, curvas e cores são opcionais, embora ajudem a ter um mapa mental que realmente faça a diferença. 

 

Apesar do conceito ter sido popularizado na década de 1970, acredita-se que o primeiro uso do mapa mental se deu no Império Romano, quando o filósofo Porfírio criou um mapa dos conceitos complexos de Aristóteles. 

 

A inclusão dos desenhos e rabiscos começou quando a técnica foi utilizada por Leonardo da Vinci, Michelangelo, entre outras personalidades históricas. 

 

Quais os benefícios desses mapas, afinal?

 

O uso do mapa mental já foi estudado por vários cientistas. Segundo o que foi documentado em algumas pesquisas, desde 2005, foi concluído que o instrumento auxilia na retenção das ideias e do aprendizado, de modo geral. Em consequência disso, tem-se um aumento da produtividade, da absorção de novas ideias e da eficácia no preparo de várias tarefas, tais como:

 

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.

 

67 headlines para páginas de vendas

Mapa mental para organizar o seu negócio digital em 4 passos 

Defina a sua ideia central

O que você quer aprender ou organizar? Resuma em uma palavra ou ideia e, caso faça em uma folha de papel, é recomendável virá-la na horizontal e escrever esse conceito no centro dela. Vamos supor que você precisa organizar as finanças da sua empresa. 

Distribua as ideias relacionadas

Neste momento, você vai pensar em tópicos relacionados à ideia central e distribuí-los ao redor dela. É aconselhável deixá-los bem espaçados para que você preencha esses tópicos com outras ideias mais específicas. Eles serão as ramificações do seu mapa mental que, no nosso exemplo de finanças de uma empresa, poderiam ser:

 

  • controle de caixa;
  • controle de contas a pagar e a receber;
  • planejamento financeiro;
  • contabilidade;
  • planejamento tributário;
  • investimentos. 

 

No caso de controle de caixa, mais ramificações podem ser feitas em relação às receitas e despesas, quais atividades geram mais lucro etc. Já no planejamento financeiro, crie subtópicos quanto à situação atual, objetivos, planejamentos e assim por diante. 

 

Explore tudo o que você precisa em cada um dos subtópicos. Isso garante que você não vai deixar nada de fora e ‘libera espaço’ no seu cérebro, delegando essa tarefa de organização ao mapa mental, não à sua memória, neste primeiro momento.

Utilize figuras e/ou desenhos

Para não encher o seu mapa apenas de texto, mas condensar as ideias e facilitar a sua absorção, você pode substituir alguns conceitos por figuras ou desenhos. Então, uma sugestão é acrescentar símbolos de subtração nos elementos de ‘contas a pagar’ e inserir as fórmulas para os cálculos dos indicadores das demonstrações financeiras, por exemplo. 

Conecte os conceitos

Por meio de linhas ou curvas, tente conectar as ideias relacionadas, de modo que o fluxo siga uma lógica. Se você conseguir conectar apenas os tópicos à ideia central, não tem problema. Mas é interessante conectar os elementos ao máximo para que você consulte o mapa em outro momento e entenda a mensagem geral registrada.

 

Assim, com o seu mapa finalizado, você pode aproveitá-lo para apresentar para a sua equipe durante reuniões ou, no nosso exemplo de finanças empresariais, utilizá-lo para guiar a elaboração das planilhas financeiras do seu negócio digital

Mapa mental no Word ou nos apps: principais diferenças

Não existe regra quanto ao recurso que você vai escolher para criar o seu mapa mental. Enquanto muitos o elaboram em uma folha de papel normal, outros preferem testar softwares e apps. Vamos ver algumas diferenças:

 

  • Word
Mapa mental no Word

Mapa mental no Word

O programa oferece recursos suficientes para a criação do mapa mental, inclusive com armazenamento na nuvem graças ao Google Docs e ao Office online. Na barra de ferramentas superior, você encontra vários ícones e formas. No entanto, devido aos parágrafos do documento, é possível haver dificuldades para distribuir as ramificações ao longo da folha.

 

  • MindMeister
Mapa mental no MindMeister

Mapa mental no MindMeister

 

É uma das maiores referências do mercado de apps de mapas mentais. Para utilizá-lo gratuitamente, basta se cadastrar com um e-mail ou com redes sociais e ir inserindo os tópicos. O MindMeister também está disponível para o celular e a versão paga dá desconto para quem é estudante. 

 

  • Canva
Mapa Mental no Canva

Mapa Mental no Canva

 

O site e app querido entre os produtores de conteúdo também é útil para a elaboração dos mapas mentais. Diferente do Word, a folha do Canva é completamente livre para a inserção dos textos e imagens — os quais são facilmente acessíveis no seu banco de arquivos. 

 

  • Mapa Mental para Empreendedores
Mapa mental da Endeavor para empreendedores

Mapa mental da Endeavor para empreendedores

Para quem se identificou com a ideia de mapa mental para setores empresariais, a Endeavor também conta com uma ferramenta própria para quem tem o seu próprio empreendimento. 

 

Com este texto, você obteve um passo a passo simples de como fazer um mapa mental para se organizar. Assim, colocar os elementos necessários para um negócio no papel (ou em um app) certamente vão ajudar na assimilação, produtividade e planejamento do trabalho. Não deixe de pôr as dicas em prática!

 

Se você precisa de ajuda para organizar boa parte do seu negócio digital, como e-mails, landing pages e transmissões ao vivo, experimente gratuitamente o SparkFunnels

 

pesquisa panorama dos negócios digitais