Um blog sobre empreendedorismo, negócios digitais e cursos online


Não perca mais nenhuma novidade!

Assine nosso blog e ative as notificações para receber os melhores conteúdos sobre empreendedorismo


Mercado Digital: o que é e como funciona

Mercado digital: o que é

A transformação digital não é somente realidade, mas uma necessidade. Você sabe o que é mercado digital? Se você ou sua empresa ainda não fazem parte dele, grandes chances de apreciação do público são perdidas.

 

Entre no ambiente digital, invista em uma loja virtual e em estratégias de Marketing Digital para fazer o seu negócio on-line crescer ou até mesmo para migrar o seu negócio físico para o mundo digital. Quando uma marca está no virtual, significa que ela está visível aos possíveis consumidores.

 

Mercado digital: o que é?

 

É um espaço de compra e venda de produtos e serviços na Internet: seja pelos sites de e-commerce seja pelas redes sociais. Mercado digital é uma enorme rede de pessoas (produtores) resolvendo problemas de outros (consumidores).

 

Ele é feito por meio de lojas on-line. A tendência é que isso se torne cada vez mais presente na nossa rotina. Esteja pronto para aprender e errar até dar certo. Cabe a você dominar as técnicas para se destacar. Afinal, as empresas digitais estão tomando conta das transações comerciais. E, quem não acompanha essa transformação, ficará para trás.

 

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.

 

Mercado digital: como funciona?

 

Agora que você já sabe o que é o mercado digital, já notou o quanto esse modelo de negócios revolucionou o comportamento da clientela. Essa transformação digital conquista adeptos (clientes e prestadores de serviços) dia após dia.

 

Como já foi exemplificado, o mercado digital funciona como um comércio online. Nesse sentido, por exemplo, uma pessoa com conhecimento em determinada área pode elaborar videoaulas e colocá-las na rede, para que os interessados acessem quando e onde quiserem após efetuarem a compra.

 

Assim, quem hospeda o infoproduto pode ser chamado de produtor. Ele vai adaptar aquele conteúdo para solucionar o problema ou necessidade de alguém, que pode ser aprender um idioma, um prato culinário ou técnicas de Marketing Digital, por exemplo.

 

Se você pensa em desenvolver um produto digital, mas não sabe por onde começar, a ferramenta SparkStart, da HeroSpark, pode contribuir muito. Conheça mais sobre essa facilidade. É possível trabalhar em qualquer lugar do mundo: você é seu próprio patrão, só precisa do seu celular ou computador e da vontade de crescer.

 

Principais áreas do mercado digital

 

Com bons retornos financeiros, alguns campos de atuação ganharam notoriedade no ambiente digital:

  • Produtos digitais;
  • Redatores freelancers;
  • Afiliados;
  • E-commerce;
  • Tecnologia (programação e desenvolvimento web)
  • Marketing Digital;
  • Segurança da informação;
  • Influenciadores (produção de conteúdo).

É importante ressaltar ainda que diversos segmentos podem ser trabalhados de forma simultânea. Por exemplo: você criou um ebook sobre determinado tema e deseja vendê-lo. Para que as pessoas se interessem por ele, é claro que deve existir um trabalho de conversão de lead em cliente.

 

Uma opção para que essa jornada aconteça é por meio da produção de conteúdo digital, uma ferramenta do Marketing Digital. Na internet, vários âmbitos caminham juntos para a obtenção de engajamento e lucro.

 

Conheça mais sobre produtos digitais com a empreendedora Grazzy Brugner:

 

 

Fique de olho nas tendências!

 

Não é surpresa dizer que esse tipo de negócio estimula a criatividade e a capacidade de empresas de diversos nichos se reinventarem. Ao promover a inovação, uma característica essencial para conquistar espaço e sobreviver às investidas da concorrência, o mercado digital é um agente fundamental da transformação digital.

 

Essa revolução digital abre espaço para novos jeitos de empreendedorismo digital. Com isso, é preciso estar atento às novidades do ramo.

 

Inteligência Artificial (IA)

 

A inteligência artificial é a capacidade das máquinas — usando dados armazenados na memória — “aprenderem” a solucionar situações. Isto é, agir e “pensar” de forma análoga aos humanos. Mas não nos referimos a algo de outro universo, ela está incorporada em nossas vidas há um bom tempo.

 

Alguns exemplos de IA é a automação (sensores de movimento em sistemas de segurança ou Smart TVs que interpretam gestos e comandos por voz), mecanismos de busca na Internet e algoritmos de redes sociais.

 

Sob o ponto de vista da estocagem de dados, essa tecnologia promete beneficiar o meio empresarial. Nessa linha, o setor de Marketing otimizaria as tomadas de decisões a partir da análise detalhada do comportamento dos clientes.

Realidade aumentada e virtual

Sabe aqueles filtros de rede social ou o QR code que aparece no cantinho da tela da TV? São exemplos da forma pela qual a realidade aumentada, uma tecnologia que une o mundo virtual ao mundo real, pode apresentar-se no dia a dia.

 

Esse modo de relacionamento com o usuário é uma estratégia eficaz de Marketing Digital, presente no cotidiano de empresas e empreendedores por todo o mundo. O Google e a Apple são exemplos de companhias que apostam na realidade virtual. Esse artifício pode ser visto em dispositivos móveis, como óculos, pulseiras ou projetores.

Marketing mobile

Antes de cogitar entrar para o mercado digital, pense no usuário mobile. Usufrua das possibilidades oferecidas por smartphones para lucrar mais. Faça uso de aplicativos, redes sociais e e-mails para chegar ao consumidor de forma estratégica, por meio de campanhas e ofertas especiais.

 

Portanto, no mundo digital, é fundamental ter uma “mente multiplataforma” e desenvolver um site com layout responsivo. Pense tanto nos acessos por desktop, como nos cliques gerados por celulares ou tablets. Os buscadores priorizam sites com uma boa experiência móvel.

 

SEO por Rich Questions

O SEO é baseado em técnicas para melhor posicionamento dos conteúdos nos buscadores. Além disso, para que os materiais apareçam em boas posições no Google, é preciso ficar ligado nas atualizações e nas carências específicas de cada usuário. Somente assim será possível atender às demandas individuais.

Para suprir essa necessidade, surgiu o SEO através de Rich Questions (perguntas ricas). Esse recurso visa responder, com assertividade, àquela pergunta do usuário. Alguns exemplos são: “como fazer tal coisa?”; “quando começar a se exercitar?” ou “como aprender um idioma em seis meses?”. Esteja ciente das questões mais relevantes e procuradas pelo público de seu nicho. A palavra-chave é personalização.

Personalização

Não “atire” para todos os lados. Na ânsia de acertar no empreendedorismo, você pode se frustrar e não chegar a nenhum cliente. É essencial adaptar a linguagem e tratar cada um deles de forma diferente. A tendência do momento e do amanhã é a segmentação/personalização.

Seja específico no tratamento e mostre compreender as motivações e necessidades das pessoas que procuram pelo seu produto digital. Para isso, estude e conheça com detalhes o seu cliente para estabelecer e nutrir uma relação próxima em cada etapa do funil de vendas. Atraia, conquiste e “nutra” a pessoa com materiais de qualidade. Saiba quais canais de comunicação (e-mail, redes sociais, celular) ela geralmente usa.

Conteúdos visuais

Com a imensa quantidade de materiais disponíveis na web, combinar uma comunicação visual baseada em imagens e em uma paleta de cores atrativa pode ser uma boa pedida. Com isso, esse tipo de conteúdo tem mais vantagem, uma vez que capta mais a atenção do usuário e do algoritmo.

Transmissões ao vivo

As famosas lives são funcionais quando o assunto é engajamento com internautas. Esse recurso serve para tirar dúvidas, fazer sorteios ou transmitir o passo a passo de uma ação aos seus seguidores. Hoje, redes sociais, como Facebook, Instagram ou YouTube permitem interações em tempo real.

Geomarketing

Esse campo do mercado digital resume-se em direcionar esforços para uma região específica e, assim, enviar o conteúdo produzido de acordo com algumas segmentações. É comum usar o geomarketing em negócios locais ou divulgar promoções para uma determinada área da cidade, estado ou do país.

 

Web analytics (análise de dados)

Na concorrência do mercado digital, não basta esforçar-se para ser bem requisitado pelo público. É imprescindível mensurar ações e aperfeiçoá-las quando for preciso. A área de web analytics veio justamente para isso: levantar dados e utilizá-los da melhor forma para conseguir resultados positivos no mercado digital.

Portanto, faça uma análise dos indicadores de desempenho e das métricas. Assim, você aumenta as vendas e evita gastos em vão. Para obter esses dados, recorra às plataformas ou redes sociais, como o Google Analytics e o Facebook Analytics. Se julgar necessário, procure especialistas, aprimore-se com cursos na área e esteja preparado para alterar sua rota e modificar estratégias, quantas vezes for necessário.

O mercado digital é centrado em criar laços e resolver problemas de pessoas por meio de uma loja virtual. Ele é protagonista da transformação digital provocada pela era da informação. Agora que você já sabe mais sobre, basta criar coragem e começar a trabalhar com as estratégias de Marketing Digital. Quando você conhece bem o seu público-alvo e fica por dentro das tendências, é possível trazer o seu negócio off-line para o ambiente digital e lucrar muito com isso.

 

Quer entrar para o mercado digital? Conheça o SparkFunnels e crie toda a sua estratégia.

Mais artigos para você

Negócios online: 11 dicas para ser um empreendedor de sucesso

De todas as maneiras pelas quais você pode desenvolver o seu produto ou serviço, levar os negócios para o online …

Análise SWOT: exemplo de como fazer no seu negócio digital

Se você está procurando uma ferramenta para ajudar na construção de um planejamento estratégico mais assertivo, que tal usar a …

Memes no marketing digital: como usar e exemplos

Imagens, vídeos, frases e outras mídias ressignificadas com alcance viral: por que usar memes no marketing digital não seria uma …

Ensino híbrido: como iniciar na sua escola

O ensino híbrido é uma das grandes apostas da educação para o século XXI. Embora tenha surgido antes da pandemia …

Como empreender do zero: veja o passo a passo

Se você deseja ter seu próprio negócio, mas ainda não sabe como, o empreendedorismo digital é uma ótima saída para …

O que é Análise SWOT e por que utilizar no negócio digital?

Se você pretende ingressar no mundo do empreendedorismo digital, precisa conhecer todas as ferramentas e as técnicas de gestão existentes …