Produtos digitais: o que são, como criar e vender em 2023

imagem de um tablet com um e-book aberto na tela, em uma mesa com xícara de café da manhã e plantas. Imagem com filtro roxo e texto em destaque: o que são produtos digitais

Se você deseja se tornar um empreendedor digital de sucesso, então é bom descobrir logo o que são produtos digitais. Afinal, no universo online, esses produtos têm crescido cada dia mais e se tornado um negócio lucrativo para muitas pessoas. 

Por isso, se você não sabe o que são produtos digitais, confira este artigo para se aprofundar nesse assunto e começar agora mesmo a faturar na internet. Boa leitura!

O que são produtos digitais?

Os produtos digitais, também conhecidos como infoprodutos, são materiais feitos em formato digital e distribuídos pela internet, como e-books e vídeos. 

Em sua grande maioria, os infoprodutos servem para fins educacionais, como os cursos online, que são muito procurados pelos usuários.

Vale lembrar ainda que esses produtos podem ser encontrados em grande variedade. Afinal, ferramentas, softwares e tudo o que há na web e que possa ser vendido e servir para levar praticidade para a vida das pessoas no digital, também fazem parte do pacote.

Por que criar um produto digital? 

1. Possibilidade de construir uma renda passiva

É isso mesmo! Você pode ganhar dinheiro sem precisar trabalhar o tempo inteiro. Afinal, ao produzir um produto digital, as vendas acontecem de um modo que você possa lucrar com um trabalho que já foi realizado. 

Além disso, é possível ter uma variedade de produtos digitais e trabalhar todos eles na internet, simultaneamente. Assim, vai ter sempre um dinheirinho caindo na sua conta. Maravilha, né?

2. Baixo investimento inicial ou praticamente nenhum

Ao fazer o seu produto digital, você precisa investir as suas energias em algo muito simples: o seu conteúdo. Ele é o único recurso com o qual você realmente precisa se preocupar. 

Afinal, o restante é só pesquisar na internet, como as próprias ferramentas para veicular o seu produto, sendo que muitas delas são gratuitas.

Portanto, o investimento financeiro é muito baixo nesse tipo de negócio!

3. Produto digital é a bola da vez

Quem acompanha as tendências do meio digital, sabe que a procura por infoprodutos só evolui a cada dia. Isso porque, as pessoas têm procurado se informar e estudar pela internet. 

Isso, consequentemente, gera mais oportunidades de negócios em praticamente todas as áreas existentes, o que torna os produtos digitais verdadeiros fenômenos. 

Quais são os tipos de produtos digitais?

Agora que você sabe o que são produtos digitais, saiba que existem diversos tipos de produtos digitais. Veja os principais do mercado:

  • E-book;
  • Webinários;
  • Curso online;
  • Templates;
  • Audiobook;
  • Mentoria online;
  • Workshops;
  • Softwares;
  • Newsletter. 

São muitas opções para definir qual é a melhor para cada momento da sua estratégia.

Quais são os produtos digitais mais procurados?

1. E-books

Entre as opções de infoprodutos, os livros digitais são os mais fáceis, rápidos e baratos de serem comercializados. E essa é uma ótima vantagem para empreendedores digitais iniciantes que não sabem por onde começar.

O legal é testar o seu público com assuntos que sejam relevantes para ele, mas sem exigir muito do seu esforço. Assim, você ganha musculatura para investir em conteúdos maiores e ainda mais lucrativos.

2. Cursos online

Os cursos online são a menina dos olhos da maioria dos empreendedores digitais e produtores de conteúdo. Afinal, criando um curso, você pode disponibilizá-lo em uma plataforma, sem limite de vendas. 

Além disso, essa é uma alternativa bastante rentável porque, com um mesmo conteúdo, você pode alcançar inúmeras pessoas, em diversas regiões do país e do mundo. 

Assim, para alcançar essa vasta audiência, você pode trabalhar o seu público com conteúdos menores, como lives, posts para redes sociais e até e-books gratuitos. Inclusive, a fórmula de lançamento é uma ótima estratégia para você bombar com esse formato

3. Workshops

Os workshops são um produto digital que tem feito muito sucesso na internet. Eles podem ser trabalhados como uma isca para um curso online ou até mesmo de forma independente, como um workshop pago sobre um assunto específico mesmo.

Vale dizer que essa é uma excelente opção para cativar o público e gerar identificação e empatia sem necessitar gastar e se preocupar com um local para alocar todo mundo.

4. Mentoria online 

Todo profissional precisa se reciclar e estar sempre informado. Por isso, as mentorias têm feito grande sucesso. Afinal, o trabalho de coaching está presente em praticamente todos os mercados. 

Então, caso você seja especialista em determinado assunto e/ou já tenha até mesmo feito mentoria em empresas ou liderado equipes, saiba que pode fazer isso no meio digital também. 

A mentoria online é uma forma mais próxima, e também mais rentável, de você trabalhar seu conteúdo na internet.

5. Audiobooks

Para pessoas que querem  mais praticidade, os audiobooks são excelentes. É basicamente como um e-book, mas, no lugar de páginas para serem lidas, há apenas áudio. Isso permite que todo conteúdo seja consumido enquanto realiza-se outras atividades.

Essa é uma produção que, apesar de aparentar, não demanda muito esforço e nem muitos recursos para ser colocada no ar. Portanto, também é interessante para quem quer investir no mercado digital. 

Como criar um produto digital em 6 passos?

Não basta apenas criar o seu produto digital e esperar que ele renda frutos. Você precisa contar com uma estratégia bem amarrada. Por isso, separamos 6 passos infalíveis para você trabalhar bem o seu infoproduto. Confira!

1. Defina qual será o produto digital 

Parece simples, mas muitos produtores de conteúdo erram nesse quesito. Afinal, cada produto digital precisa de uma estratégia pensada para ele. 

Por isso, pense bem no tipo de resultado que você pretende alcançar e veja qual será o produto digital mais adequado para alcançar os seus objetivos. 

2. Construa a sua persona

Quando você quer vender algo, precisa saber para quem está vendendo. Desse jeito, todos os seus esforços serão focados em uma mesma direção. Por isso, se você não tiver uma persona bem construída, seus planos podem ir por água abaixo. 

Para quem não sabe, a persona é um personagem semi-fictício do seu público-alvo. Ela reflete todos os gostos, a personalidade, a faixa etária, entre outras particularidades da sua audiência. 

Com ela, você saberá exatamente com quem está se relacionando na internet e, principalmente, o seu nicho de mercado.

Vale dizer que um mesmo negócio pode ter uma ou mais personas. Ou seja, você pode trabalhar produtos digitais para diferentes públicos dentro do seu negócio. 

Por exemplo: dentro do marketing digital, você pode ter um curso para quem deseja empreender ou para quem trabalha em uma empresa.

3. Defina o tema que será abordado

Definir um tema implica em olhar para a sua audiência e entender quais são suas dores e ambições. Afinal, de nada adianta falar sobre o assunto que ninguém se interessa, não é? 

Por isso, faça pesquisas em grupos do Facebook da sua área de atuação e até mesmo no Google. Ouvir as pessoas é a forma mais assertiva de escolher o tema certo para tornar o seu produto digital um sucesso.

Mas aqui vai uma dica: não basta apenas você ter conhecimento no tema abordado. É preciso também ter uma boa metodologia, que prenda a atenção dos consumidores.

4. Coloque em prática 

Essa é a parte mais difícil para qualquer pessoa que deseja empreender na internet. Afinal, é na hora de colocar as mãos à obra que muita gente desiste. 

Portanto, para que isso não aconteça com você:

  1. Organize sua rotina;
  2. Faça um planejamento de entregas para si mesmo;
  3. Lembre-se de que um objetivo é, acima de tudo, uma responsabilidade. 

E, embora ninguém esteja vendo, cobre-se como se fosse outra pessoa e não arrume desculpas para não seguir em frente.

5. Escolha uma plataforma para hospedagem, se necessário 

Uma plataforma para hospedar o seu produto digital ajuda, e muito, no seu sucesso. Afinal, com uma boa opção, você consegue oferecer ao seu cliente a melhor experiência, seja na maneira como ele vai consumir o conteúdo, ou como ele vai pagar também. 

Assim, saiba que a HeroSpark, além de hospedar o seu infoproduto, traz diversas outras vantagens, tendo tudo o que você precisa em um só lugar. Dá uma conferidinha!

6. Divulgue a venda 

Trabalho feito, chegou a vez de divulgar. Afinal, a propaganda é a alma do negócio. Portanto, sua estratégia de divulgação precisa contemplar os espaços virtuais onde o seu público está. Em outras palavras, vá atrás do seu cliente na internet!

Você pode utilizar as redes sociais, o WhatsApp ou até mesmo o e-mail marketing para vender o seu produto digital. Pense nos esforços que tudo irá demandar, planeje-se e execute.

Aproveite a oportunidade para aprender, no vídeo abaixo, como vender no automático no dia a dia:

Criar um produto digital ou ser afiliado: qual é melhor?

Depende. Quem deseja investir em infoprodutos, deve saber que existem duas principais formas de comercializá-los. Uma é criando o seu próprio conteúdo; a outra é entrando em um programa de afiliados, onde você pode encontrar diversos conteúdos já prontos.

Em um programa de afiliados, você age como um revendedor de um produtor digital. Assim, recebe parte dos lucros por cada venda. Tudo o que você precisa fazer é encontrar uma plataforma e ver quais são as vantagens. 

Vale dizer que tanto um empreendedor digital quanto um afiliado possuem pontos positivos e negativos quando falamos em lucratividade. 

Assim, caso você não tenha tempo de produzir seu produto digital e nem seja tão especialista em um assunto, um programa de afiliados pode ser perfeito para você atuar.

Qual é a sua escolha?

Seja para criar seu próprio produto digital ou para vender como afiliado, a HeroSpark pode te ajudar.

Botão
Imagem de oferta Mentoria Impulso Digital.
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *