Um blog sobre empreendedorismo, negócios digitais e cursos online


Não perca mais nenhuma novidade !

Assine nosso blog e ative as notificações para receber os melhores conteúdos sobre empreendedorismo


Saiba como a escolha de um bom programa de afiliados irá influenciar nos seus ganhos

programa de afiliados

Existe um ditado que diz que “nem relógio trabalha de graça”, você conhece? O empreendedor digital tem a oportunidade de abrir um negócio com um baixo investimento inicial. No entanto, esse negócio precisa ser lucrativo, pois ninguém trabalha de graça. Então, se você optou por adentrar no marketing de afiliados, deve saber que um dos primeiros passos para o sucesso é a escolha de um bom programa de afiliados.

O que é um programa de afiliados

Em suma, são as plataformas responsáveis por fazer a ponte entre produtores e afiliados. Elas se encarregam de hospedar os produtos disponibilizados por quem os produz e, ao mesmo tempo, de possibilitar que pessoas se afiliem a esses produtos e os divulguem.

O primeiro programa de afiliados surgiu em 1996 quando a Amazon criou o Amazon Associates. A gigante americana viu no meio digital uma oportunidade de aumentar as vendas de seus eletrônicos e, como podemos ver hoje, acertou em cheio!

Talvez, em um primeiro momento, você ache que o termo “programa de afiliados” seja algo muito inovador ou distante da sua realidade. Porém, diversas empresas consagradas no mercado brasileiro e, até mesmo, mundial têm programas de afiliados. É possível citar Ricardo Eletro e Magazine Luiza, que são empresas que também possuem lojas físicas.

Além dessas, tem a Netshoes que atua no Brasil, Argentina e México. A empresa focada em esportes já teve lojas físicas, mas hoje em dia atua 100% no meio digital e tem um excelente programa de afiliados também.

Os programas de afiliados vêm crescendo de forma exponencial no Brasil. Os maiores motivos são a possibilidade de criar um negócio altamente lucrativo com um baixo investimento e de se tratar de uma atividade legalizada no nosso país. Várias pessoas estão enxergando no marketing de afiliados uma possibilidade de saírem de seus empregos monótonos e criarem a sua própria empresa. 

Ao escolher uma boa plataforma para trabalhar é preciso se atentar aos produtos oferecidos, aos tipos de comissionamento, suporte dado aos afiliados e, obviamente, se são plataformas idôneas. Algumas plataformas são conhecidas por não honrarem seus pagamentos e deixarem seus afiliados na mão.

Produtos oferecidos

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, não é possível apenas se afiliar a produtos digitais, os infoprodutos. Existem plataformas que têm apenas infoprodutos em seu catálogo, mas também existem plataformas que vendem produtos físicos.

Plataformas como Monetizze e Eduzz oferecem tanto infoprodutos, quanto produtos físicos. E também existem plataformas que trabalham exclusivamente com produtos físicos, como a novíssima BRAIP.

E ainda temos plataformas que oferecem serviços. A HostGator, empresa que trabalha com hospedagem de sites, tem um programa de afiliados. A grande vantagem de trabalhar com serviços é a possibilidade de ganhar comissões de forma recorrente. Isso porque as comissões são pagas mensalmente enquanto o cliente usar os serviços vendidos.

Os produtos oferecidos por cada plataforma são fundamentais na hora de escolher em qual delas atuar. Em primeiro lugar, o produto deve fazer sentido no seu nicho de atuação. Lembre-se que, para gerar conversões, o produto precisa ser útil para a sua audiência.

Outro fator importante é a qualidade dos produtos oferecidos nesta plataforma. Opte sempre por trabalhar divulgando artigos de produtores conhecidos por realizar um trabalho competente. O marketing de afiliados está dentro do marketing de conteúdo onde o principal, como o nome já diz, é o conteúdo. O cliente precisa sair satisfeito após a realização de uma compra.

Tipos de comissionamento

Em uma definição bem simples: afiliados são pessoas que trabalham divulgando produtos de terceiros e ganham uma comissão por cada venda, confere o artigo onde eu falei tudo sobre o trabalho de um afiliado e fique por dentro desse mundo.

Logo, a comissão tem um importante papel na vida de um afiliado. Cada plataforma trabalha de um jeito, algumas aderem apenas a um tipo de comissionamento, enquanto outras utilizam vários deles. Obviamente, o tipo de comissionamento também vai depender do produto em questão.

Porém, você deve estar se perguntando como que os programas de afiliados sabem quem vendeu determinado produto, não é mesmo? Ao se filiar a um produto, você irá receber um link conhecido como “código de afiliação” e é responsabilidade sua divulgar esses links em suas redes sociais e outras plataformas. Toda compra que for realizada através deste código, a comissão será encaminhada para você.

Os valores da comissão dependem muito de produto para produto. Em geral, infoprodutos costumam ter uma comissão maior pelo fato de exigirem um menor investimento para a sua criação.

Porém, você precisa estudar quais são as suas metas e ter em mente onde você quer chegar. Com isso em mente, você poderá decidir se compensa mais ganhar uma comissão de 70% em um e-book de R$65,00 ou 10% em um curso de R$1200,00.

No entanto, nem todas as comissões giram em torno de vendas. Vou falar sobre os principais tipos de comissionamento e quais as vantagens e desvantagens de cada um deles. Vem comigo!

CPV (Custo Por Venda)

São as maiores comissões do mercado, certamente. E, justamente por esse motivo, acaba sendo o meio mais utilizado para pagamento. Aqui o afiliado só ganha sua comissão após concluir a venda. As comissões variam de acordo com o produto e plataforma, mas muitas delas chegam perto dos 50%.

O método de CPV é o utilizado pelo programa de associados da Amazon. Nele as comissões podem variar de 3 a 7%. No entanto, a empresa americana trabalha com o sistema de vendas relacionadas, ou seja, se o cliente comprar outros produtos no site, o afiliado ganha comissão em cima de todos eles.

CPC (Custo Por Clique)

É um dos métodos mais antigos usados na internet. Aqui os afiliados não dependem de concluir a venda, basta que os leads cliquem em seus links e/ou banners para o afiliado receber. Esse tipo de comissionamento é o usado pelo Google AdSense, por exemplo.

A desvantagem do CPC são os valores mais baixos de comissão, nesse caso o afiliado depende de uma grande audiência para ter vários cliques e conseguir um bom valor. No entanto, ele não depende de finalizar a venda para receber. Caso haja desistência no meio do processo de compra, o afiliado já vai ter recebido sua comissão.

CPA (Custo Por Ação)

As comissões são bem altas e também não dependem da conclusão da venda. O afiliado irá receber sua comissão quando alguém clicar em seu link e/ou banner e realizar alguma ação específica dentro do site do produtor, como preencher um formulário ou assinar uma newsletter.

CPI (Custo Por Instalação)

Esse modelo de comissão só começou a se destacar após a surgimento dos smartphones, obviamente. Nesse tipo de comissionamento o afiliado recebe toda vez que alguém baixar um aplicativo através de uma indicação sua. Quem trabalha com esse método deve ter em mente que trata-se de um modelo focado em tráfego mobile.

CPL (Custo Por Lead)

Esse método é muito utilizado nos negócios B2B, ou seja, negócios entre pessoas jurídicas. O afiliado recebe sua comissão toda vez que gerar um lead para a empresa contratante.

Suporte ao afiliado

Certa vez Bill Hewlett, fundador da HP, disse que “homens e mulheres desejam fazer um bom trabalho. Se lhes for dado o ambiente adequado, eles o farão”. E, no marketing de afiliados, o seu ambiente de trabalho é a plataforma do seu programa de afiliados. Logo, é fundamental que ela proporcione um bom suporte para auxiliar o afiliado em suas atividades.

Dependendo do produtor e da plataforma, serão disponibilizados banners para ajudar ao afiliado. Além disso, algumas permitem que o afiliado tenha acesso a uma amostra do produto para poder testar e divulgar o mesmo. 

E, principalmente, procure sempre pelas plataformas com os melhores pagamentos. Mas não preste atenção apenas nas comissões, mas em como e quando os pagamentos são feitos. Algumas plataformas liberam o pagamento no mesmo dia, enquanto que outras demoram até 7 dias úteis para liberá-lo.

Seja um afiliado HeroSpark

Aqui na HeroSpark temos um programa de afiliados quentíssimo! Trabalhamos com o melhor portfólio de cursos online e tratamos nossos afiliados com carinho. Além disso, nossos produtores disponibilizam ótimos valores de comissões.

Só para você ter uma pequena noção do trabalho que os nossos heróis realizam, vejam os números abaixo:

  • Mais de 90 mil cursos criados;
  • Mais de 621 mil certificados emitidos;
  • Quase 90 milhões de reais em cursos vendidos.

Os números são impressionantes, não é mesmo? Além disso tudo, os nossos afiliados têm incríveis condições de trabalho e um suporte de dar inveja na concorrência. Quais as vantagens de ser um afiliado HeroSpark:

Excelentes comissões

Trabalhamos com o método de comissão por venda (CPV) e, a cada venda, o afiliado pode ganhar uma comissão de até 50% do valor total do curso. E, principalmente, temos um avançado sistema de controle que garante aos afiliados que o seu pagamento seja feito de forma correta e em pouco tempo.

Materiais de apoio

Os nossos produtores disponibilizam materiais de apoio com dicas para auxiliar na divulgação de seus cursos. Cada material conta com diversas palavras-chave e copys de acordo com a especificidade de cada curso.

Cursos raros

Nosso portfólio de cursos conta com os melhores disponíveis no mercado! Trabalhamos com um alto controle de qualidade e só deixamos disponíveis cursos que agreguem valor aos alunos. Além disso, são cursos em nichos pouco explorados, ou seja, uma verdadeira mina de ouro.

Na HeroSpark trabalhamos apenas com cursos de qualidade, logo, todos os nossos produtores passam por um processo. Nossa plataforma possui apenas cursos com alta qualidade de som e vídeo. Também focamos em cursos bem organizados pedagogicamente, dessa forma garantimos aos nossos clientes que estão fazendo uma boa compra.

Além disso, todos os cursos têm uma oferta de demanda validada. Ou seja, são cursos procurados pelos consumidores e que têm potencial de vendas.

Relação plataforma-afiliado

Tratamos os nossos afiliados como amigos, esse é o nosso diferencial. Temos um suporte preparado para sanar suas demandas em tempo recorde.

E, para complementar, nossos afiliados têm participação em uma rede exclusiva de produtores e afiliados com capacitação periódica. Dessa forma, estarão sempre atualizados das novidades para manterem suas vendas sempre em alta.

Canal aberto

Disponibilizamos pesquisas de satisfação para os nossos afiliados, além de uma coleta de feedbacks trimestrais. Sendo assim, temos um canal aberto com a nossa rede de afiliados para que eles possam colaborar com o crescimento do nosso programa.

Acho que ficou bem claro como é fundamental escolher um bom programa de afiliados, não é mesmo? Ao se abrir um novo negócio, é sempre necessário que haja muito estudo e empenho, em um negócio digital não poderia ser diferente.

Estude e veja quais programas de afiliados mais se encaixam ao seu tipo de negócio e como eles podem te ajudar a vender mais. Qualquer dúvida, deixe um comentário aqui embaixo e logo eu respondo!

Até a próxima, herói.

Mais artigos para você

O que é webinar e como gerar mais leads com ele

Você não sabe o que é webinar? Pois então, é com enorme prazer que informo que os seus problemas acabaram! …

O que é Landing Page: tudo o que você precisa saber

Se você está inserido no empreendedorismo digital, muito provavelmente sabe o que é Landing Page. Mas será que você tem …

Como aumentar suas vendas fazendo um webinar encantador

No marketing digital existem diversas técnicas para atrair e converter mais leads. No entanto, dificilmente alguma delas terá um custo …

Landing Page: como criar páginas que convertem?

Seu negócio digital não anda faturando muito? Por algum motivo clientes novos não chegam a sua empresa e você não …

Negócio digital: aprenda a lucrar com o seu

Investir em um negócio digital atualmente está sendo a mina de ouro de milhares de empreendedores no Brasil. Segundo o …

Tudo o que você precisa saber para vender mais usando Storytelling

A visão de mundo que temos, hoje em dia, é uma coleção de histórias. Isso acontece porque pessoas que contam …