Tipos de empresas: qual escolher na hora de abrir um negócio digital?

Pessoas trabahando em uma empresa. Fundo roxo e legenda: "Tipos de empresas"

Você finalmente decidiu que está na hora de criar o seu próprio negócio e trabalhar com a internet? Então saiba que para obter sucesso no meio é fundamental que seu negócio esteja encaixado em um dos tipos de empresas no Brasil.

No entanto, essa escolha pode ser difícil e confusa. Afinal de contas, o Brasil possui diversos tipos de empresas e portes diferentes. Entender tudo isso e ainda fazer a escolha certa para o seu negócio pode parecer uma tarefa impossível.

Para ajudar você, separamos neste artigo todas as informações que você precisa conhecer para regularizar o seu negócio e começar a atuar no mercado tranquilo! Confira!

Por que formalizar o seu negócio digital?

Quando iniciamos um negócio digital, sempre começamos pensando nos produtos que vamos vender, qual será o nome do negócio e como começar a divulgá-lo. Mas, para que ele tenha sucesso, é preciso que ele seja formalizado.

A formalização da empresa, por mais que seja um trabalho burocrático, é o que vai permitir que o seu negócio consiga alcançar o sucesso. É a partir dela que sua empresa consegue acessar diversas vantagens, como:

  • Proteger o seu faturamento com a venda dos produtos digitais;
  • Acessar condições diferenciadas de crédito e empréstimos;
  • Garantir o pagamento dos impostos certos para pessoa jurídica.

Além disso, ao realizar a formalização, você consegue passar mais profissionalismo para o mercado. Assim, seu público verá que você leva seu negócio digital à sério e pretende crescer no meio.

 

 

Quais são os tipos de empresas existentes no Brasil?

No momento de formalizar a sua empresa, é necessário escolher entre os diversos tipos de empresas que existem no Brasil. Atualmente, existem 7 tipos que você conhecerá melhor a seguir.

 

1. Microempreendedor Individual (MEI)

Esse é o tipo de empresa mais conhecido pelas pessoas. O MEI é a opção perfeita para quem está iniciando um negócio. Além disso, todo o processo de abertura de empresa ocorre pela internet. 

Sendo MEI, o seu negócio poderá ter até 1 funcionário registrado e um faturamento anual de até R$81 mil.

 

2. Empresa Individual (EI)

Esse tipo de empresa é parecido com o MEI, sendo destinada aos empreendedores que faturam entre R$81 mil e R$360 mil por ano.

Nesse modelo, não existe separação entre o dinheiro da pessoa física com a jurídica. Na prática, isso indica que, caso o empreendedor contraia alguma dívida na empresa, ela poderá ser quitada com o patrimônio da pessoa física.

 

3. Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI)

Esse tipo de empresa é indicado para quem consegue faturar mais por ano. Com ela, o valor total investido para abrir uma empresa, também chamado de capital social, precisa corresponder a 100 vezes o salário mínimo vigente.

Nesse modelo, o empreendedor é o único titular da empresa, onde o seu patrimônio pessoal é separado do patrimônio empresarial.

 

Imagem de oferta Mentoria Impulso Digital.

4. Sociedade Limitada (Ltda.)

Para quem gerencia um negócio digital ao lado de um parceiro, a Sociedade Limitada pode ser uma boa opção. Ele foi feito para empresas com dois ou mais sócios, onde cada um responde pelas suas responsabilidades e dívidas de modo proporcional ao capital social.

Nesse modelo, o patrimônio individual de cada sócio é separado da organização, e é possível definir quais são as funções de cada um no negócio.

 

5. Sociedade Simples (SS)

Também feito para quem trabalha ao lado de sócios, esse modelo se difere do anterior por se destinar somente aos prestadores de serviços. Arquitetos, dentistas, advogados, entre outros profissionais podem se beneficiar desse modelo de empresa.

A Sociedade Simples ainda é dividida em outras duas modalidades: Sociedade Simples Pura e Sociedade Simples Limitada.

Na Pura, não existe separação entre o patrimônio pessoal dos sócios com o da empresa. Já na Limitada, essa separação existe, não permitindo, assim, que o patrimônio pessoal dos sócios seja tomado.

 

6. Sociedade Anônima (S/A)

Esse é um dos tipos de empresas no Brasil destinada aos negócios maiores, já que os impostos são cobrados no valor real do faturamento, fazendo com que eles sejam elevados. Aqui, o capital social da empresa é dividido em ações onde cada sócio tem a sua parcela.

Dessa forma, os lucros obtidos são divididos entre todos os acionistas. Nesse modelo, também é possível ter capital aberto, onde parte das ações são vendidas ao público, ou o fechado, onde as ações são divididas entre os sócios e pessoas convidadas.

 

7. Sociedade Limitada Unipessoal (SLU)

Como último tipo de empresa, temos a SLU, sendo que essa é uma ótima opção para quem deseja trabalhar sem sócios. Isso acontece porque, nesse modelo, o patrimônio pessoal do empreendedor é protegido.

Esse tipo de empresa é semelhante à Ltda e a EIRELI, mas se difere por não necessitar de um alto capital social ou de um sócio.

 

Quais são os diferentes portes de empresa?

No Brasil, existem 5 portes diferentes de empresas, sendo que eles são definidos de acordo com o número de funcionários (seu tamanho) e o seu faturamento anual. Confira quais são eles!

  • MEI: o MEI é um tipo de empresa e define um porte ao mesmo tempo. Aqui, são classificados os negócios de apenas um funcionário registrado e que apresente um faturamento anual de até R$81 mil.
  • Microempresa (ME): aqui são classificadas as empresas que possuem um faturamento anual de até R$360 mil, com no máximo 19 funcionários para indústrias e 9 para o comércio.
  • Empresa de pequeno porte: esse porte é destinado às empresas com faturamento entre R$360 mil e R$4,8 milhões por ano, que possuam até 99 funcionários para indústria e 49 para comércio.
  • Empresas de médio porte: são aquelas que possuem de 50 a 99 funcionários na indústria ou de 100 a 149 para comércio e serviços.
  • Empresas de grande porte: são aqueles que possuem mais de 100 funcionários na indústria ou mais de 500 funcionários em comércio e serviços.

 

Qual é o melhor tipo de empresa para o seu negócio? Como escolher? 

Agora que você já conhece todos os tipos de empresas e portes, deve ter batido aquela dúvida sobre qual delas escolher. Mas calma que a gente já explica para você.

Na hora de fazer essa escolha, é fundamental que você conheça muito bem o seu negócio e o que ele necessita. Para isso, recomendamos que você comece a pensar e definir alguns pontos-chave, como:

  • Se vai precisar atuar ao lado de sócios;
  • O valor que sua empresa precisa para iniciar;
  • O tipo de atividade que você vai realizar;
  • Se vai ser necessário ter funcionários, e se sim quantos;
  • E uma estimativa de seu faturamento e lucro anual do seu negócio.

Com essas informações definidas, você já consegue ter uma ideia de qual tipo de empresa é a ideal para você. A partir disso, você pode estudar os tipos de empresa no Brasil para ver em qual delas o seu negócio digital se encaixaria. 

Para te ajudar nesse processo e garantir que você faça uma boa escolha, é interessante ir até um escritório de contabilidade. Leve com você as informações levantadas sobre seu negócio para conseguir receber uma boa assistência dos profissionais.

Além disso, também é interessante fazer uma análise da concorrência, para descobrir os tipos de empresas dos seus concorrentes, entre outras informações. 

Para isso, você pode usar a ferramenta da HeroSpark, que analisa sua concorrência e gera insights valiosos para você. Baixe-a gratuitamente agora mesmo!

Banner escola de psicanálise
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.