Um blog sobre empreendedorismo, negócios digitais e cursos online


Não perca mais nenhuma novidade!

Assine nosso blog e ative as notificações para receber os melhores conteúdos sobre empreendedorismo


Como fazer um anúncio de venda que converte

Como fazer um anúncio de venda que converte

Com o avanço da tecnologia, cada vez mais empresas estão se destacando no meio digital, procurando interação e engajamento com a sua audiência através do marketing digital e buscando contato pelas redes sociais com o intuito de direcionar clientes em potencial com o famoso anúncio de venda.

 

Assim, confira neste artigo algumas estratégias para obter sucesso com o anúncio de venda do seu serviço ou produto no meio digital, para que ele seja ainda mais valorizado e procurado entre os consumidores.

 

Anúncios que convertem

 

Quando se fala na criação de um anúncio de venda para um produto ou serviço, é de suma importância ter um planejamento cuidadoso e estratégico para criar diversos tipos de anúncios que se convertam.

 

Saber identificar quando um usuário clica no seu anúncio de texto ou assiste a um vídeo, e na sequência pode realizar a compra do produto que está sendo anunciado, entender esse processo de análise do seu público-alvo, sempre mantendo em vista questões como a política de privacidade, é fundamental para se obter sucesso nas vendas online.

 

Dessa forma, ainda que se tenha uma análise de todo o procedimento, para que se obtenha bons resultados, de forma que apresente uma oferta de valor para o público, é fundamental que as pessoas que vejam o anúncio estejam certas de que farão um bom negócio.

 

Assim, a dica é manter o foco na segmentação com base nos dados certos, buscando com que a sua mensagem seja entregue por clientes em potencial, ou seja, para quem realmente tem interesse no seu produto ou serviço.

 

Também é preciso buscar a otimização dos resultados e monitorar os dados do anúncio. Isso vai facilitar a identificação das ações que estão apresentando um bom resultado e corrigir as que não estão apresentando resultados satisfatórios.

 

Ainda assim, há campanhas que são boas, mas os usuários passam por problemas na hora de encontrar aquilo que procuram. Por isso, é preciso analisar todo esse procedimento para que se obtenha uma taxa de conversão maior, resultando em um maior número de vendas.

 

Dessa forma, empreendedores buscam criar anúncios que convertam com sucesso. Por isso, usam diferentes estratégias para alcançar resultados, mantendo o foco no marketing digital. A cada ano esse tipo de marketing fica mais forte, já que a Internet chega a mais lares brasileiros e as pessoas ganham mais confiança para comprar on-line.

 

Estratégias para um anúncio de venda

 

Segmentação

 

Uma estratégia fundamental para fazer um bom anúncio de venda online é a segmentação. Ou seja, o anúncio precisa ser desenvolvido pensando no avatar.

 

Aliás, não adianta nada prepará-lo e não direcioná-lo para possíveis clientes em potencial. Fatores como idade, local de acesso e o dispositivo utilizado podem ser definidos nesse momento.

 

Planejar e analisar esses funis de venda é de extrema importância na hora de se obter resultados com seus anúncios, desde o momento em que o cliente em potencial entra em contato com a landing page, até o momento de efetivação da compra.

 

É com essa análise e planejamento de direcionamento estratégico que você conseguirá obter resultados quando for criar um anúncio. Assim, é de suma importância que você esteja transformando cliques em dinheiro, pois vender online depende de uma estratégia elaborada, detalhada e complexa.

 

Landing page

 

A landing page para a qual o usuário é direcionado após clicar no seu anúncio deve ser algo limpo que permita que o futuro comprador poderá realizar esse procedimento rapidamente.

 

Essa é uma das estratégias fundamentais para se obter sucesso, tanto para produtos físicos quanto digitais, pois uma landing page bem estruturada e desenvolvida melhora a geração de vendas diretas e leads, aumentando assim a performance online. Dessa forma, é necessário planejar uma landing page que possa trazer mais tráfego para o seu site, melhorando a geração de leads e vendas diretas.

 

Com isso, há um aumento do engajamento, para que clientes deixem comentários positivos nas redes sociais. Assim, é provável que os próximos tenham mais confiança sobre o seu produto ou serviço.

 

Além de atrair os visitantes para a sua página, é importante que eles façam alguma ação relacionada à proposta da sua empresa. Levando isso em consideração, existem diversas estratégias que podem ser utilizadas como a CTA.

 

AIDA: atenção, interesse, desejo e ação

 

O método AIDA considera informações sobre o que o consumidor pensa, precisa e se interessa, para propor as estratégias necessárias, gerar leads e alcançar mais vendas.

 

Assim, o modelo serve para incentivar clientes indecisos para que continuem a avançar pelo seu funil de vendas. Ao desenvolver um anúncio de venda com todas as características do modelo AIDA, provavelmente obterá bons resultados.

 

Com isso, será mais fácil da empresa transformar um desconhecido em um cliente em potencial e, depois, em um cliente mais fiel e que valorize os serviços e produtos. Cada letra da sigla é referente a uma etapa.

 

Antes de conhecer o método AIDA, aprenda mais sobre copywriting. Ele vai ser muito útil nesta jornada de criar um anúncio de venda:

 

 

67 headlines para páginas de vendas

Agora, saiba como utilizar o AIDA para criar vantagens competitivas e aumentar as suas vendas de uma forma significativa.

 

1. Atenção

 

A atenção é o primeiro ponto do seu anúncio de venda. Esse é o período de descobrimento, uma primeira impressão.

 

O que acontece é que, hoje, os consumidores são bombardeados 24 horas por dia por mensagens publicitárias, o que acaba se tornando repetitivo e pode fazer com que não ocorra um segundo contato do cliente com a marca.

 

Portanto, é necessário entender como se diferenciar dos seus concorrentes, e uma das melhores formas de abordagem é a “interrupção criativa”. Mais do que apenas mostrar o produto, o objetivo do anúncio deve ser quebrar padrões existentes de comportamento, por meio de uma mensagem inesperada e criativa.

 

Ademais, lembre-se de que essa é uma estratégia possível graças às inúmeras opções de segmentação que temos à disposição nas redes sociais e no meio digital como um todo.

 

2. Interesse

 

Depois de conseguir a atenção do consumidor, o próximo passo é gerar o interesse por aquilo que você tem a oferecer. Essa fase significa que o consumidor já entrou no seu funil de vendas e, provavelmente, está interessado em saber mais sobre a marca e as vantagens do seu produto ou serviço.

 

Assim, você precisa manter esse potencial cliente envolvido em suas ações de marketing, de forma que o conduza de modo sutil em direção à tomada de decisão.

 

Esse é o momento de se concentrar nos pontos fortes do seu produto, os que são mais relevantes para os problemas que o consumidor enfrenta. É importante mostrar que você possui exatamente a solução para o problema que o cliente tem.

 

Uma maneira de fazer isso é garantir que as informações de seus anúncios sejam de fácil entendimento, com subtítulos e ilustrações interessantes. Perceba também se os benefícios estão bem claros nas páginas de produtos ou tente desenvolver estudos de caso de clientes satisfeitos com seu produto para que possam servir de prova social.

 

Definir o avatar do seu negócio também é um ponto crucial. Esse processo fornece elementos suficientes para escolher qual a melhor mensagem e qual o melhor canal para desenvolver esse interesse.

 

3. Desejo

 

Nessa etapa do anúncio de venda, você já conseguiu despertar o interesse do potencial cliente e mantê-lo envolvido na sua narrativa. No entanto, ainda podem existir obstáculos e imprevistos para chegar ao resultado desejado.

 

Assim, o modelo AIDA leva isso em conta ao diferenciar o interesse do desejo. A proposta dessa terceira etapa é levar o consumidor do “eu gosto” para o “eu quero”. Para que, assim, ele perceba a necessidade por aquele serviço ou produto em específico e todos os seus diferenciais.

 

O lado positivo disso tudo é que interesse e desejo podem ser buscas simultâneas da sua estratégia. Assim, ao apresentar as vantagens de um produto, você instiga o lead tanto a gostar, quanto a perceber que precisa dele.

 

Normalmente, o estágio de desejo está no meio do funil de vendas, na fase em que um consumidor compara o produto com as ofertas de outros concorrentes. O cliente já sabe que sua empresa existe, percebeu a sua necessidade e sabe que sua marca tem a solução para o seu problema. Entretanto, ele ainda deseja verificar outras alternativas disponíveis no mercado.

 

Na prática, ele compara as soluções que despertaram o interesse, mas ainda há margem para o convencimento ser completo. Portanto, seu trabalho nessa etapa deve ter como foco destacar o que o consumidor ganha ao escolher você, e não outra marca ou empresa.

 

Deixe bem claro que ele não encontra tais benefícios em outros produtos e que sua solução é exatamente aquilo que ele precisa. Assim, é possível adicionar valor ao produto, despertar a vontade e induzir o indivíduo à compra.

 

4. Ação

 

Esta é a peça final do quebra-cabeças, é a parte mais estreita do seu funil, consistindo no ato da compra em si. Esse estágio da ação no AIDA está relacionado a transformar todo o desejo em resultado.

 

É importante ter em mente que esse resultado pode ser qualquer coisa, desde uma assinatura de newsletter até uma venda propriamente dita. Tudo depende do que você almeja alcançar. Assim, o que importa é garantir a ação. Independentemente de qual seja, o potencial cliente já chega nesse estágio com a decisão praticamente tomada, falta apenas um incentivo para que seja concluído o processo.

 

Existem, ainda, formas de induzir o consumidor ao ato, como descontos antecipados, ofertas individuais, testes gratuitos e sistemas de referência. Para infoprodutos, por exemplo, oferecer uma garantia de devolução do dinheiro ou definir uma política de devoluções pode estimular a ação daquelas pessoas com o receio de não gostarem do produto por não terem tocado nele ainda.

 

Outra opção, também ao vender online, é apostar em um senso de urgência. Com ele, você instiga o cliente a comprar rápido antes que o produto acabe no estoque ou que o serviço não esteja mais disponível.

 

Uma empresa que trabalha muito bem esse tipo de gatilho mental é a Amazon.

 

Ao criar anúncios dizendo que resta apenas um número baixo de unidades do produto no estoque, a loja cria um “problema” para o consumidor. Isso faz com que ele fique com “medo” de perder a oferta, o que muitas vezes é exatamente o “empurrãozinho” que o cliente precisava para apertar em “comprar”.

 

Agora, se você deseja criar landing pages para o seu anúncio de venda de uma forma simples e gratuita, conheça o SparkFunnels. Com ele, com certeza, você fará páginas mais profissionais.

pesquisa panorama dos negócios digitais

Mais artigos para você

Quanto custa promover no Instagram e 4 dicas para 2021

Você sabe o que é impulsionar um post? É transformar uma publicação de um vídeo, uma imagem ou um carrossel …

Autoresponder: por que investir neste recurso?

Muita gente não conhece ou não sabe o que é a ferramenta autoresponder, no entanto, esse é um instrumento muito …

Mentoria: saiba como criar e vender a sua

Se você deseja ingressar no empreendedorismo digital, precisa saber o que é e como criar uma mentoria. Isso porque essa …

Lançamento de produto de sucesso: saiba como fazer

Fazer um lançamento de produto bem sucedido é complexo: requer organização e participação em todas as etapas, desde a concepção …

Vender curso online: 10 dicas para atrair alunos

Vender curso online pode parecer uma tarefa difícil, mas não precisa ser assim. Neste artigo você vai descobrir que, com …

Marketing de relacionamento: o que é e como usar

Hoje é mais fácil produzir na internet, mas também é mais difícil se destacar, já que vários produtores disputam o …