empreender com a herospark

Muito se fala em redes sociais e, inclusive, há pessoas ganhando dinheiro por meio delas. O que são e o que há de especial nessas redes?

 

As redes sociais são sites e apps voltados para vários tipos de relacionamentos: entre amigos, entre empresas e entre empresas e clientes. 

 

Uma das primeiras redes sociais se chamava SixDegrees, de 1997, e não era muito diferente do que vemos hoje: um perfil próprio do usuário que podia adicionar outros perfis para o seu círculo de contatos, publicar em murais e enviar mensagens. 

 

Dessa forma, as redes sociais têm essa essência, uma fórmula que persiste há mais duas décadas. 

 

Entenda, neste artigo, sobre o DNA das redes de relacionamento e como usá-las no seu negócio.

 

As principais redes sociais da atualidade

 

O Facebook ainda é a maior rede social do mundo. O maior produto do programador e empresário Mark Zuckerberg tem 2,38 bilhões de usuários — número expressivo, mesmo com o seu poder de banir contas quando infringem algumas regras. Entretanto, há outras opções que se destacam no mercado. 

 

Confira, logo mais, como usar cada rede social para impulsionar o seu negócio.

 

Facebook

 

Primeiramente, crie uma página para a sua empresa. Não há necessidade de ter um perfil. É a page que agrega valor com o número de curtidas e possibilidade de veiculação de anúncios. 

 

Preencha todas as informações solicitadas, como dados de contato, horário de funcionamento, cardápio (no caso de restaurantes e afins) e, caso você tenha um negócio físico, faça o check-in nele para o endereço ficar salvo e poder ser marcado no Instagram também.

 

Com a página pronta, defina o seu público-alvo. Isso vai ajudar com outras etapas essenciais, como a identidade visual da página, o tom de voz e as publicações a serem realizadas. 

 

Além de investir em marketing de conteúdo e tráfego pago no Facebook, também faça um bom atendimento, sendo cortês e interagindo bem com os seguidores. 

 

WhatsApp

 

É a rede social de conversas com mais usuários ativos por mês, ultrapassando o Facebook no acesso via celular. 

 

Além de se relacionar e atender bem seus clientes, você pode enviar descontos e ofertas via lista de transmissão. Para isso, saiba quais clientes aceitam receber mensagens da lista, adicione-os e envie as informações mais direcionadas. 

 

Pensando nessa facilidade de disseminação de mensagens, outro caminho é investir no marketing viral no WhatsApp. Dessa forma, aproveite conteúdos que bombaram em outros canais de comunicação e leve-os para que eles se tornem populares também no app de mensagens. 

 

Por fim, aproveite as funcionalidades do WhatsApp Business. Com ele, você pode programar chatbots para atender os clientes e realizar pesquisas de satisfação. Adicionalmente, crie um catálogo com seus produtos ou serviços.

 

YouTube

 

Em média, o Facebook é utilizado por 17 minutos por dia e o Instagram, por 7 minutos. Entre eles, está o YouTube, com 11 minutos. Isso significa que não é bom deixar essa rede social de fora do seu negócio. 

 

Tendo público-alvo na plataforma, apenas invista em conteúdo relevante, no volume mínimo de uma vez por semana. 

 

O marketing no YouTube pode ajudar você em muitos pontos, como:

 

  • Rankear palavras-chaves de alta dificuldade nos mecanismos de busca;
  • Veicular anúncios em vídeos ou em banners;
  • Fazer parcerias com YouTubers e influenciadores;
  • Monetizar seu próprio conteúdo;
  • Ser uma plataforma para conteúdos de pré-lançamento;
  • Fazer networking e entrevistar parceiros do ramo de atuação.

 

Uma das funções mais exploradas no YouTube é a de hospedagem de conteúdos gratuitos relacionados a um infoproduto, como cursos online. Então, em vez de pagar uma plataforma para subir seus conteúdos gratuitos e menos elaborados, utilize a rede social. 

 

As pessoas, primeiramente, vão apenas se interessar e, aí sim, você disponibiliza a assinatura dos conteúdos principais na área de membros

 

A HeroSpark, por exemplo, é uma plataforma robusta, com a possibilidade de criação de landing pages, entrega de certificado, pagamento via SparkPay e muito mais. Ideal para o seu conteúdo de lançamento.

 

 

Instagram

 

É a rede social apropriada para a publicação de fotos e imagens, com 1 bilhão de usuários mensais. Crie um perfil comercial para falar do seu negócio, pois ele traz métricas e outras funcionalidades imprescindíveis para quem deseja obter resultados quantificáveis.

 

Como Instagrammer, você deverá criar e/ou participar da produção de conteúdo na rede — de forma consistente, para que o algoritmo trabalhe a favor da sua conta. A plataforma oferece muitas possibilidades para a criação desse conteúdo que, assim como no Facebook, pode servir de anúncio. Confira as opções:

 

Conteúdos para o feed

 

  • Posts 

Conhecimentos diversos, memes, vídeos, lives salvas, fotografias bem editadas do seu produto… tudo isso são diferentes opções de posts para publicar no perfil. O feed é uma espécie de vitrine, ela estampa o seu perfil e contribui com a identidade da sua marca.

 

  • Guias

Os guias, como o nome sugere, são conjuntos de posts, como pastas com descrições, semelhante ao Pinterest. Sobretudo se você não tem um site, eles podem ser úteis para agrupar conteúdos publicados sobre cada serviço, tornando sua empresa mais clara para seus possíveis clientes.

 

  • Reels

São conteúdos de vídeo, que podem ou não ser adicionados ao feed. O marketing digital para reels pode ser visto como uma transição entre as publicações de stories e de feed, ou seja, devem ter uma pegada de entretenimento, mas que leve o usuário a algum lugar no funil de vendas.

Outras funcionalidades

 

  • Instagram Stories

Já os stories são os conteúdos que duram 24h e são agrupados na região superior do celular ou computador utilizado pelo público. O ideal é publicar stories, pelo menos, a cada turno do dia. Para que sempre que alguém entrar no Instagram, conferir algum story seu. Diferente dos materiais do feed, devem ser mais leves, pessoais e não tão sérios ou alinhados ao trabalho.

 

  • Lives

É a função de transmitir vídeo ao vivo pela plataforma, inclusive de forma colaborativa, com um convidado. São opções: live de tira-dúvidas, live commerce, entrevistas, bate-papo com seguidores etc. 

 

  • Filtros

Os filtros do Instagram, além de customizarem seus stories, deixando-os personalizados e atrativos, podem ajudar no alcance da sua conta. Não deixe essa estratégia de lado. 

 

  • Instagram Shopping

Instagram Shopping é a funcionalidade perfeita para quem acha que sites de lojas virtuais, como o Shopify, são bichos de sete cabeças. Essa seção do app permite você criar o seu e-commerce, com a publicação de fotos, vídeos e descrições dos produtos com os preços. 

 

Cada usuário do Instagram pode acessar facilmente todas as lojas do seu círculo de contatos e outras sugeridas. Pode também adicionar itens a uma lista de desejos, ver sugestões de lojas do próprio Instagram, explorar coleções de produtos etc.

 

LinkedIn

 

O LinkedIn pode não estar no pódio das redes sociais mais acessadas, mas é a maior rede profissional e de negócios B2B (business-to-business). 

 

O primeiro passo é ter um perfil atraente: com foto e imagem de capa de qualidade e que tenham relação com o seu negócio. Escreva uma biografia com palavras-chave e que finalize com uma call to action. Por fim, capriche nas experiências profissionais, incrementando-as com breves descrições dos cargos ocupados.

 

Com isso, sua conta estará apropriada para o compartilhamento de conteúdos, como no Instagram. Se necessário, invista em anúncios e/ou crie uma página para o seu negócio. De uma forma ou de outra, a ideia é se conectar com possíveis parceiros de trabalho.

 

Twitter 

 

O Twitter também ajuda no crescimento do seu negócio, mas é necessário se adaptar à média de vida útil de cada tweet, que é de 18 minutos. Na comunidade, sempre aparece algum tweet que ‘hita’ — termo que os usuários desta rede usam para um conteúdo que faz muito sucesso — e é por causa disso que há influenciadores no Twitter, que fecham até parcerias com diversas marcas.

 

Similar ao LinkedIn, crie um perfil com foto, imagem de capa e biografia bem elaborados. Saiba que muitos usuários preferem interagir com as marcas pelo Twitter, sobretudo pela resolutividade, como exemplificam os canais exclusivos de suporte @TIM_AJUDA e @SpotifyAjuda. 

 

Diferença entre rede social e mídia social

 

Mídia social é o meio que possibilita o diálogo entre as pessoas, o canal que abriga a rede social (que existe independentemente das plataformas de comunicação). Antes da Internet, a principal mídia social era o clássico bate-papo “ao vivo e a cores”. Hoje, as possibilidades são mais diversificadas. 

 

Dessa forma, toda rede social é mídia social, mas nem toda mídia social é rede social.

 

Marketing para redes sociais: vale a pena?

 

Entenda por que vale a pena investir em redes sociais para crescer o seu negócio digital.

Vantagens

 

  • Informa em tempo real

 

As redes sociais são os canais mais acessados nessa era de transformação digital. Portanto, se você quer comunicar algo para o máximo de pessoas, comece por elas. 

 

Inclusive, quando pensamos no Twitter, a proposta inicial da rede era a de ser um pequeno blog dos usuários. Porém, hoje a plataforma se tornou uma excelente fonte de notícias, lives relevantes e assuntos em tendência (trending topics).

 

  • Divulga produtos e serviços a baixo custo

 

De novo: as pessoas acessam as redes sociais o tempo todo. 

 

Passar sua marca para as redes significa colocá-la sob os holofotes: fazer com que qualquer usuário tenha acesso a ela e sem custo algum — a menos que você impulsione publicações ou crie anúncios.

 

  • Torna as opiniões dos clientes mais acessíveis 

Muitas vezes, você atende um cliente em um estabelecimento físico, ele vai para casa e você fica sem saber o que ele achou do produto ou serviço. Com o uso das redes sociais, você pode monitorar o que falam do seu negócio.

 

Seja elogios ou reclamações, uma hora ou outra, alguém vai dar um feedback gratuito e isso é ótimo para alinhar sua solução com as expectativas do seu público-alvo.

 

Desvantagens

 

Por outro lado, também há limitações nas redes de relacionamentos, como:

 

  • Carrega o risco de exposição de dados 

A criação de um perfil em uma rede social envolve a solicitação de determinados dados pessoais e, algumas vezes, essas informações fogem do nosso controle. 

 

  • Pode viciar

Cada elemento de uma rede social foi pensado para que o usuário permaneça o maior tempo possível nela: desde a cor da página inicial ao som das notificações. Apenas tenha cuidado para que o funcionário que gerencie a rede da sua empresa não se perca também.

 

  •  Pode espalhar fake news

Depois de alguns escândalos, muitas pessoas até associam o WhatsApp às fake news. Ao compartilhar conteúdos com a sua audiência, sempre se certifique de que as notícias são verdadeiras.

 

As redes sociais são canais cheios de possíveis clientes que as acessam constantemente, seja qual for o ramo do negócio. Não deixe de montar sua estratégia e escolher as melhores redes para o seu produto ou serviço.

 

A HeroSpark é uma ótima ferramenta para ajudar na promoção do seu conteúdo. Obtenha um guia de toda a jornada dos seus possíveis clientes, experimente hoje mesmo

 

vender cursos online herospark

3 Comentários

  1. Tiago Silva disse:

    Poxa! Como é legal encontrar conteúdos de nível!!!
    Só tenho a agradecer por compartilhar seus
    conhecimentos.
    Abraços…

  2. […] Essa enorme audiência, não só no Brasil, fez com que a rede se tornasse uma excelente ferramenta de marketing digital. Assim, saber usar as métricas do Instagram é fundamental para aumentar a taxa de engajamento e o número de seguidores das suas redes sociais. […]

  3. […] falamos de redes sociais, um dos principais questionamentos dos empreendedores é: “devo misturar ou não as redes sociais […]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *