empreender com a herospark

Não é que o termo “empreendedorismo digital” esteja na boca do povo, ele não está! Mas, se comparado a anos anteriores, esse modelo de negócio digital nunca esteve tão em alta como agora.

 

O principal motivo para esse crescimento é, com certeza, o maior acesso à internet e a crescente digitalização das nossas vidas. Ou seja, cada vez mais fazemos coisas, inclusive compras no mundo virtual.

 

Então, se você quer se beneficiar desse tal empreendedorismo digital, vem comigo, pois eu vou explicar tudo sobre esse tema neste post!

 

O que é empreendedorismo digital?

 

Vamos começar do básico: qual o conceito por trás do termo empreendedorismo digital? Afinal, se você quer saber como ganhar dinheiro com alguma coisa, antes de tudo, você precisa saber o que é isso, não é mesmo?

 

Sendo assim, vamos entender mais a fundo o que é empreendimento digital e como o ambiente virtual se transformou em um ótimo espaço para negócios.

 

Basicamente, o empreendedorismo digital é a criação de um negócio digital, que depende do acesso à Internet. Uma vez que, necessariamente, o produto ou serviço oferecido precisa ser comercializado dentro do ambiente online.

 

Segundo a definição da pesquisa Panorama dos Negócios Digitais 2020, empreendedorismo digital diz respeito ao “desenvolvimento de um modelo de negócios que tem como objetivo oferecer um produto ou serviço por intermédio da internet”.

 

Isto é, as pessoas donas de um negócio digital. Quem trabalha com venda de cursos online, e-commerce, marketing de afiliados, dropshipping, infoprodutos, prestação de serviços digitais em geral, conteúdos, entre outros, podem ser considerados empreendedores digitais.

 

Logo, fica claro que o dono de um empreendimento digital ganha dinheiro por meio do acesso à Internet. Sendo ou não este negócio digital a sua principal fonte de renda. Há muitas maneiras de colocar o conceito de empreendedorismo digital em prática. As mais comuns são: desenvolver um produto ou serviço próprio e depois comercializá-lo na internet.

 

Já a outra forma de negócio digital bastante usada é vender produtos de terceiros por meio de um blog ou site. Nesse modelo, o afiliado, que é desenvolvedor ou produtor daquela mercadoria vendida por você, deve trabalhar em conjunto e de forma harmônica com o dono da plataforma.

 

Assim, ambos poderão estabelecer juntos os critérios de decisão em relação ao que será comercializado. Esse é um fator fundamental para atingir o sucesso e retorno financeiro, nesse caso de empreendedorismo digital.

 

 

Vantagens do empreendedorismo digital 

 

A realidade de trabalho por trás do empreendedorismo digital é bem atraente. Por esse motivo, muitas pessoas têm entrado nesse mercado. Isso porque, o acesso à Internet permite algumas vantagens.

 

Por exemplo, a automatização de processos, fazer o seu próprio horário, ser o seu próprio chefe e ter chances reais de ter um retorno financeiro. Essas são apenas algumas das principais razões pelas quais muitas pessoas entram nesse ramo.

 

 

O que é ser um empreendedor digital?

 

Já sabemos que o empreendedor digital é quem possui um negócio digital. No entanto, não é tão simples assim. Essa pessoa será um profissional que precisa ter como perfil, obviamente, o gosto pela Internet. Não é preciso dominá-la, mas pelo menos ter interesse, uma vez que o foco de um empreendimento digital é conseguir se desenvolver dentro do espaço virtual.

 

Além disso, é necessário também para quem quer abrir um empreendimento digital estudar bastante o mercado de finanças e entender o público-alvo. Assim como se aprofundar sobre temas importantes que irão interferir na estruturação do seu negócio digital. Por exemplo, o nicho de mercado e o marketing digital, que veremos de forma profunda mais adiante.

 

Empreendedorismo digital x físico

 

Tanto o empreendedorismo digital quanto o físico tem o mesmo objetivo: gerar lucro e promover mudanças positivas. Mesmo assim abrir um negócio digital tem algumas diferenças que acabam sendo bem mais atraentes.

 

Isso porque um empreendimento digital não exige tanta infraestrutura como, por exemplo, instalações, grandes espaços, veículos ou pelo menos inicialmente, funcionários. Dessa forma, os custos de um negócio digital são consideravelmente menores que os de um empreendimento físico.

 

O empreendedorismo digital também abre uma série de outras possibilidades, que não são possíveis quando se abre negócio físico.

 

Por exemplo, um negócio digital permite que você trabalhe com quem quiser e não somente com pessoas que podem se deslocar até onde você está. Dá para escolher o seu time de acordo com as suas funções e qualidades, sem que haja qualquer restrições.

 

Além disso, ao contrário do que muitos pensam, não é preciso ter um super aplicativo para o seu negócio digital dar certo. A maioria dos sites brasileiros não tem um aplicativo próprio ou exclusivo.

 

 

O crescimento do empreendedorismo digital com o acesso à Internet 

 

Hoje não é difícil encontrar ou conhecer um negócio digital com um nicho de mercado distinto. O principal responsável por isso foi a popularização do acesso a Internet. Com o aumento expressivo dos seus usuários, o empreendedorismo digital ganhou força no Brasil e no resto do mundo.

 

O espaço virtual passou a significar muito mais que apenas um campo informacional, de diversão ou de entretenimento para nós. Hoje em dia, o acesso à Internet também representa uma oportunidade e um local para o desenvolvimento de um empreendimento digital, que cresce exponencialmente em número, nicho de mercado e vendas a cada ano.

 

Com certeza, o maior acesso à Internet foi o que permitiu ao mundo se tornar mais conectado e dependente globalmente. E esses são fatores fundamentais para a expansão do negócio digital. Além disso, a comodidade de poder comprar sem sair de casa, proporcionada também pelo acesso à Internet, gerou um crescimento do empreendedorismo digital.

 

O empreendedorismo digital é uma nova forma de negócio que vem ganhando espaço | Foto: Freepik

O empreendedorismo digital é uma nova forma de negócio que vem ganhando espaço | Foto: Freepik

 

Segundo o portal Ebit, as pessoas passam o triplo de tempo navegando na web em comparação ao período que elas gastam assistindo televisão. Enquanto 94% dos consumidores pesquisam no ambiente online o produto desejado antes de comprar algo. Com isso, o Brasil se tornou hoje o responsável por quase 60% de todas as operações comerciais online da América Latina.

 

Se não se convenceu do poder conquistado pelo empreendedorismo digital, esses dados irão provar para você como essa é uma tendência em expansão. No primeiro semestre de 2016, o e-commerce cresceu 5,2%. Os seus consumidores registraram um crescimento de 31%, somando mais de 23 milhões de pessoas que compram ativamente por meio da Internet.

 

Mas esse crescimento também se deve a outro fator: a adequação ao mobile, ou seja, aos celulares. De acordo com a Digitalks, 79% do tráfego web são originais de dispositivos móveis e cada vez mais sites de compras são adaptados para outros dispositivos além do desktop.

 

 

Tipos de negócio digital

 

Há várias formas de empreendedorismo digital. Essa é uma área que se desenvolve cada vez mais, visando suprir as necessidades e resolver os problemas das pessoas. Por isso, os novos formatos e tipos de negócios online surgem buscando ser mais funcionais para o público e assim aumentar as vendas.

 

1. Empresas físicas com lojas virtuais 

Grandes empresas já consolidadas veem no ambiente virtual uma possibilidade de aumentar ainda mais as suas vendas. Dessa forma, hoje é difícil encontrar uma marca famosa que não tenha uma loja para clientes realizarem compras online. Muitas lojas físicas se tornaram também negócios digitais.

 

2. Exclusivamente virtuais 

O empreendedorismo digital possibilitou o surgimento de grandes empresas, que são exclusivamente um negócio digital. Muitos negócios aproveitaram a onda de popularização do acesso à Internet e foram visionários! Esses são os casos, por exemplo, da Netshoes, do Submarino e da Amazon, que atualmente têm uma enorme relevância no mercado e no público consumidor.

 

3. Marketplaces 

Os marketplaces são grandes portais. Esse tipo de empreendedorismo digital junta vários estoques de diferentes empresas em um único lugar, pode ser mercadorias de grandes ou pequenas lojas.

 

Então, esse tipo de negócio digital cria uma plataforma de intermediação de compra e depois, distribui as mercadorias. São exemplos de marketplaces famosos: Walmart, Dafiti e Magazine Luiza.

 

 

Os Negócios Digitais no Brasil

 

A cada ano mais pessoas estão largando seus trabalhos tradicionais para adentrarem no mundo do empreendedorismo digital. Os motivos são dos mais diversos e já vistos anteriormente, como:

 

  • Negócios altamente escaláveis;
  • Baixo investimento inicial;
  • Flexibilidade de horários e local;
  • Possibilidade de se tornar seu próprio chefe;
  • Alcance mundial.

Se “apenas” esses fatos não te impressionaram, talvez este dado impressione: 54% dos empreendedores digitais criaram seus negócios há menos de 1 ano. Desses, 23% começaram há menos de 3 meses, aponta o relatório.

 

Esses dados mostram, de fato, que o empreendedorismo digital vem se tornando uma tendência no Brasil. Com o avanço das tecnologias e, principalmente, o compartilhamento de informações, os brasileiros estão começando a perder o medo de entrar nesse mercado e montar o seu negócio digital.

 

Dentro dos empreendimentos digitais, um modelo que vem ganhando bastante destaque são os cursos online. Principalmente, quando o assunto são cursos livres voltados para determinada área do conhecimento.

 

Primeiramente, a revista Forbes havia feito um levantamento apontando que até 2015 o e-learning movimentava 107 bilhões de dólares nos Estados Unidos, mas essa marca acabou sendo batida.

 

Agora, mais recentemente, a mesma revista apontou que esse mercado movimentará $325 bilhões no país até 2025.

 

Por mais que os números brasileiros estejam bem distantes dos norte-americanos, a tendência é que o nosso mercado acompanhe esse crescimento. Atualmente, temos muitos influenciadores lançando cursos online e tornando essa modalidade mais conhecida entre os brasileiros. Erico Rocha, Nathalia Arcuri e Thiago Nigro são apenas alguns dos exemplos bem-sucedidos.

 

Prova de que os cursos online estão ganhando muito espaço no Brasil é o fato de que 55% dos empreendedores se utilizam do e-learning para aprender novos conteúdos e se atualizarem. Você quer conferir mais números relativos ao ensino remoto que está em expansão? Então, vamos lá!

 

 

O e-learning no Brasil 

 

Como dito logo acima, o cenário do e-learning no Brasil é muito animador. Há uns 2 anos, por exemplo, muitas pessoas associavam o Ensino a Distância com universidades EaD. Obviamente, esse é um mercado muito grande, pois são mais de 1,5 milhões de alunos matriculados em universidades não presenciais.

 

No entanto, atualmente, muitas pessoas quando ouvem coisas como “Ensino a Distância” ou “cursos online” já conseguem pensar em cursos livres. Você que tem o interesse em se tornar um empreendedor online sabe como criar um curso que vende milhões?

 

Dos empreendedores em atividade no Brasil, 34% deles atuam no mercado de cursos online. Esse número, apesar de ainda ser bem modesto, tem crescido de forma exponencial.

 

Além disso, quando falamos de empreendedorismo digital, seja marketing de afiliados, curso online ou e-commerce, o empreendedor tem a possibilidade de vender para o mundo inteiro. Essa, com toda a certeza, é uma das grandes vantagens de trabalhar no ambiente digital.

 

 

Como ser um empreendedor digital? 

 

Depois de entender o que é empreendedorismo digital, chegou o momento de montar efetivamente o seu negócio digital para que possa efetivamente começar a ganhar dinheiro com isso.

 

1. Escolha o seu nicho de mercado

Decidir qual vai ser o seu nicho de mercado, isto é, o segmento, setor ou recorte específico com que vai trabalhar, é um fator que irá influenciar (e muito!) no sucesso do seu empreendimento digital.

 

Logo, o nicho de mercado é basicamente a escolha do que será vendido pelo seu negócio digital. Essa decisão deve ser o primeiro passo a ser tomado e precisa levar em conta alguns pontos, como: se o planejamento é viável, se realmente há espaço naquele nicho de mercado para o produto ou serviço que você deseja comercializar e se há pessoas dispostas a pagar pelo preço que quer cobrar.

 

No entanto, o fator mais importante é ter afinidade com o nicho de mercado escolhido. Você não deve levar em conta, apenas o retorno financeiro para tomar essa decisão. Isso é um grande erro. É necessário no mínimo gostar e ter conhecimento sobre a área. Dessa forma, as chances de sucesso são maiores.

 

2. Análise do mercado 

Para dar certo no empreendedorismo digital, também é importante, depois de identificar se existe espaço no nicho de mercado escolhido, checar se o mercado pode oferecer a você vendas suficientes para que tenha o retorno financeiro desejado. Afinal, o objetivo do negócio digital é dar um bom lucro, que compense o esforço e o investimento.

 

Se analisar o mercado e perceber que há espaço e potencial para lucro, então há uma oportunidade de negócio. Caso contrário, o seu empreendimento digital ainda precisa passar por novas adaptações e mais pesquisas antes de receber efetivamente um investimento.

 

 

3. Estude o público-alvo que você quer atingir 

Essa etapa está diretamente ligada com a escolha do seu nicho de mercado e é fundamental para que seu negócio digital dê certo e gere lucro.

 

Faça pesquisas antes! Somente então trace o perfil do seu público-alvo e da persona do seu empreendimento digital. Conversar com potenciais e possíveis clientes ajudará você a descobrir quais são as necessidades, desejos, dores e expectativas quanto ao produto ou serviço que você deseja vender ou produzir.

 

4. Defina o formato dos seus produtos 

O ideal para que o seu empreendimento digital tenha sucesso é ter um produto inovador. Para isso, estude oportunidades e materiais, converse com outros profissionais do seu nicho de mercado, participe de eventos e analise alguns dos seus concorrentes.

 

5. Tenha um planejamento para o seu negócio digital 

O primeiro planejamento que fará é o financeiro! Depois de decidir se vale a pena investir no seu nicho de mercado e no seu produto, agora é a hora de realizar o planejamento financeiro do seu negócio digital. Veja o quanto quer e pode investir nele.

 

Também é importante definir o quanto cada etapa e categoria precisa. Por exemplo, no empreendedorismo digital é necessário destinar verba para o marketing digital, domínio, desenvolvimento do produto, dentre outros fatores.

 

Além disso, faça uma estimativa do quanto você pode obter de lucros e quando receberá esse retorno financeiro. Com o tempo, você pode ajustar melhor esse planejamento. Não se esqueça de planejar também as etapas de lançamento e de funcionamento do seu negócio digital. Isso evitará que você acabe se perdendo no meio do caminho.

 

Realize um calendário para o empreendedorismo digital, que contenha todas as suas estratégias. Esse plano será o lugar para onde você irá recorrer caso algo não dê certo ou saia do planejado no seu negócio.

 

6. Escolha um domínio para comprar 

Agora chegou a hora de começar a concretizar o seu empreendimento digital. Escolha um domínio para comprar, esse será o seu endereço na web. Depois vem mais partes técnicas fundamentais para o empreendimento digital como a cara do seu site, usabilidade e funcionalidade.

 

É preciso que o seu produto ou serviço seja disponibilizado para compra em algum lugar online. Além de um site, há plataformas que permitem a disponibilização do seu produto e também permitem que você realize todo o processo de venda com segurança e ainda interaja com os seus clientes.

 

7. Pense no seu marketing 

 

Estude as possibilidades de marketing digital e de conteúdo. Isso será fundamental para a divulgação do seu negócio. Afinal, não adianta nada dominar o conceito do empreendedorismo digital, mas não deixar ninguém conhecer o seu produto.

 

Pense em quais redes sociais tem mais a ver com o seu nicho de mercado e público-alvo. Crie conteúdos para blogs e produza vídeos. Isso atrai bastante audiência, o que é fundamental para converter vendas.

 

Mas para isso acontecer, é preciso ter autoridade e convicção sobre o que se fala. Assim você transmite mais credibilidade. Não se esqueça de manter um bom relacionamento com o consumidor para fidelizá-los.

 

 

8. Tenha afinidade com a Internet 

 

Não basta ter apenas acesso à Internet, é preciso dominá-la. Se não gostar ou não tiver vontade de aprender sobre os espaços e elementos virtuais ficará difícil ao longo do tempo manter um empreendimento digital. Esse é um fato que pesará para o desenvolvimento do seu negócio digital mais à frente.

 

O que é um produto digital? 

 

Antes de decidir se tornar dono de um empreendimento digital, é preciso saber o que você pode vender. Os produtos digitais são todos os materiais produzidos justamente de forma digital e disponibilizados para venda online. É a partir deles que você irá construir o seu negócio digital. Por isso, dê muita atenção ao seu desenvolvimento.

 

Esses produtos podem ser, por exemplo, cursos online, e-books e até aplicativos. Uma vantagem dos infoprodutos é que como eles são produzidos e vendidos por meios digitais os seus custos são bem menores.

 

Ideias e tipos de produtos para empreendedorismo digital 

 

Se você quer começar um negócio digital, mas não tem nenhuma ideia, não tem problema! Há mundo de coisas que pode fazer e adaptar as suas preferências e estilo de vida. Como os infoprodutos, que não demandam tanto investimento, mas tem um bom retorno.

 

Cursos 

Cursos curtos e práticos, independente do nicho de mercado, são uma ótima aposta. Os conteúdos podem ser sobre técnicas de escrita, marketing digital, educação financeira, entre outros. Crie um blog para esse nicho de mercado com conteúdos frequentes e relevantes para gerar engajamento e audiência. Depois disso, é só começar a vender os produtos.

 

 

E-book 

Crie um produto digital sobre dicas fáceis para atividades comuns do dia a dia que sejam relevantes para o seu nicho de mercado escolhido. Nada impede que o seu empreendimento digital seja um e-book sobre dicas de estudo, investimento, cuidados com os pets e etc. A partir de então, é só vender em plataformas de afiliados.

 

Consultoria 

Se você tem autoridade, conhecimento e experiência sobre um assunto, não perca tempo e comece a dar consultorias por meio do acesso à Internet. Depois, é só começar a procurar clientes do seu nicho de mercado para o seu empreendimento digital.

 

Aplicativos 

Essa forma de empreendedorismo digital pode ser mais complexa e exigir mais experiência. Porém, é uma ótima opção para quem tem conhecimento na área de tecnologia. O importante aqui é criar um aplicativo que resolva o problema das pessoas e gerem soluções.

 

Como diminuir os riscos ao abrir um empreendimento digital? 

 

Obviamente, que qualquer tipo de empreendedorismo irá envolver alguns riscos. Isso faz parte de qualquer atividade que envolve o relacionamento com os clientes, investimentos de recursos e empreendedorismo.

 

No entanto, o cumprimento das etapas citadas acima já minimizam as chances do seu negócio digital dar errado logo de cara. Mas há alguns erros que você pode evitar serem cometidos. Isso já diminui muito os riscos do seu empreendimento digital dar errado.

 

 

1. Não achar que o marketing digital é importante 

O principal dos erros mais comuns, é deixar de investir no marketing digital, que é fundamental para a divulgação do seu produto ou serviço. Muitas vezes as pessoas minimizam a sua importância.

 

É bem normal que as pessoas montem sites e páginas em redes sociais, mas deixem de abastecer com conteúdos frequentes e relevantes. Além de não investirem efetivamente no marketing digital. Dessa forma, não adianta esperar um retorno nas vendas, não é mesmo?

 

 

2. Investir em um nicho de mercado seguro

 

Preferir um nicho de mercado seguro não é, de forma alguma, sinônimo de sucesso. Há algo chamado inovação disruptiva, ou seja, o que é novo pode ser mais atraente e interessante para um negócio digital que está apenas começando. Assim como no empreendedorismo físico, a inovação e o planejamento são a melhor fórmula para quem chegar ao sucesso.

 

3. Não ter paciência 

 

Muitas pessoas quando vão começar um empreendimento digital acham que já no início irão ganhar rios de dinheiro ou que para ter sucesso é necessário apenas um site e escolher um nicho de mercado.

 

Na verdade, infelizmente, não é assim que funciona o empreendedorismo digital.

 

Para um negócio digital ir para frente é necessário muito mais que isso. Será exigido do empreendedor muita dedicação e trabalho, além de paciência. Isso porque, leva tempo razoável para uma grande margem de lucro ser conquistada e o seu empreendimento digital se desenvolver.

 

 

4. Pensar apenas no retorno financeiro 

Pode parecer uma visão romanceada sobre o empreendedorismo digital. No entanto, não deixa de ser verdade. Qualquer empreendedor físico ou online não deve pensar somente no lucro. Lógico que o retorno financeiro é um objetivo, mas não deve ser o único ou a causa principal pela qual está abrindo o seu negócio digital.

 

É preciso sempre buscar fazer com que o seu empreendimento digital traga impactos positivos para a sociedade por meio de conteúdos de qualidade. Esses são os produtos que fazem sucesso. Caso esteja focado somente em ganhar dinheiro, não conseguirá ir mais a fundo e pensar realmente em como oferecer soluções para as pessoas. Se tiver essa mentalidade de proporcionar mudanças, com certeza o seu negócio digital dará certo, pois dessa forma é bem fácil conquistar e fidelizar clientes.

 

Um erro muito comum é esquecer disso à medida em que você consegue conquistar audiência para o seu site. Quando isso ocorre é normal que empreendedores passem a oferecer produtos de terceiros, somente porque a comissão é boa do ponto de vista financeiro.

 

Entretanto, os clientes do seu negócio digital compram de você por causa da existência de uma relação de confiança. Por isso, provavelmente, eles compraram essa mercadoria que não é tão boa, pelo menos não como o seu padrão havia estabelecido, e ficarão frustrados. Consequentemente, você perderá essa audiência relevante que demorou tanto para adquirir.

 

 

É possível ganhar dinheiro com o empreendedorismo digital? 

 

Você deve estar querendo fazer essa pergunta desde o início do texto, não é mesmo? A resposta é sim! É possível ganhar dinheiro com o empreendedorismo digital e as chances disso acontecer não são poucas.

 

Lembre-se: não é fácil nem rápido, mas não desista. A possibilidade do seu negócio digital dar certo é proporcional a quantidade de tempo, estudo, esforço, planejamento e trabalho que investiu nele.

 

Além disso, o empreendedorismo digital é um vasto espaço que ainda não foi explorado por completo. Há nicho de mercado, por exemplo, que nem foi devida ou suficientemente conhecido ou descoberto. Sem contar ainda que esse é um mercado em expansão. Ou seja, se muitas pessoas têm acesso à Internet hoje, no futuro esse número crescerá substancialmente.

 

 

SparkStart: a porta de entrada do Empreendedorismo Digital 

 

Na internet existem diversos conteúdos ensinando pessoas comuns a criarem negócios lucrativos. Por um lado, isso é muito bom, até porque muitos desses conteúdos são disponibilizados de forma gratuita. Mas, olhando de outro ângulo, esse comportamento é muito nocivo aos aspirantes ao empreendedorismo digital.

 

A sobrecarga de informações e o nível de conteúdos de procedência duvidosa atrasam a vida de quem não sabe como se orientar. Pensando em resolver problemas como esses, a HeroSpark desenvolveu o SparkStart, um programa capaz de tirar você do zero e te levar até o momento do primeiro lançamento.

 

 

A metodologia Start é validada pelo mercado e, acima de tudo, desenvolvida por empreendedores que estão nessa jornada há anos.

 

Aliado ao SparkStart, lançamos a pesquisa Panorama dos Negócios Digitais 2020, visando orientar empreendedores que não sabem como se posicionar. O relatório da pesquisa conta gráficos, dados e insights capazes de abrir a cabeça de qualquer pessoa. Nele você encontrará informações como:

 

  • Onde os seus concorrentes estão investindo?
  • Quais redes sociais são mais usadas por empreendedores?
  • Nichos mais abundantes
  • Plataformas mais utilizadas
  • Quais são as referências para quem está começando?
  • Insights desenvolvidos através do cruzamento de vários dados.

 

Se você quiser baixar o relatório completo e de forma gratuita, é só clicar nesse botão que está aparecendo aqui embaixo.

 

 

BAIXAR RELATÓRIO COMPLETO

 

Se você deseja entrar de cabeça no mundo do empreendedorismo digital, o relatório da pesquisa e o SparkStart irão te dar insumos suficientes para você criar uma verdadeira máquina de dinheiro. Você não vai ficar de fora, né?

 

Conheça o blog da HeroSpark sobre empreendedorismo digital 

 

Gostou desse tipo de conteúdo? No blog da HeroSpark sobre empreendedorismo digital, você pode acessar muitas outras matérias e conteúdos com dicas sobre o tema e se aprofundar muito mais sobre negócio digital. Acesse aqui e confira!

vender cursos online herospark

6 Comentários

  1. Manu Marques disse:

    A sobrecarga de informação com certeza é perigosa para empreendedores digitais iniciantes. A internet facilita a comunicação e por isso muitos se aproveitam e disponibilizam conteúdos que não nos ajudam mas sim nos atrapalham. Obrigada pelo artigo!

  2. Diego disse:

    Ótimo artigo, me esclareceu muitas dúvidas. Obrigado!

  3. Najara disse:

    O empreendedorismo digital é realmente a melhor forma de se ter um negocio hoje em dia.
    Adorei o artigo, parabéns pela riqueza de detalhes

  4. MARCELLO DI SILVESTRO disse:

    Ótimo conteúdo.
    O empreendedorismo digital é a oportunidade de ser próprio chefe. A era da internet abriu várias portas no mundo digital deixando cada vez mais o trabalho convencional.

  5. […] empreendedorismo digital vem crescendo cada vez mais no mercado, assim como o público que consome os serviços dessa forma […]

  6. […] que os grandes produtores de conteúdo ganham com seus canais, algumas pessoas desejam investir no empreendedorismo digital e se tornarem […]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *