herospark comece grátis agora

Para ingressar de maneira estratégica no empreendedorismo digital, é necessário pensar nas suas soluções de maneira diferente. Ou seja, deve-se projetar uma esteira de produtos para que você possa atender os leads que estão ingressando no seu funil de vendas, bem como os clientes antigos que desejam comprar soluções mais aprofundadas.

Mas, afinal, o que é e como criar uma esteira de produtos? Fique tranquilo! É sobre isso que vamos falar neste texto. Assim, você vai aprender a desenvolver soluções digitais que possam atender seus clientes independente do estágio de maturidade. 

O que é esteira de produtos?

A esteira de produtos é uma sequência lógica de soluções que você vai oferecer para os seus clientes, ou seja, são os diversos produtos digitais que desenvolveu para solucionar os problemas do seu avatar. Nesse caso, é possível compor a sua esteira com produtos:

 

  • front-end: soluções mais baratas e menos aprofundadas;
  • back-end: soluções mais caras e mais aprofundadas;
  • high-end: soluções diferenciadas com valor elevado.

É importante que eles estejam alinhados, assim os clientes conseguem perceber que os produtos são o aprofundamento de um determinado conhecimento. Isso também é essencial porque reforça a sua autoridade perante o assunto tratado.

Por exemplo, você pode oferecer primeiro um e-book sobre marketing de afiliados, depois um curso online com o mesmo tema e, por fim, uma mentoria individual para que o cliente coloque em prática este conhecimento.

Dessa forma, é possível tanto atender os clientes que desejam se aprofundar no tema, quanto pessoas que estão em diferentes estágios de maturidade. Ou seja, desde uma pessoa que não conhece o tema até aqueles que desejam apenas comprar algo com um conteúdo mais denso.

Além disso, é possível fazer com que o cliente comece comprando um produto de entrada até chegar no high-end. Portanto, quando você tem uma esteira de produtos, fica mais fácil mostrar para o seu público quais são as suas soluções e como cada uma delas pode atendê-lo. 

 

Como criar uma esteira de produtos?

Mas, afinal, como criar uma esteira de produtos? Para isso, você precisa seguir um processo que exige muito pensamento estratégico, pesquisa e criatividade.

Lembre-se também que é necessário levar em consideração em cada produto alguns fatores, como a profundidade do conteúdo, a etapa do funil de vendas, o esforço de produção e o preço previsto.

 

Entenda o mercado

O primeiro passo para criar uma esteira é conhecer o seu avatar e os seus concorrentes. Isso porque são eles que irão ajudar você a construir produtos que possam ter demanda.

Lembre-se de que a sua solução precisa trazer resultados para o cliente, ou seja, você deve pensar em qual é a transformação que ela pode proporcionar. Ou, ainda, o que o consumidor pode perder se não obter o seu produto.

Além disso, veja como os concorrentes construíram a sua esteira, bem como quais estratégias utilizam para atrair os clientes para cada um dos seus produtos. Essas informações ajudarão você a desenvolver produtos diferenciados para o mercado.

 

Crie uma isca digital

Isso mesmo! A sua esteira de produtos pode começar com um produto gratuito, seja ele um e-book ou um webinar sobre o mesmo tema das suas futuras ofertas. Essa isca digital serve para que a sua audiência conheça o seu trabalho e reconheça que você tem autoridade sobre aquilo que fala.

Após criar a isca, deverá construir uma landing page para oferecê-la para as pessoas através de anúncios nas redes sociais, por exemplo. É por meio dela, que você conseguirá coletar os dados dos seus leads que, por sua vez, serão utilizados para vender os demais produtos da sua esteira.

Neste vídeo, explicamos como criar e distribuir a sua isca digital:

 

 

Crie o seu produto front-end

O produto front-end, também conhecido como produto de entrada ou produto mais barato, é a primeira oferta da esteira de produto que você fará a sua audiência. Geralmente, ele não é tão aprofundado, mas entrega um conteúdo de valor. Por exemplo, um e-book, um webinar, uma aula gratuita, um checklist, uma planilha, entre outros.

Para colocá-lo à venda é necessário ter uma plataforma digital, bem como uma página de vendas no qual o seu cliente possa fazer todo o processo de checkout e pagamento. Isso é possível por meio da HeroSpark.

Já no caso da divulgação, pode ser feita por anúncios nas redes sociais ou sequências de e-mail marketing, por exemplo.

Em relação ao valor, ele costuma ser mais barato para conseguir atrair a atenção da sua audiência e conquistar a sua confiança. Nesse caso, o objetivo não é necessariamente lucrar, mas, sim, pagar os custos, conseguir o máximo de clientes possível para o seu negócio, bem como demonstrar a sua autoridade sobre o tema tratado no infoproduto.

 

Crie o seu produto back-end

Já o produto back-end, é mais aprofundado que o front-end. Nesse caso, o produto digital mais comum é o curso online, pois ele entrega mais conteúdo que um e-book, por exemplo. Para tanto, você precisará contratar uma plataforma digital para hospedar o produto, bem como criar a página de vendas.

Além disso, você deve utilizar estratégias mais elaboradas, já que ele tem um valor mais elevado. Para isso, é possível usar táticas ensinadas na fórmula de lançamento, como o lançamento interno. Diante disso, você precisa criar 3 vídeos CPL (conteúdo pré-lançamento) para conduzir a sua audiência até a sua oferta.

Também é necessário usar gatilhos mentais, como a escassez, a urgência e a prova social, para impulsionar o processo de decisão do cliente. Isso porque o objetivo deste produto é escalar o seu negócio digital, ou seja, vender o máximo de vezes possível para gerar lucro.

Por isso, nesse caso o conceito de overdelivery deve ser empregado por meio de bônus divulgados e surpresas, como a disponibilização de plantões de dúvidas ao vivo em determinados períodos.

Você deve estar se perguntando: qual valor cobrar por este produto? Nesse caso, ele depende do seu nicho de atuação, das condições do mercado, dos seus concorrentes, do perfil do seu cliente e dos diferenciais que você proporciona.

 

Crie o seu produto high-end

É importante mencionar que você precisa estar preparado para criar um produto high-end. Isso porque ele exige um alto grau de especialização no tema tratado, bem como você precisa ter a sua autoridade reconhecida, uma boa audiência disposta a comprar sua solução e tempo para se dedicar ao produto.

Este tipo de produto é aquele no qual os clientes compram quando já tem um nível de maturidade maior no assunto tratado. Isso porque eles confiam no expert, bem como considera-o uma autoridade no tema. Sendo assim, pode ser um atendimento individualizado, como uma mentoria, uma consultoria ou um evento privado.

Nesse caso, você pode cobrar valores bem mais elevados. Isso porque demanda mais tempo e dedicação para entregar o seu conteúdo. Já em relação a divulgação, é possível fazer por meio de campanhas de e-mail marketing utilizando a base de clientes mais fiéis.

Uma dica é realizar a venda do produto em um bate-papo individual agendado. Dessa forma, você demonstra o nível de personalização do atendimento desde o início e consegue conquistar a atenção do cliente.

Agora que você já sabe o que é e como criar uma esteira de produtos, que tal começar a colocar a mão na massa? Você sabia que a HeroSpark tem ferramentas que podem te ajudar a construir a sua esteira de acordo com o seu funil de vendas?

Assim como temos modelos prontos para elaborar as páginas de vendas e os e-mails que serão disponibilizados aos leads. Isso mesmo! Estamos preparados para atender às suas demandas e ajudá-lo a transformar a sua paixão em um negócio digital de sucesso.

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *