empreender com a herospark

Se você é um infoprodutor, precisa conhecer todas as estratégias de marketing digital existentes no mercado para conseguir atrair a atenção do seu cliente ideal. Nesse caso, estamos falando do inbound e outbound marketing.

 

Elas são duas estratégias diferentes que ajudam no processo de atração, conversão e fidelização dos seus clientes. Mas você sabe qual é a diferença entre elas? Como funcionam? Ou, ainda, qual delas escolher?

 

Então, continue a leitura e confira todas as informações que separamos sobre as duas estratégias de marketing mais usadas pelos infoprodutores. Vamos lá!

 

O que é inbound marketing?

 

O inbound marketing, também conhecido como marketing de atração, é uma estratégia na qual você produz conteúdos para atrair a atenção dos potenciais clientes. Ou seja, são publicados conteúdos relevantes de acordo com o funil de vendas para que as pessoas se interessem pela sua marca e, consequentemente, se tornem seus clientes fiéis.

 

Portanto, ele é uma estratégia de marketing que busca atrair e fidelizar clientes para uma determinada marca. Mas para que isso aconteça é necessário conhecer muito bem o seu avatar.

 

Isso porque quando você sabe as características, as dores, os desejos, as objeções de compra e os hábitos de consumo do seu cliente ideal, fica mais fácil criar conteúdos relevantes e direcionados para atrair a atenção da audiência certa.

 

Lembre-se de que o seu produto ou serviço digital precisa resolver o problema do seu avatar. Dessa forma, quando você cria conteúdos que apresentam que você tem interesse em ajudá-lo, é possível conquistar a sua confiança e, consequentemente, a adesão ao seu infoproduto é espontânea.

 

Como funciona o inbound marketing?

 

Vale destacar que no inbound marketing você precisa criar estratégias para que simples visitantes se tornem embaixadores da sua marca. Para isso, é necessário criar conteúdos que levem o avatar até o fundo do seu funil de vendas.

 

Diante disso, você tem que desenvolver conteúdos de atração, ou seja, mais genéricos relacionados ao problema do avatar. Dessa forma, é possível conseguir que as pessoas visitem o seu site ou blog.

 

Depois disso, deve-se criar conteúdos mais aprofundados associados a uma landing page ou um formulário para obter os dados dessas pessoas e transformá-las em leads. Feito isso, você começa a enviar e-mail marketing para nutrir esses leads com conteúdos direcionados ao infoproduto para aumentar a intenção de compra.

 

A partir desse momento, o lead vai demonstrar interesse e você consegue convertê-lo em cliente. Não se esqueça que depois de vender o infoproduto você precisa continuar nutrindo o seu cliente com conteúdos para que ele se mantenha fiel a sua marca.

 

Nesse caso, é possível enviar materiais que ajudem a consumir o seu produto digital, bem como conteúdos relacionados a outros infoprodutos. Por exemplo, imagine que o cliente comprou um curso online de Excel Básico. Você pode apresentar para ele o seu novo curso de Excel Avançado.

 

Assim, o cliente continua a sua jornada de compra dentro do seu funil de vendas. Além disso, você pode conquistar a confiança dele com a qualidade do seu infoproduto e do seu conteúdo. Isso faz com que ele se torne um embaixador da sua marca e, consequentemente, ele vai ajudar você a vender suas soluções para outras pessoas por meio de indicação.

 

Aprenda mais sobre Inbound Marketing:

 

 

O que é outbound marketing?

 

Já no outbound marketing, também conhecido como marketing de interrupção, você oferece o produto digital diretamente ao cliente por meio da publicidade. Provavelmente, você já deve ter sido interrompido pelos famosos anúncios em formato de pop-ups enquanto navegava por um site, não é verdade?

 

Esse é um tipo de estratégia de outbound. Além disso, podemos incluir os banners expostos nos sites ou blogs, os posts patrocinados nas redes sociais, as publicidades feitas por influenciadores digitais, entre outros.

 

Vale destacar que o outbound não está somente no meio digital, pois ele também inclui as publicidades no rádio, na TV, nos outdoors, nas revistas, nos eventos, entre outros meios de comunicação de massa.

 

Como você pode ter notado, o investimento no caso do outbound marketing é mais elevado em comparação com o inbound. Isso porque você deverá pagar pelos espaços que serão utilizados, bem como pelo conteúdo que será produzido.

 

Como funciona o outbound marketing?

 

No outbound marketing você também precisa conhecer seu público-alvo para conseguir direcionar os seus anúncios de maneira mais eficiente. Nesse caso, você pode fazer posts patrocinados sobre o seu infoproduto nas redes sociais nas quais o seu público mais frequenta.

 

Ou, ainda, pode contratar influenciadores digitais que falam sobre temas relacionados ao seu infoproduto para que eles façam um vídeo falando sobre ele para que a audiência deles tenha interesse nas suas soluções. Assim como pode inserir banners, que encaminhem as pessoas para uma landing page, no seu blog para atrair a atenção visual dos seus visitantes.

 

Vale destacar que existe uma infinidade de estratégias de outbound que você pode usar para convencer as pessoas que elas precisam comprar o seu infoproduto. Basta analisar e testar para ver qual delas tem mais eficiência no momento de atrair os clientes.

 

Inbound e Outbound marketing: qual usar?

 

Mas, afinal, qual estratégia de marketing usar? Fique tranquilo! Você não precisa escolher uma delas, já que é possível usar tanto o inbound quanto o outbound nas suas campanhas. Pode-se mesclar elas para que você consiga atrair um número maior de pessoas interessadas no seu infoproduto.

 

Vale destacar que o outbound marketing tem um custo mais elevado que o inbound, já que o primeiro é feito com base na publicidade. Então, você precisa saber distribuir muito bem as suas estratégias.

 

Por exemplo, é possível iniciar usando 20% de outbound e 80% de inbound. Assim, você não tem tanto impacto dos custos na sua campanha. Além disso, o investimento pode ser avaliado por meio das ferramentas fornecidas pelos canais digitais.

 

Isso porque elas têm relatórios analíticos com informações valiosas sobre o comportamento da sua audiência. Dessa forma, você consegue verificar qual estratégia está dando certo e qual não está. Assim, fica mais fácil organizá-las para atrair o cliente certo no momento certo.

 

Agora que você já sabe o que é inbound e outbound marketing, que tal compartilhar esse conteúdo nas suas redes sociais? Assim, outras pessoas interessadas em empreendedorismo digital poderão ter acesso a esse conteúdo.

vender cursos online herospark

1 Comentário

  1. Diogo disse:

    Parabéns pelo post! Estou adorando os conteúdos do seu
    site.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *