Linha editorial: o que é, importância e como criar uma? [Passo a passo]

Linha editorial: o que é, importância e como criar uma? [Passo a passo]

Se você deseja melhorar o posicionamento da sua marca, saiba que o primeiro passo é a criação de uma linha editorial. Sim, é a partir dela que você definirá o que vai comunicar ao público em cada canal que está presente.

O uso desse recurso também ajuda o seu negócio a se manter mais estratégico e a investir seu tempo e esforços nos lugares certos para alcançar as pessoas certas.

Por isso, neste post, você vai conhecer mais sobre a linha editorial, a importância desse recurso para o seu negócio e ainda vai conferir um passo a passo completo com dicas para desenvolver a sua própria linha!

Boa leitura!

A HeroSpark possui tecnologia avançada para transações simultâneas e aprovação do seu infoproduto na hora. Experimente agora mesmo e comprove na prática.

Inscreva-se gratuitamente!

O que é linha editorial no Marketing?

Uma linha editorial nada mais é do que os temas que a sua marca fala nos canais em que está inserida. Sendo assim, é possível encontrar linhas editoriais para o Instagram, Facebook, blogs e diversos meios de comunicação.

O termo em si veio do jornalismo, utilizado em jornais e revistas para definir os assuntos que iriam ao ar. De certo modo, a linha editorial também ajudava esses veículos a definir seus valores e visão de mundo.

Mas, no marketing, a linha editorial é utilizada por diversas marcas que querem se posicionar melhor no mercado e criar um conteúdo mais estratégico.

Para isso, elas realizam um estudo intenso para definir os principais temas que serão falados e, assim, conseguir chamar a atenção e reter o seu público.

Qual a importância de uma linha editorial para sua marca?

A linha editorial tem uma importância imensa em vários aspectos de um negócio. Mas o seu maior impacto está na forma como o público enxerga a sua marca.

Para entender melhor, vamos a um exemplo. 

Imagine que você tem uma consultoria de administração para pequenos negócios e que, na hora de produzir conteúdo para seus canais, você oferece dicas sobre como administrar grandes empresas.

Mas tem um detalhe: a consultoria que você oferece foi feita para artesãos autônomos em início de carreira e sem muitos recursos.

Isso vai fazer com que o seu negócio nunca consiga atingir esse público, já que ele não enfrenta os mesmos desafios de grandes empresas. Dessa maneira, por mais que o seu conteúdo tenha qualidade, o seu público ideal não vai ver valor na sua consultoria.

Mas, ao estudar melhor o seu público, conhecer as suas dores e ver como o seu serviço ou produto os ajuda, você consegue desenvolver uma linha editorial que auxilie seu negócio a:

  • Se aproximar do seu cliente ideal;
  • Ser visto como uma autoridade no assunto;
  • Fortalecer sua identidade de marca;
  • Ser enxergado no mercado como uma empresa focada;
  • Ter mais credibilidade com seus clientes e parceiros.

Sendo assim, ao realizar uma tarefa que parece simples, como a definição de temas, o seu negócio já consegue melhorar e fortalecer sua imagem no mercado!

Linha editorial, calendário editorial e tom de voz: quais são as diferenças?

Na hora de aprender mais sobre a linha editorial, muitas pessoas podem confundir esse termo com outros dois muito utilizados no marketing: o calendário editorial e o tom de voz.

Mas, apesar dos três andarem juntos nas estratégias de marketing de conteúdo, é importante saber diferenciá-los.

Sendo assim, um calendário editorial é uma ferramenta que você utiliza para organizar o seu conteúdo. Ele é feito para estabelecer a frequência das publicações e definir as datas que cada uma vai ao ar.

Já o tom de voz é basicamente a linguagem que a marca vai utilizar na hora de se comunicar com o público, se será em tom mais formal, de brincadeira, objetivo, entre outros.

Por fim, a linha editorial é a definição dos principais temas que a sua marca vai abordar nos canais onde está inserida.

Para resumir, podemos ver cada um dos três dessa forma:

  • Calendário editorial: é um cronograma de conteúdos;
  • Linha editorial: são os temas dos conteúdos;
  • Tom de voz: é a linguagem da marca.

Como criar uma linha editorial de conteúdo?

Para que o seu negócio consiga alcançar os benefícios que uma linha editorial proporciona, é preciso fazer um pouco mais do que somente definir os principais assuntos.

acelerador digital

Afinal, a criação da linha editorial precisa ser estratégica e envolver um estudo acerca dos seus serviços, mercado de atuação e, principalmente, da sua persona.

Mas você não precisa se preocupar, porque já separamos abaixo um passo a passo bem completo com dicas essenciais para você desenvolver uma linha de conteúdo estratégica! Confira!

1. Conheça bem seus serviços ou produtos

Você obviamente já deve conhecer os seus serviços ou produtos. Mas na hora de criar a sua linha editorial, é preciso dar uma revisitada neles para entender com mais clareza o que eles conseguem oferecer ao público.

Isso quer dizer que é preciso ir além de entender como eles funcionam, mas também conhecer os seus pontos fortes e fracos.

Para isso, pode ser interessante que você trabalhe com a matriz SWOT, que é uma análise na qual você pode verificar as forças, oportunidades, ameaças e fraquezas do seu produto. 

Assim, você consegue analisá-lo de uma forma mais ampla, te permitindo ter um panorama maior sobre a atuação da sua solução no mercado.

2. Defina seu nicho

Com seus produtos ou serviços analisados, você já pode partir para a definição de um nicho específico de mercado.

Por mais que seja difícil resistir a tentação de se posicionar no mercado como “aquele que sabe de tudo”, é importante entender que nem sempre essa postura vai fazer com que você consiga fechar mais negócios.

Hoje em dia, mais vale você posicionar o seu negócio como o especialista de um nicho do que aquele que sabe de tudo um pouco.

Além disso, a definição do nicho ajuda muito na hora de definir a sua linha editorial, pois, dessa forma, você terá um direcionamento maior e poderá criar conteúdos mais estratégicos.

3. Estude sua persona

A persona é um perfil semi fictício que ajuda a representar o seu cliente ideal. É a partir dela que você conhece as principais dores e necessidades do seu cliente, assim como seus hábitos de consumo e comportamento.

Assim, é a partir do estudo desse perfil que você conseguirá definir a sua linha editorial para conseguir se aproximar da pessoa certa com os seus conteúdos.

4. Liste as dúvidas dos clientes

Além de conhecer a sua persona, também é interessante que você pesquise entre seus clientes as principais dúvidas que eles têm quando estão buscando a sua solução.

Conhecê-las vai ajudar você a ter uma ideia melhor do que ainda não ficou claro para o seu público e isso pode dar pistas dos temas que a sua linha editorial pode seguir.

Além disso, não podemos esquecer de que a criação de conteúdos que fazemos em diversos canais serve para orientar a pessoa e responder as dúvidas delas. Assim, faz sentido ouvir o público para entender os pontos que não estão claros para ele.

5. Analise seu mercado

Aqui você precisa analisar o comportamento de concorrentes diretos e indiretos para verificar qual é a linha editorial que eles usam.

Fazer esse exercício pode ajudar você a definir os temas, principalmente quando percebe que seus concorrentes estão deixando de falar sobre uma categoria de assuntos que a sua persona busca.

Assim, você consegue se destacar frente a eles por falar de algo que o seu público quer ouvir, mas ainda não encontrou. 

6. Crie as categorias de assuntos

Agora sim você vai definir de fato a sua linha editorial! 

Aqui é interessante perceber que, muitas vezes, a linha editorial é uma lista de assuntos separada por categorias que você pode abordar no seu negócio.

Mas, apesar de ser “apenas” uma lista, ela ainda assim precisa passar por todos esses passos para ser utilizada de forma estratégica pela sua empresa.

Como exemplo, podemos mostrar como ficaria uma lista de categorias da consultoria de pequenos negócios que exemplificamos lá em cima. Para eles, a linha editorial poderia ficar mais ou menos assim:

  • Gestão financeira;
  • Fornecedores;
  • Formalização de empresas;
  • Organização administrativa;
  • Análise de resultados.

Assim, só seria necessário começar a produzir conteúdos relacionados a essas temáticas. 

Com isso, finalizamos aqui o passo a passo de criação da linha editorial. Mas, ao invés de parar por aqui, o que acha de conhecer mais termos como esse para melhorar suas estratégias futuras?

Para isso, você pode conferir diversos termos e expressões no nosso Glossário do Marketing Digital! Baixe-o gratuitamente agora mesmo!

Imagem de oferta Mentoria Impulso Digital.
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *