Um blog sobre empreendedorismo, negócios digitais e cursos online


Não perca mais nenhuma novidade!

Assine nosso blog e ative as notificações para receber os melhores conteúdos sobre empreendedorismo


Linha editorial para Instagram: estratégia completa

Fotografia de pão feita com o celular. Texto da imagem: linha editorial Instagram

Para trabalhar as estratégias de marketing digital do seu negócio, é muito importante ter uma linha editorial no Instagram. Produzir apenas conteúdos focados na venda é um grande erro cometido por quem deseja obter bons resultados na rede social. Afinal, as pessoas não estão prontas para comprar a todo momento.

Criar uma linha editorial no Instagram é fundamental para desenvolver uma estratégia de conteúdo que traga assuntos de valor, com temas de interesse do seu público-alvo.

Se você não sabe o que significa uma linha editorial, este texto é para você! Continue acompanhando para saber o que é, como criar a sua e para conferir alguns exemplos para você se inspirar. 

 

O que é linha editorial para Instagram?

O termo “linha editorial” surgiu e foi popularizado no jornalismo. Nessa área, a linha editorial é, basicamente, a forma como uma empresa de comunicação enxerga o mundo e quais são os seus valores. A partir dessas premissas, são elaborados os conteúdos divulgados ao leitor. 

Ou seja, a partir da linha editorial é que os conteúdos surgem. Se determinado tema estiver “fora” da linha editorial, ele não será publicado pelo jornal.

No Marketing de Conteúdo , “linha editorial” tem basicamente o mesmo significado. Trata-se da definição das temáticas de conteúdo que serão abordadas em um blog, rede social ou outros canais.

Esses temas devem ser do interesse do seu público-alvo; estar relacionados às principais dúvidas da sua audiência e, não menos importante, estar de acordo com os valores da sua empresa.

O Marketing de Conteúdo se tornou uma das principais estratégias de micro, pequenas, médias e grandes empresas. Inclusive, profissionais de todas as áreas usam a produção de conteúdo como ferramenta de construção de autoridade e prospecção. 

Tudo isso mostra que, se a sua marca não está produzindo conteúdo, ela ficará para trás. Porém, muitos empreendedores se desesperam com essa informação e acabam produzindo conteúdo desesperadamente, sem que haja uma estratégia por trás.

Esse é um dos principais erros que as empresas cometem quando iniciam no Marketing de Conteúdo. 

Antes de qualquer coisa, é preciso definir a linha editorial, que entra como uma forma de segmentar o conteúdo para que seu Instagram ganhe autoridade e um público alinhado aos seus objetivos.

 

Como construir uma linha editorial para o Instagram?

Entenda o seu negócio

Parece algo extremamente básico, mas ainda existem muitas empresas que não conhecem o próprio negócio.

Conhecer as forças, fraquezas, oportunidades e ameaças, ou seja, realizar uma Análise SWOT, é um ponto básico para criar uma linha editorial com eficácia para o Instagram.

Além disso, antes de começar a tirar sua linha editorial do papel, você precisa descobrir qual é o seu nicho. 

Um nicho de mercado é um grupo de consumidores com necessidades específicas e ainda não atendidas por nenhum produto ou serviço.

Mas não confunda nicho com segmento! Enquanto um segmento de mercado é um grupo mais amplo, o nicho representa uma parcela menor de pessoas que ainda não foi explorada por nenhuma empresa.

Por exemplo, se o seu produto for um curso online sobre como construir marca pessoal, você pode acabar descobrindo que profissionais da medicina estão tendo dificuldade para trabalhar o seu personal branding. Com isso, você pode investir em conteúdos destinados a esse público em sua linha editorial.

 

Faça estudos de persona

Fazer um estudo de persona é fundamental para qualquer negócio. Com ele, você consegue entender quem são as pessoas impactadas pelo seu conteúdo. 

Além disso, com as informações coletadas nesse estudo, você já terá informações importantes para usar na hora de criar a sua linha editorial.

Ao entender a persona do seu negócio, você descobre quais são suas dúvidas e necessidades. Assim, poderá direcionar os conteúdos do seu Instagram justamente para isso.

Mas lembre-se: persona é diferente de público-alvo.

 

  • Exemplo de público-alvo: psicólogos de 30 a 50 anos, que desejam desenvolver sua marca pessoal.
  • Exemplo de persona: Fernando é um psicólogo de 38 anos, casado e pai de 2 filhos. Gosta muito de aprender coisas novas e está disposto a aproveitar as vantagens que o marketing digital trouxe para os negócios. Ele tem interesse em aumentar seu número de pacientes e agregar mais valor ao seu produto. Por isso, precisa desenvolver sua marca pessoal para se tornar uma autoridade.

Ou seja, persona é uma descrição bem mais específica. Isso te ajuda na hora de desenvolver sua linha editorial no Instaram.

 

67 headlines para páginas de vendas

Descubra quais são as principais dúvidas do seu cliente e anote-as

Você já parou para pensar se o conteúdo que você deseja oferecer em seu Instagram realmente faz sentido para os seus seguidores?

O seu conteúdo pode ser incrível, muito bem produzido e completo. Porém, se o tema não interessar aos seus fãs, será perda de tempo e, consequentemente, de dinheiro.

Por isso, descobrir quais são as dúvidas dos seus clientes é fundamental. Para isso, você pode investir em materiais dinâmicos que estimulam a participação do usuário.

Eles não precisam ser necessariamente digitais, mas na internet você encontra inúmeras possibilidades com facilidade e baixo custo.

Uma boa estratégia é realizar enquetes e abrir caixas de perguntas no Instagram. Nelas, você pode fazer perguntas como:

 

  • Que tipo de conteúdo você gosta de consumir no Instagram?
  • Qual sua profissão/localização/idade?
  • Quais são suas principais dúvidas sobre saúde mental? (Mantendo o exemplo do psicólogo acima).
  • Você possui acompanhamento psicoterapêutico?
  • Você conhece ___ (nome de um problema)? Deseja saber mais sobre isso?

Esses são exemplos extremamente abrangentes, mas é possível fazer perguntas muito mais específicas, dependendo do produto ou serviço que o seu negócio oferece.

Além dos stories, existem muitas outras opções de materiais interativos que podem te ajudar a descobrir quais são as dores do seu cliente, como formulários, webinars e ebooks interativos.

 

Crie categorias para a linha editorial do seu Instagram

Depois de ter feito um bom estudo sobre o seu negócio, nicho, persona e descobrir quais são as principais dúvidas dos seus clientes, é hora de “passar tudo para o papel”.

Agora, você precisa criar categorias, que irão te ajudar a trilhar um caminho rumo a uma produção de conteúdo consistente e que traga bons resultados.

Mas lembre-se: categoria é diferente de editoria.

Editorias, no jornalismo, por exemplo, podem ser: Cidades, Política, Comportamento, etc. 

No caso das categorias, trata-se de algo mais específico. No caso de um psicólogo, por exemplo, as categorias poderiam ser: Ansiedade, Depressão, Trabalho, Autoestima, Bem-estar, entre outros.

Outra coisa que pode te ajudar a criar conteúdos bem direcionados é criar categorias dentro das categorias, por exemplo: na categoria Ansiedade, poderiam existir outras, como “Ansiedade no trabalho”, “Crises de Ansiedade” ou “Gatilhos que trazem ansiedade”.

 

Crie um calendário editorial e respeite-o

Um calendário editorial funciona como uma programação ou cronograma de todo o conteúdo da sua estratégia no Instagram (ou em qualquer outra rede social). A partir dele, você consegue:

 

  • Organizar os conteúdos que entrarão na sua página;
  • Manter controle sobre datas de publicação e prazos para produção de conteúdo;
  • Ter uma noção sobre quais categorias estão sendo abordadas para conseguir equilibrá-las, conforme o seu objetivo;
  • Analisar quais foram os resultados de cada postagem para, assim, realizar as mudanças necessárias e investir mais nos conteúdos que trouxeram mais retorno.

Uma dica que parece óbvia, mas que, se não for levada a sério pode prejudicar sua estratégia o Instagram é: 

Respeite o seu calendário editorial!

Não adianta realizar todo o passo a passo descrito neste post se, na hora de colocar em prática, você desejar abraçar o mundo e acabar não dando conta de tudo. 

Neste post, ensinamos você a criar um calendário de conteúdo para redes sociais em 2021. Confira!

As redes sociais funcionam a partir de frequência, persistência e relevância. Vale mais a pena fazer menos posts por semana do que ficar uma semana postando todos os dias e na seguinte não postar nenhum.

Se você passar muito tempo sem postar, o seu público perceberá que a rede está abandonada, fazendo você perder relevância e seguidores. Aprenda a usar o algoritmo a seu favor! Se você estiver começando agora e tiver dúvidas, este webinar pode te ajudar:

 

 

Agora que você já sabe como criar uma linha editorial para o seu Instagram, que tal seguir a Herospark na rede social? Lá você encontra diversos conteúdos que vão te ajudar a ter ainda mais sucesso em seu negócio digital.

pesquisa panorama dos negócios digitais

Mais artigos para você

StreamYard: como usar [passo a passo]

Você costuma fazer apresentações ao vivo? Então, precisa conhecer e aprender como usar o StreamYard. Essa plataforma tem uma versão …

Marketing digital: como funciona e estratégias infalíveis

Os avanços tecnológicos e a chegada da Internet possibilitaram a criação de novas estratégias. Dentre elas podemos citar o marketing …

Rede de display: o que é e como criar uma campanha?

Sabe aqueles anúncios que aparecem em formato de banner nas laterais, no rodapé ou no topo de sites, vídeos e …

Screencast: o que é e quais ferramentas usar

Você sabe o que é um screencast? Essa técnica pode ser extremamente útil para a sua estratégia de vídeos.  Os …

Lista de leads: o que é e 6 passos para montar

Uma das premissas básicas para obter sucesso no marketing digital é ter uma lista de leads qualificados. Este é um …

SEO para YouTube: 5 dicas para se destacar

Se você quer que seus vídeos tenham um ótimo desempenho, precisa investir em estratégias de SEO para YouTube. Isso porque …