Aprender a monetizar o Instagram é muito importante para qualquer estratégia digital. Afinal, trata-se de uma das mídias sociais mais usadas no mundo, o que representa um potencial incrível, seja para conquistar público ou fazer dinheiro. 

Segundo dados do relatório de 2020 produzido pela We Are Social em parceria com a Hootsuite, o Instagram é a 4ª rede social mais usada no Brasil. 

Então, se você quer aprender como ganhar dinheiro no Instagram, continue a leitura e veja algumas dicas práticas!

É possível monetizar o instagram?

Sim, é possível através destes quatro modos:

  1. Venda de espaço publicitário;
  2. Oferta de infoprodutos;
  3. Lives;
  4. IGTV.

Venda de espaço publicitário 

Essa é a opção mais conhecida de como monetizar o Instagram. Vender espaço publicitário é praticamente o mesmo que as emissoras de televisão fazem para ganhar dinheiro. Sabe aqueles comerciais que passam entre uma parte e outra da novela? Então. 

A principal diferença entre uma propaganda na televisão e uma realizada por influenciadores é o valor para o anunciante. Por isso, cada vez mais marcas estão procurando pessoas que tenham um bom número de seguidores e engajamento para divulgar seus produtos. 

Além de ser uma opção mais barata, essa modalidade tem gerado bastante resultado, principalmente por conta do público, que é melhor segmentado nesses casos. 

Para o influenciador, é uma excelente oportunidade de monetizar seu conteúdo. Visto que as marcas buscam por essas pessoas para que ajudem na venda de seu produto e pagam um valor por isso. 

O produtor de conteúdo pode fechar um pacote e pedir um valor fechado para fazer duas postagens e cinco stories falando das vantagens de determinado item e indicando onde comprar, por exemplo.

 

Crie seu próprio infoproduto

Além da publicidade com influenciadores, os produtores de conteúdo perceberam que podiam fazer um uso muito melhor de sua audiência vendendo seus próprios produtos como parte de sua estratégia de como monetizar o Instagram.

Uma vez que você tem uma boa audiência, engajada e interessada nos seus conteúdos, fica mais simples oferecer algo seu, que seja de valor para essas pessoas. Seja um curso, e-book ou qualquer outro tipo de infoproduto relacionado ao seu tema. 

Abaixo, serão listados três passos simples que o produtor de conteúdo precisa seguir se deseja conseguir esse tipo de monetização. 

 

1. Construir uma audiência

Antes de tudo, você precisa ter pessoas que confiem em você e gostem do conteúdo que produz. Dessa forma, ficará muito mais fácil vender o que quiser. 

Por isso, o primeiro passo da monetização Instagram é promover seu próprio infoproduto no Instagram é construir uma audiência engajada e interessada no que você tem a dizer.

Para conseguir isso, descubra uma coisa que você goste e saiba fazer. Assim, crie conteúdos para pessoas que se interessam e/ou gostariam de saber mais sobre o assunto. 

Por exemplo, se você tem um talento incrível para editar vídeos, uma excelente opção é compartilhar conteúdos ensinando técnicas de edição. 

A partir daí, basta seguir boas práticas para crescer na plataforma e logo você terá uma audiência fiel. 

 

2. Decidir qual será seu infoproduto

Aqui, é interessante destacar que existem vários caminhos que você pode seguir, desde vender apenas um e-book, até dedicar-se à produção de um curso completo. Alguns dos principais tipos de infoprodutos são: cursos online, e-books, webinars e podcasts.

A decisão de qual modelo seguir vai depender muito do seu público e dos seus objetivos com a venda. Se você sabe que as pessoas que te acompanham preferem assistir vídeos a ler livros, não faz muito sentido insistir em um e-book. 

Por isso, é importante levar duas vertentes em consideração na hora de decidir: conteúdo e audiência.

Além do formato, o tema também é uma escolha importante, visto que é sempre interessante vender algo que sua audiência precisa. 

Para exemplificar, considerando de novo que você edita vídeos, caso veja que o maior problema das pessoas que te acompanham é cortar filmes, uma boa opção é oferecer um curso que atenda essa necessidade. 

Se você quiser saber mais sobre cada tipo de infoproduto, produzimos um vídeo que pode te ajudar:

 

Imagem de oferta Imersão Foguete Digital

 

3. Aprender a vender

Após ter construído a audiência e criado seu infoproduto, o próximo passo é divulgá-lo. Umas das maiores qualidades que alguém que pretende trabalhar com Internet precisa adquirir é saber vender. Isso porque ao construir uma audiência ou oferecer seu infoproduto, você está vendendo algo. Se não o produto, sua própria imagem.

Então, busque focar nos diferenciais do que está oferecendo. Pense no que o público ganhará com a compra de seu produto e venda isso. Naturalmente, se você desenvolve algo pensando em sua audiência, isso vai interessar a ela. 

A HeroSpark possui ferramentas que auxiliam na criação de infoprodutos e captação de público. Por isso, conheça a plataforma para iniciar seu negócio digital online ou promovê-lo. 

 

E-book GRÁTIS com os segredos para anunciar no Instagram

Aprenda as técnicas para campanhas do Facebook Ads e faça suas publicações alcançarem mais pessoas no Instagram

Baixar agora

 

Como monetizar o Instagram

Recentemente, o Instagram lançou duas formas de monetização direto da plataforma. Então, além de conseguir ganhar dinheiro vendendo ou ajudando a vender produtos, agora é possível gerar renda apenas com o próprio conteúdo. 

Os recursos ainda são recentes, então ainda não estão disponíveis para todos os usuários. A monetização Instagram em lives recém chegou ao Brasil e está sendo incorporada aos poucos nas contas. 

A monetização de vídeos do IGTV ainda não chegou ao Brasil, mas não deve demorar muito para acontecer.

Abaixo, apresentamos os detalhes sobre como monetizar o Instagram com esses recursos:

 

Lives 

A monetização das lives está acontecendo por meio de selos. Durante as transmissões, os seguidores têm a oportunidade de doar valores e, com base nisso, recebem selos de apoiadores. O pagamento é realizado em dólar através do Google Pay ou Apple Pay.

Entretanto, o Instagram não está liberando a função para todos, existem alguns requisitos que os perfis precisam seguir para usufruir do benefício.

  • A conta deve ser pública e ativa;
  • Precisa ser comercial ou de criador de conteúdo;
  • Ter no mínimo 10 mil seguidores.
  • Pelo menos 1000 interações (curtidas ou comentários) nos últimos 60 dias, ou 100 horas de visualizações em conteúdos originais.

Existe apenas uma pequena chateação por conta da taxa que as plataformas de pagamento cobram em cima dos valores. Tanto o Google Pay quanto o Apple Pay cobram 30% em cima das doações.

 

IGTV

Essa forma de monetização é muito parecida com o que acontece no YouTube, onde os produtores de conteúdo ganham pelos anúncios que são exibidos antes, durante ou depois do seu vídeo. 

A diferença é que, no caso do Instagram, os anúncios aparecerão antes dos vídeos publicados no IGTV, quando a pessoa clicar para assistir depois de ver a prévia no feed.

A função já foi disponibilizada para um grupo de criadores de conteúdo dos Estados Unidos e deve chegar ao Brasil nos próximos meses. Segundo o Instagram, os anúncios devem ser em formato de vídeos de até 15 segundos. 

Ainda, de acordo com um vídeo divulgado pelo Instagram, onde é demonstrado como ativar a função, existirão duas formas de receber o valor do conteúdo patrocinado: uma delas é direto na conta bancária e a outra via PayPal.

É importante destacar que o Instagram oferece bastante valor para conteúdos originais. Portanto, nem todos os vídeos estarão aptos à monetização. Eles precisarão ser originais, além de postados após a função ser ativada. Ou seja, também não serão considerados videos antigos e compartilhados antes de ativada a função de monetização. 

Portanto, quando o assunto é como monetizar o Instagram, existem várias formas de fazer isso. A rede tem bastante potencial. Por isso, vale a pena dedicar-se a produzir conteúdos originais e de qualidade, a fim de conseguir fazer dela uma fonte de renda. 

 

Preciso ter quantos seguidores para monetizar o Instagram?

A monetização do Instagram está relacionada ao engajamento que você consegue gerar com seu conteúdo, então quanto mais pessoas para reagir melhor. Mas não existe uma quantidade exata para você começar a fazer uma renda na rede social. 

Ainda assim, alguns fatores precisam ser levados em consideração, como:

  • As características do seu público: isso lhe ajuda a escolher a melhor estratégia de produtos e conteúdos a serem oferecidos no seu perfil;
  • O nível de engajamento que você mobiliza: não adianta turbinar sua rede com seguidores que não vão interagir com seu conteúdo. Você já sabe como o Instagram paga e isso tem tudo a ver com interação;
  • Aposte em um planejamento de marketing digital: construa uma estratégia completa de marketing digital. Ofereça conteúdos relevantes e ofertas exclusivas.

Um conteúdo de valor precisa andar lado a lado com uma boa divulgação. Independente se você tem 1.000 ou 1.000.000 de seguidores, é necessário encantar cada um deles para gerar engajamento e tráfego orgânico. 

Além disso, é importante combinar estratégias de tráfego orgânico e tráfego pago. Afinal, o algoritmo limita a quantidade de seguidores que vê os seus posts. 

Para que seu conteúdo alcance mais pessoas, é necessário investir na rede. Por isso, criar anúncios que convertem alguém que viu seu conteúdo pela primeira vez em um verdadeiro seguidor é muito importante para disparar seus indicadores no Instagram.

42 modelos de anúncios que funcionam de verdade

Impulsione a sua marca com sucesso usando estes anúncios que geram resultados mesmo

Baixe grátis agora

 

Imagem de oferta Imersão Foguete Digital

1 Comentário

  1. A monetização é menos exigente que o YT, aparentemente. Boa dica!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.