Um blog sobre empreendedorismo, negócios digitais e cursos online


Não perca mais nenhuma novidade !

Assine nosso blog e ative as notificações para receber os melhores conteúdos sobre empreendedorismo


Afiliado: o que é e como se tornar um

afiliado

Se alguma vez você já procurou no Google por dicas de como ganhar dinheiro na internet, com certeza já esbarrou no termo “afiliado”. No entanto, nem sempre fica claro o que são afiliados e o que eles fazem. Neste artigo eu vou explicar direitinho pra você o que essa profissão.

O que é um afiliado?

Imagine que você comprou ingresso para um show. Mas, devido a um problema familiar, teve que fazer uma viagem de emergência. Então você pede para um amigo seu vender esse ingresso e, caso ele o venda, pode ficar com metade do dinheiro. O exemplo pode parecer bobo, mas é basicamente essa a função de um afiliado.

Em uma definição bem simples, podemos dizer que afiliado digital é um agente que indica produtos de terceiros na internet e ganha uma comissão por venda. Ou seja, um bom afiliado é aquele que consegue desenvolver mecanismos para vender o máximo de unidades possíveis.

O afiliado digital não vende apenas infoprodutos, ele também pode vender produtos físicos. Muitas pessoas não sabem, mas lojas como Americanas.com e Magazine Luiza possuem um programa de afiliados. Talvez você já tenha comprado um aspirador de pó sem saber que estava gerando comissão para um afiliado.

E também existe a possibilidade de vender coisas que não são produtos físicos e nem infoprodutos. Pode parecer improvável vender algo que não é palpável, mas empresas como HostGator e AWeber também têm um programa de afiliados e são empresas de hospedagem de sites e e-mail marketing, respectivamente. Ou seja, quem trabalha nessa área também vende serviços.

Muitos não estão habituados com a expressão marketing de afiliados e, por isso, acham que se trata de uma novidade. Porém, os afiliados não estão apenas no meio digital, conforme no exemplo citado. Corretores de imóveis são uma espécie de afiliados e já estão no mercado muito antes do advento da internet.

Mas o termo “afiliado digital” surgiu em 1996 quando a Amazon criou o seu programa de afiliados. Nessa época a empresa de eletrônicos percebeu que poderia alavancar as suas vendas através de anúncios na internet. Foi assim que surgiu o Amazon Associates, uma das primeiras plataformas de afiliação.

Tipos de afiliados

Afiliado Árbitro ou Investidor

O afiliado investidor tem um único objetivo: gerar tráfego. Aqui o foco não está na produção de conteúdo ou aproximação com a audiência. Nessa modalidade é preciso investir em publicidade para atrair pessoas para uma página de compra de determinado produto.

Os especialistas nessa área trabalham muito com Facebook Ads, Instagram Ads, Bing Ads e também comprando banners e espaços publicitários em meios com grande audiência. Por exemplo, redes sociais e sites de pessoas que já são consagradas no ramo.

A grande dica para quem quer se tornar um afiliado árbitro é escolher um produto que não esteja em baixa, mas também não esteja em alta. Conforme já foi dito, aqui não há contato com uma audiência, a ideia é que uma pessoa clique em um banner e compre um produto.

Então se o produto estiver em baixa, você não vai ter tempo de convencer alguém a comprá-lo. Por outro lado, se o produto estiver em alta, terão várias outras pessoas tentando vendê-lo com mais argumentos que você.

Outra dica valiosa é prestar atenção aos preços dos produtos que irá escolher para vender. Dificilmente uma pessoa irá clicar em um banner de Facebook e comprar um produto de R$1000,00. Concorda?

Além disso, fique atento às comissões! Não compensa você gastar com publicidades pagas e, na hora que finalizar a venda, perceber que a sua comissão mal paga o anúncio feito. A comissão varia da plataforma e do produto escolhido, mais pra frente falaremos sobre isso.

Afiliado Autoridade

Nessa modalidade o afiliado precisa se preocupar em gerar conteúdo para educar um público que, futuramente, irão se transformar em clientes. É necessário a criação de uma audiência sólida que precisa ser alimentada com conteúdo de qualidade.

Como o nome já sugere, o afiliado precisa ser uma autoridade no nicho escolhido. Além disso, é preciso um meio para disseminar todo esse conhecimento. Pode ser um blog, através das redes sociais ou boca a boca.

Como afiliado autoridade você terá tempo para conversar com o seu público e mostrar para ele que o produto com o qual você trabalha pode solucionar os problemas dele. Por isso a importância de conteúdos valiosos. As pessoas que te seguem irão te enxergar como um especialista e, consequentemente, confiarão em você.

Árbitro x Autoridade – qual é melhor?

Não existe um que seja melhor ou pior. No entanto, é possível dizer que um será mais viável para um determinado momento, enquanto que o outro será mais útil para outro. Eu vou explicar melhor isso.

Já foi dito que o afiliado autoridade precisa produzir conteúdo para uma certa audiência, confere? Mas se você está começando do zero, provavelmente você não terá uma audiência. Logo, nesse momento a modalidade de afiliado autoridade não é muito interessante para o seu negócio. No início você precisará de um empurrãozinho para começar a vender, ou seja, investir em propagandas.

A grande vantagem do afiliado investidor é que ele não precisa gerar conteúdo e não precisa de público. Entretanto, é preciso investir muito em publicidade. Já a desvantagem é que, a partir do momento que acaba o investimento financeiro, as vendas começam a cair. Para o afiliado autoridade, a desvantagem é o tempo que ele pode demorar para conseguir um público.

Em suma, a melhor opção é ser as duas modalidades de afiliados ao mesmo tempo. Como árbitro, o retorno virá rapidamente e em paralelo, você vai criando uma audiência como afiliado autoridade. Não se desespere se não conseguir realizar vendas logo nas primeiras semanas, isso é normal. 

Vantagens de trabalhar como afiliado

Já expliquei qual é o trabalho de um afiliado e quais as modalidades de afiliação. No entanto, você deve estar se perguntando qual é a vantagem de trabalhar como afiliado, não é mesmo? 

Não é preciso criar um produto

No começo do texto, afiliado foi definido como “um agente que indica produtos de terceiros”, lembra? E isso é uma grande vantagem porque você não vai precisar criar um produto do zero. Isso vai te poupar tempo e dinheiro, principalmente.

Baixo investimento inicial

É possível dizer que o investimento inicial é, praticamente, zero. Primeiramente, você não vai precisar gastar criando um produto, como citado anteriormente. Além disso, para trabalhar como afiliado não existe a necessidade de contratar funcionários, da mesma forma que não é preciso pagar aluguel de uma sala comercial ou se preocupar com estoque.

Tudo o que você precisa para se tornar um afiliado é um computador conectado à internet e muita determinação. A maioria das informações e dicas dessa profissão estão disponíveis de forma gratuita na internet. Existem, inclusive, muitos cursos online nessa área!

A partir do momento que você tiver um produto para vender, pode começar a divulgação através das suas redes sociais. E, mesmo se optar por usar um blog ou site, existem diversas ferramentas que fazem isso sem custo algum. O WordPress é uma plataforma que permite a criação de sites gratuitamente, por exemplo.

Formação

Para ser um afiliado você não precisa de cursos de especialização ou nível superior. Conforme já citado nesse artigo, a maior parte das informações necessárias estão disponíveis na internet de graça. Se você investir um tempinho estudando sobre mercado digital, tráfego e publicidade, você já está pronto para se tornar um afiliado.

Lidar com clientes

Afiliados não se relacionam diretamente com os compradores. Ou seja, podem focar todo o seu esforço em atrair novos clientes. Seja gerando conteúdo ou estudando novos métodos de publicidade. A sua única responsabilidade é preparar o público para que ele possa realizar a compra e, a partir desse momento, a tarefa passa para a plataforma de afiliação.

E a maior vantagem

Você será o seu próprio chefe! Você irá trabalhar vendendo algo feito por outra pessoa? Sim. No entanto, essa pessoa tem vários outros afiliados trabalhando para ela. O produtor não irá ficar te cobrando resultados ou então te “despedir”, caso suas vendas não sejam satisfatórias. O seu ganho será proporcional ao seu esforço.

Como se tornar um afiliado

“Ok, esse negócio de afiliado é bom mesmo, mas como que eu faço para me tornar um?”

Imagino que você esteja se perguntando isso nesse exato momento. O primeiro passo já foi dado: que foi o seu interesse em buscar sobre esse assunto. Isso já é muita coisa! Mas agora vou falar o que você precisa fazer para se tornar um afiliado.

Escolha um produto

O primeiro passo para vender algo é saber o que vender, isso é fato. Mas antes de escolher um produto, você precisa saber em qual área você vai atuar. No marketing digital chamamos isso de nicho.

O nicho está diretamente ligado ao público que você quer impactar. Ou seja, você precisa ter bem claro sobre qual assunto vai falar.

Em primeiro lugar, ao escolher um produto, você precisa acreditar nele! Você vai criar conteúdo para convencer um público a realizar uma compra. Porém, como você vai convencer alguém se nem você confia no que está vendendo?

Além de confiar, você precisa conhecer o produto. Muitos produtores dão a oportunidade de o afiliado pedir uma amostra do produto para poder testá-lo. O que te possibilita até mesmo fazer reviews sobre o mesmo.

Entre em um programa de afiliados

Uma pessoa que trabalha com carteira assinada recebe o seu salário através de um banco, correto? O afiliado irá receber o seu salário, ou seja, sua comissões através da plataforma de afiliados escolhida por ele.

Em suma, programas de afiliados são as plataformas onde ocorre a negociação entre anunciante e afiliado. O primeiro se compromete a fornecer um link de afiliação e comissões por venda, enquanto que o segundo se compromete a divulgar esse link em suas redes. Na hora de escolher um bom programa de afiliados é importante levar em consideração os seguintes fatores:

Produtos ofertados

Algumas plataformas são conhecidas por trabalharem com produtos de procedência duvidosa. Se possível, fuja delas! É importante que hajam vários produtos do seu nicho sendo ofertados na plataforma escolhida.

SAC

Como afiliado você não lida diretamente com os compradores, isso é uma das funções da plataforma. Por isso é importantíssimo saber se os clientes são bem tratados durante e após o processo de compra. Caso o atendimento não seja satisfatório, quem ficará com o nome sujo será você e, dificilmente, essa pessoa comprará outro produto indicado por você.

Pagamento

Certifique-se que a plataforma escolhida paga os seus afiliados em dia. E, principalmente, como são as comissões.

A comissão varia de produto para produto, mas existem plataformas que oferecem mais de um modelo de comissionamento.

Divulgue

Agora que você já sabe o que vai vender e já escolheu um programa de afiliados que se encaixe no seu negócio, está na hora de começar o trabalho de divulgação. Você vai ver qual método de divulgação se encaixa melhor no seu negócio de acordo com o tipo de afiliado que você é.

Se você for um afiliado autoridade, o seu carro chefe será a rede escolhida para postar seus artigos. É fundamental saber quais são as dores dos seus consumidores e como solucioná-las. Então você irá focar em criar conteúdo de qualidade para essa audiência e guiá-los a compra.

Também é muito importante que você seja ativo nas suas redes sociais. Elas também podem servir como uma excelente forma de divulgação. O Facebook, por exemplo, permite que você crie grupos e se comunique com todos os participantes ao mesmo tempo.

Venda

Em qualquer negócio, seja ele físico ou digital, o início é sempre mais difícil. Você já deve ter visto vários vídeos espalhados pela internet dizendo “como ganhar 20 mil em apenas um mês”, não é? Eu te garanto que sim, é possível ganhar 20 mil em um mês. No entanto, talvez seja um missão um pouco difícil para o primeiro mês.

Então tenha paciência, herói. Estude muito, se dedique e não desista. O trabalho de um afiliado é um trabalho de formiguinha que leva tempo até os resultados começarem a aparecer. No entanto, quando os resultados chegarem, terá valido a pena!

Se você ainda não sabe como ganhar dinheiro em casa, com toda a certeza tornar-se um afiliado é um caminho a ser seguido! Se ficou alguma dúvida ou tem algo para acrescentar, deixe um comentário aqui embaixo. 

Nos vemos em breve com mais novidades.

Até a próxima!

Mais artigos para você

O que é webinar e como gerar mais leads com ele

Você não sabe o que é webinar? Pois então, é com enorme prazer que informo que os seus problemas acabaram! …

O que é Landing Page: tudo o que você precisa saber

Se você está inserido no empreendedorismo digital, muito provavelmente sabe o que é Landing Page. Mas será que você tem …

Como aumentar suas vendas fazendo um webinar encantador

No marketing digital existem diversas técnicas para atrair e converter mais leads. No entanto, dificilmente alguma delas terá um custo …

Landing Page: como criar páginas que convertem?

Seu negócio digital não anda faturando muito? Por algum motivo clientes novos não chegam a sua empresa e você não …

Negócio digital: aprenda a lucrar com o seu

Investir em um negócio digital atualmente está sendo a mina de ouro de milhares de empreendedores no Brasil. Segundo o …

Tudo o que você precisa saber para vender mais usando Storytelling

A visão de mundo que temos, hoje em dia, é uma coleção de histórias. Isso acontece porque pessoas que contam …