empreender com a herospark

Saber como distribuir o seu conteúdo e a sua marca é essencial para que a estratégia traçada adquira bons resultados. E isso é feito pelos canais de marketing. Apesar de o conceito não ser tão difundido, os canais estão presentes na vida de todos os infoprodutores e empreendedores digitais.

 

É preciso entender quais são e como utilizar cada um, para escolher em qual investir e como combiná-los, se for o caso. Os principais canais de marketing do mundo digital são:

 

 

Vamos explicar sobre cada um deles. Boa leitura!

 

O que são canais de marketing?

 

Os canais de marketing são os meios utilizados pelas empresas para fazer com que o produto chegue ao consumidor final. Além de auxiliar na entrega do produto, também criam novas possibilidades de inserção no mercado. 

 

Existem diferentes tipos de canais, desde revendedores porta a porta até os conteúdos publicados em redes sociais. Por isso, esse conceito é bastante amplo e o empreendedor precisa conhecê-lo bem para escolher os melhores canais para o seu negócio.

 

É possível escolher o marketing multicanal que é o uso de um canal para cada segmento de cliente, por exemplo:

 

  • Telemarketing — para clientes de médio porte;
  • Varejistas — para clientes menores;
  • Internet — para atingir mais pessoas.

 

Vários fatores podem ser avaliados antes de decidir qual canal utilizar. No entanto, a decisão final deve ser baseada na relação entre valor agregado e custo da transação. Por isso, o empreendedor precisa determinar qual meio proporcionará mais vendas ao seu negócio e comparar com o valor que será gasto.

 

Quais são e como utilizar os principais canais de marketing online?

 

Social

 

Instagram, Facebook, LinkedIn, Twitter, TikTok. São várias as redes sociais existentes e com potencial para ser um canal de marketing. Então, comece entendendo que cada persona está em um lugar e veja qual tem maior potencial para vender o seu produto.

 

Por exemplo, se o público são grandes empresas, é provável que a melhor forma de atingi-lo seja pelo LinkedIn. Já empreendedores iniciantes costumam estar pelo Instagram. Independentemente disso, o fato é que as pessoas buscam, cada vez mais, por produtos e serviços nas redes sociais. 

 

Os clientes procuram marcas que gostam, mas também estão dispostas a encontrar novas empresas pelas mídias. A prova disso é a aba “Loja”, criada pelo Instagram, com o objetivo de ajudar os consumidores a navegar neste canal e encontrar o que deseja comprar.

 

Esse é um canal extremamente barato e com um grande potencial de conversão. Então, saiba como investir nele para ter resultados satisfatórios. Para atrair a audiência, foque no relacionamento com o público, pois ninguém se interessa em rolar o feed e encontrar somente uma vitrine virtual. As pessoas querem entretenimento e conteúdos de valor. 

 

Tráfego direto

 

O canal direto é quando o usuário vai direto para o seu site, sem precisar de nenhuma intervenção. É claro que, de algum modo, a pessoa foi influenciada a fazer isso, como por já conhecer a marca, mas a grande vantagem é que o buscou novamente, de forma voluntária.

 

O trabalho de branding é um dos principais para conquistar clientes por esse canal, uma vez que a ideia é que o lead não esqueça e recorra à marca sem precisar ser induzido por fatores externos.

 

Referência

 

O Marketing de Referência, também conhecido como Marketing de Indicação ou boca a boca, é um dos canais mais antigos e, talvez, um dos mais vantajosos. Na era digital, certamente, está mais forte do que nunca, pois um simples comentário pode chegar até milhares de pessoas.

 

Basicamente, acontece quando alguém indica um produto/serviço. Isso pode ocorrer de diferentes formas, como entre amigos, indicação de blogueiros, compartilhamento nas redes sociais, guest posts. Para incentivar o seu público a realizar essa propaganda do seu negócio, você pode:

 

  • Deixar um espaço para depoimentos e solicitar que as pessoas escrevam lá;
  • Criar uma movimentação para divulgar a compra dos stories do instagram;
  • Fazer uma campanha de indicação, na qual todos lucram alguma coisa.

 

A prova social é muito valiosa e é o principal gatilho desse canal. No entanto, cuidado para não parecer desesperado por indicações. O processo deve ser o mais natural possível, para que seja recebido com confiança pela audiência.

 

Orgânico

 

O tráfego orgânico são as visitas que o seu site consegue sem a utilização de anúncios. Por isso, é mais difícil e demorado de conquistar, mas é uma forma de mostrar autoridade ao público que chega até o canal sem outras intervenções. 

 

A concorrência para aparecer nas primeiras páginas do Google é altíssima e leva muito tempo. As técnicas de SEO (Search Engine Optimization) são imprescindíveis para auxiliar nessa jornada. Então, invista em conteúdos relevantes e otimizados para que a audiência chegue até o seu site.

 

E-mail

 

O e-mail marketing é um canal subestimado por muitas pessoas, mas que ainda tem muita força. É uma ótima opção, pois os usuários optam por receber os conteúdos diretamente na caixa de entrada.

 

De acordo com um estudo divulgado pela HubSpot, o e-mail marketing tem o maior retorno sobre investimento para pequenas empresas. Então, utilizar a estratégia correta e fazer uma boa Call to Action (CTA) pode trazer resultados surpreendentes para o seu negócio.

 

Uma boa prática para aumentar o interesse das pessoas em abrir a sua mensagem no correio eletrônico é torná-la o mais personalizada possível. Assim, o destinatário sentirá que aquilo foi escrito especialmente para ele.

 

Mídia paga

 

O digital tem um leque de possibilidades, tanto para os produtores, quanto para os consumidores. Então, aumentar o tráfego de seu blog, site ou rede social pode levar tempo, pois muitas pessoas podem sequer ver o seu conteúdo, já que recebem uma quantidade enorme de informações todos os dias.

 

Além disso, o alcance orgânico da maioria dos canais têm mesmo diminuído. E a mídia paga surge como uma alternativa para alcançar mais pessoas. Ela consiste em impulsionar a entrega de seus materiais para um público segmentado, por meio do pagamento de um anúncio. Veja como você pode utilizá-la:

 

  • Links Patrocinados — São os conteúdos que aparecem em destaque quando é feita alguma pesquisa no Google;
  • Remarketing — É quando a empresa “persegue” uma pessoa que já demonstrou algum interesse em seu produto e começa a lançar propagandas para ela;
  • Social Ads — São os anúncios feitos em redes sociais.

 

Apesar de ser fácil patrocinar uma publicação, recomendamos que estude bastante antes de fazer o uso da mídia paga. Isso porque existe a possibilidade de não ter o retorno desejado, por conta de um erro na hora de configurar o anúncio.

 

Os canais de marketing fornecem um caminho poderoso para quem deseja crescer na internet. Cada um tem as suas particularidades e cabe ao empreendedor explorá-los corretamente para conseguir ser visto pela audiência. Para ajudar no desafio, confira este vídeo sobre como criar uma estratégia de marketing lucrativa:

 

 

Agora que você chegou até aqui, quer entender como fazer uma gestão de conteúdo melhor? Assine o SparkFunnels gratuitamente e saiba mais! 

vender cursos online herospark

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *