Um blog sobre empreendedorismo, negócios digitais e cursos online


Não perca mais nenhuma novidade !

Assine nosso blog e ative as notificações para receber os melhores conteúdos sobre empreendedorismo


CTA: o que é, porque usar e exemplos de sucesso

CTA - Call To Action

Todos os dias somos estimulados a fazer algo diferente. Seja por uma porta que indica “puxe” ou alguém que, com toda a simpatia, nos convida para um evento.  Se você começou a trabalhar com negócios digitais, entenda que também é preciso estimular as pessoas por meio de CTA (Call to Action).

 

Essa chamada pode ser aplicada em diferentes situações e etapas do funil de vendas. A principal função é a de instigar o leitor a realizar ações, como baixar um material, realizar uma compra ou, simplesmente, responder a uma enquete.

 

E é por estar em quase todo lugar na internet que é tão famosa. Porém, o que vemos, muitas vezes, é esse convite sendo banalizado e colocada em prática de maneira errada. Então, o que era para ser atrativo, acaba afastando o público.

 

Por isso, vamos explicar o que é CTA, por que utilizar e ainda trouxemos vários exemplos de sucesso para você se inspirar e se diferenciar da concorrência. Boa leitura!

O que é CTA

Na tradução literal, Call to Action (CTA) significa “chamada para ação”. Geralmente, é um botão, um banner ou apenas um link, cujo objetivo é incentivar que uma pessoa realize algo. Sendo assim, esse estímulo pode ser visual ou textual.  

Algumas CTA’s mais comuns são:

 

  • Siga-nos nas redes sociais;
  • Assine a nossa newsletter;
  • Baixe o nosso ebook;
  • Saiba mais.

No entanto, não basta apenas colocar essas frases em seu site, que convida o leitor a realizar algo. Para que a chamada seja realmente efetiva, existem vários elementos que devem ser estudados, como a sua estratégia e o canal no qual será aplicado. 

 

É preciso que a CTA tenha a ver com o contexto e que o leitor não sinta que está sendo obrigado a fazer aquilo. No entanto, ser persuasivo e convencê-lo a fazer a ação é o ponto principal para aumentar as conversões de seu site.

 

 

Motivos para usar CTA

Conduzir o lead para a próxima etapa no funil de vendas

Antes de tudo, é importante entender o conceito AIDA. É antigo, mas é muito válido para o processo de conversão. O método busca guiar o consumidor da melhor maneira na sua Jornada de Compra. 

Cada letra representa uma etapa que, por sua vez, tem um objetivo definido. Então, a sigla AIDA significa:

 

  • Atenção — utilize os recursos que tem disponível para atrair o leitor na sua página;
  • Interesse — seja relevante, faça com que a persona enxergue valor no seu conteúdo;
  • Desejo — nesse momento, o visitante do seu site precisa sentir que realmente necessita do que você tem a oferecer;
  • Ação — quando já tiver criado uma relação com o consumidor, instigue-o a fazer alguma ação.

 

Apenas com esse conceito, já percebemos o quanto é essencial investir em ferramentas que levem o visitante a realizar uma ação. No marketing, as coisas não acontecem por acaso, é tudo por meio de técnicas.

 

Estabelecer interação com o público

Em certas redes sociais, como o Facebook e o Instagram, o algoritmo não entrega o conteúdo de forma orgânica para todo o seu público. Assim, o produtor tem dificuldade em estabelecer uma relação mais próxima com o lead.

 

Ao convidar o leitor a se inscrever na newsletter ou a entrar no canal do telegram, a intenção é justamente a de estabelecer uma melhor relação com o público. Isso porque, nestes canais, é possível atingir a todos os interessados.

 

Com a audiência qualificada e em um canal de fácil comunicação, as pessoas passam a confiar ainda mais no produtor. E, no futuro, o custo e o trabalho para conseguir vender é bem menor. 

 

Conhecer melhor a audiência

Já se deparou com situações nas quais você precisa disponibilizar algumas informações, como nome, contato, segmento que atua e cargo, para conseguir baixar um e-book? Esse é um CTA que busca captar leads, mas também conhecer melhor a sua audiência.

 

Assim, a empresa consegue saber qual foi o público que mais se interessou por aquele conteúdo e analisar as próximas campanhas. Muitas informações valiosas podem ser colhidas com esse tipo de call to action. 

 

Mas, cuidado para não pedir dados demais e as pessoas perderem o interesse em seu produto digital por ter que preencher o formulário. Realizar testes é essencial para entender o que induz o seu público a seguir as suas CTAs.

 

Exemplos de CTA de sucesso

 

Continuar com o Facebook ou criar uma conta

Quando vamos nos inscrever em alguma plataforma, é comum que apareçam algumas opções de login. O Spotify oferece tanto a opção de continuar com o Facebook, quanto a de criar uma conta.

Perceba que o botão do Facebook chama muito mais atenção, pois vem primeiro e tem uma cor forte. Já a opção de “criar uma conta” parece longa demais para preencher. Essa estratégia faz com que as pessoas escolham a opção do Facebook.

 

Isso é bom para a empresa, tendo em vista que  consegue captar, apenas com este clique, várias informações sobre quem está se inscrevendo, como data de nascimento e cidade natal. Assim, é possível personalizar as próximas campanhas.

 

CTA - Call To Action
CTA – Exemplo de Call To Action com mídia social no site do Spotify
Exemplo de CTA no site do Spotify
Nesse caso, a CTA “inscreva-se” deve ser utilizada após o usuário preencher os dados

Assinar a newsletter

Essa CTA é muito utilizada, pois, ao contrário do que algumas pessoas pensam, a newsletter é um ótimo canal para captar leads. Para isso, basta que o leitor do seu site esteja disposto disponibilizar o seu endereço de e-mail.

 

Exemplo de CTA no site da Marcia Luz
A seta ajuda o usuário a identificar a CTA com mais facilidade nesse caso.

Logo na página inicial do site de Marcia Luz, podemos encontrar as suas qualificações e uma seta vermelha que indica para o campo de colocar o e-mail. Ao mesmo tempo, há também a seguinte frase “Cadastre seu e-mail para receber dicas fantásticas sobre SUCESSO e PROSPERIDADE”.

 

Vejam como a terapeuta utiliza as palavras e como tudo indica para o campo de informar o e-mail, o qual tem um destaque especial pelos seguintes fatores:

 

  • a seta vermelha aponta para o campo de digitação;
  • a frase tem palavras que interessam ao público;
  • existe um botão amarelo ao seu lado com “quero receber”.

 

Seguir nas redes sociais

De maneira sutil, o site de Mairo Vergara nos instiga a conhecer suas redes sociais. Os botões para seguir os perfis são colocados no canto da página, em cores que divergem do site, que tem o preto como cor principal.

 

Além disso, o empreendedor deixa explícita a quantidade expressiva de seguidores que já tem, o que funciona como uma prova social e faz com que mais pessoas se interessem em conhecer os seus canais. 

 

Exemplo de CTA no site de Mario Vergara
Assim como Mario Vergara fez, aliar CTA à prova social (à direita) pode ser uma boa ideia

Assinar um curso

A estratégia do Ícaro de Carvalho, no O Novo Mercado, é objetiva. A página inicial de seu site é limpa. Com poucas palavras, mostra o valor do investimento, a quantidade de aulas a serem adquiridas e as vantagens de seu curso.

 

Então, um botão de cor forte e vibrante, já o redireciona para a página de assinatura. É simples, intuitivo e chamativo. O leitor não tem outras informações para se distrair, o que facilita o interesse em clicar no botão.

 

Exemplo de CTA
O layout bonito e a CTA harmônica fazem toda a diferença e atraem os olhares dos usuários

Saber mais

A CTA que convida o leitor a conhecer mais sobre algum tema é bastante comum, mas é preciso saber usá-la estrategicamente. Caso contrário, o usuário pode apenas fechar a página e esquecer da sua empresa.

 

A Empiricus soube utilizar muito bem esta chamada. A empresa começa falando que a pessoa pode ter a sua liberdade financeira, apresenta um vídeo e, logo após, em uma cor forte, faz o convite para saber mais sobre o programa.

 

Exemplo de CTA 6 - Empíricus
Um popup com uma CTA ajuda a destacar o convite à ação

 

Outro especialista que fez um uso da CTA foi Juliano Torriani. As frases são fortes e tem tudo a ver com o seu público. O empreendedor utilizou uma página objetiva, com as informações essenciais para o leitor, as quais mostram os benefícios do programa.

 

O nome do programa já é bastante chamativo “Funil 10k”, o que dá a entender que conseguiremos um faturamento de 10 mil reais. Então, depois de ter a nossa atenção, nos convida a conhecer o funil. Genial, não é? 

 

Exemplo de CTA
Uma copy atraente ajuda a valorizar a CTA

 

Participar do Telegram

Assim como as newsletters, o telegram tem sido uma ótima fonte de leads. Na plataforma, o produtor consegue reunir e se conectar diretamente com  parte de sua audiência, o que cria uma relação de proximidade.

 

Tiago Tessmann faz isso muito bem em seu site. Ao deslizar a tela, encontramos um espaço com “Participe do meu telegram”. São poucas palavras, mas dá uma sensação de exclusividade e instiga a curiosidade.

 

Exemplo de CTA convidando ao Instagram
Usar a CTA para incentivar o seu público a acessos ou materiais exclusivos é interessante

Agendar reunião

O Ideia no Ar tem uma página repleta de CTA’s. Podemos observar:

  • quero começar;
  • consultoria gratuita;
  • agendar reunião.
Exemplo de CTA do site Ideia no Ar
Nada impede que você use mais de uma CTA no seu conteúdo

No entanto, vejam como a página é composta por cores sóbrias e como o botão “agendar reunião” se destaca em relação ao layout do site. A tendência é o usuário se sinta mais atraído pelo botão, mas a empresa também deixa outras opções.

 

Blog post

Os artigos do blog são ótimos para redirecionar o leitor a outra página que seja do seu interesse. Isso pode ser feito por link building durante ou ao final do texto. A CTA no final do conteúdo deve ser sempre separada do restante, inclusive da conclusão.

 

Mas também pode ser feita de outras maneiras. Trouxemos dois exemplos para vocês. Neste primeiro, Erico Rocha deixa um vídeo do seu canal do YouTube e, logo em seguida, vemos a CTA para inscrever-se em seu canal.

 

Vai usar vídeos no seu texto? Considere usar uma CTA logo abaixo, convidando a pessoa a seguir o canal do Youtube
Vai usar vídeos no seu texto? Considere usar uma CTA logo abaixo, convidando a pessoa a seguir o canal do Youtube

 

Já no exemplo a seguir, a Rock Content inseriu um banner, ao longo do conteúdo, que chama o leitor a baixar um guia exatamente sobre o tema que está sendo lido. Vale ressaltar que os banners são diferentes do restante da página e não deixam o conteúdo poluído. 

 

Exemplo de banner com CTA
Um banner pode ajudar a destacar uma CTA no texto

 

Usar uma CTA efetiva não é fácil. Existem muitas variáveis que devem ser estudadas. No entanto, é possível converter bastante com uma chamada correta. Por isso, inspire-se nos modelos que apresentamos, busque entender o seu público e faça alguns testes. 

 

Quer aplicar as técnicas corretas em cada etapa do funil de vendas e, assim, conseguir boas conversões? Então, teste o SparkFunnels gratuito e comece a ver os resultados no seu negócio digital.

Mais artigos para você

OBS Studio: como usar no seu negócio digital

De acordo com dados divulgados pela SEMRush, há 70% mais de chance das pessoas lembrarem da sua empresa depois de …

Como criar canal no Youtube

A maior plataforma de vídeos do mundo tem mais de 15 anos de existência. Aprender a criar um canal no …

Como fazer um plano de aula

Assim como a estratégia está por trás de todo negócio bem estruturado, o plano de aula é um dos fatores …

Storytelling: o que é e como usar?

Quem está à frente de um negócio, seja grande ou pequeno, sabe da luta contínua e diária para engajar o …

Backlinks: como e por que utilizar no seu site?

Backlinks são, simplesmente, links inseridos em uma página que podem levam o leitor a outra. Você pode usar tanto links …

Como criar um blog

Engajar o público é uma tarefa difícil, mas que rende ótimos frutos. Saber como criar um blog para a sua …