Um blog sobre empreendedorismo, negócios digitais e cursos online


Não perca mais nenhuma novidade!

Assine nosso blog e ative as notificações para receber os melhores conteúdos sobre empreendedorismo


O que é clickbait e como usar sem perigo [2021]

clickbait

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.

 

“Faça isto para usar clickbait sem perigo”. 

 

Notou a diferença entre o título deste texto e essa frase? 

 

Clickbait, traduzido como ‘isca de cliques’ ou ‘caça-cliques’ é uma tática cujo objetivo é atrair muitos cliques, como os nomes sugerem. 

 

Qualquer empreendedor que tem o seu negócio digitalizado, ao criar um conteúdo otimizado, assim como quem faz clickbait, também deseja atrair mais clientes — mas de maneira completamente genuína, sem enganar o usuário. 

 

Contudo, nem todo clickbait engana o público. Você realmente vai ler, nas próximas linhas, sobre as boas práticas que podem atrair a atenção dos leitores e o melhor: sem enganar ninguém.

 

Boa leitura!

 

Clickbait: como fazer do jeito certo

 

Nos blogs, os clickbaits aparecem nos títulos dos artigos ou em frases destacadas no meio do texto. São palavras que prometem responder uma dúvida ou contar um segredo a respeito do conteúdo. Já no YouTube, onde essas iscas são ainda mais comuns, elas aparecem nos títulos e nas capas dos vídeos (thumbnails). 

 

“Você não vai acreditar…”, “Saiba, de uma vez por todas…” são alguns exemplos populares de títulos chamativos. 

 

No caso do profissional do marketing elaborar essa headline ciente de que não vai entregar o que prometeu, ele poderá:

 

  • Atrair cliques inúteis, que não geram leads;
  • Perder a credibilidade com o público;
  • Sofrer alguma penalização, a depender da plataforma em que o conteúdo foi publicado;
  • Perder a oportunidade de construir relevância no mercado digital;
  • Ser ridicularizado pelo público em geral por causa do conteúdo de qualidade duvidosa.

 

Por outro lado, se o produtor do conteúdo escolher um título ‘clickbait’, sabendo que é capaz de entregar com o que se comprometeu, o bait é válido e ‘do bem’.

 

O que é um clickbait do bem?

 

Além de cumprir o combinado ao longo do conteúdo, um clickbait honesto tem fonte de pesquisa confiável, agrega valor e cumpre com a ética. 

 

É importante não confundi-lo com engagement-baits que, embora não sejam tão apelativos, o objetivo deles é gerar apenas engajamento, como desencadear uma quantidade massiva de comentários. 

 

Um exemplo clássico são as CTAs (call to action) de posts de redes sociais que solicitam a audiência para comentar com um emoji de determinada cor ou responderem a hora do dia em que visualizaram o conteúdo. Essa estratégia faz com que, até quem não tenha nada para comentar, comente algo.

 

Portanto, para acertar no conteúdo caça-cliques deste ano de 2021 lembre-se de:

 

  • Tornar a pergunta da headline, no caso de utilizar alguma, intrigante e provocativa; 
  • Começar o título ou conteúdo pelos benefícios, de forma resumida;
  • Apontar os principais erros que as pessoas cometem a respeito do tema;
  • Priorizar palavras sensoriais e que despertem emoções no leitor;
  • Criar guias completos, evidenciando que você está exaurindo todas as informações sobre determinado tópico;
  • Evitar veicular informações incompletas, exageradas ou interpretadas, a partir da fonte, de forma equivocada;
  • Separar bem a sua opinião dos fatos.

 

Vale a pena lembrar que sim, vale a pena aderir essa tática. Os conteúdos sensacionalistas já existem muito antes do próprio termo ‘clickbait’ ser criado porque eles funcionam. São palavras que trabalham o medo, o desejo e a curiosidade da audiência. Assim, basta se atentar para alguns pontos e aproveitar o lado positivo do clickbait.

 

2 exemplos de clickbait

 

Será que alguém ainda usa clickbait em 2021 e, além disso, de forma segura e genuína? Observe os seguintes exemplos.

 

Empiricus

 

Reprodução - Empiricus_Clickbait
Reprodução – Empiricus

 

A Empiricus, empresa de produção de conteúdo sobre o mercado financeiro e investimentos, também é exemplo de utilização de conteúdo convidativo. 

 

Quando o título contém a construção “…este analista te dá a resposta.”, ele se aproxima do leitor ao mesmo tempo que garante que o conteúdo foi criado por um analista, um especialista. Por isso é um clickbait do bem, afinal, a fonte é provavelmente segura.

Design Descomplicado

 

clickbait instagram
Instagram Design Descomplicado – Exemplo de clickbait “do bem”.

 

Dá para fazer clickbait nas redes sociais? Repare como essa postagem no Instagram do Design Descomplicado segue a ideia de um conteúdo focado nos erros mais vistos entre o público. 

 

Comparado com as outras postagens do feed, ela teve excelentes resultados — só não superou a “Como criar uma apresentação de logotipo”, que apelou mais para um clickbait visual, com uma imagem de uma personagem gráfica exageradamente surpresa. 

 

 

Instagram - Design Descomplicado - Exemplo de Clickbait
Instagram – Design Descomplicado – Exemplo de Clickbait

Conclusão

 

Seja no blog, plataforma de vídeo ou redes sociais, é completamente viável utilizar o clickbait para o bem. Ao utilizar a tática de forma segura, você consegue atrair clientes em potencial, de forma dinâmica e curiosa, mas sem perder a confiabilidade no conteúdo. 

 

Além disso, quem vende no meio digital, geralmente, possui muitos concorrentes. Por isso que, qualquer estratégia cujo intuito é atrair muitas pessoas, desde que honesta, é bem-vinda. 

 

O primeiro passo para fechar uma venda é levar a sua solução para o máximo de pessoas. Como o clickbait tem essa característica de marketing viral e de atração, pode levar o seu negócio digital a outro nível de popularidade. 

 

Lembre-se de incluir o e-mail em sua estratégia de marketing digital para 2021! Veja o vídeo para saber mais sobre o assunto: 

 

 

Mais artigos para você

Mercado Digital: o que é e como funciona

A transformação digital não é somente realidade, mas uma necessidade. Você sabe o que é mercado digital? Se você ou …

O que é negócio escalável e 3 ideias

Negócio escalável, cada vez mais, prova que não é uma buzzword ou palavra da moda. A alta lucratividade, além de …

O que é oratória e 4 dicas para falar bem no seu curso online

Se você pretende criar cursos online, é necessário saber o que é oratória e como usá-la para desenvolver aulas mais …

O que é NFT: entenda como funciona este registro digital

Você sabe o que é NFT? Ele é um registro digital que transforma o seu bem digital em algo único. …

Bruno Perini: saiba quem é e conheça seus projetos

Curioso, focado, organizado e com um objetivo muito claro e bem definido. Essas características podem definir bem quem é Bruno …

Psicologia das cores no marketing: entenda o significado

O marketing de uma empresa abrange diversos detalhes que devem ser pensados para que ela se destaque em meio às …