O mercado de afiliados é visto como um meio facilitador para empreender. Mas não se engane, ele também demanda esforços, sobretudo na captação de leads. 

Afinal, sem esses clientes em potencial, a única saída seria vender para os consumidores recorrentes, o que significa, naturalmente, menos vendas.

O fato é que, sendo afiliado ou não, para vender na internet, é necessário ter uma base de leads. Até porque a diferença principal entre esse mercado e o tradicional é a autoria do produto digital, uma vez que o afiliado é a pessoa que vende um infoproduto de outro empreendedor mediante comissão.

Portanto, continue a leitura deste conteúdo para saber o que é, como se tornar um afiliado e gerar leads!

O que é e como entrar no mercado de afiliados?

Antes de mais nada, é importante entender quem são os afiliados e o que eles fazem. 

Nesse sentido, saiba que os afiliados recebem uma comissão e empreendem sem precisar começar do zero. Isso porque eles não têm a necessidade de criar um produto, apenas encontrar o ideal e saber como vendê-lo. 

Com base nisso, podemos enxergar diversas vantagens nesse mercado, como:

  • A possibilidade de trabalhar sem precisar de um produto próprio;
  • Não precisar lidar diretamente com o consumidor;
  • Escolher sua própria margem de lucro;
  • E ter o pagamento garantido pela plataforma de afiliados.

Para atuar nesse mercado, é preciso saber que tudo dependerá do produto e da modalidade escolhida, que podem ser divididas em autoridade e árbitro ou investidor, como veremos a seguir.

 

Autoridade

Nessa modalidade, o afiliado autoridade deve ter conhecimento no nível especialista em determinado assunto e definir estratégias de marketing para ampliar o seu alcance e divulgar o produto. 

Aqui, o foco é na produção de conteúdo e na sua divulgação em diversos canais como redes sociais, site, blog e e-mail marketing. 

O desafio dessa categoria é aguardar pelo retorno financeiro de seus esforços. Afinal, no meio digital, os resultados chegam mais lentamente do que em abordagens diretas, como veremos na modalidade de árbitro/investidor a seguir.

 

Árbitro ou Investidor

Diferente da modalidade autoridade, o afiliado árbitro não precisa ser um especialista no assunto, e sim investir financeiramente no negócio para impulsionar as vendas. Aqui, o foco é em conversões rápidas, sem a necessidade de uma produção massiva de conteúdo. 

A categoria também é mais flexível, ao passo que permite divulgar mais de um produto por meio de mídias pagas, como o Facebook Ads, por exemplo. Seu retorno é mais rápido e proporcional ao investimento feito pelo afiliado em propagandas.

Com as vendas feitas por links patrocinados, o afiliado não precisa ser a “cara do negócio”, já que elas são feitas diretamente no site de compras. 

 

O que vender como afiliado?

O mercado de afiliados é bastante amplo, o que permite explorar diversos nichos de acordo com a sua necessidade e preferência. 

Os mais comuns são os infoprodutos, que podem ser cursos online, e-books e outros formatos que vem ganhando popularidade, como os podcasts.

Entretanto, a área de atuação como afiliado não se limita apenas aos infoprodutos. Com o avanço do e-commerce, outros formatos se tornaram viáveis e permitem que o afiliado escolha entre diversas opções. Hoje, já é possível vender:

  • Produtos físicos: lojas varejistas, como a Magazine Luiza, já contam com programa de afiliados;
  • Serviços: como, por exemplo, consultoria de marketing digital;
  • Ferramentas: chat para sites, como a plataforma Jivochat.

 

Qual o melhor programa de afiliados?

Mais importante do que escolher o produto certo, é investir em um bom programa de afiliados, já que será por meio da plataforma que você receberá sua renda extra. 

Por isso, é importante consultar experiências prévias sobre a plataforma e prestar atenção aos benefícios oferecidos por essa. A forma de pagamento e quais produtos são suportados, por exemplo, devem ser pontos a serem considerados na sua escolha. 

Nesse sentido, saiba que existem diversos programas, como o Hotmart Afiliados, UOL Afiliados, Jovichat, Nuvemshop e Amazon, que possuem suas particularidades. O ideal é escolher o que melhor atende às suas necessidades. 

Além desses, existe também o programa da HeroSpark, que conta com recursos completos para apoiar o seu negócio digital: desde checkout para compra até a criação de landing pages e automação de e-mails. Assim, é possível centralizar as funções que você precisa para o seu empreendimento de afiliados em uma só ferramenta.

 

Porque devo gerar leads no mercado de afiliados

Podemos dizer que vender é o core business de qualquer afiliado, mas ter sucesso nas vendas sem gerar leads é praticamente impossível. Não só existem benefícios da captação, como elas são as verdadeiras motivações para a obtenção de clientes, observe:

 

Tráfego específico e de qualidade

Muito se fala que, no marketing de conteúdo, esse conteúdo deve ser de valor e voltado para as necessidades da persona. 

Assim, o melhor meio de alcançar essa qualidade nas publicações é por meio da distinção entre quem é um visitante passageiro do seu canal e quem é de fato um provável cliente.

 

Lista de possíveis clientes 

Ao “separar o joio do trigo”, você passa a conhecer onde deve aplicar maiores investimentos que, obviamente, é no lead, em vez de ser no usuário comum. Até porque, acumular meros curiosos não vai levar o seu negócio a nenhum patamar.

 

Relacionamento mais assertivo

Sabendo quem é mais provável de demonstrar reciprocidade, isto é, de dar uma chance para o seu produto ou serviço ciente de todo o conteúdo gratuito que você oferece, fica mais fácil alimentar uma conexão e cultivar a confiança do cliente em formação

Imagem de oferta Imersão Foguete Digital

 

Campanhas de marketing mais personalizadas

Não só um relacionamento mais inteligente com as pessoas certas, mas as próprias campanhas de marketing podem gerar um retorno mais positivo com essa geração de leads

 

Maiores taxas de conversão

A partir do momento em que você emprega seus recursos nas pessoas mais propensas à compra, suas taxas de conversão tendem a melhorar

Inclusive, ao captar e gerar leads, fica mais fácil se comunicar com visitantes que desistiram da compra por algum motivo, mas que, provavelmente, podem voltar ao checkout.

 

Dicas para gerar leads

Se você compreendeu o propósito de gerar leads, principalmente no contexto do marketing de afiliados, prossiga para a próxima parte deste artigo, onde vamos dar algumas dicas para você alcançar esse feito!

 

Ofereça cupons para novos clientes

Um generoso desconto na primeira compra é, muitas vezes, uma estratégia que pode ser feita para dar uma força na conversão. 

Em cenários de incerteza, os visitantes estão se importando cada vez mais com o preço. Logo, enxergar esse valor da venda como fator de competição pode ajudar você a transformar o usuário comum em lead.

Para se ter uma ideia, só nos serviços de delivery, a busca por cupons de desconto aumentou 400%! No ramo de venda de jogos online, o aumento foi de 150%. Esses números sinalizam em que as pessoas estão interessadas. Portanto, tire proveito disso! 

 

Escreva guest posts 

Seus possíveis clientes podem estar do outro lado, no blog de um parceiro. Então, crie conteúdo para eles também e obtenha mais visitantes. 

Quando se fala em artigo de blog há uma vantagem extra: o link building ajuda a rankear melhor o seu próprio blog no Google, ainda mais se você linkar diretamente para uma página de captura.

Contudo, tenha cautela ao sugerir uma proposta de guest post. Antes de criar o conteúdo para o espaço digital de um parceiro do inbound marketing, interaja por meio do envio de comentários, com curtidas e também compartilhamentos do que é publicado lá também. 

Além disso, já atualize seu portfólio e mostre que você tem domínio na produção de conteúdo. 

 

Otimize suas campanhas nas mídias sociais

As campanhas de anúncios são ferramentas extremamente poderosas, sobretudo nesta era em que os algoritmos das redes sociais trabalham a favor do tráfego pago

Assim, uma recomendação essencial que muitas pessoas esquecem na hora de criar as campanhas é dar preferência por conteúdos virais. Crie propagandas criativas, explore o humor e a nostalgia, enfim, capture leads com o marketing viral também.

Lembre-se que nas configurações das campanhas seu objetivo é o de alcance, no que tange à captação de leads. Então, procure acompanhar o custo pelo número de pessoas alcançadas: quanto menor, melhor.

As métricas de frequência também influenciam muito nos resultados, já que a quantidade de vezes que o seu anúncio aparece para alguém pode definir se a sua mensagem causa, ou não, alguma influência nesse visitante. 

 

Envie uma sequência de e-mails persuasiva

Os e-mails compõem mais uma estratégia de qualidade para gerar leads de graça

Portanto, escreva diretamente para o contato, de forma individual e humanizada. Você pode montar uma campanha de e-mail marketing que siga, aproximadamente, essa ideia:

 

  • Primeiro e-mail: Você mostra ao lead que ele sabe que tem um problema e que você está disponível para ajudá-lo com isso. Compartilhar materiais como e-books e podcasts começa a prepará-lo para entender mais sobre o assunto.

exemplo de sequência de e-mails para lead

 

  • Segundo e-mail: Comece a falar sobre a sua solução, abordando a dor da sua persona e como você pode ajudá-lo a resolver o problema com o seu conteúdo.

 

  • Terceiro e-mail: Compartilhe a experiência de algum cliente seu, com o problema relatado por ele e como você solucionou.

 

  • Quarto e-mail: Esse é o e-mail que validará se o seu produto/serviço é o que o seu lead busca.

 

Quanto mais você eleva seu lead para a condição de cliente real, maior se tornará sua capacidade de atrair ainda mais conversões.

Então, agora que você já conhece a importância de gerar leads no mercado de afiliados e sabe como fazer isso, é hora de escolher um bom programa para investir e, assim, aumentar a sua renda. 

Por isso, conheça o programa de afiliados da HeroSpark, que pode ser um ótimo negócio para você tornar-se um empreendedor digital de sucesso!

Imagem de oferta Imersão Foguete Digital

1 Comentário

  1. Lirian disse:

    Muito bom seu artigo, gostei ! Estou trabalhando com maquiagem para iniciante, mas ainda não sei fazer artigo assim, quero aprender rsrs
    Parabens!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.