Um blog sobre empreendedorismo, negócios digitais e cursos online


Não perca mais nenhuma novidade !

Assine nosso blog e ative as notificações para receber os melhores conteúdos sobre empreendedorismo


O que é uma plataforma de afiliados?

plataforma de afiliados

Não dá para falar sobre um negócio digital de comissão por vendas sem mencionar a plataforma de afiliados. Esse tipo de marketing é como um comissionamento digital, já que você vende um produto online e ganha um valor em cima dele, semelhante ao que ocorre nas corretoras imobiliárias, em que o corretor divulga um imóvel e recebe sua gratificação pelo negócio.

 

O controle dos produtos, pagamentos e comunicação entre produtor e afiliado acontece pela plataforma. O vendedor precisa apenas se cadastrar na plataforma, escolher o produto que quer divulgar, copiar seu link e o pixel, e a plataforma cuida do resto — que é detectar as vendas e repassar as comissões. 

 

Diferente do produtor, que tem seu infoproduto restrito à plataforma, os afiliados podem se cadastrar e vender produtos variados de diferentes programas de associados. Hoje, de fato, existem muitas opções: desde o pioneiro Portal de Associados da Amazon, até empresas mais recentes nesta área do marketing, como o Meliuz. 

 

Quer saber mais sobre plataformas de afiliados? Continue a leitura!

O que é e como achar uma boa plataforma de afiliados

A plataforma é o painel de controle em que o produtor define as diretrizes do seu produto digital (como público-alvo, preço, valor e tipo da comissão) e o afiliado, ao se cadastrar gratuitamente no sistema, tem acesso a todos esses detalhes para começar a vender.

 

Entenda melhor quem participa das plataformas de afiliados:

 

Anunciante

Com o seu cadastro de produtor, ele deve enviar o produto à plataforma e estabelecer os critérios de venda. É aconselhável que o próprio anunciante faça a sugestão de copys, palavras-chaves, regras para anunciar e outros materiais de apoio.

 

Afiliado

É o responsável pelas vendas dos infoprodutos, por meio desse material de divulgação e do link personalizado que a plataforma cria. Deve permanecer atento aos comunicados do produtor (sobre atualização do produto, por exemplo), relatórios de métricas quanto às vendas e os saldos das comissões.

 

Cliente

Apesar do nome “plataforma de afiliados”, os clientes também fazem parte do site. O produto digital, via de regra, não pode ser acessado por outros meios, por razões de segurança, então o cliente é presente na plataforma, pode dar feedbacks e contar com o suporte caso apareça algum problema com o produto. 

 

Portanto, uma boa plataforma deve ter, pelo menos:

 

  • bons produtos digitais disponíveis para venda;
  • comissões justas e em diversos tipos;
  • espaço para a disponibilização de material de apoio do produtor;
  • canais de comunicação entre produtor e afiliado;
  • suporte de atendimento ao cliente;
  • relatórios de dados e métricas sobre as vendas;
  • sistema próprio e seguro para o pagamento das comissões.

Vantagens do marketing de afiliados para quem vende os infoprodutos

É um mercado ainda em expansão

Pelo menos no exterior, 7,5% do gasto total dos varejistas norte-americanos no mercado digital foram com marketing de afiliados, em 2016, segundo a rede global de afiliados Awin, o que correspondeu a US$ 4,7 bilhões e, até o fim deste ano de 2020, deverá chegar a 6,8 US$ bilhões. Quanto ao Brasil, os últimos dados são de 2018 e o faturamento desse mercado foi superior a R$ 4 bilhões.

Possibilita que mais de um afiliado ganhe por um mesmo cliente

Dependendo do nicho, pode acontecer de mais de um afiliado receber acessos nos seus links pelos mesmos leads. Para isso, existem regras de comissionamento super flexíveis, entenda:

 

Primeiro clique

No inglês, é conhecido como “first cookie counts”, justamente por envolver os cookies de cada usuário (assim como nas regras seguintes). Como o nome sugere, privilegia o afiliado que recebeu o primeiro clique, logo o segundo não receberá comissão. Essa regra não é muito comum entre as plataformas.

 

Último clique

A comissão vai para o último afiliado que indicou o produto, dessa forma o cliente escolhe por qual link ele comprará. Os afiliados, inclusive, aproveitam essa regra para fornecer bônus especiais pelos seus links, tornando-os mais atraentes para serem escolhidos. 

 

Primeiro e último clique

Nesta regra, a comissão é dividida entre o afiliado que ganhou o primeiro clique e o que recebeu o último. Embora a comissão seja reduzida, ela é mais democrática e preferível para os iniciantes. Na prática, ela acaba não acontecendo com tanta frequência (somente com os produtos de lançamento).

Não há consequências diretas quando não acontecem vendas 

Se você se associa a um produto e, por algum motivo, não efetua vendas, você não sofre nenhum prejuízo direto decorrente disso. As plataformas não punem quem está inativo, embora, indiretamente, isso possa prejudicar a saúde do negócio já que sem os anúncios, as vendas se tornam reduzidas. 

Sem limites de programas de afiliados

Você pode anunciar em qualquer programa dentro e fora do país, desde que a rede de afiliados tenha alcance. Por um lado, pode ser mais trabalhoso por exigir conhecimentos sobre muitos tipos de clientes, mas, por outro, o alcance do lucro é gigantesco e praticamente ilimitado. 

Ótima opção de renda extra

O isolamento social deste ano de 2020 acabou prejudicando muitas pessoas de irem ao trabalho ou até mesmo por perderem seus empregos. Assim, o marketing de afiliados foi posto em alta novamente devido a sua rentabilidade, ainda mais pelos diversos meios de remuneração e nichos de atuação. 

Oportunidade inclusiva de renda

Se você não tem condições de competir por vagas em processos seletivos criteriosos para ter uma renda, conte com a plataforma de afiliados. Basta se cadastrar e procurar os produtos. Não há tantos critérios para ser aceito e começar a ser remunerado pelos resultados. 

Aprendizado para o seu próprio negócio

Como afiliado, sua tarefa é promover produtos de terceiros, mas pode chegar o momento em que você vai produzir o seu. Com a experiência em tráfego pago e orgânico que você adquire como afiliado, você vai poder executar suas estratégias ou treinar alguém que faça o serviço para você. 

 

A plataforma de afiliados é o sistema que está ao lado do produtor, cliente e afiliado nesse meio da renda extra.

 

Se você quer saber como se tornar um afiliado HeroSpark, confira este vídeo! 

 

Mais artigos para você

Coprodução: como criar um negócio digital sem produzir o conteúdo

A coprodução é o ato de comercializar um produto digital em parceria com outras pessoas, ou seja, quando um produtor …

5 ferramentas e técnicas de tomada de decisão obrigatórias para empreendedores

Uma decisão errada pode ajudar ou atrapalhar um negócio. E os empreendedores precisam tomar centenas de decisões todos os dias. …

O que é freelancer e como contratar um para seu negócio

Você pode até ter contratado este profissional alguma vez na vida, mas nem percebeu, então, o que é freelancer? Normalmente, …

Tráfego pago: o que é e como funciona

Tráfego pago é uma ferramenta de marketing digital que possibilita alavancar os acessos ao seu site ou blog. Por meio …

Links Patrocinados: o que é e quais ferramentas utilizar

Links patrocinados são as melhores soluções para as desvantagens do tráfego orgânico. Por mais que você prefira um posicionamento no …

Estudo online: Boas práticas para manter foco do aluno

Veja dicas de como garantir que seus alunos se engajem no estudo do seu curso online   Em tempos de …