Copywriter: Significado, características e dicas para se tornar um

Copywriter significado: pessoa trabalhado com a escrita persuasiva no notebook

Você já pensou em ganhar dinheiro na internet apenas escrevendo? Pois saiba que sendo um copywriter isso é totalmente possível!

Afinal, esse profissional consegue se manter escrevendo para diversas empresas diferentes a partir da internet, sendo que ele pode realizar todos os seus trabalhos de casa.

Se interessou? Então continue lendo este artigo para saber mais sobre a profissão de copywriter, significado e como se tornar um de sucesso. Boa leitura!

Copywriter: significado

O copywriter é um profissional que trabalha escrevendo para a internet. A sua escrita tem o objetivo de fazer o leitor realizar uma ação específica.

Na maioria das vezes, essa ação se refere à compra de um produto que está sendo promovido a partir da escrita desse profissional. No entanto, essa ação também pode ser qualquer uma que converta o leitor em alguma etapa do funil de vendas.

Para alcançar isso, o copywriter trabalha com uma técnica específica de escrita na web: o copywriting. A partir dela, ele consegue desenvolver textos criativos que atraiam a atenção do leitor e façam-no realizar a ação desejada.

Quem pode ser Copywriter?

Para se tornar um copywriter de sucesso e conseguir alcançar os resultados que seus clientes procuram, é preciso ter algumas características básicas que essa profissão exige.

Até aqui, você deve ter percebido que ser um bom copywriter significa gostar de escrever e ser persuasivo, no sentido de entender as necessidade do outro para oferecer soluções específicas.

Mas será que gostar de escrever e saber ser persuasivo são as únicas características desse profissional? Bom, na verdade, tem mais alguns atributos que são interessantes de se ter, como:

  • Gostar de ler e adquirir novos conhecimentos sobre diversas áreas diferentes para ter uma boa bagagem cultural;
  • Ser capaz de adaptar a sua linguagem escrita para se encaixar no tom da marca;
  • Ter um perfil analítico e observador para melhorar sua técnica e sempre ter novas ideias;
  • Conseguir ter empatia pelas pessoas e se colocar no seu lugar em determinadas situações.

Por mais que um bom copywriter tenha diversas características, saiba que, se você não tiver alguma delas, ainda é possível desenvolvê-las para ter sucesso nesse meio!

Como é o trabalho de um Copywriter?

Que o trabalho de um copywriter envolve a escrita, isso todos nós sabemos. Mas que tipo de conteúdo esse profissional cria? E como ele faz no dia a dia para gerar as suas copys, ou seja, os seus textos persuasivos?

Bom, basicamente, conseguimos ver os copywriters trabalhando com diversos formatos de conteúdo. Isso pode mudar a depender da estratégia que o cliente utiliza, mas, na maioria das vezes, é comum eles escreverem para:

  • Anúncios no Google ou nas redes sociais;
  • Peças publicitárias online ou offline;
  • Disparos de e-mail marketing;
  • Landing pages de materiais ricos ou de vendas;
  • Entre muitos outros.

Além do formato, os copywriters também possuem um processo de produção próprio. Por mais que a sua principal atividade seja a escrita, esse profissional também trabalha fazendo pesquisa e análise das suas copys.

Na pesquisa, ele estuda melhor sobre:

  • Seu cliente e a estratégia a ser utilizada;
  • O mercado em que seu cliente está inserido;
  • A persona do seu cliente e como ela se comporta.

Ao fazer essa pesquisa inicial, o copywriter consegue entender melhor como o mercado do cliente usa o copywriting e de que forma o público as recebe. Assim, ele tem uma ideia de como deve ser a sua copy para realmente persuadir aquele público.

Com a pesquisa feita, ele consegue seguir tranquilamente para a escrita. Mas o trabalho não acaba por aqui.

O copywriter precisa saber se suas copys estão gerando os resultados esperados. Por conta disso, é normal que esse profissional também trabalhe analisando as métricas para entender os pontos que podem melhorar e os que deram resultados.

Dessa forma, ele pode ir sempre melhorando a sua técnica com base em dados e resultados reais. 

Qual o salário de um Copywriter?

Agora que você sabe o que é copywriter, significado e suas funções, pode estar se perguntando quanto esse profissional realmente ganha, não é mesmo?

Nesse sentido, saiba que o salário de um copywriter é algo que pode variar muito de região para região. Segundo o site da Glassdoor, a média salarial de um copywriter no Brasil é de R$4.000,00.

Mas, conforme você ganha experiência na área e busca mais conhecimentos, é possível  ganhar até R$10.000,00 por mês. Muito bom, não é?

Como começar a carreira de Copywriter?

Tendo conhecido melhor a profissão de um copywriter e significado, chegou o momento de saber de verdade como você consegue começar uma carreira nessa área!

Imagem de oferta Mentoria Impulso Digital.

Para isso, vai ser necessário muito estudo e dedicação. Mas se você chegou até aqui no artigo, com certeza conseguirá fazer o que precisa para ingressar na carreira!

Dessa forma, para ajudar você nessa jornada, separamos 5 dicas para te orientar. Confira!

1. Conheça e domine os gatilhos mentais

Uma parte muito importante do trabalho de um copywriter é escrever de forma persuasiva. E, para fazer isso, ele costuma utilizar os gatilhos mentais.

Os gatilhos mentais são estímulos que fazem com que as pessoas consigam decidir mais rápido o que elas querem. Geralmente, eles são utilizados para mostrar melhor as qualidades de um produto, para, assim, a persona enxergar o valor em comprá-lo.

Para exemplificar, podemos observar o gatilho da prova social. Ele é utilizado para mostrar que um produto já foi comprado por outras pessoas e que elas aprovaram. Conseguimos ver isso em depoimentos, avaliações e até comentários positivos nas redes sociais.

Isso ajuda a fazer com que a persona fique mais inclinada para escolher determinado produto do que outro.

Mas a prova social não é o único gatilho que existe. Também tem o da urgência, da exclusividade, da autoridade e muitos outros. Conheça alguns deles aqui para já ir se acostumando com essa técnica!

2. Saiba a diferença entre persuadir e manipular

Essa segunda dica tem muito a ver com a anterior, porque ainda estamos falando de persuasão. Mas aqui é importante saber diferenciar os termos.

No mundo do copywriting, é muito comum que as pessoas confundam a persuasão com a manipulação e acreditem que é tudo a mesma coisa. Mas existem diferenças entre as duas.

  • Manipulação: é quando se oferta algo que não favorece a persona, mas somente o negócio;
  • Persuasão: é quando se oferta algo que se encaixa na vida da persona e traz vantagens para ela.

Sendo assim, quando se manipula alguém, você está conscientemente oferecendo algo que sabe que não vai fazer bem para o outro. Já a persuasão é mais empática e busca oferecer algo que realmente ajude a sua persona.

E, como vimos anteriormente, para ser um bom copywriter, é preciso ter empatia. Assim, você consegue entender os desafios dela e oferecer a solução que a atende melhor.

3. Escreva pensando no seu público

Quando você leu sobre o trabalho do copywriter e significado, pôde ver que esse profissional não passa seus dias apenas escrevendo, certo? Ele também precisa fazer pesquisas e análises.

Nesse sentido, uma parte muito importante da sua pesquisa é a de conhecer a persona para a qual se está criando a copy.

Esse ponto é essencial pois, ao conhecê-la melhor, você saberá como adaptar a sua linguagem para a da sua persona e, assim, conseguir persuadi-la com mais eficácia.

Sendo assim, sempre busque conhecer o seu público e pensar nele no momento de produzir a sua copy. Somente assim você saberá utilizar as palavras certas para estimular o público a realizar uma ação!

4. Tenha um objetivo com a sua copy 

Além de conhecer o seu público, é fundamental que a sua copy tenha um objetivo. Afinal, o copywriter é o profissional que escreve com a intenção de atingir um resultado específico. Logo, é importante saber qual é o objetivo da sua copy.

Até porque, a maioria das copys são mais curtas e diretas, sem muita enrolação no momento de passar a mensagem para o público.

Por isso, quando você trabalha com um objetivo específico, fica mais fácil criar textos realmente atrativos para a sua audiência

5. Crie um portfólio para divulgar seus trabalhos

Por fim, para começar bem na carreira de copywriter, é fundamental que você tenha um portfólio. Isso porque, quando se trabalha em uma área criativa, é normal que você precise mostrar o que sabe fazer antes de conseguir um trabalho.

Nesses momentos, é interessante ter um portfólio a seu dispor para poder enviar para as empresas e, assim, mostrar o que você sabe fazer.

E mesmo que você ainda não tenha trabalhado no meio, você pode criar trabalhos para adicionar no seu portfólio ou adicionar projetos que você fez durante algum curso da área.

Uma ideia interessante de adicionar no seu portfólio e que vai ajudar a mostrar melhor como você usa o copywriting é montando modelos de e-mails. Nesse formato, conseguimos explorar bastante a copy e adicioná-las em vários locais.

Para ajudar você nesse processo, disponibilizamos gratuitamente o e-book: “77 Modelos de Headlines de E-mails”! Baixe-o agora mesmo para dar o primeiro passo na carreira de copywriter!

Perguntas frequentes

Banner escola de psicanálise
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.