O mercado de trabalho está em constante transformação, e uma das possibilidades que mais oferece flexibilidade é o freelancer. Assim, muitos profissionais têm buscado entender o que é freelancer e como ele atua no mercado.

Se você tem interesse em trabalhar como freelancer, preparamos este artigo para ajudá-lo a entender tudo sobre esse modelo de trabalho, como se tornar um e as estimativas salariaisAo finalizar o artigo, você será capaz de conhecer melhor esse mercado e iniciar sua jornada. 

 

O que é freelancer?

As instabilidade decorrentes da pandemia do novo coronavírus fez surgir um aumento dos profissionais interessados em receber trabalhos de freelancer e atuar como um deles. 

Freelancer é um profissional autônomo que presta serviços a empresas ou pessoas físicas conforme acordado entre ambas as partes. 

Logo, o freelancer é responsável pela própria captação de clientes e costuma atuar de forma independente.

Ele é um profissional liberal, portanto não possui vínculo empregatício e costuma trabalhar por conta própria, podendo ter vários clientes simultâneos.

A etimologia do termo freelancer deriva da era medieval. Naquela época, os freelancers (“lanças livres”) eram os cavaleiros mercenários.

A característica principal de um freelancer é a flexibilidade de horários e a possibilidade de escolher os trabalhos de preferência. 

Essa autonomia atrelada ao trabalho de freelancer tem atraído diversos profissionais que buscam mais liberdade em administrar seu trabalho e ter seus próprios clientes.

É possível, inclusive, exercer sua atividade em qualquer lugar.

Um estudo realizado pela Feev em 2020 constatou que 70% dos profissionais estão propensos a trabalhar como freelancer. 

O mesmo estudo também apontou que, com o aumento do trabalho remoto, 79% dos contratantes recorreram a freelancers.

Além disso, estima-se que o trabalho freelancer irá se tornar uma necessidade para algumas áreas, devido às instabilidades do mercado de trabalho. 

Assim, pessoas que temem perder seus empregos procuram essa modalidade de trabalho a fim de garantir uma fonte de renda alternativa. 

 

Mulher usando um computador para trabalhar em casa como freelancer

 

Qual o salário de um freelancer?

A remuneração de um freelancer é variável, já que existem profissionais de diversas áreas nesse modelo de trabalho. Por exemplo, um programador freelancer receberá mias do que um redator.

Devido à autonomia de sua profissão, o freelancer pode escolher os valores que irá cobrar por projeto ou trabalhos pontuais.

Desse modo, existe uma grande probabilidade desse profissional atingir altos ganhos e adquirir estabilidade financeira. 

Contudo, para alcançar esse objetivo, o freelancer precisa ter uma excelente visão estratégica e realizar um planejamento de marketing, a fim de atuar na captação dos clientes certos para ter seu trabalho valorizado e não se frustrar na profissão. 

Segundo o Glassdoor, a média salarial de um freelancer é de R$ 1,920,00 por mês. Porém, no próprio site, você encontrará empresas que remuneram seus freelancers em valores que variam de R$ 3.000,00 à R$ 13.000,00 por mês.

Além da remuneração em si, trabalhar como freelancer também contribui para o desenvolvimento pessoal e profissional. Isso porque a autonomia da profissão estimula a construção de uma rede de networking sólida e bem estruturada com o objetivo de captar clientes e tornar-se referência na área de atuação. 

 

Imagem de oferta Imersão Foguete Digital

Como se tornar um freelancer

Se você está decidido em se tornar um freelancer, precisa realizar um bom planejamento antes de dar os primeiros passos. Afinal, você será autônomo, por isso tudo será desenvolvido por você: desde a prospecção de clientes até a emissão das notas fiscais. 

Inicialmente, você deve iniciar uma estratégia de marketing para captar os clientes certos. Desenhe uma persona e o caminho dela dentro do funil de vendas

Crie páginas para apresentar o seu trabalho e mantenha contato com potenciais empregadores usando e-mail e redes sociais. Aos poucos, você conquista uma audiência.

Uma dica para quem está iniciando é estudar sobre marketing pessoal, já que é muito comum freelancers começarem sendo a sua própria marca.

Caso queira conquistar clientes rapidamente, você pode se cadastrar em algumas plataformas de freelancers, como:

  • 99jobs
  • Workana
  • Freelas
  • Entre outras.

Também vale ficar atento ao LinkedIn, para conferir as vagas para freelancers, se conectar com outros profissionais nesse modelo de trabalho e até com possíveis empregadores.

 

Quais são as opções para trabalhar como freelancer?

O trabalho de freelancer tem se tornado cada vez mais dinâmico, abrangendo diversas áreas de atuação.

O que era restrito a algumas atividades – como designer gráfico e tradutores, por exemplo – passou a atrair profissionais de diversos setores. 

Dada a tamanha abrangência do mercado de trabalho para freelancers, decidimos listar algumas opções para trabalhar como freelancer a seguir: 

 

Consultor

O trabalho de consultor também precisa de um conhecimento prévio, no entanto, é uma área bem abrangente, podendo alcançar diversos setores.

Logo, não importa sua formação acadêmica, você pode se especializar para dar consultorias e auxiliar pessoas que precisam melhorar seus resultados ou precisam de suporte na questão que você domina. 

Sendo assim, essa profissão pode ser exercida por advogados, administradores, comunicadores, profissionais de marketing, entre outros, devido à popularização da profissão é preciso buscar diferenciais para se destacar no mercado. Se você possuir especializações, com certeza irá se diferenciar. 

 

Contador

A profissão de contador é uma ótima opção de trabalho de freelancer, pois é uma das áreas com melhor retorno financeiro do mercado. No entanto, para atuar nessa área, é preciso terformação em ciências contábeis, administração ou ciências econômicas, a depender do serviço.

Por ser um trabalho específico e que toma um tempo considerável dos clientes, o contador terá clientes fixos que garantem certa estabilidade. 

 

Produtor Digital

Além das opções anteriores, você pode apostar na carreira de produtor digital. Para iniciar como freelancer nesta profissão, basta produzir infoprodutos e escolher uma boa plataforma para hospedá-los, como a HeroSpark.

Além desses produtos serem rentáveis, eles também são caracterizados pelo baixo custo. Assim, você pode começar com um baixo investimento e aumentá-lo gradualmente, conforme realizar mais vendas.

Alguns tipos de infoprodutos são:

  • E-books;
  • Cursos online;
  • Webinars; 
  • Podcasts.

Agora que você sabe o que é freelancer, como se tornar um e o salário, já pode começar a colocar em prática!

Para ter os melhores resultados, você pode começar sua estratégia de marketing utilizando uma plataforma completa e contando com o suporte de profissionais experientes. 

Por isso, crie sua conta na HeroSpark, hospede seu produto digital, monte sua persona, funil de vendas e comece a receber os seus primeiros clientes como profissional freelancer.

Imagem de oferta Imersão Foguete Digital

1 Comentário

  1. Junior Mafra disse:

    Estou trabalhando como Freela a 5 anos, trabalho em alguns sites nacionais como freela web e 99 freelas e também alguns internacionais como fiverr e workana, venho tendo boas experiência se ganhando clientes, trabalhei para uma gência 10 anos e hoje ganho mais prestando serviços em casa através dessas e outas plataformas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.