empreender com a herospark

Provavelmente, em algum momento da vida, enquanto definiu suas metas financeiras, você quis saber como era possível ter uma renda extra, não é verdade?

Afinal, muitas vezes, por mais que haja economia e corte de gastos, só uma renda a mais pode fazer você chegar mais perto de realizar aquele sonho.

A boa notícia é que a internet oferece muitas saídas para quem tem vontade e disciplina de ganhar dinheiro online. No entanto, por mais que a filosofia de “ser pago sem sair de casa” pareça atraente, esse tipo de renda só funciona se você souber o que está fazendo. 

Mas, não se preocupe! Neste texto, vamos falar sobre cada uma das principais formas de conseguir uma boa renda extra pela internet. Confira!

 

O que é renda extra?

Renda extra é aquele dinheiro que você conquista além do seu salário. Trata-se de uma renda alternativa. No geral, as pessoas optam por essa forma de lucrar quando estão com a vida financeira complicada ou querem realizar um novo projeto profissional ou pessoal.

Nesse sentido, a internet apresenta diversas ferramentas para aqueles que procuram gerar renda extra. Isso quer dizer que é possível começar a ganhar dinheiro do zero apenas com algumas habilidades, como a escrita ou a fotografia. 

Há também a chance para quem tem produtos usados ou novos para vender em uma loja virtual própria, nas redes sociais ou em um marketplace público.

Um ponto importante a ser esclarecido é que o ganho dessas atividades, mesmo que seja alternativo, também deve ser declarado por lei. Ou seja, empreendedores digitais também devem pagar imposto de renda.

 

Como fazer renda extra online: 21 ideias testadas

Para ganhar dinheiro na internet, não é necessário dispor de muitos equipamentos ou de uma verba fora da sua realidade. Você precisa apenas saber quem é o seu público, o que ele deseja e, com base nisso, pensar em quais produtos ou serviços deve oferecer.

Além disso, não se esqueça de aprender quais são as estratégias necessárias para apresentar o seu negócio para o seu público de forma totalmente virtual.

Dito isso, confira abaixo algumas maneiras comprovadas de lucrar com a internet.

ideias para ganhar dinheiro

 

1. Ajude a detectar bugs de sites e aplicativos

Este serviço já existe há bastante tempo e, na maioria das vezes, exige um nível de inglês (mas nada que o Google Tradutor não possa ajudar).

Assim, para trabalhar nessa área, cadastre-se em sites como Userlytics, Tester Work e UserTesting. Neles, você vai poder testar se alguns sites são fáceis de usar e compreensíveis, se a função de compra está funcionando, etc.

Alguns apps também pagam seus usuários, mas não exatamente para detectar erros. O ClipClaps, por exemplo, dá moedas virtuais aos usuários que mais assistem vídeos no aplicativo e acertam nos jogos de loterias. Depois, é só trocar as moedas por cupons da Amazon ou dólares.

O Honeygain, por sua vez, também remunera, mas em troca de você compartilhar sua conexão de internet com outros servidores.

 

2. Dê consultorias e/ou mentorias

Além de cursos online, as pessoas também têm estado bem receptivas às consultorias e às mentorias, que possuem certas vantagens, como maior dificuldade de sofrerem pirataria e maior vínculo com o cliente.

A desvantagem é que você vai precisar dar aulas novas toda vez que alguém fechar um pacote, além de interagir com cada pessoa. 

No entanto, há quem crie consultorias coletivas e isso poupa um pouco desse trabalho de fazer uma chamada com cada aluno. Porém, o preço de venda desse serviço tende a ser menor.

A outra limitação pode ser a sua agenda: você não terá tempo para todo mundo, assim, seu faturamento é reduzido. Por isso, é possível que a consultoria online seja uma opção mais rentável.

 

3. Crie um curso online 

Assim como a internet, o mercado de cursos livres não corporativos em modalidade à distância cresceu. 

Por isso, para quem procura ter uma renda extra e criar uma carreira mais palpável, os cursos online são ótimos para isso. Afinal, no contexto atual, muitas pessoas estão estudando e trabalhando exclusivamente pela internet.

Desse modo, tudo o que você precisa fazer é escolher um assunto no qual você é bom, que gosta de falar e que consiga ensinar.

 

4. Desenvolva um curso em formato de podcast (podcurso)

O podcast é uma mídia em áudio que, em um primeiro momento, lembra o rádio. Mas a proposta é um pouco mais unilateral, porque dificilmente o podcaster receberá ligações ao vivo ou fará anúncios. 

Assim, no podcurso, você monta um roteiro de videoaula em que só será registrado o seu áudio. Ele é fácil de criar, além de poupar os seus gastos com boas câmeras e cenário, ao contrário do curso online.

Já para o aluno, o podcurso também é muito prático, pois ele pode ouvir o curso no dia a dia enquanto lava a louça, por exemplo. 

Assim como um curso online comum, você pode vendê-lo por conta própria ou por uma plataforma de produtos digitais.

 

5. Invista em infoprodutos

Infoprodutos ou produtos digitais, como o nome sugere, são quaisquer tipos de produtos criados e vendidos exclusivamente pela internet.

Fazem parte desta categoria os e-books (livros em formato digital), áreas de membros, templates para blogs, ferramentas digitais e os próprios cursos online citados anteriormente. 

A principal vantagem dessa ideia é que os produtos digitais demandam um investimento relativamente baixo, já que não é necessária estrutura de loja física, com estoques ou funcionários, para realizar as vendas.

No caso dos e-books, por exemplo, é possível criá-los pelo Canva, pelo Power Point e até pelo seu navegador mesmo. A velocidade de produzi-lo também se reflete no seu preço, já que, muitas vezes, ele é mais barato, comparado a outros métodos de renda extra

No entanto, na hora de criar os seus infoprodutos, lembre-se sempre de se questionar qual é o seu talento. Afinal, conteúdo é o que atrai e retém os consumidores, mas só há conteúdo se houver conhecimento.

infográfico com as vantagens de produzir infoprodutos: facilidade, baixo investimento, vender sem sair de casa, fidelizar clientes e ganhar público

 

6. Abra uma loja virtual

O e-commerce também não é uma novidade, mas ainda há bastante espaço no segmento. 

Por isso, caso você resolva investir nessa área, dê preferência a produtos que não são facilmente encontrados nas lojas físicas brasileiras, como artesanatos exclusivos, certos produtos importados, etc. 

Além disso, saiba que existe uma modalidade de loja virtual chamada dropshipping, na qual seu trabalho é fazer o produto sair das mãos do fornecedor e chegar diretamente no cliente. Isso quer dizer que não é preciso ter um estoque. Inclusive, o investimento inicial para esse modelo é bem menor do que o usual das lojas virtuais.

Bateu aquela animação para montar a sua loja virtual? Então leia nosso artigo “Como escolher a melhor plataforma de vendas online” e descubra como colocar seus planos em prática de um jeito seguro e com a qualidade que você precisa.

 

7. Seja um coprodutor 

Se você sente que não tem domínio para criar um curso online do zero sozinho, então você pode participar da criação de um. Saiba que, depois de produtor, o coprodutor é um dos profissionais que mais faturam no ramo dos produtos digitais.

Ele pode gerenciar os afiliados (que são os usuários que divulgam o curso e ganham parte da comissão a cada venda realizada), cuidar dos anúncios do curso e gerenciar uma agência especializada em lançamento de infoprodutos. 

Isso quer dizer que é possível atuar nos bastidores daquele curso online do momento e conseguir uma generosa participação nos lucros. 

 

8. Crie um blog

Digamos que você faz cupcakes e gosta de escrever sobre gastronomia ou tem prazer em compartilhar suas receitas. Então, saiba que você pode ter um blog. 

Essa é uma chance de aproveitar a força das redes para dar mais visibilidade ao seu negócio, podendo, ainda, converter cliques em renda extra. 

Mas, agora, substitua a palavra “cupcake” por qualquer outro produto ou serviço ou mesmo uma área do saber. Criando o seu blog, você tem a opção de se associar a uma rede de afiliados e usar a página para anunciar produtos. 

Nesse sentido, saiba que cada clique em anúncio a partir do seu blog é rastreado e, caso se converta em uma venda, gera uma comissão.

Como mencionamos acima, a internet é vasta e tem, literalmente, bilhões de sites ativos. Mas conteúdo de qualidade, se bem divulgado, sempre terá tráfego garantido.

 

9. Seja um freelancer

O freelancer pode ser um coprodutor e vice-versa. A diferença é que, nessa opção, ele não depende de cursos online para trabalhar. 

Assim, esse profissional, no contexto online, pode atuar com:

  • Digitação; 
  • Assistência virtual para empreendedores, como atividades de secretariado;
  • Assessoria administrativa;
  • Edições de imagens;
  • Produção de conteúdo;
  • Gerenciamento de redes sociais, entre outros.

O leque de atividades é bem maior do que o do coprodutor e é possível se cadastrar em plataformas que fazem a conexão entre você e as empresas ou empreendedores digitais, como a Workana e o 99freelas

Embora seja uma renda extra e o faturamento não seja estável, normalmente, muitos profissionais trabalham exclusivamente com isso. Afinal, ser freelancer implica em autonomia e possibilidades maiores de lucros de acordo com a sua dedicação.

 

10. Consiga renda extra online como influencer

digital influencer fazendo um publipost de maquiagem

Para quem não tem interesse em se envolver com algum conhecimento específico, como o que ocorre com as análises de sites, cursos e afins, é possível ser um influenciador digital apenas compartilhando o seu estilo de vida com o público.

Nos EUA, por exemplo, quase todos os jovens produzem conteúdo. A expressão pelas redes sociais faz parte da cultura deles. Logo, não há tantas barreiras para encontrar um influencer por lá. 

No Brasil, não são todos os que se aventuram para obter esse tipo de renda, mas estima-se que influenciadores com menos de 20 mil seguidores já faturam R$15 mil mensais.

 

11. Transcreva vídeos

Muitas empresas precisam transcrever seus materiais em vídeos para produzir outros conteúdos. E, como se trata de um trabalho que exige muito tempo e esforço, há uma boa demanda por profissionais para essa função. 

Desse modo, você pode ganhar dinheiro de um jeito muito fácil e sem grandes preocupações com a transcrição de vídeos. Basta ter atenção e bom conhecimento da gramática da língua.

Além disso, transcrever vídeos é uma atividade que pode caminhar em conjunto com outros tipos de trabalho que você deseja desenvolver para aumentar a sua renda.

 

12. Seja tradutor

Se você fala fluentemente outra língua, invista nessa atividade. Além de ter um leque de oportunidades no mercado, o tradutor trabalha de forma totalmente remota e no tempo que desejar. 

Além das empresas, o trabalho do tradutor está presente tanto na indústria audiovisual, com a tradução de filmes e séries estrangeiras, quanto na indústria literária, com a tradução de livros dos mais variados gêneros. 

Você também pode trabalhar como intérprete no setor corporativo, acompanhando reuniões e traduzindo em tempo real para as pessoas.

 

13. Trabalhe com digitalização de negócios físicos 

Mesmo que um empreendedor tenha habilidade de criar um produto físico, como alimentos e artesanatos, estar presente na internet é definitivo para a sobrevivência do negócio. 

Por isso, associar-se a alguma marca que precisa se digitalizar também é uma boa forma de fazer uma renda extra online.

Isso pode ser feito em diversas frentes, desde a criação das redes sociais da empresa até a transformação de aulas presenciais em videoaulas. Seja o profissional capaz de promover essa digitalização!

 

14. Invista no marketing digital

O marketing digital tornou-se muito forte e acessível para as pessoas, mesmo para as que não têm um curso superior. Afinal, existem diversos cursos e formações para aqueles que desejam se aprofundar e profissionalizar na área.

Sendo assim, aposte em ferramentas de marketing de conteúdo para incluir na sua estratégia, como materiais educativos, por exemplo. É uma ótima maneira de oferecer o seu conhecimento em troca de um lead para o infoproduto que você está vendendo.

Além disso, existem outras formas de oferecer o conhecimento como moeda de troca na internet, dependendo da sua estratégia. De maneira geral, elas são válidas para atrair possíveis clientes e gerar renda extra. 

 

15. Aposte em workshops online e webinários

Workshops são um tipo de evento semelhante a uma oficina, pois reúnem teoria e prática. A diferença é que o workshop é mais voltado para o mundo corporativo e aborda um conhecimento técnico. Além disso, o seu conteúdo é mais “compacto” do que um curso e trabalha com um tema específico anteriormente determinado. 

Com isso, você pode reunir seu conhecimento e realizá-lo na modalidade online, adaptando-o para alguma plataforma de transmissão ao vivo. É um jeito mais prático e viável para alcançar um grande número de pessoas. 

Já o webinário, ou webinar, é um seminário em forma de conferência online. A pessoa que ministrará é quem irá se comunicar com o seu público. Os espectadores podem interagir entre si ou com o ”palestrante” através do chat. Como não apresenta um caráter corporativo, a abordagem dos assuntos é mais ampla, sendo direcionada a todos.

Desse modo, as chances de você atrair pessoas que se interessem pelo que você está oferecendo é muito maior. Saiba ainda que é necessário ter uma plataforma adequada que faça a transmissão do seu conteúdo em tempo real, ou seja, ao vivo.

No entanto, se você tem conhecimento suficiente para desenvolver um curso, usar workshops online e webinários talvez não deva ser sua primeira opção. 

Desse modo, aposte em usá-los como ferramenta da sua estratégia de marketing digital para atrair alunos para o seu próprio curso e, assim, obter renda extra.  

 

16. Crie cursos de prateleira

O curso de prateleira é um material já desenvolvido, mas disponibilizado por/para terceiros. Nesse sentido, o objetivo principal é escalar o número de vendas do seu produto. 

Mas isso não significa que o curso não deva ser bem produzido e transmitir credibilidade. Afinal, você poderá disponibilizá-lo para empresas distribuírem para seus colaboradores, por exemplo. 

Em resumo, para explicar os cursos de prateleira, pense em um livro. Alguém o produziu e disponibilizou para o mercado, seja em seu site ou livrarias. Por estarem disponíveis em canais de distribuição diversos, apenas autores que têm muito destaque no mercado acabam tornando-se memoráveis.

Desse modo, a questão do reconhecimento e construção da marca é a grande diferença que podemos destacar entre ter o seu curso próprio ou apenas produzir um curso para disponibilizar para terceiros. Com “cursos de prateleira”, você está escalando suas vendas, mas, dificilmente, levará os créditos pelo seu trabalho. 

 

17. Afiliados

O sistema de afiliados, ou somente “afiliados”, funciona da seguinte forma: você se torna responsável por vender um certo curso e recebe uma comissão por cada venda feita.

O mais comum é que cada afiliado revenda a partir de um link que tenha uma URL própria. Dessa forma, fica mais fácil identificar suas vendas para calcular sua comissão corretamente.

Vale dizer que o ideal é você escolher um nicho que faça parte do seu dia a dia. Dessa forma, você terá propriedade para falar sobre o assunto. 

Além disso, com esse sistema, você também pode optar por ter afiliados que revendam o seu próprio curso online para que ele alcance mais pessoas.

 

18. Trabalhe como redator 

Com o crescimento da importância do conteúdo, aumentou a demanda por redatores para a web e copywriters. Esses são profissionais criativos e estratégicos que precisam desenvolver textos das mais variadas peças de comunicação, como e-books, posts para redes sociais, conteúdo em vídeos, entre outros.

Uma vantagem de trabalhar como redator está na possibilidade de viver de maneira autônoma. Afinal, você não precisa ser contratado por uma empresa para desempenhar a função. 

Desse modo, é possível montar uma carteira de clientes ou se associar a empresas que precisam desse tipo de serviço.

Saiba ainda que existem vários sites e empresas digitais que estão precisando de redatores freelancer! Por isso, use redes como o LinkedIn para encontrar essas vagas e candidate-se.

 

19. Venda imagens

Você é um bom fotógrafo? Não deixa uma boa imagem passar sem dar um clique?  Então, essa dica vai para você, que entende de fotografia. 

Saiba que dá para usar essa habilidade para ganhar uma renda extra online. Isso porque há vários sites que fazem a intermediação entre quem quer comprar fotos e quem vende. São os chamados bancos de imagens. 

Assim, você pode disponibilizar suas fotos nesses sites e receber um pagamento sempre que alguém comprar o direito de usá-las. 

Profissionais de várias áreas acessam essas plataformas em busca de fotos para incluí-las em suas peças criativas e suas fotografias podem estar entre uma dessas!

 

20. Faça um canal no YouTube

O YouTube é a principal plataforma de compartilhamento de vídeos. Então, que tal usar isso a seu favor para ganhar uma renda extra online? 

Para isso, pense em um assunto que seja do seu interesse e que você entenda bem. Depois, procure informar-se sobre os melhores softwares para edição de vídeos. Assim, você consegue produzir algo de qualidade e atrair visualizações para o seu canal. 

Com relação à monetização, saiba que canais com determinado número de inscritos podem veicular anúncios (aqueles que passam antes ou durante os vídeos). 

Outra possibilidade é trabalhar com programas de afiliados indicando produtos. Nesse caso, é necessário deixar claro que o vídeo contém publicidade.

 

21. Faça a gestão de mídias sociais

As redes sociais se tornaram fundamentais não só para a interação, mas também para o relacionamento entre empresas e clientes. Isso tem levado as firmas a recorrer a pessoas que se encarreguem de fazer a gestão de suas mídias sociais.

Pode parecer um trabalho simples, que só envolve a divulgação de conteúdo e troca com os clientes. Mas, na verdade, requer muita dedicação, pois compreende uma série de atividades que vão desde o planejamento do calendário editorial até a análise de métricas.

Se você gosta desse mundo das redes sociais, se especialize e transforme isso em um trabalho para te dar lucro. Estude sobre marketing digital e gestão de mídias sociais e ofereça seus serviços às empresas.

Agora confira uma tabela comparativa com todas as opções de renda extra mencionadas neste conteúdo. Assim, fica mais fácil escolher o job que mais atende às suas necessidades e combina com você.

 

Comece agora a fazer sua renda extra

Fazer renda extra online é um dos meios mais democráticos de ganhar dinheiro.

Há opções para todos os tipos de pessoas: quem tem muito conhecimento e quer ensinar suas habilidades, quem é desinibido e quer compartilhar seu estilo de vida como influencer, até quem quer apenas complementar a renda no tempo livre.

Independentemente da sua escolha, a HeroSpark tem as ferramentas necessárias para você ganhar renda extra na internet.

Essa é uma plataforma completa para divulgar e lançar produtos online, como e-books, cursos online, mentorias, entre outros. E o melhor: é possível começar de graça! Cadastre-se agora.

vender cursos online herospark

1 Comentário

  1. Gostei do site,
    Seus artigos ajudam muito pode ter certeza disso.
    Esta de parabéns.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *