Funil de vendas de marketing digital: Guia completo para criar um em 2022

Pessoa ensinando como criar um funil de vendas marketing digital.

O funil de vendas de marketing digital é uma ferramenta poderosa para fazer você vender mais e melhor. Isso porque, a partir dele, é possível visualizar melhor em que etapa de compra o seu público está. 

Com isso, é possível saber qual ação específica tomar para fazer o lead fechar um pedido e, assim, se tornar um cliente fiel. 

No artigo a seguir, você terá um guia completo que vai te mostrar as principais etapas do funil de vendas de marketing digital e como montar o seu! Boa leitura!

O que é funil de vendas de marketing digital?

Um funil de vendas no marketing digital é uma representação da jornada de compra do seu cliente. A partir dele, você consegue ver os estágios pelos quais o consumidor passa, desde o momento que conhece o seu negócio até a realização da compra. 

Vale dizer que, ao ter essa dimensão, você adquire uma noção de quais ações devem ser tomadas para fazer com que o visitante avance no funil de vendas e se torne um cliente.

Quais são os estágios desse funil de vendas? 

Basicamente, o funil de vendas está dividido em seis estágios principais. Porém, essa divisão pode sofrer alterações de um negócio para o outro.

Isso acontece porque o funil pode mudar dependendo do processo de vendas utilizado em cada local. Assim, como todos os negócios são únicos, o seu funil de vendas pode conter mais ou menos estágios.

Mas para quem está começando a criar um funil de vendas de marketing digital agora, pode ser interessante trabalhar com os estágios que listamos abaixo para entender melhor a dinâmica dessa ferramenta. 

1. Visitante

O primeiro estágio do funil de vendas de marketing digital é sempre o do Visitante. Aqui, a sua persona tem um contato inicial com o seu negócio. Porém, ela ainda não está buscando comprar algo de você.

Normalmente, o visitante apenas sabe que o seu negócio existe, mas ainda não tem ideia de qual é o seu produto e como ele vai ajudá-lo. 

Por isso mesmo, aqui, o comportamento do consumidor é mais simples: ele pode apenas seguir você nas redes sociais ou encontrar o seu site a partir de uma pesquisa no Google.

Nesse estágio, você pode aplicar ações que chamem a atenção desse visitante e o façam ficar. Uma publicação em destaque no perfil ou uma estratégia de otimização do seu site já são um bom começo.

2. Lead

Já o segundo estágio do funil é o do Lead. Aqui, aquele visitante que não conhecia nada do seu negócio passou a consumir mais seus conteúdos e a visitar o seu site ou perfil.

A partir disso, ele já conheceu melhor o seu negócio e tem uma ideia do que seu produto faz. Com isso, ele consegue identificar como a sua solução consegue resolver algum problema recorrente que ele tem.

Vale dizer que, nesse estágio, o lead geralmente não fez nenhum contato mais direto com o seu negócio. Ou seja, você ainda não tem nenhuma informação sobre ele, como nome e endereço de e-mail.

O comportamento dele nesse estágio é mais o de quem consome os conteúdos livres, disponíveis nos seus canais principais.

3. Lead qualificado de marketing

No terceiro estágio, aquele lead está começando a se qualificar melhor no seu funil de vendas. Aqui, o usuário já passou alguma informação dele para você, como um e-mail para se inscrever na sua newsletter ou para acessar algum material rico.

Com isso, ele tem agora um contato mais direto com o seu negócio, o que indica que ele tem interesse na sua solução, mas ainda pode estar com dúvida entre qual produto ou serviço adquirir do seu catálogo.

Ele também pode estar analisando os produtos ou serviços de empresas concorrentes à sua, porque quer saber qual seria a melhor opção para si.

Sendo assim, é importante destacar o seu negócio nesse estágio, mas de forma um pouco sucinta para não assustá-lo. Por mais que esse lead goste da sua solução, ele ainda não é fiel ao seu negócio e pode ir para a concorrência.

4. Lead qualificado de vendas

No quarto estágio, o lead da etapa anterior está mais preparado para tomar uma decisão de compra. Nesse estágio, ele já pesquisou mais sobre seu produto e sabe que ele pode resolver determinado problema.

Mas ele ainda não tem certeza se comprar de você é a melhor solução. Então o lead vai querer conhecer mais o seu produto. 

Aqui, ele pode mandar dúvidas para seu time, encher um carrinho de compras online e até entender melhor seus preços e buscar uma promoção.

5. Oportunidade

Quando um lead qualificado para vendas se torna uma oportunidade significa que agora ele sabe o que quer comprar e está mais certo de que aquele produto pode ajudar a resolver seu próprio problema.

Sendo assim, nessa etapa, seu time de vendas precisa agir e começar a conversar com esse possível cliente.

Aqui, você pode liberar condições especiais de pagamento ou, quem sabe, criar ofertas nas quais a pessoa possa ganhar outro item na compra.

O importante é criar uma oferta que contenha valor para que o seu lead não queira perdê-la.

6. Cliente

Por fim, a última etapa do funil de vendas de marketing digital é quando a oportunidade se torna, enfim, seu cliente.

Imagem de oferta Mentoria Impulso Digital.

Essa mudança acontece quando o lead percebe que seu produto é o ideal para si e segue finalizando a sua compra.

No entanto, o trabalho não termina aqui. Agora que ele se tornou um cliente, o time de marketing precisa focar em garantir que ele tenha a melhor experiência com o seu produto e fique fiel à sua marca.

Assim, será mais fácil conseguir vender várias vezes para o mesmo cliente e até receber novos clientes a partir de indicações.

Como fazer um funil de vendas de marketing digital em 6 passos? 

Agora que você conheceu melhor sobre cada estágio do funil de vendas de marketing digital, já deve ter surgido diversas dúvidas de como colocá-lo em prática, não é mesmo?

Assim, pensando em ajudar você nesse processo de criação do seu funil, separamos 6 passos muito simples. Confira quais são eles!

1. Defina os produtos principais do seu funil

O primeiro passo para criar um bom funil de marketing é definir o seu produto

Basicamente, se você trabalha com produtos digitais, perceberá que cada item do seu catálogo consegue suprir uma necessidade diferente do seu público.

Por conta disso, é interessante que o seu funil seja focado em um produto só. Ao fazer isso, o funil se torna mais objetivo e tem mais chances de converter o visitante em cliente.

Sendo assim, comece escolhendo o produto que seu negócio mais precisa vender no momento para começar a montar o seu funil de vendas de marketing digital.

2. Conheça a persona que se beneficia desse produto

Após ter definido o seu produto, o segundo passo será definir a sua persona.

Vale dizer que, assim como o produto, essa pessoa deve ser muito específica e ter o seu perfil traçado, inclusive com o direcionamento para o problema ou necessidade que pode ser resolvido com o produto do seu funil.

Assim, ao especificar melhor essa persona, fica mais fácil se comunicar com ela. Isso porque, você conseguirá criar uma mensagem mais personalizada, capaz de convencê-la de que o seu produto é o ideal para resolver uma dor ou necessidade. 

3. Crie uma oferta atrativa

Com o produto e a persona definidos, chegou o momento de seguir para o terceiro passo, que é o da criação de uma oferta atrativa. Então, vamos lá! 

Quando você definiu o seu produto, você já sabia quais eram os seus benefícios, não é? E quando você conheceu melhor a sua persona, você passou a entender o que ela enxergaria de valor nesse produto, ou seja, qual benefício fará os olhos dela brilharem, certo?

Portanto, com essas duas informações em mãos, fica mais fácil criar uma oferta realmente atrativa para que o seu funil de vendas traga ótimos resultados.

4. Desenvolva uma landing page de alta conversão

Pelos estágios do funil, você deve ter percebido que a sua persona pode passar por diversos canais diferentes até virar um cliente. Sendo assim, por que no quarto passo é fundamental que você crie uma landing page?

Bom, entre tantas formas existentes de divulgar o seu negócio na internet, a landing page é a que não pode faltar. Afinal, é a partir dela que o seu lead vai se converter no seu funil de vendas de marketing digital.

Por isso, é fundamental criar um boa landing page que mostre a sua oferta, o seu produto e como ele beneficia os consumidores. Quanto mais atrativa ela for, mais visitantes vão se converter em leads para serem nutridos por você na próxima etapa.

5. Monte o seu fluxo de e-mails

O e-mail marketing é o melhor canal de nutrição de leads. A partir dele, você consegue personalizar sua mensagem e entrar em contato diretamente com o seu lead.

Além disso, ao utilizá-lo, torna-se mais fácil analisar o desempenho do seu funil e, assim, criar estratégias de otimização.

Portanto, o ideal é criar uma série de mensagens, as famosas campanhas de e-mail, que façam com que o seu lead avance da melhor forma pelo funil. 

6. Coloque tudo em prática e analise os resultados

Após ter seguido todos os passos anteriores, você já poderá colocar o seu funil de vendas no ar e começar a divulgar sua landing page para atrair mais pessoas.

Mas o trabalho não acaba por aqui. Ao colocar o seu funil para funcionar, você precisa acompanhá-lo para ver os resultados que estão sendo obtidos e o seu desempenho geral. 

Assim, você poderá ter insights do que mudar no funil e de qual prática está dando muito resultado, para replicar isso em outros funis de venda de marketing digital. 

Exemplo de funil de vendas de marketing digital

Para ajudar você na criação do seu funil, nada melhor do que observar outros exemplos para se inspirar e criar o seu, não é mesmo?

Por isso, separamos abaixo um bom exemplo de funil de vendas de marketing digital. Veja!

Planejamento

  • Produto: curso sobre criar conteúdo para o Instagram
  • Público: profissionais autônomos de 25 anos que estão iniciando seus negócios
  • Oferta: na compra do curso ganha 1 template de calendário editorial + 1 mentoria em grupo

Funil de vendas de marketing digital

  • Landing page: página para ofertar e-book gratuito sobre como criar uma rotina de conteúdo no Instagram
  • Campanha de e-mail marketing:
  1. E-mail 1: enviar e-book
  2. E-mail 2: dicas relacionadas com a criação/rotina
  3. E-mail 3: resultados que os negócios obtêm ao ter uma rotina de criação de conteúdo
  4. E-mail 4: aprenda a criar uma rotina para o seu negócio (divulgação do produto)
  5. E-mail 5: divulgação da oferta especial

E para facilitar a criação do seu funil, é importante ter ao seu lado ferramentas que permitam a criação de um funil personalizado para o seu negócio.

Para isso, você pode contar com a HeroSpark! Com a gente, você cria o seu funil, acompanha os resultados e ainda consegue acessar funcionalidades imperdíveis, como:

  • Criação de fluxos de e-mails automáticos;
  • Criação de landing pages personalizáveis;
  • Sistema de checkout integrados com a landing page;
  • Possibilidade de criar diversos funis de vendas!

Por isso, cadastre-se gratuitamente na HeroSpark para criar hoje mesmo o seu funil de vendas de marketing digital!

Banner escola de psicanálise
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.