Um blog sobre empreendedorismo, negócios digitais e cursos online


Não perca mais nenhuma novidade!

Assine nosso blog e ative as notificações para receber os melhores conteúdos sobre empreendedorismo


Como trabalhar com marketing digital: conheça as principais áreas de atuação

como trabalhar com marketing digital

As tendências já apontavam para isto, mas, depois do isolamento social, muitas pessoas passaram a se interessar em como trabalhar com marketing digital. As liberdades de tempo, de dinheiro e de localização são absurdamente atraentes, não é mesmo?

 

O meio digital é um negócio vantajoso, de fato, mas não é fácil ‘chegar lá’. Você não se estabelece neste ramo da noite para o dia, até mesmo pela velocidade de adaptação às novidades que o mercado exige.

 

Mas, nos próximos parágrafos, você terá um guia bastante objetivo de como trabalhar com marketing digital e dar aquela reviravolta na sua vida. Boa leitura!  

 

Como trabalhar com marketing digital em 6 passos

 

Já faz alguns anos que o Brasil é o país onde há mais pessoas consumindo pela Internet. Segundo o Digital Report de 2020 da Hootsuite, de 2019 a 2020, foram 8,5 milhões de usuários a mais só no nosso país — um crescimento de 6%. Existe algum mercado mais aquecido que esse?

 

Dessa maneira, confira o que você precisa fazer para começar a trabalhar com marketing digital hoje. 

 

Saiba onde você quer chegar

 

Quais são os seus desejos e objetivos ao trabalhar com a Internet? Você precisa de autoconhecimento e, claro, entender as oportunidades que existem, para se encaixar em alguma.

 

Você pode empreender na internet, com uma loja virtual, prestar serviço de consultorias, abrir uma agência, vender cursos online ou, ainda, fundar uma startup digital. Também há quem se identifique como digital influencer, blogueiro, streamer, YouTuber e Tiktoker. 

 

Portanto, escolha para onde você quer ir, considerando, inclusive, onde você quer chegar em 5 ou 10 anos. Não é regra, mas, preferencialmente, a sua escolha deverá perdurar pelo máximo de tempo. Até porque a Internet funciona de forma semelhante aos juros compostos. É preciso esperar o algoritmo trabalhar ao seu favor, mas quando ele engrena, os resultados surgem de uma vez.

 

Estude e aplique os conhecimentos adquiridos

 

Com uma carreira em mente, estude o máximo que puder sobre ela — sem deixar de pôr o aprendizado em prática. Se você escolheu o e-commerce, procure o máximo de conteúdo gratuito que ensine você a ter uma loja virtual. Em paralelo, crie seu negócio e faça a sua parte aos poucos.

 

Se você escolheu trabalhar com Design: novamente, comece pelos conteúdos gratuitos, preste serviços como iniciante, invista o dinheiro em conteúdos pagos e siga o fluxo: evoluindo e investindo em si mesmo.

 

Tenha presença online

 

Com uma base de clientes ou com experiência adquirida em empresas, você terá bastante conhecimento para compartilhar — assim como você consumiu, no começo, na etapa 1. 

 

Então, crie um perfil em uma rede social que faça sentido para você, se possível, tenha um site e simplesmente apareça: esteja visível para os seus clientes, colegas de trabalho e inspirações. 

 

Faça networking

 

Além de compartilhar conteúdo, conecte-se com mais pessoas no seu ramo. Se forem pessoas relevantes, aprenda com eles. Se forem iniciantes, enxergue-os como parceiros, que ajudariam você com as suas demandas, ao passo que aprenderiam com os seus processos.

 

Sempre que puder, vá a eventos presenciais. Experimente trabalhar em escritórios de coworking. Networking é essencial para quem quer evoluir no mercado digital.

 

Aprenda com mentores

 

Se o fluxo estiver saindo como o previsto, devido à alta escalabilidade e demais benefícios de trabalhar com marketing digital, você terá condições de pagar mentorias, grupos Mastermind e demais sociedades.

67 headlines para páginas de vendas

 

Não é uma etapa vital para trabalhar com marketing digital, mas pode favorecer ainda mais para que o seu negócio cresça. 

 

Construa autoridade

 

Mantenha-se nos passos 2 a 5. Tenha consistência e colha os frutos. 

 

No meio digital, leva tempo para conseguir autoridade, mas esse é o melhor caminho. Quanto mais forte a sua presença online e maior a qualidade do seu produto ou serviço, mais sucesso você provavelmente terá no trabalho.

 

Principais áreas de atuação no marketing digital

 

Afinal, quais são as ‘profissões’ mais populares do marketing digital?

E-commerce

 

Estabelecimentos físicos, em regra geral, são dispendiosos. Principalmente restaurantes. A comida do estoque pode estragar e você é obrigado a jogar no lixo, ou seja, queimar o seu dinheiro. Se você tem uma loja de roupas, em algum momento também fará a ‘queima de estoque’.

 

Com algumas lojas virtuais você também corre esse risco, porém, é possível atingir mais clientes — desde que se faça entregas pelos Correios ou transportadoras.

 

Prestação de serviços

 

Outro ramo de sucesso é o do empreendedorismo individual. Designers, copywriters, estrategistas digitais, videomakers, ilustradores, consultores… há uma infinidade de serviços digitais procurados o tempo todo pelos usuários. 

 

Ao escalar a prestação de serviços, em alguns casos, as pessoas migram para abrir uma pequena empresa ou agência de marketing digital.

 

Agência de marketing

 

As agências, basicamente, planejam e constroem campanhas para outras empresas ou prestadores de serviço. As que são focadas em lançamentos, por sua vez, trabalham com projetos fechados de infoprodutos e têm se mostrado extremamente lucrativas.

 

Os próprios atributos dos produtos digitais são alinhados com os diferenciais do marketing digital: despesa quase zero, escalabilidade global, margem de lucro maior que de qualquer outro setor, entre outros. Assim, qualquer empreendedor ou companhia que comercialize infoprodutos recebem parte de todo esse lucro.

Cursos online 

 

Os cursos online são produtos digitais à parte porque são perenes, podem ser colocados em área de membros e serem vendidos como assinatura (renda passiva) e, ainda, possuem aceitação crescente pelo público. A Forbes projetou que esse mercado chegaria a faturar, nos EUA, $107 bilhões em 2015 e a previsão atual, para 2025, é de $325 bilhões

 

Treinamentos corporativos, cursos livres, mentorias etc. São vários os modelos de curso online. Além disso, o core business de um curso online é o seu conhecimento. Não exige a compra de matéria-prima ou de nenhum outro investimento direto.

 

Ficou claro como trabalhar com marketing digital? Comece aos poucos, com um passo de cada vez, e se mantenha na carreira com a qual mais se identificou. Lembre-se de que esse mercado é gigante, então apenas tenha paciência com os resultados.

 

Para você que deseja começar no marketing digital do jeito certo, teste gratuitamente o SparkMembers e comece a vender o seu curso online hoje! E veja também: 

 

 

pesquisa panorama dos negócios digitais

Mais artigos para você

Quanto custa promover no Instagram e 4 dicas para 2021

Você sabe o que é impulsionar um post? É transformar uma publicação de um vídeo, uma imagem ou um carrossel …

Autoresponder: por que investir neste recurso?

Muita gente não conhece ou não sabe o que é a ferramenta autoresponder, no entanto, esse é um instrumento muito …

Mentoria: saiba como criar e vender a sua

Se você deseja ingressar no empreendedorismo digital, precisa saber o que é e como criar uma mentoria. Isso porque essa …

Lançamento de produto de sucesso: saiba como fazer

Fazer um lançamento de produto bem sucedido é complexo: requer organização e participação em todas as etapas, desde a concepção …

Vender curso online: 10 dicas para atrair alunos

Vender curso online pode parecer uma tarefa difícil, mas não precisa ser assim. Neste artigo você vai descobrir que, com …

Marketing de relacionamento: o que é e como usar

Hoje é mais fácil produzir na internet, mas também é mais difícil se destacar, já que vários produtores disputam o …