Vender cursos e produtos digitais ou trabalhar como afiliado podem ser algumas boas opções para quem deseja ganhar dinheiro na internet. No entanto, saiba que, além dessas, existem várias outras ideias de negócios que são desenvolvidos online. 

Sendo assim, neste artigo você vai conferir 11 ideias de negócios digitais lucrativos para começar a trabalhar na internet agora mesmo. 

Vale dizer que as ideias listadas aqui vão desde as mais simples até as que exigem um pouco mais de trabalho e de equipamentos. Mas todas são totalmente possíveis de serem realizadas e você com certeza tem todo o potencial para conseguir grandes resultados! Boa leitura!

Quais são as melhores ideias de negócios digitais lucrativos para trabalhar em 2022?

1. Produtos digitais 

O produto digital é todo material comercializado na internet, cujo conteúdo agrega algum valor ao usuário que o compra. Também conhecido como infoproduto, ele pode ser de vários tipos, como: curso online, e-book, áudio, entre outros.

Desse modo, se você é um especialista em algum assunto e sabe resolver um problema específico que outras pessoas possam se interessar, você pode criar um curso em vídeos ou um e-book e vendê-los como um produto digital.

Vale dizer que produzir um infoproduto demanda conhecimento, tempo e dedicação.

Mas se você não sabe ou não tem interesse em criar um, você também pode se afiliar a um produto de outra pessoa e vendê-lo em troca de uma comissão.

Além disso, um valioso benefício dos infoprodutos é que eles geralmente proporcionam uma comissão muito boa, pois a sua produção tem imposto único e exige esforço do produtor somente uma vez.

É diferente do que ocorre com um produto físico, em que cada item vendido gera um custo para o fabricante.

 

2. Agência de marketing digital

Ao ouvir falar em “agência”, é comum pensar em um espaço físico, com funcionários, despesas mensais, etc. Mas não precisa ser assim! Você não necessita de um espaço físico nem de funcionários para ser uma agência digital.

Isso porque, com uma agência digital, você pode:

  • Prestar serviços de consultoria em marketing digital; 
  • Oferecer serviços de anúncios pagos; 
  • Criar e gerenciar anúncios para outras pessoas; 
  • Realizar a gestão de mídias sociais, entre outros. 

Tudo vai depender dos conhecimentos que você tem e dos seus objetivos.

 

3. Blogs de nicho 

Para quem não sabe, “nicho” é um segmento do mercado. Isso quer dizer que se um nicho de um negócio digital é ganhar dinheiro online, nele se ensinam, por exemplo, estratégias sobre negócios digitais, marketing digital, meios que te levam a ganhar dinheiro online, etc.

Então, basicamente, blogs de nichos ensinam sobre nichos específicos de mercado. Eles servem para atrair um determinado público com o objetivo de vender um produto no mesmo segmento. 

Portanto, se você gosta da área da saúde, por exemplo, não é legal que você crie um blog sobre saúde, pois esse é um segmento muito abrangente. O ideal é você escolher um subnicho, como emagrecimento, doenças, alimentação saudável e por aí vai.

Ao ser específico, será muito mais fácil atender às expectativas das pessoas que chegam ao seu blog e isso também te ajudará a desenvolver melhor suas ideias de negócio.

Dessa forma, caso você tenha um blog que fale sobre dietas para emagrecer e ofereça um produto para emagrecimento, as vendas tendem a acontecer.

Além disso, uma boa ideia para operar o seu blog de nicho é contratar um redator freelancer para criar este conteúdo. Assim, você pode começar focando na administração do seu negócio e na elaboração de estratégias comerciais e de tráfego.

No vídeo abaixo, damos algumas dicas de como ter mais visitantes para o seu blog:

 

4. YouTube 

O YouTube virou uma plataforma de empreendedores. Basta olhar para os maiores canais da plataforma e ver que eles já se tornaram negócios de alto faturamento. A explicação para isso é que a audiência é a moeda de ouro do mercado digital. 

No entanto, mesmo que você não tenha um grande número de inscritos, ainda assim qualquer audiência vale a pena e é suficiente para montar um negócio digital.

Nesse sentido, algumas formas de ganhar dinheiro com o seu canal no YouTube é vender produtos digitais. Você pode, por exemplo, vender infoprodutos e fazer vídeos patrocinados. Hoje, essa prática é chamada de marketing de influência.

Além disso, o próprio YouTube tem um recurso de geração de renda através dos anúncios mostrados no seu vídeo. Mas é necessário um número muito grande de visualizações para você ter uma renda satisfatória. 

Então, vale a pena deixar ativada a monetização dos seus vídeos, mas não conte com isso como uma renda relevante no início da sua jornada.

 

5. E-commerce 

O e-commerce é uma loja virtual onde você pode vender produtos físicos e infoprodutos. No entanto, uma loja de cursos online, por exemplo, com certeza dará menos trabalho do que uma loja de produtos físicos.

Hoje, ter uma loja virtual é extremamente simples. Você pode construir uma com o próprio WordPress ou usando outras diversas ferramentas disponíveis na internet.

Vale dizer que o WordPress é um sistema muito poderoso, com recursos incrivelmente profissionais. Inclusive, muitos desses recursos são gratuitos, sendo uma excelente opção para quem deseja criar uma loja online, mas não pode investir inicialmente. 

Além disso, você mesmo pode construir a sua loja virtual, já que hoje existem vários tutoriais disponíveis em sites e no YouTube.

 

6. Importação de produtos físicos

Apesar de a importação ser de produtos físicos, ainda assim o seu negócio pode ser considerado digital. Isso porque a maior parte da operação vai acontecer online: você vai encontrar os seus fornecedores online, vai comprar online e, quando o produto chegar, você vai vender online.

Imagem de oferta Imersão Foguete Digital

Nesse sentido, saiba que é possível importar diversos produtos, como roupas, maquiagens, cosméticos, entre outros, oferecendo um preço competitivo.

Vale a pena você dar uma pesquisada para conhecer mais sobre a importação. Mesmo com o dólar lá em cima, alguns produtos, principalmente os que não sofrem taxação da Receita Federal, ainda estão valendo a pena. 

 

7. Dropshipping

Dropshipping é vender um produto físico antes de comprá-lo. Basicamente, você vai vender um produto que você não tem e, no momento em que a venda é realizada, você o compra do fornecedor e envia diretamente para o seu cliente. 

Sabe quando você vê aquele anúncio de um celular da China com um preço super em conta e que leva 2 meses para chegar? Provavelmente, o vendedor comprou esse produto da China por um quarto do valor e mandou direto para sua casa.

Esse modelo de negócio é parecido com a importação, mas você não precisa armazenar o produto e nem se preocupar com a entrega.

No entanto, para trabalhar com esse formato, é importante deixar claro para os clientes que os seus produtos são baratos porque são importados. Afinal, o tempo de entrega pode ser de até 60 dias.

 

8. Edição de vídeos

Se você gosta de vídeos, ter um canal no YouTube não é a sua única opção para trabalhar na internet. Uma ideia viável para quem prefere ficar por trás das cenas é abrir um negócio de edição de vídeos.

Para isso, basta ter conhecimento sobre os softwares de edição, como o Adobe Premiere, ter um computador potente e um armazenamento externo para salvar os arquivos não comprimidos das gravações.

Hoje em dia, basicamente todas as empresas precisam do serviço de produção de vídeo e, consequentemente, de edição. Além disso, existem muitos YouTubers que editam seus próprios vídeos e adorariam ter o auxílio de outros profissionais nesse processo.

Portanto, faça contatos, informe sua rede de apoio sobre seu novo negócio de edição de vídeos e, aos poucos, comece a formar sua cartela de clientes.

 

Comece pela concorrência

Encontre o seu verdadeiro diferencial e como se destacar dentro do seu mercado. Utilize gratuitamente a nossa ferramenta de análise da concorrência.

Pegar grátis

 

9. Podcasts

Os podcasts estão cada vez mais em alta em todo o mundo. Eles são programas de áudio que podem ser ouvidos pela internet, a qualquer hora, por meio de um celular ou computador. 

Com temas e durações variadas, os ouvintes podem consumir o conteúdo para se informar, estudar ou até mesmo para se entreter.

Os podcasts também são uma ótima ideia de negócios. Isso porque, assim como os canais de YouTube, eles podem ser monetizados

De acordo com a pesquisa ABPod com apoio da CBN, 63,5% dos ouvintes afirmaram já ter comprado algum produto ou serviço anunciado em algum podcast. Com isso, muitas empresas querem investir em podcasts para realizarem anúncios dos seus produtos ou serviços.

Assim, você pode anunciar diferentes marcas pagantes em seus episódios como uma forma de monetizar o seu programa. 

Mas lembre-se que: para uma marca querer investir em você, o podcast precisa ser realizado de forma profissional e ter boa audiência.

 

10. Ghostwriting

O Ghostwriting é uma “escrita fantasma” que funciona da seguinte forma: você cria um conteúdo em nome de outra pessoa e desenvolve a ideia dela até se tornar um conteúdo completo.

Essa é uma ótima ideia para quem gosta da escrita e tem interesse em criar um negócio pequeno com base nela.

Nesse sentido, saiba que muitos ghostwriters atuam escrevendo livros, blogs, revistas e até mesmo postagens para redes sociais. 

No caso dos livros, muitas vezes você terá que entrevistar a pessoa para conhecê-la, entender sua ideia e, assim, poder incorporar a sua voz para desenvolver o texto como se fosse ela. 

 

11. Design gráfico

Essa ideia é similar a de edição de vídeo. Se você tem domínio de softwares como Adobe Photoshop e Illustrator, você pode abrir um negócio para oferecer serviços de design gráfico para diversas empresas e profissionais autônomos.

Com a internet e a necessidade de estar bem posicionado nas redes sociais, diversas empresas estão entendendo a importância de criar uma boa estratégia de marketing digital. E é aí que o seu trabalho como designer gráfico entra.

Você pode criar layouts para cards para redes sociais, e-books, convites, assinaturas de e-mail, e-mails marketing, logotipos, thumbnails, catálogos, mockups e muitas outras peças.

Para começar a prospectar clientes, é fundamental que você tenha um bom portfólio. Mas, se você nunca atendeu clientes antes, então você pode criar projetos imaginários para diversas marcas, mostrando o seu potencial.

Assim, com o crescimento da sua cartela de clientes, você pode até aumentar o tamanho do seu negócio futuramente, contratando outros profissionais.

E então, gostou das ideias de negócios digitais? Mas saiba que não parou por aí! Ainda temos uma dica extra para você turbinar seu plano de negócios.

Utilizar ferramentas de marketing para atrair e nutrir seu público-alvo é essencial para gerar oportunidades de negócios no mercado digital. 

Mas como ter acesso a essas ferramentas tendo pouco dinheiro para investir? 

A HeroSpark é uma plataforma que oferece diversas funcionalidades para produtores digitais, como landing pages, envio de e-mails marketing, hospedagem de produtos digitais e muito mais. Tudo gratuito! 

Por isso, cadastre-se gratuitamente e descubra como ela pode te ajudar a impulsionar o seu negócio na internet.

Imagem de oferta Imersão Foguete Digital

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.